A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

DIRETOR DE PROTOCOLO ANTONIO MARCOS MARRONI R.C. de CÂNDIDO MOTA DISTRITO 4510 tttt mmmm aaaa rrrr rrrr oooo nnnn iiii 7777 yyyy aaaa hhhh oooo oooo....

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "DIRETOR DE PROTOCOLO ANTONIO MARCOS MARRONI R.C. de CÂNDIDO MOTA DISTRITO 4510 tttt mmmm aaaa rrrr rrrr oooo nnnn iiii 7777 yyyy aaaa hhhh oooo oooo...."— Transcrição da apresentação:

1 DIRETOR DE PROTOCOLO ANTONIO MARCOS MARRONI R.C. de CÂNDIDO MOTA DISTRITO 4510 tttt mmmm aaaa rrrr rrrr oooo nnnn iiii 7777 yyyy aaaa hhhh oooo oooo.... cccc oooo mmmm.... bbbb rrrrFone: (18) Comercial (18) Residencial (18)

2 COMISSÃO DE PROTOCOLO DA GOVERNADORIA SEGUNDO DIRETOR DE PROTOCOLOSEGUNDO DIRETOR DE PROTOCOLO - CARLOS ALVES TERRA - CARLOS ALVES TERRA Fone (18) Fone (18) TERCEIRO DIRETOR DE PROTOCOLOTERCEIRO DIRETOR DE PROTOCOLO - JOSÉ MEIRELLES FILHO - JOSÉ MEIRELLES FILHO Fone (18) Fone (18)

3 ATUAÇÃO DO PROTOCOLO REFLETE COMO O TRABALHO DO PRÓPRIO CLUBE, DE FORMA QUE, QUANTO MAIS ORGANIZADO, MELHOR IMPRESSÃO CAUSARÁ AO VISITANTE, O QUE PROVOCA NAS PESSOAS QUE ASSUMEM O CARGO, UM INCONTIDO DESEJO DE ACERTAR.

4 BUSCANDO O JEITO CERTO PODE BATER PALMAS NO FINAL DA EXECUÇÃO DO HINO NACIONAL?PODE BATER PALMAS NO FINAL DA EXECUÇÃO DO HINO NACIONAL? DEVO COLOCAR A MÃO NO CORAÇÃO DURANTE O HINO NACIONAL?DEVO COLOCAR A MÃO NO CORAÇÃO DURANTE O HINO NACIONAL? É PROIBIDO FICAR COM AS MÃOS PARA TRÁS DURANTE O HINO NACIONAL?É PROIBIDO FICAR COM AS MÃOS PARA TRÁS DURANTE O HINO NACIONAL?

5 BUSCANDO O JEITO CERTO PAVILHÃO É A BANDEIRA OU LOCAL ONDE ELA ESTA? SE APLAUDE SÓ A BANDEIRA NACIONAL OU AS DEMAIS BANDEIRAS TAMBÉM?

6 O DIRETOR DE PROTOCO DEVE BUSCAR SEMPRE AS MELHORES INFORMAÇÕES DISPONÍVEIS PARA SEGUIR E INDICAR O CAMINHO MAIS SEGURO POSSÍVEL.DEVE BUSCAR SEMPRE AS MELHORES INFORMAÇÕES DISPONÍVEIS PARA SEGUIR E INDICAR O CAMINHO MAIS SEGURO POSSÍVEL.

7 DIRETOR DE PROTOCOLO O REGIMENTO PADRÃO DE ROTARY, MANTÉM CERTA LIBERDADE DE AÇÃO PARA O CONSELHO DIRETOR, JÁ QUE A REGRA É APLICÁVEL A TODOS OS CLUBES DO MUNDO E NÃO É POSSÍVEL ESTABELECER REGRA PROTOCOLAR UNIFORME, EM RAZÃO DOS DIVERSIFICADOS PADRÕES CULTURAIS EXISTENTES.O REGIMENTO PADRÃO DE ROTARY, MANTÉM CERTA LIBERDADE DE AÇÃO PARA O CONSELHO DIRETOR, JÁ QUE A REGRA É APLICÁVEL A TODOS OS CLUBES DO MUNDO E NÃO É POSSÍVEL ESTABELECER REGRA PROTOCOLAR UNIFORME, EM RAZÃO DOS DIVERSIFICADOS PADRÕES CULTURAIS EXISTENTES.

8 DIRETOR DE PROTOCOLO EXEMPLO: O BRANCO, NO JAPÃO, SIMBOLIZA O LUTO.O BRANCO, NO JAPÃO, SIMBOLIZA O LUTO. ALGUNS PAÍSES DO ORIENTE MÉDIO É GRATIFICANTE, PARA QUEM É VISITADO, UM SONORO ARROTO DO VISITANTE APÓS A REFEIÇÃO.ALGUNS PAÍSES DO ORIENTE MÉDIO É GRATIFICANTE, PARA QUEM É VISITADO, UM SONORO ARROTO DO VISITANTE APÓS A REFEIÇÃO.

9 DIRETOR DE PROTOCOLO O BRILHO E A EFICIÊNCIA DE UMA REUNIÃO DEPENDE DA ATUAÇÃO DO DIRETOR DE PROTOCOLO QUE:O BRILHO E A EFICIÊNCIA DE UMA REUNIÃO DEPENDE DA ATUAÇÃO DO DIRETOR DE PROTOCOLO QUE: DEVE SER simpático, discreto e sóbrio, atencioso, objetivo e alegre.DEVE SER simpático, discreto e sóbrio, atencioso, objetivo e alegre. Não deve se considerar uma vedete ou animador de festinhaNão deve se considerar uma vedete ou animador de festinha

10 CARACTERISTICAS PESSOAIS DO DIRETOR DE PROTOCOLO a) sobriedade nos atos e palavras.a) sobriedade nos atos e palavras. b) ser enérgico, sem ser indelicado.b) ser enérgico, sem ser indelicado. c) estar sempre atento e pronto para uma ação rápidac) estar sempre atento e pronto para uma ação rápida d) ser atencioso, cortês.d) ser atencioso, cortês.

11 CARACTERISTICAS PESSOAIS DO DIRETOR DE PROTOCOLO e) Dicção clara e bom domínio do vernáculoe) Dicção clara e bom domínio do vernáculo f) Simpatia, desembaraço e companheirismof) Simpatia, desembaraço e companheirismo DA SUA EFICIÊNCIA DEPENDEM A ORDEM E O SUCESSO DA REUNIÃODA SUA EFICIÊNCIA DEPENDEM A ORDEM E O SUCESSO DA REUNIÃO

12 Compete ao Diretor de Protocolo: a) Chegar com antecedência na reunião.a) Chegar com antecedência na reunião. b) Informar-se sobre a refeição; verificar o cardápiob) Informar-se sobre a refeição; verificar o cardápio c) Verificar lugares, som, panóplia, símbolos rotários, tribuna etc;c) Verificar lugares, som, panóplia, símbolos rotários, tribuna etc; d) Providenciar os recursos necessários ao orador (painéis, data show, som, etc.)d) Providenciar os recursos necessários ao orador (painéis, data show, som, etc.) e) Recepcionar os convidados, principalmente os que se destinarem a Mesa Principal, acomodando-os à mesma.e) Recepcionar os convidados, principalmente os que se destinarem a Mesa Principal, acomodando-os à mesma.

