A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Nutrição. Nutrição é o conjunto de processos que incluem a obtenção, a preparação e a utilização(celular) dos nutrientes presentes no alimento.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Nutrição. Nutrição é o conjunto de processos que incluem a obtenção, a preparação e a utilização(celular) dos nutrientes presentes no alimento."— Transcrição da apresentação:

1 Nutrição

2 Nutrição é o conjunto de processos que incluem a obtenção, a preparação e a utilização(celular) dos nutrientes presentes no alimento.

3 Nutrientes Nutrientes são todas as substâncias químicas necessárias para a manutenção da vida. Os nutrientes fornecem energia para todas as atividades metabólicas e também matéria-prima para o crescimento e regeneração das partes corporais desgastadas pelo uso.

4 Alimentos e nutrientes A matéria orgânica que constitui o alimento de um heterótrofo deve conter diversos tipos de substâncias nutrientes: carboidratos(monossacarídeos), lipídios(ác. orgânico e álcool), proteínas(aminoácidos), sais minerais, vitaminas e água:

5 Água -- Não é propriamente um nutriente, embora seja fundamental à vida. Todas as reações vitais ocorrem no meio aquoso presente no interior das células. Geralmente, a água faz parte da composição de todos os alimentos. Sais Minerais -- São nutrientes inorgânicos que fornecem elementos químicos como o cálcio, o fósforo, o ferro ou o enxofre, entre outros.

6 NOçÕES ELEMENTARES NO HOMEM MAGNÉSIO: funciona como catalisador (acelerador) de reações enzimáticas intracelulares, particularmente relacionadas com o metabolismo dos carboidratos. CÁLCIO:presente no organismo principalmente como fosfato de cálcio nos ossos. FÓSFORO:tem a habilidade de combinar reversivelmente com muitas coenzimas necessárias para os processos metabólicos. Sua importância maior é na formação do ADP e ATP. Os ossos contêm grande quantidade de fósforo na forma de fosfato de cálcio.

7 FERRO:a principal função está relacionada à formação da hemoglobina. Necessário pois, para o transporte de oxigênio e para os processos oxidativos celulares. IODO:necessário para a formação e função dos hormônios tireoideanos (tiroxina e triiodotironina), necessários para manter normais as velocidades metabólicas em todas as células. ZINCO:é parte integrante de muitas enzimas. A principal é a anidrase carbônica, responsável pela combinação rápida do CO2 com a água, nas células vermelhas do sangue, e pela liberação do CO2 do sangue capilar para os alvéolos pulmonares para ser eliminado. O zinco é também componente das peptidases, importantes enzimas para a digestão de proteínas no tracto gastrintestinal.

8 FLÚOR:Importante durante o processo de formação dos dentes, garantindo-lhes proteção contra cáries. COBRE:diversas enzimas contêm cobre nas suas estruturas. Algumas dessas enzimas são inativadoras de aminas biológicas como a serotonina e a tiramina. SELÊNIO:têm sido ressaltadas suas propriedades antioxidantes, particularmente quando associado com a vitamina E. MANGANÊS:importante em muitos processos enzimáticos. MOLIBDÊNIO:importante na formação de diversas enzimas.

9 Vitaminas Fundamentais para a manutenção dos processos biológicos vitais, as vitaminas só começaram a ser estudadas no início do século XX. Já bem antes, porém, sabia-se ser necessário incluir certos alimentos na dieta, para evitar algumas doenças. Vitamina é um composto orgânico biologicamente ativo, necessário ao organismo em quantidades muito reduzidas para manter os processos vitais. Como as enzimas, representa um autêntico biocatalizador, que intervém em funções básicas dos seres vivos, como o metabolismo, o equilíbrio mineral do organismo e a conservação de certas estruturas e tecidos.

10 Características gerais Nos séculos XVIII e XIX, várias observações empíricas demonstraram que existiam nos alimentos algumas substâncias que evitavam doenças como o beribéri e o escorbuto. Até o início do século XX, no entanto, não se comprovara a importância efetiva de tais compostos, a que em 1912 o químico polonês Casimir Funk chamou vitaminas. As vitaminas diferem entre si consideravel- mente quanto a estrutura, propriedades químicas e biológicas e atuação no organismo. A carência de vitaminas na dieta produz doenças graves, as avitaminoses, como o raquitismo, a nictalopia (cegueira noturna), a pelagra, diversas alterações no processo de coagulação do sangue e a esterilidade. Também a ingestão excessiva de vitaminas pode causar perturbações orgânicas, as hipervitaminoses.

