A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Mocidade Espírita Leopoldo Machado www.melm.org.br.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Mocidade Espírita Leopoldo Machado www.melm.org.br."— Transcrição da apresentação:

1 Mocidade Espírita Leopoldo Machado

2 Tríplice Aspecto do Espiritismo Religião FilosofiaCiência

3 Emmanuel Em Espiritismo, a Ciência indaga, a Filosofia conclui e o Evangelho ilumina. Com a primeira, há movimento de opiniões; com a segunda, temos a variedade de pontos de vista em matéria interpretativa; e, com o terceiro, encontramos renovação da alma para a eternidade. A Ciência e a Filosofia são os meios, o Evangelho é o fim.

4 O Consolador, 200 Ocultando a verdade para que prevalecessem os interesses econômicos de seus transviados expositores, as seitas religiosas operaram o desvirtuamento da fé, fixando a sua atividade, por absoluta ausência de colaboração com o raciocínio, no caminho infinito de conquistas da vida.

5 O Consolador, 198 e 204 A razão sem o sentimento é fria e implacável como os números, e os números podem ser fatores de observação e catalogação da atividade, mas nunca criaram a vida. A razão é uma base indispensável, mas só o sentimento cria e edifica. É por esse motivo que as conquistas do humanismo jamais poderão desaparecer nos processos evolutivos da Humanidade. União entre a fé e a ciência.

6 O Consolador, 198 e 204 O sentimento e a sabedoria são as duas asas com que a alma se elevará para a perfeição infinita. União entre a fé e a ciência. Dr. Peter Singer: defende o extermínio de bebês deficientes e de idosos enfermos. Veja (24/07/2002)

7 Reformador, 2002 Não sou homem de ciência... Respeito profundamente os homens de ciência, mas sou um homem de fé. Nada sei do átomo e do Cosmo... Sei que precisamos de Deus no coração, pois, caso contrário, vamos incendiar a Terra...

8 Filosofia Disse-vos isto por parábolas: chega, porém, a hora em que vos não falarei mais por parábolas [...]. João, 16:25

9 Termo Filosofia - Amor pelo saber, e, particularmente, pela investigação das causas e dos efeitos. - Elevação do Espírito, razão, resignação. - Derivado de philos e sophia - Sou apenas um amigo do saber. Pitágoras

10 A Filosofia tem uma visão holística* da vida, considera a universalidade das coisas, revela o sentido da vida, indica aos homens os seus valores fundamentais e orienta os caminhos da Humanidade. Filosofia

11 A história da Filosofia, Will Durant a Ciência nos dá o conhecimento, mas só a Filosofia pode nos dar a sabedoria.

12 Descartes e Kardec Nem recusar de pronto, nem admitir gratuitamente: é o critério da verdadeira sabedoria.

13 O Consolador, 115 A Filosofia constitui, de fato, a súmula das atividades evolutivas do Espírito encarnado na Terra. Suas equações são as energias que fecundam a Ciência, espiritualizando-lhe os princípios, até que, unidas uma à outra, indissoluvelmente, penetrem o átrio divino das verdades eternas.

14 Espiritismo passo a passo com Kardec, 114 Enquanto a Ciência procede à análise das coisas, decompondo-as em suas unidades isoladas, a Filosofia as examina em seu conjunto, de forma integral, conjuntural (de forma holística), chegando a uma síntese, a uma interpretação dos fatos e da realidade.

15 O Consolador, 115 A Filosofia constitui, de fato, a súmula das atividades evolutivas do Espírito encarnado na Terra. Suas equações são as energias que fecundam a Ciência, espiritualizando-lhe os princípios, até que, unidas uma à outra, indissoluvelmente, penetrem o átrio divino das verdades eternas.

16 O Consolador, 201 Ambas (Ciência e Filosofia) se completam no campo das atividades do mundo, como dois grandes rios que, servindo a regiões diversas na esfera da produção indispensável à manutenção da vida, se reúnem em determinado ponto do caminho para desaguarem, juntos, no mesmo oceano, que é o da sabedoria.