13 Compete ao Diretor de Protocolo: f) Encaminhar rotarianos visitantes ao secretário para o preenchimento do cartão de recuperação.f) Encaminhar rotarianos visitantes ao secretário para o preenchimento do cartão de recuperação. g) Colaborar com o Presidente na composição da Mesa, atendo-se ao cerimonial oficial do nosso País, do protocolo rotário e das boas normas sociais.g) Colaborar com o Presidente na composição da Mesa, atendo-se ao cerimonial oficial do nosso País, do protocolo rotário e das boas normas sociais. h) Anunciar a constituição da Mesa apresentando seus componentes ao plenário.h) Anunciar a constituição da Mesa apresentando seus componentes ao plenário. i) Levar ao conhecimento do Presidente, pedidos de companheiros para uso da palavra, informando-o sobre o assunto a ser tratado (Como não existe palavra livre em Rotary, compete ao Presidente autorizá-la ou não)i) Levar ao conhecimento do Presidente, pedidos de companheiros para uso da palavra, informando-o sobre o assunto a ser tratado (Como não existe palavra livre em Rotary, compete ao Presidente autorizá-la ou não)

14 Compete ao Diretor de Protocolo j) repartir tarefas com o segundo diretor de protocolo;j) repartir tarefas com o segundo diretor de protocolo; k) pôr-se a par de cada item do programa da reunião, de modo a encontrar-se capacitado a intervir com total desembaraço no momento certo, ou de prestar imediata e eficiente colaboração ao presidente, ou a outra pessoa;k) pôr-se a par de cada item do programa da reunião, de modo a encontrar-se capacitado a intervir com total desembaraço no momento certo, ou de prestar imediata e eficiente colaboração ao presidente, ou a outra pessoa; l) Acomodar convidados à mesa da presidência;l) Acomodar convidados à mesa da presidência; m) evitar que companheiros se sentem sempre no mesmo lugar e com as mesmas pessoas;m) evitar que companheiros se sentem sempre no mesmo lugar e com as mesmas pessoas; n) indicar ao presidente que tudo está em ordem, para iniciar-se a reunião;n) indicar ao presidente que tudo está em ordem, para iniciar-se a reunião;

15 Compete ao Diretor de Protocolo o) cuidar do conforto e da segurança dos convidados e companheiros, provendo lugares suficientes, asseio do recinto, arejamento e ventilação, cardápio, serviço de garçom, manutenção de silêncio, e organização de serviços de portaria e de policiamento, se necessários;o) cuidar do conforto e da segurança dos convidados e companheiros, provendo lugares suficientes, asseio do recinto, arejamento e ventilação, cardápio, serviço de garçom, manutenção de silêncio, e organização de serviços de portaria e de policiamento, se necessários; p) não voltar à tribuna para anunciar chegada de retardatários (exceto por razão especial - o orador da noite, por ex.);p) não voltar à tribuna para anunciar chegada de retardatários (exceto por razão especial - o orador da noite, por ex.); q) supervisionar, em consonância com o secretário, a redação e a expedição dos convitesq) supervisionar, em consonância com o secretário, a redação e a expedição dos convites

16 Dever do Diretor de Protocolo: a) Usar o microfone o menor tempo possível; o menor número de vezes.a) Usar o microfone o menor tempo possível; o menor número de vezes.microfone b) Evitar o relato de casos cômicos, não dizer gracinhas, nem usar termos de gíria.b) Evitar o relato de casos cômicos, não dizer gracinhas, nem usar termos de gíria. c) Dar o recado em linguagem clara e sóbria.c) Dar o recado em linguagem clara e sóbria. d) Ter boa apresentação.(Nunca em mangas de camisa, em reuniões especiais).d) Ter boa apresentação.(Nunca em mangas de camisa, em reuniões especiais).

17 Dever do Diretor de Protocolo e) Limitar-se à apresentação da Mesa, a programação da reunião e do cardápio e a uma ou outra comunicação que seja indispensável.e) Limitar-se à apresentação da Mesa, a programação da reunião e do cardápio e a uma ou outra comunicação que seja indispensável. f) Não alongar-se na apresentação dos componentes da mesa.f) Não alongar-se na apresentação dos componentes da mesa. f) Não usar apelidos para identificar os componentes da mesa ou visitantes.f) Não usar apelidos para identificar os componentes da mesa ou visitantes. g) Usar sempre palavreado simples, franco e cordial, que traduza a sinceridade de propósitos.g) Usar sempre palavreado simples, franco e cordial, que traduza a sinceridade de propósitos.

18 COMISSÃO DE PROTOCOLO JÁ PASSOU DA HORA DOS CLUBES FORMAREM UMA COMISSÃO DE PROTOCOLO SOB A DIREÇÃO DO DIRETOR DE PROTOCOLO, PARA AUXILIAREM NOS TRABALHOS DE RECEPÇÃO DOS CONVIDADOS E VISITATES E NA ORGANIZAÇÃO DAS REUNIÕES ORDINÁRIAS.JÁ PASSOU DA HORA DOS CLUBES FORMAREM UMA COMISSÃO DE PROTOCOLO SOB A DIREÇÃO DO DIRETOR DE PROTOCOLO, PARA AUXILIAREM NOS TRABALHOS DE RECEPÇÃO DOS CONVIDADOS E VISITATES E NA ORGANIZAÇÃO DAS REUNIÕES ORDINÁRIAS.

19 A TRIBUNA Deve ser colocada à esquerda da mesa diretora. Deve estar bem posicionada, permitindo boa visão da platéia e da mesa principal, com boa iluminação. Se a PANÓPLIA estiver ao centro, a TRIBUNA pode ficar à direita ou à esquerda.

20 MESA PRINCIPAL FALAR MESA PRESIDENCIAL É MAIS UM ENGANO VERNACULAR DO QUE UM EQUÍVOCO PROTOCOLAR.FALAR MESA PRESIDENCIAL É MAIS UM ENGANO VERNACULAR DO QUE UM EQUÍVOCO PROTOCOLAR. PRESIDENCIAL – Relativo ao Presidente.PRESIDENCIAL – Relativo ao Presidente. A MESA NÃO É DO PRESIDENTE NEM DA PRESIDÊNCIA. ÀS VEZES A MESA É DIRIGIDA PELO GOVERNADOR. A MESA NÃO É DO PRESIDENTE NEM DA PRESIDÊNCIA. ÀS VEZES A MESA É DIRIGIDA PELO GOVERNADOR. FALE SEMPRE EM MESA PRINCIPAL FALE SEMPRE EM MESA PRINCIPAL

21 REUNIÕES ORDINÁRIAS A MESA PRINCIPAL - NÚMERO MÍNIMO DE COMPONENTES VARIANDO EM FUNÇÃO DA REUNIÃO E DOS CONVIDADOS.A MESA PRINCIPAL - NÚMERO MÍNIMO DE COMPONENTES VARIANDO EM FUNÇÃO DA REUNIÃO E DOS CONVIDADOS. ALÉM DO PRESIDENTE E SECRETÁRIO, COLOCAR NA MESA PRINCIPAL UM CONVIDADO, VISITANTE; E EM RODIZIO, COMPANHEIROS DE SEU CLUBE, NUMA HOMENAGEM À SUA PARTICIPAÇÃO EM ALGUM FATO OU EVENTO DO CLUBE, DO DISTRITO OU DA COMUNIDADE.ALÉM DO PRESIDENTE E SECRETÁRIO, COLOCAR NA MESA PRINCIPAL UM CONVIDADO, VISITANTE; E EM RODIZIO, COMPANHEIROS DE SEU CLUBE, NUMA HOMENAGEM À SUA PARTICIPAÇÃO EM ALGUM FATO OU EVENTO DO CLUBE, DO DISTRITO OU DA COMUNIDADE.

