A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Grupos Lúdico Terapêuticos Naspec – Núcleo Assistencial de Pessoas com Câncer Grupos Lúdico Terapêuticos Realização: Juliana Vilas Boas Psicóloga Responsável.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Grupos Lúdico Terapêuticos Naspec – Núcleo Assistencial de Pessoas com Câncer Grupos Lúdico Terapêuticos Realização: Juliana Vilas Boas Psicóloga Responsável."— Transcrição da apresentação:

1 Grupos Lúdico Terapêuticos Naspec – Núcleo Assistencial de Pessoas com Câncer Grupos Lúdico Terapêuticos Realização: Juliana Vilas Boas Psicóloga Responsável Estagiárias de Psicologia

2 RESPEITÁVEL PÚBLICO DO NASPEC!!!

3

4 Hoje tem espetáculo? Tem, sim senhor! Hoje tem marmelada? Tem, sim senhor! E tem também palhaços, malabaristas, equilibristas, domadores, ilusionistas, trapezistas, globistas, e ainda muitos animais. Sinônimo de alegria, o circo é uma das mais antigas e completas manifestações populares e artísticas da humanidade. Durante o espetáculo realizado sob uma lona colorida, música, teatro, dança, improviso, cenografia e figurinos apropriados encantam a platéia!

5 Nas luzes do teu palco, no rebuliço dos bastidores, no burburinho da platéia, tantas histórias se passaram improvisadas pelos atores. Quem de fora vê a lona e imagina o espetáculo, na verdade, não faz idéia das dores e dos amores, alegrias e dificuldades, da vida que ali se oculta, confundindo show com realidades...

6 O CIRCO chegou na cidade (na verdade, ele nunca saiu). Trouxe encanto, trouxe o pranto, dando brilho ao que chega, relembrando o que partiu. O CIRCO é uma cidade onde ninguém mora, que ninguém nunca viu, e da qual sempre temos saudades. Não por nela ter morado ou porque nela se riu, mas pelas pessoas que passam, que nela brigam e se abraçam, continuando este show que em nosso coração, com força, com emoção, com carinho vem se eternizar...

7 ESPETÁCULO VIDA!

8 MALABARISTAS

9 MALABARISTA COM FOGO

10 MÁGICOS

11 DOMADOR

12 ACROBACIAS

13 EQUILIBRISTAS

14 Estava a Equilibrista na corda bamba… Não se recordava mais de quantas vezes tinha feito o mesmo trajeto, indo e vindo em busca de algo que não sabia o que. Mas hoje era diferente, seu corpo parecia mais pesado… Seus olhos mais densos… Aquilo a que ela tanto procurava, mesmo sem saber o que parecia ter se desfeito no ar… Como explicar o desaparecimento de algo que nunca esteve além de seus sonhos? A corda era a mesma… o público era o mesmo… o caminho era o mesmo… a mão quente esperando do outro lado era a mesma… Mas tudo que podia ver era uma massa disforme que parecia se desfazer ao toque… Perdeu-se… perdeu-se dentro de si mesma… sentimentos… pensamentos… O caminho tão comum parecia tão confuso… A distância tão maior… O seu corpo tão pesado… Sentia que se apegasse a um de seus medos esse a consumiria a ponto de perder o equilibrio e cair na imensidão daquele desconhecido… E então aquela mão antes tão conhecida, agora parecia diferente… nenhuma mão seria suficiente pra alcançá-la mais. E o Bêbado gritava em vão: O show tem que continuar! Mas só se ouvia o som do vazio… O rosto da Equilibrista tomado por um sorriso mecânico em direção a massa disforme. O peso daquele sorriso, feito de seu vazio… feito do que não mais havia pra se alcançar… foi suficiente pra enfim derrubá-la daquela corda de dúvidas… Enquanto caía… o vazio… e o Bêbado a gritar: O show tem que continuar!

15 DANÇARINOS

16 TRAPEZISTAS

17 PALHAÇOS

18 E o palhaço pinta o rosto pra viver... E o palhaço pinta o rosto pra viver...

19 PALHAÇO A função do palhaço é arrancar sorrisos. Esta profissão é uma das mais difíceis na arte do circo, sem dúvida! Há pessoas e pessoas, umas mais divertidas e outras menos divertidas. O palhaço tem de estar sempre alegre e fazer as pessoas rirem sempre. Muitas vezes, fazem rir com vontade de chorar!

