A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Maria Aparecida Sell Andrade Cardoso CRB-14/056 Ministério.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Maria Aparecida Sell Andrade Cardoso CRB-14/056 Ministério."— Transcrição da apresentação:

1 Maria Aparecida Sell Andrade Cardoso CRB-14/056 Ministério Público Federal Procuradoria da República no Estado de Santa Catarina Divisão de Biblioteca

2 Ministério Público Federal Procuradoria da República no Estado de Santa Catarina Divisão de Biblioteca Missão Prover, com qualidade, o uso dos recursos informacionais, à Procuradoria da República no Estado e nos Municípios de Santa Catarina, bem como facultar o acesso à informação ao cidadão em geral.

3 pertencem à instituições com coleções destinadas a grupos específicos Biblioteca da Assembléia Legislativa, Biblioteca do Tribunal de Contas, Biblioteca do Senado, Biblioteca do Escritório X... pertencem à instituições com coleções destinadas a grupos específicos Biblioteca da Assembléia Legislativa, Biblioteca do Tribunal de Contas, Biblioteca do Senado, Biblioteca do Escritório X...

4 Perfil (gerenciador, administrador, catalogador, pesquisador, webmaster...) Habilidades (facilidade de comunicação, capacidade de organizar informações, tato, perspicácia, sutileza...) Funções profissionais (identificar, filtrar, interpretar, integrar e prover informações)

5 é o profissional que facilita o acesso à informação jurídica de forma ágil e eficiente

6 Navega em dois mundos. Precisa carregar em sua formação instrumental que facilite seu desempenho ao lidar com fontes tradicionais de informação e com as novas tecnologias. Sua grande habilidade é saber decidir adequadamente quando usar uma ou outra (Passos, Edilenice. O Futuro da Biblioteca Juridica. 2005)

7 As bibliotecas jurídicas objetivam disseminar a informação jurídica, especialmente na esfera de suas instituições mantenedoras, com o intuito de subsidiar as decisões processuais em fluxo, como também auxiliando a todos os juristas no cumprimento da justiça. As bibliotecas jurídicas são provenientes de órgãos governamentais, universidades ou escritórios de advocacia e atuam como principal veiculo disseminador deste tipo de informação (Miranda, 1990)

8 É o especialista da área (Procurador da República,Juiz, Desenbargador, Promotor, Senador, Deputado, Vereador...) Assessores Servidores com formação na área Estudante de direito Estagiário de direito Público externo com interesse ná área É o especialista da área (Procurador da República,Juiz, Desenbargador, Promotor, Senador, Deputado, Vereador...) Assessores Servidores com formação na área Estudante de direito Estagiário de direito Público externo com interesse ná área

9 O Acervo Bibliográfico é voltado à área de especialidade (direito constitucional, direito administrativo, direito ambiental, direito processual, direito penal, direito civil) Principal característica : Atualidade O Acervo Bibliográfico é voltado à área de especialidade (direito constitucional, direito administrativo, direito ambiental, direito processual, direito penal, direito civil) Principal característica : Atualidade

10 Na Biblioteca especializada o atendimento presencial é menor. O usuário opta por receber a pesquisa em sua unidade de trabalho. O uso da tecnologia faz essa ponte entre bibliotecário e usuário. Pesquisa, empréstimo domiciliar, DSI mudam a forma (reempacotamento)... Criação de homepages, uso de correio eletrônico, Acesso a Bases de daodos, acompanhamento de legislação, coleta e organização da produção intelectual da entidade fazem parte das novas atividades

11 Obras de referência (Códigos, dicionários especializados, vademecum, enciclopédias juridicas, atlas) Biblioteca Virtual (Senado Federal ) Periódicos digitais Banco de dados na WEB Orgãos julgadores (tribunais, câmaras) Obras de referência (Códigos, dicionários especializados, vademecum, enciclopédias juridicas, atlas) Biblioteca Virtual (Senado Federal ) Periódicos digitais Banco de dados na WEB Orgãos julgadores (tribunais, câmaras)

12 Reunião, análise e indexação da doutrina, da legislação..., da jurisprudência e de todos os documentos oficiais relativos a atos normativos ou administrativos (Atienza, Cecilia. Documentação juridica. 1979)

13 Conjunto de opiniões, estudos e pareceres jurídicos elaborados por ESPECIALISTAS em Direito

14 CONSTITUIÇÃO EMENDA CONSTITUCIONAL LEI COMPLEMENTAR LEI DECRETO DECRETO-LEI RESOLUÇÃO CÓDIGO CONSOLIDAÇÃO REGULAMENTO REGIMENTO ESTATUTO PORTARIA Outros documentos oficiais(...) CONSTITUIÇÃO EMENDA CONSTITUCIONAL LEI COMPLEMENTAR LEI DECRETO DECRETO-LEI RESOLUÇÃO CÓDIGO CONSOLIDAÇÃO REGULAMENTO REGIMENTO ESTATUTO PORTARIA Outros documentos oficiais(...) Conjunto de leis e atos normativos emanados de autoridades competentes

15 conjunto de decisões judiciais dos tribunais sobre casos semelhantes conjunto de decisões judiciais dos tribunais sobre casos semelhantes

16 Legislativo legisla sobre JUSTIÇA, o Executivo executa a JUSTIÇA e o Judiciário julga as controvérsias sobre JUSTIÇA. Em resumo, compete ao Governo ministrar a JUSTIÇA ao Povo(Pinheiro, Francisco M.)