22 TRATAMENTO PROTOCOLAR A PALAVRA SUA SENHORIA DEVERÁ SER USADA SE NOS REFERIMOSA PALAVRA SUA SENHORIA DEVERÁ SER USADA SE NOS REFERIMOS À AUTORIDADE À AUTORIDADE E A PALAVRA VOSSA SENHORIA SE NOS DIRIGIRMOS À PESSOA.E A PALAVRA VOSSA SENHORIA SE NOS DIRIGIRMOS À PESSOA.

23 TRATAMENTO PROTOCOLAR QUANDO USAR SENHORA E MULHER.QUANDO USAR SENHORA E MULHER. 1. Quando nos referimos à esposa de um convidado ou companheiro, dizemos sempre sua senhora ou sua esposa1. Quando nos referimos à esposa de um convidado ou companheiro, dizemos sempre sua senhora ou sua esposa 2. Quando nos referimos à nossa própria esposa, devemos dizer: minha mulher.2. Quando nos referimos à nossa própria esposa, devemos dizer: minha mulher. Não use expressões chulas, como minha patroa, minha velha etc.Não use expressões chulas, como minha patroa, minha velha etc.

24 TRATAMENTO PROTOCOLAR AS ESPOSAS DOS COMPANHEIROS NÃO SÃO COMPANHEIRAS.AS ESPOSAS DOS COMPANHEIROS NÃO SÃO COMPANHEIRAS. SÃO ESPOSAS DOS COMPANHEIROS, PORQUE COMPANHEIROS SÃO SOMENTE OS ROTARIANOS.SÃO ESPOSAS DOS COMPANHEIROS, PORQUE COMPANHEIROS SÃO SOMENTE OS ROTARIANOS. O MESMO VALE PARA OS MARIDOS DE COMPANHEIRAS.O MESMO VALE PARA OS MARIDOS DE COMPANHEIRAS.

25 ORDEM DE PRECEDÊNCIA Esta é a maior dificuldade enfrentada pelos Diretores de Protocolo e exatamente a mais sensível, porque escancara as falhas protocolares, expondo o clube a situações desagradáveis e críticas às vezes injustas.Esta é a maior dificuldade enfrentada pelos Diretores de Protocolo e exatamente a mais sensível, porque escancara as falhas protocolares, expondo o clube a situações desagradáveis e críticas às vezes injustas. É o calcanhar de Aquiles das reuniões rotárias, principalmente porque o protocolo é uma atuação desenvolvida por amadores, isto é, por homens que, malgrado de boa formação cultural e profissional, não exercem, como profissão, atividades típicas de cerimoniais.É o calcanhar de Aquiles das reuniões rotárias, principalmente porque o protocolo é uma atuação desenvolvida por amadores, isto é, por homens que, malgrado de boa formação cultural e profissional, não exercem, como profissão, atividades típicas de cerimoniais.

26 ORDEM DE PRECEDÊNCIA Nem por isso, as falhas são ignoradas.Nem por isso, as falhas são ignoradas. Tornam-se publicamente perceptíveis, sempre gerando impressões negativas do clube.Tornam-se publicamente perceptíveis, sempre gerando impressões negativas do clube. Por isso, atenção e atenção.Por isso, atenção e atenção.

27 PRECEDÊNCIA PROTOCOLAR QUEM VAI PRIMEIRO À MESA?QUEM VAI PRIMEIRO À MESA? NA REUNIÃO DO CLUBE – O PRESIDENTENA REUNIÃO DO CLUBE – O PRESIDENTE NA DA GOVERNADORIA – O GOVERNADOR.NA DA GOVERNADORIA – O GOVERNADOR.

28 PRECEDÊNCIA EM ROTARY 01 ­ Presidente do clube01 ­ Presidente do clube 02 ­ Governador do Distrito02 ­ Governador do Distrito 03 ­ Governadores de outros distritos03 ­ Governadores de outros distritos 04 ­ Ex-governadores (EGDs) Gov. ano rotário __/__04 ­ Ex-governadores (EGDs) Gov. ano rotário __/__ 05 ­ Governador eleito05 ­ Governador eleito 06 ­ Governador indicado06 ­ Governador indicado 07 - Governador assistente07 - Governador assistente

29 PRECEDÊNCIA EM ROTARY 08 ­ Ex-presidentes de clubes – Pres do Rotary Clube ____ ano rotário ____08 ­ Ex-presidentes de clubes – Pres do Rotary Clube ____ ano rotário ____ 09 ­ Presidente eleito09 ­ Presidente eleito 10 ­ Vice presidente10 ­ Vice presidente 11 ­ Secretário11 ­ Secretário 12 ­ Tesoureiro12 ­ Tesoureiro 13 ­ Diretores de Avenidas13 ­ Diretores de Avenidas 14 ­ Diretores de Protocolo14 ­ Diretores de Protocolo 15 ­ Presidentes de Comissões ou sub-comissões15 ­ Presidentes de Comissões ou sub-comissões

30 PRECEDÊNCIA 01 - Havendo vários governadores, todos devem ser convidados à Mesa.01 - Havendo vários governadores, todos devem ser convidados à Mesa Se impossível, a eles será destinado, no plenário, local de evidência. O diretor do protocolo citará os nomes, com os respectivos títulos, agradecendo-lhes a presença.02 - Se impossível, a eles será destinado, no plenário, local de evidência. O diretor do protocolo citará os nomes, com os respectivos títulos, agradecendo-lhes a presença Havendo vários ex-governadores, todos devem ser convidados à Mesa.03 - Havendo vários ex-governadores, todos devem ser convidados à Mesa.

31 PRECEDÊNCIA 04 - Se impossível, e em circunstâncias normais, o governador mais antigo ( não de idade mas de ano rotário) - (tenha a ordem de antiguidade), representará, na Mesa, os demais.04 - Se impossível, e em circunstâncias normais, o governador mais antigo ( não de idade mas de ano rotário) - (tenha a ordem de antiguidade), representará, na Mesa, os demais Havendo vários presidentes, a precedência é ditada pela antiguidade dos clubes a que presidem (os Guias Distritais e as Cartas Mensais publicam as datas de sua fundação).05 - Havendo vários presidentes, a precedência é ditada pela antiguidade dos clubes a que presidem (os Guias Distritais e as Cartas Mensais publicam as datas de sua fundação).

