A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

SUGESTÕES PARA ESTUDO O estudo de qualquer ciência, por diversa que seja, deve ter como início procurar entender as circunstâncias e as questões que motivaram.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "SUGESTÕES PARA ESTUDO O estudo de qualquer ciência, por diversa que seja, deve ter como início procurar entender as circunstâncias e as questões que motivaram."— Transcrição da apresentação:

1 SUGESTÕES PARA ESTUDO O estudo de qualquer ciência, por diversa que seja, deve ter como início procurar entender as circunstâncias e as questões que motivaram o seu surgimento. Nesse sentido, sugerimos uma leitura atenta no tocante a compreender o contexto em que a Antropologia foi se constituindo enquanto ciência, bem como as diferentes concepções colocadas em debate. Como forma de contribuir com esse entendimento, sugerimos a leitura da primeira unidade, tomando como pontos de reflexão o histórico, as idéias e os conceitos adiante apresentados. Essa leitura recomendada auxiliará na compreensão da importância do conceito e da área de abrangência e do método da Antropologia, cumprindo, assim, a parte da introdução da disciplina. Francisco de Assis Batista – professor.

2 Importância da Antropologia Se a Antropologia é uma ciência humana e social que busca conhecer a diferença e alteridade, então estudá-la pode nos fazer compreender que, longe de haver somente uma formação cultural que dê sentido às ações dos homens, toda e qualquer cultura é coerente em si mesma quando vista de forma total e a partir de seus próprios pressupostos. A antropologia pode nos ensinar uma importante lição: nossa sociedade não é superior a qualquer outra, seja ela uma tribo do Sudão, na África, ou uma tribo indígena no Mato Grosso do Sul, no Brasil. A antropologia nos ensina a nos descentrarmos de nós mesmos assim como de nossa própria sociedade e cultura. Isso é um exercício fantástico e que nos abre as portas para novos universos, novas possibilidades e alternativas de aprendermos com os outros e de nos vermos através dos outros, conhecendo-nos mais profundamente.

3 Surgimento e desenvolvimento da Antropologia Num primeiro momento, que poderíamos chamar de Pré-história da antropologia, nos Séculos XV e XVI, as notícias sobre os povos distantes eram produzidas por viajantes ou missionários. Nesse momento, delinearam-se duas ideologias concorrentes, a primeira se manifestava por uma recusa pelo estranho e a segunda, por uma fascinação. A primeira posição se fundamentava na idéia de que os povos primitivos eram selvagens dominados pela natureza, pelo clima, que não tinhamhistória, nem hábitos culturais. Eram povos definidos pela falta. Ou seja, eles não tinham tudo o que nós tínhamos. Os defensores da segunda posição sublinhavam como esses povos tinham conseguido desenvolver sistemas políticos e econômicos que eram melhores que os nossos; assim como tinham alcançado um grau de harmonia com a natureza que nós não tínhamos No Século XVIII. A segunda posição derivou na idéia do bom selvagem; os povos tradicionais representavam os povos da natureza; que viviam livres e felizes gozando da vida. Essa ideologia rousseauniana podeser encontrada ainda hoje em filmes.

4 Somente na segunda metade do Século XIX é que o estudo do homem vai virar o que hoje se conhece como antropologia. Para que uma disciplina seja considerada científica tem que ter um objeto, um método e um paradigma, isto é, uma idéia chave que guie as observações. O estudo do outro. Esse será o objeto da antropologia. Também havia um método. Ele consistia em estudar os relatos das viagens nas quais se descreviam esses diferentes modos de vida. No final do Século XIX, com a incipiente profissionalização da disciplina. Com isso, começou a se definir o método da antropologia, conhecido como trabalho de campo (ampliaremos essa idéia nas páginas a seguir). Só estava faltando uma idéia norteadora para os observadores; essa idéia vai estar madura na segunda metade do Século XIX e foi o conceito de evolução. Evolução: processo de desenvolvimento natural, biológico e espiritual no qual toda a natureza, com seus seres vivos ou inanimados, se aperfeiçoa progressivamente, realizando novas capacidades, manifestações e potencialidades.