11 As necessidades vitamínicas de um indivíduo variam de acordo com fatores como idade, clima, atividade que desenvolve e estresse a que é submetido. A quantidade de vitaminas presente nos alimentos também não é constante. Varia de acordo com a estação do ano em que a planta foi cultivada, o tipo de solo ou a forma de cozimento do alimento (a maior parte das vitaminas se altera quando submetida ao calor, à luz, ao passar pela água ou quando na presença de certas substâncias conservantes ou saporíferas).

12 As vitaminas receberam nomes científicos, mas são vulgarmente conhecidas por letras maiúsculas ou por um termo associado à doença produzida pela carência da vitamina no organismo. A vitamina A ou retinol, por exemplo, é chamada também antixeroftálmica. A classi- ficação geral das vitaminas é feita de acordo com sua solubilidade em água ou gordura. As vitaminas hidrossolúveis são as que compõem o complexo vitamínico B (B1, B2, B6 e B12) e acomplexo vitamínico B (B1, B2, B6 e B12) vitamina C. As lipossolúveis compreendem as vitaminas A, D, E e K.

13 Complexo B O complexo B abrange várias vitaminas que receberam letra B. Elas ocorrem juntas em vários alimentos, principalmente na casca dos grãos de cereais,no feijão, na gema de ovo e na carne.

14 Vitamina B1(tiamina) Principais Fontes de Vitamina B1 A tiamina é amplamente encontrada nos alimentos. Todas as plantas contêm tiamina. Para a dieta humana as principais fontes são: cereais em grão, leite, legumes, ovos. Quais as Principais Ações da Vitamina B1 A tiamina é necessária para o metabolismo final de carboidratos e muitos aminoácidos.. Sinais de Deficiência parestesias (sensação de formigamento, queimação ou pontadas ao toque); nistagmo (movimentos involuntários dos olhos); memória prejudicada.

15 Patologia A deficiência de vitamina B1 no homem produz o beribéri. O beribéri no homem é um estágio avançado de deficiência de vitamina B1 e se caracteriza por alterações do sistema nervoso periférico causado pelo acúmulo de ácido pirúvico. Hoje conhecem-se duas formas bem definidas de beribéri. O beribéri seco (dry beri-beri), que se caracteriza por um maior desgaste muscular, perda de sensibilidade da pele, paralisia que começa nas pernas, estendendo-se posteriormente a outras partes do corpo. O beribéri úmido (wet beri-beri) que se caracteriza pelo aparecimento de edemas nos braços, nas pernas e no tronco, em estágio masi avançado o coração aumenta de volume e às vezes ocorre a morte do indivíduo por falhas cardíacas.

16 Vitamina B2 O complexo B2 inclui várias vitaminas, entre as quais a riboflavina e o ácido nicotínico. Eles são importantes para o bom funcionamento e a regeneração das mucosas e da pele. São fontes particularmente ricas em riboflavina: fígado, rim e leite. O ácido nicotínico pode ser encontrado em verduras, no fígado e na gema de ovo. Encontra-se presente em quase todas as células vivas. Principais Fontes de Vitamina B2 Todos os vegetais, além de leite, ovos e carne. O levedo e o fígado contêm as concentrações mais altas dessa vitamina.

17 Quais as Principais Ações da Vitamina B2 A B2 é importante para formar coenzimas. Transporta hidrogênio em importantes sistemas oxidativos da mitocôndria. A vitamina B2 é também integrante da D-aminoácido oxidase que atua na oxidação dos aminoácidos no fígado e nos rins e da xantina oxidase que está vinculada ao metabolismo final das purinas.. Sinais de Deficiência dermatite; vascularizacão da córnea; fotofobia (intolerância à luz); lacrimejamento; cicatrização prejudicada de feridas; anemia normocítica..

18 Ácido Nicotínico (Niacina) (Vitamina B3). Principais Fontes de Ácido Nicotínico Fígado, carne, peixes, legumes.. Quais as Principais Ações do Ácido Nicotínico O ácido nicotínico (niacina) e a nicotinamida são idênti- cos quanto às suas funções como vitamina. Funciona no organismo como coenzimas. Na forma de nicotinamida adenina dinucleotídeo (NAD) e nicotinamida adenina dinucleotídeo fosfato (NADP), são fundamentais para a produção de ATP nas células.

19 Sinais de Deficiência pelagra; dermatite; inflamação da língua; diarréia; perda de memória; dor de cabeça

20 Vitamina B6 A vitamina B6, também denominada piridoxina, permite a regeneração do sangue após hemorragias. São fontes de piridoxina o leite, o fígado e os cereais. Quais as Principais Ações da Vitamina B6 Como coenzima para muitas reações químicas relacionadas ao metabolismo de aminoácidos e proteínas.

