A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

1: Introdução 1 Cabeamento Metálico e Óptico Prof a. Kelly Alves Fonte: www.projetoderedes.com.br FACSENAC - Faculdade de Tecnologia Senac-Go.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "1: Introdução 1 Cabeamento Metálico e Óptico Prof a. Kelly Alves Fonte: www.projetoderedes.com.br FACSENAC - Faculdade de Tecnologia Senac-Go."— Transcrição da apresentação:

1 1: Introdução 1 Cabeamento Metálico e Óptico Prof a. Kelly Alves Fonte: FACSENAC - Faculdade de Tecnologia Senac-Go

2 1: Introdução 2 Como são classificados os cabos? Evolução da Taxa de Transmissão CategoriaCat 5eCat 6Cat 6 ACat 7 Megahertz (MHz) 1 MHz até 100 MHz 1 MHz até 250 MHz 1 MHz até 500 MHz 600 MHz até 1000 MHz Megabits/segundo (Mbps) 100Mbps e 1000 Mbps 1.000Mbps Mbps

3 1: Introdução 3 Originalmente projetado para voz, o cabeamento par trançado sofreu numerosos avanços que fizeram dele a opção ideal para estações de trabalho, telefones e sistemas computacionais. Limite 100 m por trecho Cabos Par Trançado Uma importante vantagem dos cabos de par trançado é a sua resistência ao crosstalk. As tranças evitam a interferência entre os pares do cabo.

4 1: Introdução 4 r Cabo com fios de pares trançados: m Fios torcidos entre si, mudam as propriedades elétricas dos fios, reduzindo as emissões de ondas eletromagnéticas; m Reduzem também a influências causadas pelos outros fios. (cross-talk) Paço helicoidal O Segredo do Cabo

5 1: Introdução 5 Par Trançado r A interferência pode ser minimizada por uma blindagem adequada r Tipos: m Não blindado (UTP - Unshielded Twisted Pair) m Blindado (STP - Shielded Twisted Pair) m Blindado (FTP – Folied Twisted Pair)

6 1: Introdução 6 Par Trançado r UTP- Unshielded Twisted Pair 4 Pares 25 Pares

7 1: Introdução 7 Par Trançado r STP - Shielded Twisted Pair Blindagem Individual 2 Pares Blindagem Geral

8 1: Introdução 8 Par Trançado FTP-Foiled Twisted Pair Foiled

9 1: Introdução 9 Par Trançado r Vantagens: m Fácil instalação m Barato m Flexível r Desvantagens m Cabo curto (máximo 100m) m Interferência magnética

10 1: Introdução 10 Padrão IEEE Nome 10BASE-T 100BASE-T4 100BASE-Tx Cabo Par Trançado Par trançado Max. seg 100m Vantagens Fácil manutenção Utiliza UTP 3 Full-Duplex a 100Mbps, UTP 5

11 1: Introdução 11 Padrão IEEE 802.3z Gigabit Ethernet Nome 1000BASE-CX 1000BASE-T Cabo 2 pares STP 4 pares UTP (categoria 5) Max. seg 25 m 100m Vantagens Par Trançado blindado UTP categoria 5e

12 1: Introdução 12

13 1: Introdução 13 Confecção de Cabo de Rede

14 1: Introdução 14 Confecção de Cabo de Rede HUB MICRO (EIA/TIA 568A) - (EIA/TIA 568A) –1 branco verde –2 verde –3 branco laranja –4 azul –5 branco azul –6 laranja –7 branco marrom –8 marrom

15 1: Introdução 15 Confecção de Cabo de Rede

16 1: Introdução 16 Confecção de Cabo de Rede MICRO MICRO, HUB HUB (EIA/TIA 568B) - (EIA/TIA 568A) –1 branco laranja –2 laranja –3 branco verde –4 azul –5 branco azul –6 verde –7 branco marrom –8 marrom 1+ TD Transmite dados para + RD Recebe dados 3 2- TD Transmite dados para - RD Recebe dados 6 3+ RD Recebe dados para + TD Transmite dados 1 6- RD Recebe dados para - TD Transmite dados 2

17 1: Introdução 17 Montando cabo par trançado sem blindagem (Pino a Pino) 1.Desencape 2,5 cm do cabo (proteção externa) 2.Desenrole os fios 3.Coloque os fio na ordem correta (EIA/TIA 568A) 4.Corte os frio a 1,5 cm do invólucro do cabo 5.Insira os fios no conector RJ-45 (verifique se todos os fios atingiram o final do conector) 6.Pressione o alicate 7.Remova o conector do alicate 8.Faça a outra ponta do cabo 9.Teste o cabo Confecção de Cabo de Rede

18 1: Introdução 18 Montando cabo par trançado sem blindagem (Cross-over) 1.Desencape 2,5 cm do cabo (proteção externa) 2.Desenrole os fios 3.Coloque os fio na ordem correta (EIA/TIA 568A) 4.Corte os frio a 1,5 cm do invólucro do cabo 5.Insira os fios no conector RJ-45 (verifique se todos os fios atingiram o final do conector) 6.Pressione o alicate 7.Remova o conector do alicate 8.Faça a outra ponta do cabo (EIA/TIA 568 B) 9.Teste o cabo Confecção de Cabo de Rede

19 1: Introdução 19 Caixas Conectoras

20 1: Introdução 20 Para conectar os equipamentos a uma rede é necessário a utilização de cabos corretos. Conectores e Tomadas

21 1: Introdução 21 Patch Panel Régua para ser usada como concentradora de pontos. Em geral possui múltiplos de 12 como numero de portas. Altura medida em U.

22 1: Introdução 22 Patch Panel Voz Patch Panel Switch 1 2 Patch Panel

23 1: Introdução 23 Patch Cord São cabos flexíveis com conectores nas extremidades, são usados para manobras no rack e pontos de acesso. Sólido Flexível

24 1: Introdução 24 Tecnologia de Fibra Óptica

25 1: Introdução 25 r Compostas de Material Dielétrico: m Sílica - SiO2; m Plástico. r Região Central - Núcleo; r Região Envoltória – Casca; r Revestimento primário em acrilato e secundário em termoplástico. Fibra Óptica - Constituição

26 1: Introdução 26 Existem diversos tipos de fibras: Fibras Multimodo e Monomodo; Fibras XG para aplicações com velocidades de 10 Gbps; Auto sustentadas para lançamentos aéreos Geleadas para lançamentos em dutos externos; Para ambientes internos e externos (indoor/outdoor). Tipos de Fibra Óptica 62.5 um 125 um 50 um 9 um 125 um

27 1: Introdução 27 Tipos: m Conector SC m Conector ST (não normatizado); m Conector LC m Conector MTRJ m Variações: LightCrimp LightCrimp Plus Multimodo/Monomodo Simplex/Duplex SC ST LC MTRJ Conectores Óptico

28 1: Introdução 28 DIO Óptico Painel para ser usada como concentradora de pontos. Em geral possui múltiplos de 12 como numero de portas. Usado carregado e descarregado.

29 1: Introdução 29 Cordões Ópticos


Carregar ppt "1: Introdução 1 Cabeamento Metálico e Óptico Prof a. Kelly Alves Fonte: www.projetoderedes.com.br FACSENAC - Faculdade de Tecnologia Senac-Go."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google