17 Poder Legislativo = legisla (Senado Federal, Câmara Federal, Assembléia Legislativa nos Estados, Câmara Municipal) Poder Executivo = executa (Governo Federal = Ministérios, Governo Estadual = Secretarias, Governo Municipal = Secretarias) Poder Judiciário = julga (STJ, STF, TST, TSE,TCU, JF, TJ, TRT, TRE, TCE) Poder Legislativo = legisla (Senado Federal, Câmara Federal, Assembléia Legislativa nos Estados, Câmara Municipal) Poder Executivo = executa (Governo Federal = Ministérios, Governo Estadual = Secretarias, Governo Municipal = Secretarias) Poder Judiciário = julga (STJ, STF, TST, TSE,TCU, JF, TJ, TRT, TRE, TCE)

18 o Ministério Público é efetivamente o Quarto Poder, representante do cidadão, com autoridade para questionar os três outros poderes o Ministério Público acolhe denúncias, investiga e oferece uma ação que será submetida ao Judiciário (http://observatorio.ultimosegundo.ig.com. br/obstv/obstv htm) o Ministério Público é efetivamente o Quarto Poder, representante do cidadão, com autoridade para questionar os três outros poderes o Ministério Público acolhe denúncias, investiga e oferece uma ação que será submetida ao Judiciário (http://observatorio.ultimosegundo.ig.com. br/obstv/obstv htm)

19 GOVERNO ELETRÔNICO ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA ELETRÔNICA GOVERNANÇA ELETRÔNICA eGOV é o nome dado ao processo crescente de informatização das funções do governo. São soluções que facilitam o intercâmbio de informações do governo com outras esferas (federal, estadual, municipal), outros poderes (legislativo e judiciário), com empresas, com o cidadão, com o terceiro setor e em sua administração interna (http://www.microsoft.com/brasil/setorpublic o/destaques/egov.mspx).

20 Sarmento, Adriana Godoy da Silveira e Rosa, Alpina Gonzaga Martins e Ferreira, Regina de Marco (2000) Informação jurídica: valor agregado. O quê? Por quem? E para quem?. In Proceedings XIX Congresso Brasileiro de Biblioteconomia e Documentação 1, Centro de eventos da PUCRS. Disponível em: em: Rezende, Ana Paulade. Centrode informação jurídica eletrônico e virtual. Disponível em: Acesso em: Atienza, Cecilia Andreotti. Documentação jurídica : introdução à análise e indexação de atos legais. São Paulo : Achiamé, 1979 Profissionais da informação : formação, perfil e atuação profissional. Org. Marta Pomim Valentim. São Paulo : Polis, 2000 Passos, Edilenice. O futuro da biblioteca jurídica. Disponível em: Acessado em

21 No momento atual, vivemos em momento de transição. Convivemos com informações em suporte tradicional e suportes digitais/eletrônicos. Certas categorias de usuários resistem à utilização de novas mídias. Muitos usuários nem ao mesmo sabem ou querem aprender a usar o correio eletrônico. O bibliotecário jurídico precisa saber navegar com segurança nesses dois mundos. Retirando de cada um deles o que de melhor tem a oferecer. Não deve menosprezar nenhuma fonte de informação por mais antiquada que possa parecer. Mas, também não deve resistir à modernidade. O bibliotecário jurídico precisa reinventar-se, melhorar seus conhecimentos, procurar capacitação, participar de lista de discussões. Passos, Edilenice No momento atual, vivemos em momento de transição. Convivemos com informações em suporte tradicional e suportes digitais/eletrônicos. Certas categorias de usuários resistem à utilização de novas mídias. Muitos usuários nem ao mesmo sabem ou querem aprender a usar o correio eletrônico. O bibliotecário jurídico precisa saber navegar com segurança nesses dois mundos. Retirando de cada um deles o que de melhor tem a oferecer. Não deve menosprezar nenhuma fonte de informação por mais antiquada que possa parecer. Mas, também não deve resistir à modernidade. O bibliotecário jurídico precisa reinventar-se, melhorar seus conhecimentos, procurar capacitação, participar de lista de discussões. Passos, Edilenice. 2005

22 Reiniciar Sair Mapeamento da produção intelectual brasileira sobre a informação jurídica (Edilenice Passos) s-bibliojur.pdf


Carregar ppt "Maria Aparecida Sell Andrade Cardoso CRB-14/056 Ministério."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google