21 Sinais de Deficiência dermatite; neurite; convulsões; anemia microcítica. A vitamina B6 é necessária na alimentação humana, entretanto, o homem normalmente recebe em sua alimentação um nível adequado de piridoxina. Na espécie humana têm sido observados casos de deficiência de vitamina B6 em lactantes e em mulheres grávidas.

22 Ácido Fólico (Vitamina B9) Principais Fontes do Ácido Fólico As principais fontes são vegetais de folhas verdes, fígado, levedos, germe de trigo, gema de ovo. Quais as Principais Ações do Ácido Fólico É importante para a síntese de purinas e tiamina, necessários para a formação do DNA. Tem, pois, ação na duplicação dos genes, promovendo o crescimento. É importante para a maturação das células vermelhas do sangue.

23 Sinais de Deficiência anemia megaloblástica; diarréia; inflamação da língua.

24 Vitamina B12 A vitamina B12 é importante na produção dos glóbulos vermelhos do sangue e também influi no crescimento do indivíduo. Alimentos ricos em vitamina B12: peixes, ostras, gema de ovo e carne. Os vegetais são praticamente desprovidos de vitamina B12. A vitamina B12 é formada de dois componentes característicos. O primeiro apresenta uma estrutura semelhante aos nucleotídios. O segundo componente que é a parte mais característica da molécula de vitamina B12 é um sistema cíclico da corrina, que se assemelha às porfirinas.

25 Quais as Principais Ações da Vitamina B12 Como coenzima em diversos funções metabólicas. A principal função é como coenzima da transformação de ribonucleotídeos em desoxirribonucleotídeos, um patamar importante na duplicação dos genes. Isto explica as funções da vitamina B12: promoção do crescimento, promoção da formação e maturação das células vermelhas sanguíneas. A principal causa da deficiência de vitamina B12 não é a sua ausência na alimentação e sim a deficiência de formação de fator intrínseco que é normalmente secretado pelas células parietais das glândulas do estômago e é essencial para a absorção da vitamina B12 pelos intestinos.

26 Sinais de Deficiência anemia perniciosa; inflamação da língua; degeneração da medula espinhal; neuropatia periférica.

27 VITAMINA C (Ácido Ascórbico). Principais Fontes de Vitamina C Frutas cítricas (laranja, limão); tomate; morango; pimentão; brócolis; batata.. Quais as Principais Ações da Vitamina C O ácido ascórbico é essencial para a formação das fibras colágenas existentes em praticamente todos os tecidos do corpo. A vitamina C é, pois, essencial para a formação e força das fibras colágenas no tecido subcutâneo, na cartilagem, nos ossos e nos dentes.

28 Os vasos sanguíneos dependem da vitamina C para ter suas paredes íntegras. Uma das manifestações da falta de vitamina C é a demora de cicatrização (por falta de substância colágena). A vitamina C é importante também para a biossíntese de catecolaminas. Hoje conhecemos as ações antioxidantes da vitamina C e o seu benefício no alívio dos sintomas das gripes e resfriados O crescimento ósseo depende da vitamina C (pela inclusão do colágeno).

29 Sinais de Deficiência alargamento e ceratose dos folículos capilares; cicatrização prejudicada de feridas; anemia; letargia; sangramento; equimoses.

30 Ácido Pantotênico Principais Fontes de Ácido Pantotênico Levedos, vísceras (fígado, rins, coração, cérebro), ovos,leite, vegetais. Quais as Principais Ações do Ácido Pantotênico É incorporado pelo organismo como coenzima A (CoA), tendo muitos papéis metabólicos nas células. As funções principais referem-se ao metabolismo de carboidratos e das gorduras.. Sinais de Deficiência fadiga; mal-estar; cefaléia; insônia; cólicas abdominais.

31 Biotina. Principais Fontes de Biotina Levedos, fígado, rins, gema de ovo, soja.. Quais as Principais Ações da Biotina A biotina é cofator para muitos processos enzimáticos. Ela tem papel importante no metabolismo de carboidratos e das gorduras.. Sinais de Deficiência dermatite; depressão; queda de cabelos; lassidão; sonolência.

32 VITAMINA A (Retinol) Principais Fontes de Vitamina A Fontes animais fornecem o retinol (que é a vitamina A pronta para ser utilizada). Fontes vegetais fornecem o caroteno (betacaroteno é a principal fonte vegetal) que é uma provitamina A ( a transformação em vitamina A se dá no fígado). O retinol é encontrado principalmente em: fígado, gema de ovo, leite integral, manteiga, queijo, peixes de água salgada. O caroteno é encontrado em vegetais de cor amarela ou alaranjada. O betacaroteno (que é a principal provitamina A) é encontrado em cenoura, espinafre, brócolis, melão, abóbora.

