A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Jorge Casagrande e Vilson Heck Junior SMA PARA J OGOS 1.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Jorge Casagrande e Vilson Heck Junior SMA PARA J OGOS 1."— Transcrição da apresentação:

1 Jorge Casagrande e Vilson Heck Junior SMA PARA J OGOS 1

2 A GENDA Introdução; Definição de Jogos; Jogos Eletrônicos; Indústria do Entretenimento em Jogos; Agentes em Jogos; Conclusão; Referências. 2/21

3 I NTRODUÇÃO Objetivos: Apresentar o conceito de jogos; Conectar as definições de agentes e SMA com o conceito de jogos; Mostrar exemplos de aplicações; Trazer discussões durantes a apresentação; Evidenciar a contribuição dos SMA em jogos para algumas áreas da ciência. 3/21

4 D EFINIÇÃO DE J OGOS 28 Definições no Dicionário: Designação genérica de certas atividades cuja natureza ou finalidade é recreativa; diversão, entretenimento; Essa atividade, submetida a regras que estabelecem quem vence e quem perde; competição física ou mental sujeita a regras, com participantes que disputam entre si por uma premiação ou por simples prazer. 4/21

5 D EFINIÇÃO DE J OGOS Competição Mental: Jogos de tabuleiro; Jogos de cartas; Jogos eletrônicos; Competição Físico-Mental: Futebol; Vôlei; Etc... 5/21

6 J OGOS E LETRÔNICOS Pong: Primeiro Videogame lucrativo da história; Nolan Bushnell e Ted Dabney; 1972: Atari; Várias versões diferentes foram criadas. 6/21

7 J OGOS E LETRÔNICOS Evolução? Jogos realísticos; Efeitos gráficos e sonoros tridimensionais do mundo real; Simulação física; Maior interatividade: Lógica; Física; EMPREGO DE INTELIGÊNCIA ARTIFICIAL: SMA ou Agentes em Jogos. 7/21

8 J OGOS E LETRÔNICOS 8/21

9 J OGOS E LETRÔNICOS Criação envolve muito tempo e profissionais: Story Boards: Idealização – arte conceito; Game Design: Prototipação – motor do jogo; Level Design: Projeto de fases – arte e som; Play Testing: Depuração – testes. 9/21

10 I NDÚSTRIA DO E NTRETENIMENTO EM JOGOS + $27 Bilhões em 2005 Nintendo: Fabricação de Videogames; $ 1,4 Bilhões primeiro trimestre de 2007; Não conseguiu suprir demanda até Blizzard: Desenvolvimento de Games; World of Warcraft®; Mais de $ 1 Bilhão segundo trimestre de /21

11 A GENTES EM J OGOS O que são? Para que servem? Emular comportamento com Autonomia: Competitivo; Colaborador; Neutro. Decisões: Reativas; Cognitivas. Victor Kazuo Tatai: a indústria de jogos tradicionalmente guarda com extremo zelo as soluções computacionais desenvolvidas (Dissertação de Mestrado Unicamp: Técnicas de Sistemas Inteligentes Aplicadas ao Desenvolvimento de Jogos de Computador) [3] 11/21

12 A GENTES EM J OGOS Jogos de Tiro em Primeira Pessoa: Máquina de Estados Finitos (MEF): Determinística; Não-determinística. Lógica Fuzzy MEF + Fuzzy 12/21

13 A GENTES EM J OGOS Como você definiria um agente soldado para um jogo de tiro em primeira pessoa? Hardware ou Software? Estacionário ou Móvel? Persistente ou Temporário? Reativo ou Cognitivo? Existem outros agentes? Esse Jogo é um SMA? 13/21 FERBER, 1999 [1]

14 A GENTES EM JOGOS Jogos de Estratégia: Navegação das Unidades: Variante do A* para navegação das Unidades; Maquinas de estado: Árvore de decisões; 14/21

15 A GENTES EM J OGOS Como você definiria um agente jogador para um jogo de estratégia? Hardware ou Software? Estacionário ou Móvel? Persistente ou Temporário? Reativo ou Cognitivo? Existem outros agentes? Esse Jogo é um SMA? 15/21 FERBER, 1999 [1]

16 A GENTES EM JOGOS Jogos de Corrida: Direção Aleatória, porém objetiva: Algoritmos Genéticos; Agentes podem melhorar habilidade. Mutação -> Falhas? 16/21

17 A GENTES EM J OGOS Como você definiria um agente piloto para um jogo de corrida? Hardware ou Software? Estacionário ou Móvel? Persistente ou Temporário? Reativo ou Cognitivo? Existem outros agentes? Esse Jogo é um SMA? 17/21 FERBER, 1999 [1]

18 A GENTES EM JOGOS Jogos de Futebol: Redes Neurais: Aprendizado; 18/21

19 A GENTES EM J OGOS Como você definiria um agente jogador de futebol para um jogo de futebol? Hardware ou Software? Estacionário ou Móvel? Persistente ou Temporário? Reativo ou Cognitivo? Existem outros agentes? Esse Jogo é um SMA? 19/21 FERBER, 1999 [1]

20 C ONCLUSÃO Jogos Eletrônicos são como berçários para a área de IA e SMA; Procuram emular o comportamento humano em ambientes virtuais, buscando o aperfeiçoamento; Área muito rica em recursos financeiros (Empregos, Fomentação de pesquisa); Know-how de tecnologias como se fazem coisas que ainda serão desenvolvidas, já serão existentes; O desenvolvimento da IA e o aumento do poder computacional incrementam a gama de possibilidades e reduz as limitações. 20/21

21 R EFERÊNCIAS [1] FERBER, Jacques. Multi-Agent Systems. An Introduction to Distributed Artificial Intelligence. Addison-Wesley. Grã Bretania, [2] RUSSELL, Stuart e NORVIG, Peter. Inteligência Artificial. Tradução: Vanderberg D. De Souza. Rio de Janeiro: Elservier, [3] TATAI, Victor K. Técnicas de Sistemas Inteligentes Aplicadas ao Desenvolvimento de Jogos de Computador. Dissertação de Mestrado. Unicamp. Campinas, /21

22 L INKS e-tutoriais/estado-da-arte-da-inteligencia- artificial-para-jogos-eletronicos/ e-tutoriais/estado-da-arte-da-inteligencia- artificial-para-jogos-eletronicos/ academicos/andre_kishimoto.pdf academicos/andre_kishimoto.pdf 0Agentes%20Aut%F4nomos/InteligenciaArtifici alEmJogosDeTiroEmPrimeiraPessoa.pdf 0Agentes%20Aut%F4nomos/InteligenciaArtifici alEmJogosDeTiroEmPrimeiraPessoa.pdf 22/21


Carregar ppt "Jorge Casagrande e Vilson Heck Junior SMA PARA J OGOS 1."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google