17 Herculano Pires, Filosofia e Espiritismo e Perfil da Filosofia Espírita Define a Filosofia Espírita como a síntese essencial dos conhecimentos humanos aplicada à investigação da Verdade. A História da Filosofia é um continuum, que nasce da primeira indagação do homem sobre a Natureza e depois sobre a vida e sobre ele mesmo.

18 Herculano Pires, Filosofia e Espiritismo e Perfil da Filosofia Espírita [...] Na mesma época em que surgiam os dois últimos grandes sistemas filosóficos: o Positivismo e o Marxismo, os Espíritos diziam a Kardec que era necessário apresentar ao mundo uma filosofia racional, livre dos prejuízos do espírito de sistema. E lhe davam as linhas mestras do novo pensamento, através do processo dinâmico do diálogo, que hoje está consagrado em todo o mundo.

19 Herculano Pires, Filosofia e Espiritismo e Perfil da Filosofia Espírita A forma de perguntas e respostas de O Livro dos Espíritos... É hoje a forma preferida para a busca de soluções em todos os setores das atividades humanas. O diálogo é a maiêutica de Sócrates e a dialética de Platão e de Hegel ressuscitadas em nosso tempo. É o instrumento mais prático de conhecimento no plano social.

20 Herculano Pires, Filosofia e Espiritismo e Perfil da Filosofia Espírita E foi através dele que surgiu a Filosofia Espírita, no diálogo mediúnico de Kardec com os Espíritos. [...] O diálogo que fez a Joana DArc empunhar a espada e salvar a França, que levou Sócrates a impulsionar o conhecimento, que fez Lincoln assinar a lei de libertação dos escravos nos EUA [...], e assim por diante, levou Kardec a formular a Doutrina Espírita e oferecer ao mundo a maior síntese filosófica de todos os tempos, que é a Filosofia Espírita.

21 Ciência O saber ensoberbece, mas o amor edifica. Paulo, I Cor., 8:1

22 O Consolador, 01 Tem o Espiritismo absoluta necessidade da ciência terrestre? Essa necessidade de modo algum pode ser absoluta. O concurso científico é sempre útil, quando oriundo da consciência esclarecida e da sinceridade do coração. Importa considerar, todavia, que a ciência no mundo, se não deseja continuar no papel de comparsa da tirania e da destruição, tem absoluta necessidade do Espiritismo, cuja finalidade divina é a iluminação dos sentimentos, na sagrada melhoria das características morais do homem.

23 Boletim Eletrônico do GEAE- Grupo de Estudos Avançados Espíritas, nº483 ao 500 Entretanto, a Ciência não é o único caminho de acesso ao conhecimento e à verdade. O conhecimento científico é real (factual), porque lida com ocorrências e fatos. Suas hipóteses têm a veracidade ou falsidade conhecida através da experiência e não apenas pela razão.

24 Fundamentos da Metodologia Científica, 1991 O conhecimento científico possui a característica da verificabilidade, a tal ponto que as afirmações (hipóteses) que não podem ser comprovadas não pertencem ao âmbito da ciência. Constitui-se em conhecimento falível, em virtude de não ser definitivo, absoluto ou final e, por este motivo, é aproximadamente exato: novas proposições e o desenvolvimento de técnicas podem reformular o acervo de teoria existente.

25 Obras Póstumas, Primeira parte A visão holística que ela nos apresenta é um porto seguro, para avaliarmos a nossa conduta e os nossos objetivos, diante da avassaladora competição que esmaga o ser, na era da globalização. Quando bem compreendida e praticada, alivia as angústias e as depressões que afligem o homem moderno.

26 Obras Póstumas, Primeira parte O Espiritismo é ciência porque, à luz da razão e de critérios lógicos e metodológicos, demonstra experimentalmente a existência da alma e sua imortalidade, principalmente através do intercâmbio mediúnico entre os encarnados e os desencarnados, isto é, entre o plano físico e o plano espiritual.

