A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

O QUE VOCÊ PRECISA SABER SOBRE DROGAS

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "O QUE VOCÊ PRECISA SABER SOBRE DROGAS"— Transcrição da apresentação:

1

2 O QUE VOCÊ PRECISA SABER SOBRE DROGAS

3 MOTIVOS PARA O USO DE DROGAS
Para tratar problemas médicos; Para relaxar; Para diminuir inibições; Para lidar com problemas; Em rituais religiosos; Para obter prazer; Por curiosidade; Para pertencer a determinado grupo especialmente entre a população adolescente. Explanar sobre as situações que podem conduzir ou vulnerabilizar os indivíduos para o uso de drogas. Atentar para expor sem críticas, levando em conta a questão ética e de humanização.

4 ÁLCOOL O álcool é uma das poucas drogas psicoativas que o seu consumo é incentivado e admitido pela sociedade, daí ser encarado de forma diferenciada das demais drogas. Abordar que o consumo do álcool é considerado um dos maiores problemas de saúde pública do mundo, gerando ônus social e sendo objeto de mobilização e preocupação de todas as nações.   Propor reflexão da razão pela qual a sociedade diferencia tão fortemente o uso de álcool em relação a outras drogas. Reforçar o estímulo midiático para o uso e a sua utilização como facilitador das relações sociais.

5 ÁLCOOL O álcool não é considerado como uma droga por grande parte da sociedade. Uma reunião em casa de amigos, no trabalho, com a família, não tem sentindo sem a bebida alcoólica. Sua venda é livre, é barato e está ligado ao lazer e a sociabilidade. Enfatizar as razões pelas quais a sociedade tolera e estimula o uso do álcool. Reforçar a relação silenciosa e permissiva que as redes sociais apresentam com o uso do álcool.

6 ÁLCOOL O efeito do álcool pode transformar um indivíduo risonho num indivíduo violento. Causa aumento da criminalidade e a desestruturação de muitas famílias. Reforçar os efeitos do álcool. Diferenciar uso abusivo de indevido e dependência química. Enfatizar a ocorrência de situações de violência urbana relacionada ao uso indevido de álcool e a lei seca no trânsito. Muitos fazem uso e não são dependentes, mas correm riscos que devem e podem ser evitados. A maioria dos acidentes ocorre quando a pessoa está alcoolizada.

7 EFEITOS DO ÁLCOOL Irritação da mucosa gástrica, inflamação e ulceração. Ação sobre o fígado que produz a “cirrose alcoólica”. Explicar quais os efeitos imediatos, a médio e longo prazo que o uso de álcool produz no indivíduo. Reforçando a questão da redução de riscos e danos. Causa doenças cardiovasculares. Impotência sexual.

8 TABAGISMO

9 TABAGISMO 200.000 mortes/ano são decorrentes do tabagismo.
No Brasil, um terço da população adulta fuma, sendo: 11,2 milhões de mulheres; 16,7 milhões de homens. 80% dos fumantes ficam dependentes da nicotina. Explorar as estatísticas relacionadas ao uso de tabaco. mortes/ano são decorrentes do tabagismo. (OPAS,2002)

10 Aspirado Fumado Mascado
TABAGISMO Aspirado Fumado Mascado Cigarro Cigarro de Bali Charuto Cachimbo Fumo-de-rolo Rapé Esclarecer os tipos de tabagismo. Desmistificar a questão do tabagismo está relacionado somente ao cigarro ressaltando que todo e qualquer consumo de tabaco é nocivo à saúde. Seja por inalação (cigarro, charuto, cachimbo, cigarro de palha), aspiração (rapé) e/ou mastigação (fumo-de-rolo).

11 Explicitar os componentes do cigarro fazendo analogia a outros produtos considerados tóxicos. A ideia não deve ser aterrorizar e sim esclarecer de forma análoga.

12 RISCOS E DANOS DO CIGARRO
Exemplificar os riscos e danos utilizando as campanhas públicas. Explanar suscintamente sobre a natureza desses danos. Enfatizar que o consumo aumenta o risco de mortes prematuras e doenças cardiovasculares (como enfarto agudo do miocárdio e arritmias), hipertensão arterial (pressão alta), acidente vascular encefálico (derrame cerebral), doenças respiratórias crônicas (como bronquite e enfisema) e câncer.

13 Pare de fumar perto de quem não fuma e apague o cigarro
TABAGISMO Quem não fuma, mas convive com pessoas que fumam, tem um risco 24% maior de morrer por doença cardíaca ou 30% maior de morrer de câncer de pulmão do que quem não está exposto diariamente à fumaça de cigarros. Pare de fumar perto de quem não fuma e apague o cigarro Esclarecer a questão da exposição do fumante passivo. Reforçar a responsabilidade do fumante com o meio ambiente e semelhantes. Utilizar estratégias para não acirrar conflitos entre fumantes e não fumantes. Focar na conscientização.