32 PRECEDÊNCIA 06 - Nas reuniões em que compareça oficialmente o governador do Distrito (lugar nº. 2), exceptuando-se o presidente do clube anfitrião, a precedência é do presidente do clube da Governadoria (lugar nº. 3), mantida a antecedência do presidente do clube (continua no lugar 01).06 - Nas reuniões em que compareça oficialmente o governador do Distrito (lugar nº. 2), exceptuando-se o presidente do clube anfitrião, a precedência é do presidente do clube da Governadoria (lugar nº. 3), mantida a antecedência do presidente do clube (continua no lugar 01).

33 PRECEDÊNCIA 07 - Qualquer presidente poderá estar nessa ordem de precedência, exceto na hipótese anterior, desde que seja justificada: é o mais antigo afilhado, é o clube mais novo, é o clube padrinho..., ou qualquer fato que, naquele momento o diferencie dos outros. O motivo deverá ser esclarecido e, este presidente estará na Mesa representando a todos.07 - Qualquer presidente poderá estar nessa ordem de precedência, exceto na hipótese anterior, desde que seja justificada: é o mais antigo afilhado, é o clube mais novo, é o clube padrinho..., ou qualquer fato que, naquele momento o diferencie dos outros. O motivo deverá ser esclarecido e, este presidente estará na Mesa representando a todos.

34 PRECEDÊNCIA VALE LEMBRAR QUE QUEM DETERMINA A PRECEDÊNCIA É O DIRETOR DE PROTOCOLO DE ACORDO COM AS NORMAS E A OCASIÃO DA REUNIÃO.VALE LEMBRAR QUE QUEM DETERMINA A PRECEDÊNCIA É O DIRETOR DE PROTOCOLO DE ACORDO COM AS NORMAS E A OCASIÃO DA REUNIÃO. Ex. Um clube está comemorando a data da sua fundação e comparecem vários presidentes de clubes vizinhos e dentre eles o Presidente do Clube Padrinho. Quem vai à mesa?Ex. Um clube está comemorando a data da sua fundação e comparecem vários presidentes de clubes vizinhos e dentre eles o Presidente do Clube Padrinho. Quem vai à mesa? O Presidente do Clube Padrinho. O Presidente do Clube Padrinho. MAS JUSTIFICA-SE O MOTIVO MAS JUSTIFICA-SE O MOTIVO

35 AO APRESENTAR A MESA Erro que se generaliza é o de chamar os componentes da Mesa pelo microfone, designando-lhes o lugar, e, depois, iniciada a reunião, fazer a apresentação da Mesa. Isso é um indesejável bis in idem. Aliás, mesmo o chamamento pelo microfone surge como pouco recomendável, já que sequer a reunião foi aberta pelo Presidente.Erro que se generaliza é o de chamar os componentes da Mesa pelo microfone, designando-lhes o lugar, e, depois, iniciada a reunião, fazer a apresentação da Mesa. Isso é um indesejável bis in idem. Aliás, mesmo o chamamento pelo microfone surge como pouco recomendável, já que sequer a reunião foi aberta pelo Presidente.

36 AO APRESENTAR A MESA PREFERENCIALMENTE, A MESA DEVE SER SOMENTE APRESENTADA.PREFERENCIALMENTE, A MESA DEVE SER SOMENTE APRESENTADA. FALAR O NOME COMPLETO DOS MEMBROS PELA ORDEM PROTOCOLAR E O CARGO QUE OCUPAM.FALAR O NOME COMPLETO DOS MEMBROS PELA ORDEM PROTOCOLAR E O CARGO QUE OCUPAM. JAMAIS FALAR O APELIDO.JAMAIS FALAR O APELIDO.

37 AO APRESENTAR A MESA EXCLUIR AS EXPRESSÕESEXCLUIR AS EXPRESSÕES EX PRESIDENTEEX PRESIDENTE EX GOVERNADOREX GOVERNADOR EGDEGD FALAR TÃO SOMENTE O NOME, O CARGO E O ANO ROTÁRIO EM QUE ELE FOI PRESIDENTE OU GOVERNADOR.FALAR TÃO SOMENTE O NOME, O CARGO E O ANO ROTÁRIO EM QUE ELE FOI PRESIDENTE OU GOVERNADOR.

38 AO APRESENTAR A MESA. Exclua a antiga praxe de anunciar a mulher usando primeiro o nome do marido:Exclua a antiga praxe de anunciar a mulher usando primeiro o nome do marido: Sra. Dr. Fulano de tal, D. Maria de tal. Sra. Dr. Fulano de tal, D. Maria de tal. É desejável e elegante até, que o nome da mulher preceda ao do marido, quando se anunciar o nome do casal. Pelo menos é muito simpático e a simpatia é fundamental para o desenvolvimento agradável da reunião. É desejável e elegante até, que o nome da mulher preceda ao do marido, quando se anunciar o nome do casal. Pelo menos é muito simpático e a simpatia é fundamental para o desenvolvimento agradável da reunião.

39 ATENÇÃO 1 - não ponha à Mesa duas senhoras lado a lado,1 - não ponha à Mesa duas senhoras lado a lado, 2 - não consinta que uma senhora ocupe o último lugar, à ponta da Mesa,2 - não consinta que uma senhora ocupe o último lugar, à ponta da Mesa, 3 - em Mesas em que estejam senhoras, se possível não situe dois homens, lado a lado, a não ser nos casos de múltipla presidência.3 - em Mesas em que estejam senhoras, se possível não situe dois homens, lado a lado, a não ser nos casos de múltipla presidência.

40 ATENÇÃO 4 - O lado direito não é mais importante do que o lado esquerdo. Pelo respeito à tradição, ao apresentar a Mesa, anuncie os ocupantes dos lugares pares e depois os dos lugares ímpares.4 - O lado direito não é mais importante do que o lado esquerdo. Pelo respeito à tradição, ao apresentar a Mesa, anuncie os ocupantes dos lugares pares e depois os dos lugares ímpares. 5 - Jamais coloque as mulheres de um lado e homens de outro lado do Presidente, o que, além de muito mau gosto, não tem razão protocolar.5 - Jamais coloque as mulheres de um lado e homens de outro lado do Presidente, o que, além de muito mau gosto, não tem razão protocolar.

41 PANÓPLIA E BANDEIRAS Atenção especial deverá ser concedida à panóplia, que ocupará sempre, em todas as reuniões, lugar de extremo destaque ao lado direito da mesa principal.Atenção especial deverá ser concedida à panóplia, que ocupará sempre, em todas as reuniões, lugar de extremo destaque ao lado direito da mesa principal. Se atrás da mesa, estará em posição mais elevada que ela, tendo a tribuna a sua esquerda.Se atrás da mesa, estará em posição mais elevada que ela, tendo a tribuna a sua esquerda. Nela, a Bandeira Nacional ocupará o centro, destacada e bem à vista.Nela, a Bandeira Nacional ocupará o centro, destacada e bem à vista.

