A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Reino Animalia Filo Cnidaria Rosana Moraes. Classes dos Cnidários Hidrozoários: hidra e caravela-portuguesa. Cifozoários: medusas (água-viva). Cubozoários:

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Reino Animalia Filo Cnidaria Rosana Moraes. Classes dos Cnidários Hidrozoários: hidra e caravela-portuguesa. Cifozoários: medusas (água-viva). Cubozoários:"— Transcrição da apresentação:

1 Reino Animalia Filo Cnidaria Rosana Moraes

2 Classes dos Cnidários Hidrozoários: hidra e caravela-portuguesa. Cifozoários: medusas (água-viva). Cubozoários: vespas do mar. Antozoários: corais, anêmonas.

3 Cifozoários Medusas nadam ativamente

4 Em caso de queimadura por água-viva - A primeira providência é sair imediatamente do mar; - Segundo a dermatologista Alessandra Pinheiros dos Passos, é importante não tocar na área lesionada. "Deve-se evitar o contato, pois é possível espalhar o veneno e, conseqüentemente, queimar a mão e até mesmo o rosto", alerta; - A ferida deve ser lavada, de acordo com Alessandra, com a própria água do mar ou, se possível, com soro fisiológico, de preferência gelado. "Não deve-se usar água doce, pois ela ativa o veneno"; - Não passe pomadas, pasta de dente, vinagre ou qualquer outra substância que não seja a água salgada ou o soro fisiológico; - Caso tenha ficado algum pedaço do animal grudado na pele, retire-o com a ajuda de luvas ou pinça; - Não coce ou esfregue; - Procure atendimento médico no posto de saúde mais próximo. Segundo a dermatologista, esse tipo de queimadura costuma ser superficial. Somente em casos de reação alérgica (devido às substâncias presentes no veneno), que provocam bolhas, podem ser consideradas queimaduras de segundo grau.

5 Cubozoários Vespa-do-mar

6 Um menino de 6 anos morreu ao sofrer uma queimadura de uma espécie letal de medusa quando brincava numa praia do norte da Austrália, informou hoje a rádio australiana ABC. O menino, envolvido pelos tentáculos do animal, saiu da água gritando. Em seguida, caiu na areia e perdeu os sentidos, morrendo pouco depois em uma clínica próxima. As autoridades alertaram a população para o perigo da espécie, capaz de provocar a morte em menos de uma hora se não houver atendimento médico imediato. O Departamento de Saúde do Território do Norte alertou que os menores não devem ir à praia sem a companhia de adultos na temporada de medusas, entre outubro e maio. A vespa-do-mar ("Chironex fleckeri") tem um corpo translúcido de cor azul ou esverdeada, em forma de cubo, de cerca de 20 centímetros de comprimento. De cada um de seus quatro cantos crescem 15 tentáculos que podem medir até três metros de comprimento, segundo o Instituto de Ciências do Mar da Austrália. Seu veneno é considerado dos mais letais do reino animal, ao lado do produzido pela cobra real. A toxina causou mais de mortes na Austrália e Filipinas nos últimos 150 anos.

7

8 Hidrozoários Caravela-portuguesa Hidra Caravela-portuguesa

9 Antozoário Coral é séssil

10 Antozoários As anêmonas são sésseis

11 Características gerais dos Cnidários São animais aquáticos. A maioria vive no mar, mas há espécies que vivem em rios e lagos de água doce. O corpo é mole e gelatinoso. Causam queimaduras e irritações dolorosas devido a um tipo de célula que possuem, típica do filo, o CNIDOBLASTO. Têm cavidade digestória – Cavidade gastrovascular onde ocorre parte da digestão.

12 Organização Corporal dos Cnidários Forma polipóide – lembra um cilindro, com base fixada a um objeto submerso e o topo livre, onde se situa a boca e os tentáculos. Forma medusóide – lembra um guarda-chuva, com boca situada em posição central na face côncava do animal. Pode haver tentáculos ao redor da boca e nas bordas do corpo. Nadam com muita eficiência contraindo e corpo e expulsando a água em jatos. Tentáculos

13 Os cnidários são animais diblásticos, apresentam dois folhetos germinativos, ectoderma e endoderma. A ectoderma origina a epiderme, tecido que reveste externamente o animal. A endoderma origina a gastroderme, tecido que reveste a cavidade digestiva. Entre a epiderme e a gastroderma há uma massa gelatinosa secretada por certas células da epiderme e da gastroderme, a mesogléia.

14 Cavidade gastrovascular mesogléia Pólipo Medusa Boca

15

16 A mesogléia dá suporte ao corpo, constituindo um esqueleto elástico e flexível. A cavidade delimitada pela mesogléia,onde ocorre a digestão dos alimentos, também distribui nutrientes e gás oxigênio às células, sendo por isso denominada cavidade gastrovascular.