20 TRAPÉZIO Trapezistas e malabaristas desafiam a força, o equilíbrio e a destreza, enquanto o público, maravilhado, se confunde com tanta coisa acontecendo ao mesmo tempo.

21 Coragem e confiança no outro!

22 O desejo e a fantasia de "voar" cultivados pelo homem, foram determinantes para o surgimento do trapézio, com isso, o homem desafiou a morte!

23 CONFIANÇA Eu vou conseguir!

24 ENFRENTAMENTO E O CIRCO Enfrentar é, por vezes, um grande desafio, principalmente, quando se trata de uma doença.Enfrentar é, por vezes, um grande desafio, principalmente, quando se trata de uma doença. desafiar a si mesmo, como os artistas de circo. Ao enfrentarem uma doença, o objetivo é que vocês consigam elaborar novas formas de enfrentamento, desafiar a si mesmo, como os artistas de circo. Talvez porque tenham tido medo do desconhecido e, inicialmente, não conseguiram encarar a questão e buscaram maneiras de amenizar os fatos (confiando em Deus, tendo sentimentos de medo, tristeza, revolta). Depois, com o passar dos dias e do tratamento já está sendo feito, devem ter adquirido mais confiança e passaram a ver o tratamento como uma etapa a ser cumprida em suas vidas. Vilas Boas, Juliana.

25 O circo nos ensina a superar limites, a viver um dia de cada vez, a amar a vida e descobrir a força que todos nós temos escondida dentro de nós.O circo nos ensina a superar limites, a viver um dia de cada vez, a amar a vida e descobrir a força que todos nós temos escondida dentro de nós. Todo artista de circo um dia sai de cena... e nos dar a oportunidade de mudar todo o roteiro da nossa vida, por um processo chamado elaboração!Todo artista de circo um dia sai de cena... e nos dar a oportunidade de mudar todo o roteiro da nossa vida, por um processo chamado elaboração! Mas a vossa tristeza se converterá em alegria. Jesus (João, 16:20) Diante da vida que transcorre, procure encontrar alegria de viver, apesar de todos os percalços que venhas a enfrentar, essa é a grande lição que o circo nos oferece!Diante da vida que transcorre, procure encontrar alegria de viver, apesar de todos os percalços que venhas a enfrentar, essa é a grande lição que o circo nos oferece!

26 O QUE O CIRCO TEM A NOS ENSINAR?? CORAGEMCORAGEM ALEGRIAALEGRIA DISCIPLINADISCIPLINA DETERMINAÇÃODETERMINAÇÃO FORÇAFORÇA CONFIANÇA NO OUTROCONFIANÇA NO OUTRO AMOR A VIDAAMOR A VIDA DESAFIO AOS NOSSOS MEDOSDESAFIO AOS NOSSOS MEDOS

27 De tudo, ficaram três coisas: A certeza de que ele estava sempre começando... A certeza de que era preciso continuar... A certeza de que seria interrompido antes de terminar.... Fazer da interrupção um caminho novo... Fazer da queda um passo de dança... Do medo, uma escada... Do sonho, uma ponte... Da procura, um encontro... CERTEZA Fernando Sabino De tudo, ficaram três coisas: A certeza de que ele estava sempre começando... A certeza de que era preciso continuar... A certeza de que seria interrompido antes de terminar.... Fazer da interrupção um caminho novo... Fazer da queda um passo de dança... Do medo, uma escada... Do sonho, uma ponte... Da procura, um encontro...

28 SENHORAS E SENHORES, BEM VINDOS AO ESPETÁCULO VIDA!! Que entrem os artistas!!!

29 Respeitável Público, Obrigado, estamos saindo de cena pra vocês entrarem!

30 Obrigado!!!!


Carregar ppt "Grupos Lúdico Terapêuticos Naspec – Núcleo Assistencial de Pessoas com Câncer Grupos Lúdico Terapêuticos Realização: Juliana Vilas Boas Psicóloga Responsável."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google