42 PAVILHÃO NACIONAL A Bandeira do Brasil poderá ser ladeada, à direita, pela Bandeira das Nações Unidas, e, à esquerda, pela Bandeira do Rotary International, dispondo as demais a seguir.A Bandeira do Brasil poderá ser ladeada, à direita, pela Bandeira das Nações Unidas, e, à esquerda, pela Bandeira do Rotary International, dispondo as demais a seguir. Exiba, na panóplia, no mínimo as bandeiras das pátrias dos companheiros do clube e de visitante ou convidado ilustre.Exiba, na panóplia, no mínimo as bandeiras das pátrias dos companheiros do clube e de visitante ou convidado ilustre.

43 BANDEIRAS Se tiver Bandeira do Estado e Bandeira da Cidade, elas poderão ser incluídas na panóplia. Porém, não se costuma incluir bandeiras regionais ou locais em panóplias destinadas a bandeiras nacionais. Elas deverão figurar, portanto, caso se deseje expô-las, sempre após os pavilhões nacionais, prevalecendo a do Estado em relação à do Município.Se tiver Bandeira do Estado e Bandeira da Cidade, elas poderão ser incluídas na panóplia. Porém, não se costuma incluir bandeiras regionais ou locais em panóplias destinadas a bandeiras nacionais. Elas deverão figurar, portanto, caso se deseje expô-las, sempre após os pavilhões nacionais, prevalecendo a do Estado em relação à do Município.

44 A Bandeira do Brasil figurará: 1 - Sempre à direita de outra bandeira;1 - Sempre à direita de outra bandeira; 2 - No centro, entre bandeiras de número ímpar;2 - No centro, entre bandeiras de número ímpar; 3 - Imediatamente à direita da bandeira que estiver mais próxima do centro, se o número for par;3 - Imediatamente à direita da bandeira que estiver mais próxima do centro, se o número for par; 4 - Distendida e sem mastro, com a estrela solitária na parte superior e sem que haja obstáculo entre ela e quem a vê.4 - Distendida e sem mastro, com a estrela solitária na parte superior e sem que haja obstáculo entre ela e quem a vê.

45 OUTRAS REGRAS 1 - Hasteando-se várias bandeiras, a do Brasil será a primeira a chegar ao topo e a última a descer;1 - Hasteando-se várias bandeiras, a do Brasil será a primeira a chegar ao topo e a última a descer; 2 - Pode ser hasteada a qualquer hora;2 - Pode ser hasteada a qualquer hora; 3 - Durante a noite, deve ser iluminada;3 - Durante a noite, deve ser iluminada; de novembro, Dia da Bandeira, o Pavilhão será hasteado solenemente ao meio-dia; de novembro, Dia da Bandeira, o Pavilhão será hasteado solenemente ao meio-dia; 5 - Uma vez hasteada, não é de boa norma tocar na Bandeira para distendê-la, ou destacá-la. A Bandeira Nacional é o símbolo maior do País, com o qual devemos ter respeitosa intimidade.5 - Uma vez hasteada, não é de boa norma tocar na Bandeira para distendê-la, ou destacá-la. A Bandeira Nacional é o símbolo maior do País, com o qual devemos ter respeitosa intimidade.

46 EXEMPLOS DE PANÓPLIA 1)COM BANDEIRA DO ESTADO: Nacional à direita e Estado à esquerda (Obs: a referência de esquerda e direita é sempre de quem, da panóplia olha para a platéia) NACIONAL ESTADO

47 EXEMPLOS DE PANÓPLIA 3) COM BANDEIRA DO ESTADO E DO MUNICIPIO: Nacional ao centro, Estado à direita e Município à esquerda. ESTADO NACIONAL MUNICÍPIO

48 EXEMPLO DE PANÓPLIA 4) COM BANDEIRA DO ESTADO E DO ROTARY: Bandeira Nacional ao centro, do estado à direita e do Rotary à esquerda. ESTADO NACIONAL ROTARY

49 EXEMPLO DE PANÓPLIA 5) COM BANDEIRA DO ESTADO, MUNICÍPIO E ROTARY: Nacional ao centro – direita; estado à esquerda da Nacional (dividindo as duas o centro), município à direita da Bandeira Nacional e Rotary à esquerda, ao lado da Bandeira do estado. MUNICÍPIO NACIONAL ESTADO ROTARY

50 EXEMPLO DE PLANÓPLIA COM BANDEIRAS DE OUTROS PAÍSES, DO ESTADO E DO ROTARY (no caso de número par de bandeiras): Brasil no centro direita, país visitante à esquerda da brasileira, a do Estado anfitrião à direita da do Brasil e a do Rotary à esquerda do país visitante. ESTADO NACIONAL INTERNAC. ROTARY

51 EXEMPLO DE PANÓPLIA A bandeira da ONU, representa todos os países do mundo e, assim, pode substituir todas as outras bandeiras. A panóplia central pode ser organizada,de forma mais simples: Bandeira Nacional ao centro, ONU à direita, estado anfitrião à esquerda da brasileira, município ou da nacionalidade do palestrante ou homenageado à direita da ONU e por fim a do Rotary à esquerda da do estado. MUNIC. ONU NACIONAL ESTADO ROTARY

52 O HINO NACIONAL O Hino Nacional pode ser tocado ao início de reuniões de importância especial, de caráter cívico. Há, porém, alguns detalhes relevantes que devem ser observados:O Hino Nacional pode ser tocado ao início de reuniões de importância especial, de caráter cívico. Há, porém, alguns detalhes relevantes que devem ser observados:

53 ATENÇÃO: 1 - Se for apenas tocado, será executada só a primeira parte. Se for cantado, serão executadas as duas partes.1 - Se for apenas tocado, será executada só a primeira parte. Se for cantado, serão executadas as duas partes. 2 - O Hino Nacional deve ser ouvido de pé, em atitude de máximo respeito, em silêncio (se não for cantado), estando os civis do sexo masculino descobertos (sem chapéus ou similares) e os militares em continência.2 - O Hino Nacional deve ser ouvido de pé, em atitude de máximo respeito, em silêncio (se não for cantado), estando os civis do sexo masculino descobertos (sem chapéus ou similares) e os militares em continência.

54 ATENÇÃO 3 - As mãos podem ser mantidas respeitosamente em qualquer posição. Antigamente a mão direita era conservada sobre o coração, mas modernamente isso não é mais prescrito.3 - As mãos podem ser mantidas respeitosamente em qualquer posição. Antigamente a mão direita era conservada sobre o coração, mas modernamente isso não é mais prescrito. 4 - Se houver execução de Hino Estrangeiro, o Hino Nacional será sempre executado depois, como sinal de homenagem e respeito ao outro País (Lei 5700/71, art. 24, § 4o.)4 - Se houver execução de Hino Estrangeiro, o Hino Nacional será sempre executado depois, como sinal de homenagem e respeito ao outro País (Lei 5700/71, art. 24, § 4o.)

55 ATENÇÃO 5 - O Hino Nacional pode ser aplaudido ao final da execução. É homenagem tipicamente brasileira., além do que, não há qualquer vedação legal, ética ou moral. A proibição prevista no art. 30, § Único da Lei Federal 5700/7, não alcança essa hipótese, porquanto se dirige a exageros que possam ser praticados durante o hasteamento da bandeira ou execução do hino.5 - O Hino Nacional pode ser aplaudido ao final da execução. É homenagem tipicamente brasileira., além do que, não há qualquer vedação legal, ética ou moral. A proibição prevista no art. 30, § Único da Lei Federal 5700/7, não alcança essa hipótese, porquanto se dirige a exageros que possam ser praticados durante o hasteamento da bandeira ou execução do hino.