27 Livro dos Espíritos, 114 a 127 e 898 Não há privilégio no concerto divino! Toda conquista espiritual depende do trabalho no bem e do concurso do tempo, numa palavra, depende do merecimento.

28 Francisco Cândido Xavier, 2002 Os princípios da reencarnação, quando forem aceitos pela ciência da Terra, conseguirão liquidar aflitivas questões do espírito humano; entretanto, não seria justo, de nossa parte, impor a verdade ou exigi-la em bases de violência. Enquanto na experiência física, saibamos recolher da ciência os benefícios que ela nos consiga prestar, sem reclamar-lhe realizações que ela própria considere de caráter prematuro.

29 Evangelho Segundo o Espiritismo, Aliança da Ciência e da Religião A Ciência e a Religião são as duas alavancas da inteligência humana: uma revela as leis do mundo material e a outra as do mundo moral. [...] A Ciência e a Religião não puderam, até hoje, entender-se, porque, encarando cada uma as coisas do seu ponto de vista exclusivo, reciprocamente se repeliam.

30 Evangelho Segundo o Espiritismo, Aliança da Ciência e da Religião Fáceis são de prever as consequências: acarretará para as relações sociais inevitáveis modificações, às quais ninguém terá força para se opor, porque elas estão nos desígnios de Deus e derivam da Lei do Progresso, que é Lei de Deus.

31 Obras Póstumas, Primeira parte O Espiritismo não é uma obra de imaginação, mas sim o resultado de longas e pacientes pesquisas, o fruto de inúmeras investigações, que não se perde em teorias obscuras, desprendendo-se dos dogmas e das superstições para apoiar-se na base inabalável da observação científica.

32 Espiritismo passo a passo com Kardec Assim, o Espiritismo é ao mesmo tempo uma ciência de observação e uma doutrina filosófica. Como ciência prática, ele consiste nas relações que se podem estabelecer com os Espíritos; como Filosofia, ele compreende todas as consequências morais que decorrem dessas relações, que nada mais são do que a Religião pura, livre de sectarismos que nos religa ao Criador.

33 Obras Póstumas, Primeira parte [...] o Espiritismo caminha ao lado da Ciência, no campo da matéria: admite todas as verdades que a Ciência comprova; mas não se detém onde esta última pára; prossegue nas suas pesquisas pelo campo da espiritualidade.

34 Religião Que é preciso cristianizar a Humanidade é afirmação que não padece dúvida; entretanto, cristianizar, na Doutrina Espírita, é raciocinar com a Verdade e construir com o bem de todos, para que, em nome de Jesus, não venhamos a fazer sobre a Terra mais um sistema de fanatismo e negação. Emmanuel

35 Espiritismo passo a passo com Kardec O Espiritismo não pode ser considerado religião, no sentido comum, isto é, como culto instituído e formal, com templo ou igreja, imagens, rituais, hierarquia sacerdotal, dogmas, mitos e crendices.

36 Reformador, 199 [...] o Espiritismo é, assim, uma religião? Sim, sem dúvida, senhores: No sentido filosófico o Espiritismo é uma religião, e disso nos honramos, pois que é a doutrina que funda os laços da fraternidade e da comunhão de pensamentos não em uma simples convenção, mas sobre a mais sólida das bases: as próprias Leis da Natureza.

37 Reformador, 199 Por que então declaramos que o Espiritismo não era uma religião? Pela razão de que há apenas uma palavra para exprimir duas idéias diferentes, e que, segundo a opinião geral, o termo religião é inseparável da noção de culto, evocando unicamente uma idéia de forma, com o que o Espiritismo não guarda qualquer relação.

38 Reformador, 199 [...] Não apresentando nenhuma das características de uma religião, na acepção usual da palavra, o Espiritismo não poderia nem deveria ornar-se de um título sobre cujo significado inevitavelmente haveria mal entendidos. Eis por que ele se diz simplesmente uma doutrina filosófica e moral.


Carregar ppt "Mocidade Espírita Leopoldo Machado www.melm.org.br."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google