5 O que é a antropologia? Na definição mais geral de antropologia, talvez a clássica, é entendida como o estudo do homem. Mas podemos nos perguntar: qual é a especificidade da antropologia? Dado que a psicologia, a medicina, e todas as ciências humanas têm como objetivo o estudo do homem, de algum ponto de vista especifico, qual é o objeto da antropologia? A antropologia sempre busca um retorno reflexivo; se buscarmos entender como elas percebem o mundo é porque acreditamos que podemos aprender alguma coisa de nós mesmos com elas. Perceba que é a relação, acima de tudo, entre nós e elas, que está em jogo na antropologia. A percepção que temos de nós mesmos é mudada quando nos percebemos em relação aos outros; Sempre estamos comparando as culturas, não para dizer que uma é melhor que a outra, mas para poder perceber a diferença. É na relação de contraste, de comparação, que percebemos a alteridade. Assim poderíamos dizer que a antropologia busca produzir um conhecimento sobre nós, mas através do desvio pelo outro.

6 O que estuda a antropologia são diferenças e essas diferenças só são acessíveis através da relação. As diferenças não estão nas coisas em si, mas estão na relação que estabelecemos entre elas. No caso da antropologia da mesma forma, ou seja, Para poder entender a diferença, para poder estudar a alteridade precisamos da comparação, precisamos das relações. Podemos, agora, nos perguntar: quais são os elementos que a antropologia relaciona? Encontramos quatro níveis de relações: entre os indivíduos, entre as culturas, do homem com a sua cultura e das culturas com o meio ambiente.

7 O que diferencia a perspectiva antropológica sobre o homem das outras ciências humanas, em primeiro lugar, é que a antropologia busca uma explicação totalizadora do homem, que leve em conta a dimensão biológica, psicológica e cultural; em segundo lugar, a perspectiva antropológica possui uma dimensão temporal muito mais abrangente, abarcando tanto o momento atual quanto o passado da humanidade. Assim, já temos todos os elementos para definir a antropologia. Podemos reconhecer três grandes áreas em que se divide a produção antropológica: Antropologia Biológica, Antropologia Social e Cultural e Arqueologia. A antropologia biológica consiste no estudo das variações dos caracteres biológicos do homem no espaço e no tempo esta dimensão da pesquisa da antropológica abrange o processo de modificação genética das populações. Na dimensão do presente, a antropologia biológica estuda os processos de adaptação extra-genética, analisa as particularidades. Esta dimensão da pesquisa da antropológica abrange o processo de modificação genética das populações.

8 Na dimensão do presente, a antropologia biológica estuda os processos de adaptação extra-genética, analisa as particularidades morfológicas e fisiológicas ligadas ao meio ambiente, bem como a evolução destas particularidades. Ela levará em conta os fatores culturais que influenciam o crescimento e a maturação do indivíduo inserido em um determinado contexto. Na sua dimensão cultural, também encontramos a mesma diferenciação entre o passado e o presente. A arqueologia, em alguns contextos chamada também de antropologia pré-histórica (escolheremos chamá-la de arqueologia, porque esse termo remete a uma temporalidade maior do que a antropologia pré-histórica), é a encarregada de estudar os vestígios materiais das culturas desaparecidas, tanto em suas técnicas e organizações sociais quanto em suas produções culturais e artísticas.

9 Se avançarmos do estudo do passado para o presente da dimensão cultural, entramos no campo de estudos da antropologia social ou cultural; o objeto desta área da antropologia são as formas em que as sociedades percebem o mundo e como organizam o seu cotidiano. Em outras palavras, a antropologia social e cultural diz respeito a tudo que constitui uma sociedade: seus modos de produção econômica, suas técnicas, sua organização política e jurídica, seus sistemas de parentesco, seus sistemas de conhecimento, suas crenças religiosas, sua língua, sua psicologia, suas criações artísticas, suas técnicas, etc. Os antropólogos ingleses se interessaram pela organização social e política dos grupos que estudavam, e assim, focaram seus estudos na idéia de sociedade, por isto a escola foi chamada de antropologia social (embora alguns, como Malinowski, tenham utilizado na sua produção o conceito de cultura). Já os americanos se interessavam pelas variações culturais, pela sua difusão e como os indivíduos são moldados pela cultura; por isto se denominou a essa escola como antropologia cultural ou culturalismo.

10 Agora, faça sua atividade.


Carregar ppt "SUGESTÕES PARA ESTUDO O estudo de qualquer ciência, por diversa que seja, deve ter como início procurar entender as circunstâncias e as questões que motivaram."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google