56 DESRESPEITO Não se pense que o respeito exigido aos Símbolos Nacionais é mera questão de retórica ou de educação.Não se pense que o respeito exigido aos Símbolos Nacionais é mera questão de retórica ou de educação. Evidentemente, é uma questão de educação, mas também é previsão legal, de forma que o desrespeito pode acarretar conseqüências jurídicas indesejáveis, até mesmo na esfera criminal.Evidentemente, é uma questão de educação, mas também é previsão legal, de forma que o desrespeito pode acarretar conseqüências jurídicas indesejáveis, até mesmo na esfera criminal. Não vou invadir a área jurídica, com considerações da esfera criminal, que são sempre de alcance pessoal.Não vou invadir a área jurídica, com considerações da esfera criminal, que são sempre de alcance pessoal. Centro-me na responsabilidade que pode ser atribuída ao clube.Centro-me na responsabilidade que pode ser atribuída ao clube.

57 MANIFESTAÇÕES DESRESPEITOSAS 1 - Bandeira em mau estado de conservação1 - Bandeira em mau estado de conservação 2 - Mudar as formas, cores, proporções ou dísticos da bandeira.2 - Mudar as formas, cores, proporções ou dísticos da bandeira. 3 - Inserir outras inscrições não previstas na lei3 - Inserir outras inscrições não previstas na lei 4 - Usar como roupa, revestimento de tribuna, guarnição de mesa etc.4 - Usar como roupa, revestimento de tribuna, guarnição de mesa etc. 5 - Usar como cobertura de placas, bustos e monumentos a inaugurar.5 - Usar como cobertura de placas, bustos e monumentos a inaugurar.

58 CUIDADO As Bandeiras em mau estado devem ser entregues em qualquer unidade militar para incineração, conforme cerimonial próprio, no Dia da Bandeira (Dia 19 de novembro).As Bandeiras em mau estado devem ser entregues em qualquer unidade militar para incineração, conforme cerimonial próprio, no Dia da Bandeira (Dia 19 de novembro). As Bandeiras não podem ser simplesmente descartadas.As Bandeiras não podem ser simplesmente descartadas.

59 OS SÍMBOLOS ROTÁRIOS Os símbolos rotários também não podem ser usados indiscriminadamente.Os símbolos rotários também não podem ser usados indiscriminadamente. Os clubes assumem o dever de zelar por eles, inclusive no que concerne a companheiros que o tratem com desprezo ou desrespeito.Os clubes assumem o dever de zelar por eles, inclusive no que concerne a companheiros que o tratem com desprezo ou desrespeito. O manual de procedimento, que é a aplicação prática dos estatutos e regimento interno de Rotary Internacional, traz a disciplina que se deve obedecer no uso do distintivo rotário.O manual de procedimento, que é a aplicação prática dos estatutos e regimento interno de Rotary Internacional, traz a disciplina que se deve obedecer no uso do distintivo rotário.

60 OS SÍMBOLOS ROTÁRIOS 1 - O distintivo e o símbolo são de uso exclusivo de rotarianos e Rotary Clubs.1 - O distintivo e o símbolo são de uso exclusivo de rotarianos e Rotary Clubs. 2 - É permitido o seu uso em papéis, documentos e cartas de Rotary Clubs e de Rotary International2 - É permitido o seu uso em papéis, documentos e cartas de Rotary Clubs e de Rotary International 3 - Permite-se o seu uso, ainda, em bandeiras oficiais de Rotary, crachás, flâmulas, decorações de convenções, marcos rotários, tabuletas indicativas de estrada, atos oficiais dos clubes e como distintivos de lapela de rotarianos e seus cônjuges3 - Permite-se o seu uso, ainda, em bandeiras oficiais de Rotary, crachás, flâmulas, decorações de convenções, marcos rotários, tabuletas indicativas de estrada, atos oficiais dos clubes e como distintivos de lapela de rotarianos e seus cônjuges 4 - Embora sem autorização expressa, permite-se o uso de adesivos em veículos exclusivamente de rotarianos, e em prêmios, brindes e troféus concedidos pelos clubes4 - Embora sem autorização expressa, permite-se o uso de adesivos em veículos exclusivamente de rotarianos, e em prêmios, brindes e troféus concedidos pelos clubes

61 OS SÍMBOLOS ROTÁRIOS 5 - Não é permitido o uso: em cartas ou cartões comerciais, como meio de identificar mercadorias, ou em atividade comercial.5 - Não é permitido o uso: em cartas ou cartões comerciais, como meio de identificar mercadorias, ou em atividade comercial. 6 - Não é permitido o uso do emblema combinado com outros distintivos ou logotipos de qualquer natureza6 - Não é permitido o uso do emblema combinado com outros distintivos ou logotipos de qualquer natureza 7 - Não é permitido o uso por organizações não integrantes do Rotary International (como clubes desligados ou não admitidos)7 - Não é permitido o uso por organizações não integrantes do Rotary International (como clubes desligados ou não admitidos)

62 A BANDEIRA DE ROTARY Tem forma e cores também disciplinadas.Tem forma e cores também disciplinadas. 1. Devem ter um campo branco, com o emblema oficial (nas cores oficiais) ao centro.1. Devem ter um campo branco, com o emblema oficial (nas cores oficiais) ao centro. 2. Os clubes podem usar as palavras Rotary Club acima da roda denteada, e abaixo dela o nome do clube, mas sempre escritas em letras grandes e na cor azul. Jamais, sobre a roda denteada.2. Os clubes podem usar as palavras Rotary Club acima da roda denteada, e abaixo dela o nome do clube, mas sempre escritas em letras grandes e na cor azul. Jamais, sobre a roda denteada.

63 FLÂMULAS Não há disciplina específica para a elaboração de flâmulas ou crachás, mas recomenda-se o respeito às normas acima e muito comedimento.Não há disciplina específica para a elaboração de flâmulas ou crachás, mas recomenda-se o respeito às normas acima e muito comedimento.

64 CONVITES São expedidos de conformidade com deliberação da secretaria, do presidente e do protocolo.São expedidos de conformidade com deliberação da secretaria, do presidente e do protocolo. A participação do Diretor de Protocolo é fundamental, evitando-se gafes que podem ser imperdoáveis.A participação do Diretor de Protocolo é fundamental, evitando-se gafes que podem ser imperdoáveis.

65 VESTIMENTAS As reuniões, especialmente as festivas, sejam despidas de pompas e exageros de requinte, porque Rotary é um clube de serviço.As reuniões, especialmente as festivas, sejam despidas de pompas e exageros de requinte, porque Rotary é um clube de serviço. Além disso, é nosso dever destruir a idéia de que o Rotary é clube de elite, cujas reuniões são chiques e requintadas, o que dificulta a eleição de novos companheiros.Além disso, é nosso dever destruir a idéia de que o Rotary é clube de elite, cujas reuniões são chiques e requintadas, o que dificulta a eleição de novos companheiros. Elas devem ser elegantes, mas sem exagero.Elas devem ser elegantes, mas sem exagero.