17 Tipos de células Células epidérmicas - - Mioepiteliais epidérmicas - - Intersticiais - - Sensoriais - - Glandulares - - Cnidoblastos Células gastrodérmicas - Mioepiteliais digestivas - Glandulares - Sensoriais - Intersticiais

18

19 Células Epidérmicas Mioepiteliais epidérmicas - revestem, possibilitam a contração do corpo. Intersticiais – são totipotentes, capazes de originar os diversos tipos de celulares do cnidário, participam do crescimento e dos processos regenerativos. Sensoriais – percebem estímulos ambientais e transmite às células nervosas presentes na mesogléia. Glandulares – secretam muco, que lubrifica o corpo, protegendo-o. nas formas sésseis o muco permite a aderência do animal ao substrato.

20 Cnidoblasto Estão distribuídos por toda a epiderme do cnidário, concentrando-se nos tentáculos em torno da boca. Os cnidoblastos são células urticantes que permitem ao animal defender-se e capturar alimentos.

21 Células gastrodérmicas Mioepiteliais digestivas – são alongadas e a sua base livre, voltada para a cavidade gastrovascular, é dotada de flagelos. As ondulações dos flagelos movimentam o conteúdo da cavidade gastrovascular, facilitando a mistura do alimento com enzimas digestórias. Têm função contrátil e participam ativamente da absorção e da digestão intracelular dos alimentos. Glandulares – produzir enzimas digestórias. Sensoriais - captam estímulos e transmitem às células nervosas da mesogléia. Intersticiais – originam diversas células células dos cnidários.

22 Alimentação e digestão Digestão é extra e intracelular São carnívoros e alimentam-se de diversos tipos de animais (crustáceos, peixes, larvas de diversos animais e outros cnidários). Os tentáculos em torno boca possuem baterias de cnidoblastos. Os tentáculos permitem aos cnidários capturar seu alimento e levá-lo à boca, por onde chega à cavidade gastrovascular. Enzimas iniciam a digestão extracelularmente e depois células mioepiteliais digestivas englobam o alimente parcialmente digerido e completam a digestão em seu citoplasma. O sistema digestório é incompleto.

23 Coordenação nervosa nos cnidários A coordenação dos movimentos dos cnidários é executada por uma rede de células nervosas presentes na base da epiderme e da gastroderme. A coordenação dos movimentos dos cnidários é executada por uma rede de células nervosas presentes na base da epiderme e da gastroderme. Essa rede nervosa está espalhada por todo o corpo do animal, constituindo o que se denomina sistema nervoso difuso. Essa rede nervosa está espalhada por todo o corpo do animal, constituindo o que se denomina sistema nervoso difuso.

24 Reprodução dos Cnidários REPRODUÇÃO ASSEXUADA Todos os cnidários apresentam reprodução assexuada. Brotamento Em certos tipos de pólipos de hidrozoários e de antozoários podem-se formar pequenos brotos que posteriormente se soltam, originando indivíduos independentes. Em certas espécies os brotos permanecem unidos, originando colônias. Broto

25 Reprodução dos Cnidários REPRODUÇÃO ASSEXUADA Estrobilização No ciclo de vida de diversas espécies, os pólipos reproduzem-se assexuadamente, por um processo denominado estrobilização, que leva à formação de medusas. Estrobilização

26 Reprodução dos Cnidários REPRODUÇÃO SEXUADA Todos os grupos de cnidários apresentam reprodução sexuada. Há espécies monóicas (hermafroditas) e dióicas(sexos separados). A fecundação pode ser interna ou externa.

27 Tipos de desenvolvimento Direto – não há estágios larvais. Alternância de gerações e fases larvais – nesse tipo de desenvolvimento ocorre uma fase assexuada polipóide e outra sexuada medusóide, fenômeno conhecido também por metagênese. Ocorre formação de larva ciliada denominada plânula.

28 Ciclo reprodutivo da Hidra

29 Ciclo reprodutivo de Obelia

30 Ciclo reprodutivo de Aurelia

31 O segredo de progredir é começar. O segredo de começar é dividir as tarefas árduas e complicadas em tarefas pequenas e fáceis de executar, e depois começar pela primeira. (Mark Twain) Bons estudos!!!


Carregar ppt "Reino Animalia Filo Cnidaria Rosana Moraes. Classes dos Cnidários Hidrozoários: hidra e caravela-portuguesa. Cifozoários: medusas (água-viva). Cubozoários:"

Apresentações semelhantes


Anúncios Google