14 Alguns Toques: Se PARAR de fumar AGORA::
Após 20 MINUTOS a pressão sanguínea e a pulsação voltam ao normal; Após 24 HORAS, NÃO tem mais nicotina no sangue; Após 3 SEMANAS a respiração fica mais fácil e a circulação melhora; Após 5 A 10 ANOS o risco de sofrer infarto será igual ao de quem nunca fumou. Explanar sobre os benéficos de parar de fumar. Focar as recompensas. Reforçar os ganhos em qualidade de vida. Ressaltar que o prazer gerado pelo vício pode ser trocado por outras atividades como esportivas. Perguntar a plateia o que eles gostam de fazer no seu lazer. Explorar as respostas como estratégias de mudança de hábitos.

15 Explorar a necessidade de enxergar o problema do crack sem a marginalização social que o acompanha. Citar exemplos da inserção social do crack em diversos níveis e segmentos sociais e laborais.

16 CRACK É derivado das sobras do refino da cocaína. Nele são misturadas outras diversas substâncias tóxicas, como gasolina, querosene e até água de bateria, além de outros ingredientes altamente impuros. Essa mistura é aquecida e quando seca, adquire a forma de pedras duras e fumáveis. Esclarecer o que é o crack, sua composição. Enfatizar a composição tóxica e seus malefícios à saúde física, mental e social.

17 física, psíquica e danos sociais.
Efeitos do CRACK Os efeitos do CRACK são intensos e de pouca duração ( 10 segundos), o que leva o usuário a fumar imediatamente outra pedra, causando prejuízos a saúde física, psíquica e danos sociais. Assim, o CRACK pode produzir: Perda do senso crítico. Maior exposição a riscos sociais e violência. Diminuição do apetite. Perda de peso. (desidratação,desnutrição, gastrite) Perda de sono e agitação motora. Rachadura dos lábios, sangramento da gengiva e desgaste dos dentes. Tosse e lesões respiratórias Depressão, alucinação e fissura. Maior risco de infecção por HIV/AIDS e hepatites. Explanar os efeitos do crack. Reforçar que existem diferenças individuais em relação às reações ao consumo. Focar em desmarginalizar e convocar a todos para o apoio e sensibilização social.

18 ONDE PROCURAR AJUDA CETAD: Rua Pedro Lessa, 123- Canela (71) ; ALIANÇA DE REDUÇÃO DE DANOS FÁTIMA CAVALCANTI: Praça XV de Novembro, s/n ( 71) / ramal 211; CAPSad: Rua Conde Pereira Carneiro, 271- Pernanbués (71) ; CATA: Av. Dendezeiros do Bonfim- Bonfim (71) ; NUPSI: Rua Acari, 10- Loteamento Jardim Piatã- Itapuã (71) ; HOLOS: Rua Guilhard Muniz, 359- Pituba (71) ; CECOM: Praça Lord Cochrane, s/n- Garibalde (71) ; CLÍNICA FÊNIX: Cond.Pérola Negra, Qd.03, Lt.02- Lauro de Freitas (71) Citar os principais locais de referência para apoiar os trabalhadores, comunidade e dependentes na busca de orientações, tratamentos ou internações no caso de relação indevida com álcool, tabaco e crack. Enfatizar que os locais podem ser acessados por companheiros e familiares do indivíduo que se encontra com problemas. Reforçar a necessidade de busca de orientação mais adequada.

19 ONDE PROCURAR AJUDA DISQUE PARE DE FUMAR: 0800 703 7033
VILA SERENA: Rua José Leite, 418, Caji- Lauro de Freitas (71) ; SANATÓRIO SÃO PAULO: Av. Aquidabã, 91- Santo Antônio (71) ; CENTRO DE SAÚDE MENTAL PROF. ARISTIDES NOVIS: Rua Almirante Alves câmara, s/n – Engenho Velho de Brotas (71) ; HOSPITAL JULIANO MOREIRA: Av. Edgard Santos, s/n- Narandiba (71) ; DISQUE PARE DE FUMAR: DISQUE SAÚDE:

20 VALORIZE A VIDA! Seja um craque a favor da vida você também!!
Tenha hábitos saudáveis de vida: Pratique esportes -Prefira uma alimentação saudável -Beba bastante líquidos -Seja amigo Sorria mais VALORIZE A VIDA! Reforçar o prazer de adotar comportamentos e atitudes simples e prazerosas que podem contribuir para reduzir ou erradicar riscos e danos relacionados ao uso das substâncias. Aproveitar para citar alguns exemplos de atividades prazerosas referidos pelo próprio grupo de trabalhadores. Finalizar numa perspectiva otimista de valorização da vida.


Carregar ppt "O QUE VOCÊ PRECISA SABER SOBRE DROGAS"

Apresentações semelhantes


Anúncios Google