66 ALGUNS CUIDADOS Em nossas comuns reuniões semanais de trabalho, podemos, de quando em quando, esquecer as exigências inelutáveis do protocolo e usar de algum liberdade. Mas, não se vá à indelicadeza de mal colocar um convidado de alta hierarquia, um governador, ou ex-governador, como já vimos, num canto esquecido da Mesa, tendo, em lugar preferencial, figuras inteiramente apagadas.Em nossas comuns reuniões semanais de trabalho, podemos, de quando em quando, esquecer as exigências inelutáveis do protocolo e usar de algum liberdade. Mas, não se vá à indelicadeza de mal colocar um convidado de alta hierarquia, um governador, ou ex-governador, como já vimos, num canto esquecido da Mesa, tendo, em lugar preferencial, figuras inteiramente apagadas.

67 CUIDADOS Isso vale dizer que a liberdade protocolar é pequena e não pode, em hipótese alguma, tolerar deslizes que envolvam terceiras pessoas, que podem até sentir-se ofendidas.Isso vale dizer que a liberdade protocolar é pequena e não pode, em hipótese alguma, tolerar deslizes que envolvam terceiras pessoas, que podem até sentir-se ofendidas. O ajuste das mesas é simples, mas não pode desabar para o descuido e a negligência, porque elegância não é somente regra protocolar... é questão de educação.O ajuste das mesas é simples, mas não pode desabar para o descuido e a negligência, porque elegância não é somente regra protocolar... é questão de educação.

68 ATENÇÃO Procure estimular a Comissão de Companheirismo no sentido de evitar a formação de grupos e de promover a integração dos visitantes e companheiros do clube.Procure estimular a Comissão de Companheirismo no sentido de evitar a formação de grupos e de promover a integração dos visitantes e companheiros do clube. Lembre-se de apresentar as pessoas pelo nome e de indicar a classificação, profissão ou outros dados pessoais que possam dar origem a uma conversa entre as partes.Lembre-se de apresentar as pessoas pelo nome e de indicar a classificação, profissão ou outros dados pessoais que possam dar origem a uma conversa entre as partes. Oriente os companheiros da Comissão de Companheirismo a fazer o mesmo.Oriente os companheiros da Comissão de Companheirismo a fazer o mesmo.

69 ATENÇÃO. Procure acertar sempre, mas se cometer algum erro não se preocupe.Procure acertar sempre, mas se cometer algum erro não se preocupe. As normas protocolares de Rotary nos ensina:As normas protocolares de Rotary nos ensina: Percebido o erro, corrija-o, com naturalidade.Percebido o erro, corrija-o, com naturalidade. O Rotary é, sobretudo, uma grande casa de grandes amigos.O Rotary é, sobretudo, uma grande casa de grandes amigos. E quem poderia atirar a primeira pedra ?.E quem poderia atirar a primeira pedra ?.

70 REUNIÃO FESTIVA As reuniões festivas marcam momentos importantes do clube, porque possibilitam um congraçamento entre os cônjuges dos rotarianos, entre os próprios rotarianos, e mostram aos convidados o funcionamento e objetivos de Rotary.As reuniões festivas marcam momentos importantes do clube, porque possibilitam um congraçamento entre os cônjuges dos rotarianos, entre os próprios rotarianos, e mostram aos convidados o funcionamento e objetivos de Rotary.

71 REUNIÃO FESTIVA ESPECIAL ATENÇÃO DESDE:ESPECIAL ATENÇÃO DESDE: A formação da mesa principal até a organização do local e a recepção de convidados e visitantes.A formação da mesa principal até a organização do local e a recepção de convidados e visitantes. Lembre-se que os cônjuges dos companheiros são convidados e devem receber todas as atenções do clube, assim como todo e qualquer rotariano de outros clubes ou visitantes não rotarianos.Lembre-se que os cônjuges dos companheiros são convidados e devem receber todas as atenções do clube, assim como todo e qualquer rotariano de outros clubes ou visitantes não rotarianos.

72 REUNIÃO FESTIVA Quando chegar alguém que você não conhece, procure indagar, investigar, verificar a lista de presença para identificá-lo para depois apresentá-lo pelo seu nome, indicando dados pessoais, apresentá-lo a outros companheiros, e só os deixar, após a conversa entre os dois já ter iniciado. Jamais, deixe pessoas desconhecidas esquecidas num canto.Quando chegar alguém que você não conhece, procure indagar, investigar, verificar a lista de presença para identificá-lo para depois apresentá-lo pelo seu nome, indicando dados pessoais, apresentá-lo a outros companheiros, e só os deixar, após a conversa entre os dois já ter iniciado. Jamais, deixe pessoas desconhecidas esquecidas num canto.

73 AS ESPOSAS As esposas dos companheiros, evidentemente, adquirem função relevante, porque é delas o dever de recepcionar as mulheres, colocando-as absolutamente à vontade no clube.As esposas dos companheiros, evidentemente, adquirem função relevante, porque é delas o dever de recepcionar as mulheres, colocando-as absolutamente à vontade no clube.

74 REUNIÃO FESTIVA Nas reuniões festivas, as gafes adquirem proporções muito maiores, de forma que se espera especial atenção aos mínimos detalhes, desde a refeição a ser servida até a despedida dos convidados e visitantes.Nas reuniões festivas, as gafes adquirem proporções muito maiores, de forma que se espera especial atenção aos mínimos detalhes, desde a refeição a ser servida até a despedida dos convidados e visitantes. Especial atenção deve ser dada à reunião, pela Comissão de Programas, que não deverá realizar um encontro muito longo.Especial atenção deve ser dada à reunião, pela Comissão de Programas, que não deverá realizar um encontro muito longo.

75 ROTEIRO DE FESTIVA - Inicia com a abertura tradicional e a apresentação protocolar;- Inicia com a abertura tradicional e a apresentação protocolar; - Uma curta mensagem de instrução rotária é sempre desejável;- Uma curta mensagem de instrução rotária é sempre desejável; - É dispensável o expediente da secretaria;- É dispensável o expediente da secretaria; - Se é a festiva, é em razão de algum fato ou acontecimento,- Se é a festiva, é em razão de algum fato ou acontecimento, - Portanto o Orador deverá centrar-se neste fato ou acontecimento. Caso contrário, é até recomendável não produzir palestras, que podem se tornar enfadonhas para os visitantes.- Portanto o Orador deverá centrar-se neste fato ou acontecimento. Caso contrário, é até recomendável não produzir palestras, que podem se tornar enfadonhas para os visitantes. - A Reunião Festiva deve ser light.- A Reunião Festiva deve ser light. - É importante programar atividades de companheirismo;- É importante programar atividades de companheirismo; - Encerramento.- Encerramento.