33 Quais as Principais Ações da Vitamina A - Nos olhos: asseguram boa visão noturna e evitam a xeroftalmia (córnea e conjuntivas secas). A vitamina A entra na formação do pigmento visual (denominado rodopsina), responsável pela distinção entre claro e escuro. - Nos epitélios (camadas de revestimento do corpo: pele, mucosas, córnea, paredes dos vasos sanguíneos): a vitamina A evita o "ressecamento" desses epitélios (evita o descamamento, o endurecimento). - Na fase de reprodução: garante a integridade do epitélio germinativo dos testículos e a manutenção do ciclo s exual feminino. - Sinais de Deficiência dermatite; cegueira noturna; xeroftalmia (córnea e conjuntivas secas).

34 VITAMINA E Principais Fontes de Vitamina E Os óleos vegetais (amendoim, soja, dendê, milho, girassol) e germe de trigo.. Quais as Principais Ações da Vitamina E Acredita-se que a principal função da vitamina E é prevenir a oxidação de gorduras insaturadas, o que levaria ao dessarranjo das estruturas e funções de organelas celulares como a mitocôndria e os lipossomos, e também da membrana celular.

35 Sinais de Deficiência hemólise (destruição da membrana das células vermelhas, causando liberação da hemoglobina).

36 VITAMINA K Principais Fontes de Vitamina K K1 (filoquinona): vegetais de folhas verdes (espinafre, brócolis, repolho, alface). K2 (menaquinona): sintetizada por bactérias no tracto intestinal e talvez contribua (não se sabe ao certo) para as necessidades de vitamina K no homem.. Quais as Principais Ações da Vitamina K A vitamina K é necessária para que o fígado forme protrombina, fator VII (proconvertina), fator IX, fator X (todos esses fatores são importantes para a coagulação). Na ausência de vitamina K, portanto, ocorre sangramento porque a coagulação estará retardada.. Sinais de Deficiência sangramento.

37 Vitamina D A vitamina D é também conhecida como vitamina anti-raquítica, pois controla o aproveitamento do fósforo e do cálcio, importantes para o perfeito desenvolvimento dos ossos e dos dentes. Mesmo quando se ingerem alimentos que contenham fósforo e cálcio, essas s ubstâncias não se fixam nos ossos quando há deficiência de vitamina D. Nosso organismo pode aproveitar diretamente a vitamina D proveniente de certos alimentos ou sintetizá-la nas células de nossa pele a partir de uma provitamina: o ergosterol. Em presença dos raios ultravioleta do Sol, o ergosterol transforma-se em vitamina D. Alimentos ricos em vitamina D: óleo de fígado de bacalhau e atum.

38 A vitamina D é destruída pela ação da luz, especialmente a luz ultravioleta, pela presença de peróxidos provenien- tes da oxidação dos ácidos graxos insaturados. Esta destruição é aumentada pela presença de minerais. A adição de vitamina E ou de outro antioxidante previne a destruição oxidativa da vitamina D. O cálcio absorvido cai na corrente sangüínea na forma iônica.

39 A deficiência de vitamina D no homem pode ser devida a uma ingestão inadequada e/ou à falta de uma absorção adequada de luz solar que converte o 7-diidrocolesterol em colecalciferol. Duas doenças carenciais podem ser observadas no homem: o raquitismo e a osteomalacia. O raquitismo começa clinicamente em torno dos seis meses de idade e o grau de severidade está diretamente relacionado com a rapidez do crescimento corporal e é mais severo nas crianças nascidas prematuramente.

40 Tem havido evidências que mostram que o raquitismo em crianças é mais devido à deficiência de vitamina D do que propriamente a uma deficiência do cálcio e fósforo. Existe também um raquitismo de natureza genética que ocorre em torno do segundo ano de vida da criança. Em todos os casos de raquitismo, observa-se um crescimento anormal dos ossos, que se tornam muitas vezes fracos, podendo curvar-se com o peso do corpo. A deficiência de vitamina D vêm sendo usadas no tratamento de inúmeras doenças como as artrites reumáticas, etc., entretanto, o excesso de vitamina D pode ser tóxico. O nível de cálcio e fósforo do sangue torna-se elevado e altas concentrações destes minerais são encontradas na urina. Pode ocorrer deposição de cálcio em certos tecidos como os músculos cardíacos, vasos sangüíneos, pulmões, túbulos renais e em outros tecidos moles. Devido a esta deposição de cálcio podem ocorrer osteoporoses.

41

42

43

44


Carregar ppt "Nutrição. Nutrição é o conjunto de processos que incluem a obtenção, a preparação e a utilização(celular) dos nutrientes presentes no alimento."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google