76 REUNIÃO FESTIVA 1. Evite colocar poucas pessoas em local muito grande.1. Evite colocar poucas pessoas em local muito grande. 2. Evite colocar muitas pessoas em local muito pequeno.2. Evite colocar muitas pessoas em local muito pequeno. 3. Retire todos os objetos dispensáveis antes das reuniões.3. Retire todos os objetos dispensáveis antes das reuniões. 4. Não enfeite demasiadamente a mesa para que a decoração não se transforme em incômodo.4. Não enfeite demasiadamente a mesa para que a decoração não se transforme em incômodo. 5. Cuidado para não acomodar número excessivo de pessoas na mesma mesa, gerando desconforto;5. Cuidado para não acomodar número excessivo de pessoas na mesma mesa, gerando desconforto;

77 VISITA DO GOVERNADOR PROTOCOLARMENTE:PROTOCOLARMENTE: QUEM DEVE FALAR NESTA REUNIÃO? QUEM DEVE FALAR NESTA REUNIÃO? SÓ O PRESIDENTE (OU ALGUÉM POR ELE DESIGNADO) PARA SALDAR O GOVERNADOR.SÓ O PRESIDENTE (OU ALGUÉM POR ELE DESIGNADO) PARA SALDAR O GOVERNADOR. E O GOVERNADOR PARA DAR O SEU RECADOE O GOVERNADOR PARA DAR O SEU RECADO

78 VISITA DO GOVERNADOR A MESA SERÁ ASSIM COMPOSTA:A MESA SERÁ ASSIM COMPOSTA: 1 - O presidente no lugar n° 11 - O presidente no lugar n° O governador no lugar n° O governador no lugar n° Ao lado do governador, a senhora do presidente3 - Ao lado do governador, a senhora do presidente 4 - Ao lado do presidente, a senhora do governador.4 - Ao lado do presidente, a senhora do governador. 5 - A ocupação dos demais lugares obedecerá as regras protocolares normais.5 - A ocupação dos demais lugares obedecerá as regras protocolares normais.

79 VISITA DO GOVERNADOR Evite complicações, deixando de convidar autoridades públicas para esta reunião, que há de ser toda do governador.Evite complicações, deixando de convidar autoridades públicas para esta reunião, que há de ser toda do governador. Qual a razão?Qual a razão? Por exemplo, se estiver presente o Prefeito, ocupará ele o lugar de número um, forçando o deslocamento do Governador para o número três, o Presidente para o número dois, e os demais na ordem protocolar.Por exemplo, se estiver presente o Prefeito, ocupará ele o lugar de número um, forçando o deslocamento do Governador para o número três, o Presidente para o número dois, e os demais na ordem protocolar. Não é desejável, porque a reunião é do governador!Não é desejável, porque a reunião é do governador!

80 VISITA DO GOVERNADOR Caso o Clube convide autoridades, o Protocolo devera: apelar para a tripla presidência, ficando o governador com o lugar n° 3. Sua esposa estaria ao lado da autoridade pública (lado direito), e a esposa desta, ao lado esquerdo do governador. A esposa do presidente viria logo a seguir.Caso o Clube convide autoridades, o Protocolo devera: apelar para a tripla presidência, ficando o governador com o lugar n° 3. Sua esposa estaria ao lado da autoridade pública (lado direito), e a esposa desta, ao lado esquerdo do governador. A esposa do presidente viria logo a seguir.

81 TRIPLA PRESIDENCIA Desaconselha-se a tripla presidência, e também a dupla, a não ser em casos excepcionais. Estas devem ser evitadas, quando possível.Desaconselha-se a tripla presidência, e também a dupla, a não ser em casos excepcionais. Estas devem ser evitadas, quando possível. Dupla ou Tripla presidência são maneiras de dizer. Só há uma presidência, a que o protocolo determinar.Dupla ou Tripla presidência são maneiras de dizer. Só há uma presidência, a que o protocolo determinar. Lembrar: sempre que o Presidente da República comparecer a uma cerimônia, (O QUE É RARO)Lembrar: sempre que o Presidente da República comparecer a uma cerimônia, (O QUE É RARO) o protocolo será determinado pelo Planalto, e é todo especial. o protocolo será determinado pelo Planalto, e é todo especial.

82 LUGAR DO SECRETÁRIO O SECRETÁRIO NÃO É OCUPANTE PERMANENTE DO LUGAR Nº TRÊS, E PODE SER DESLOCADO PARA QUALQUER OUTRO LUGAR, ACOMODANDO-SE ADEQUADAMENTE AQUELES QUE MERECEM LUGAR DE DESTAQUE SOB O PRISMA PROTOCOLAR.O SECRETÁRIO NÃO É OCUPANTE PERMANENTE DO LUGAR Nº TRÊS, E PODE SER DESLOCADO PARA QUALQUER OUTRO LUGAR, ACOMODANDO-SE ADEQUADAMENTE AQUELES QUE MERECEM LUGAR DE DESTAQUE SOB O PRISMA PROTOCOLAR.

83 MANDAR REPRESENTANTE É importante lembrar que: em jantares ou almoços não se manda representante.É importante lembrar que: em jantares ou almoços não se manda representante. Ou o convidado vai ao jantar ou almoço, ou não vai, porque o convite é sempre pessoal.Ou o convidado vai ao jantar ou almoço, ou não vai, porque o convite é sempre pessoal. Se o convidado mandar um representante, este não deve ocupar lugar na mesa da presidência, exceto se representar o homenageado da ocasião.Se o convidado mandar um representante, este não deve ocupar lugar na mesa da presidência, exceto se representar o homenageado da ocasião. Não deve haver constrangimento nessa conduta.Não deve haver constrangimento nessa conduta. Se você convida um amigo para jantar, é a presença dele que você deseja, e não de um representante.Se você convida um amigo para jantar, é a presença dele que você deseja, e não de um representante.

84 FINALIZANDO COMO SE VÊ:COMO SE VÊ: O DIRETOR DE PROTOCOLO É O OBREIRO ANÔNIMO E DISCRETO, QUE DÁ À REUNIÃO O AR DE ELEGÂNCIA E ORGANIZAÇÃO NECESSÁRIOS PARA O ENCONTRO ROTÁRIO.O DIRETOR DE PROTOCOLO É O OBREIRO ANÔNIMO E DISCRETO, QUE DÁ À REUNIÃO O AR DE ELEGÂNCIA E ORGANIZAÇÃO NECESSÁRIOS PARA O ENCONTRO ROTÁRIO.

85 FINALIZANDO QUERIDOS COMPANHEIROS DIRETORES DE PROTOCOLO.QUERIDOS COMPANHEIROS DIRETORES DE PROTOCOLO. O QUE PODEMOS DESEJAR A VOCÊS O QUE PODEMOS DESEJAR A VOCÊS É TÃO SOMENTE SUCESSO. É TÃO SOMENTE SUCESSO. POIS O FUTURO DO ROTARYPOIS O FUTURO DO ROTARY ESTÁ EM SUAS MÃOS. ESTÁ EM SUAS MÃOS.


Carregar ppt "DIRETOR DE PROTOCOLO ANTONIO MARCOS MARRONI R.C. de CÂNDIDO MOTA DISTRITO 4510 tttt mmmm aaaa rrrr rrrr oooo nnnn iiii 7777 yyyy aaaa hhhh oooo oooo...."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google