A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Sistemas de Informação Trabalho de Conclusão de Curso

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Sistemas de Informação Trabalho de Conclusão de Curso"— Transcrição da apresentação:

1 Sistemas de Informação Trabalho de Conclusão de Curso
Aplicação web para otimização de gates de terminal REDEX Alexandre dos Santos Botta Danilo Gomes Aguirre de Oliveira

2 Contextualização Operação de REDEX Atividades: Recepção de carga solta
R Recinto E Especial D Despacho Aduaneiro EX Exportação. Atividades: Recepção de carga solta Conferência Movimentação Armazenagem Retirada de contêiner vazio Estufagem Armazenamento do contêiner cheio Entrega no operador portuário para embarque Fala1 – slide 1 Um Terminal de REDEX é um recinto não alfandegado, em zona secundária, destinado a operação de cargas de exportação. Essa operação abrange o recebimento de carga solta, movimentação, armazenagem, retirada de contêineres vazios, estufagem, armazenamento do contêiner cheio, préstacking e entrega no costado do navio.

3 Problema Processo de recepção de carga solta Coleta de informações
Um único ator é o responsável Filas no gate de entrada Impacto na operação Fala 1 – slide2 - Danilo Foi identificado um problema na recepção de cargas, um gargalo na operação Essa etapa consiste em recepcionar a carga solta coletando e armazenando toda informação referente ao veículo, motorista e carga transportada. Esta atividade é realizada por um único ator responsável(operadores do gate), neste caso o operador de gate, presente no próprio gate de entrada do terminal Fala2 – slide2 - Alexandre Essa etapa demanda tempo e impacta em toda operação, tornando o processo lento e custoso para o terminal, cliente e transportadora. Para o terminal esse problema causa filas no gate para recepção da carga, para o cliente a demora nessa fase pode-se causar perda financeira tendo sua carga parada e exposta a riscos como avarias e furtos, a transportadora tem seus veículos e motoristas parados em filas causando perda financeira

4 Problematização Como diminuir o tempo de coleta das informações dos documentos exigidos? Como facilitar o armazenamento das informações? Como diminuir o impacto nos parceiros envolvidos no processo? Como reduzir as filas nos gates? Fala 1 – slide4 - Alexandre Tendo em vista o problema apresentado, questiona-se: 4

5 Objetivo geral O objetivo geral deste trabalho é elaborar um projeto de uma ferramenta cujo propósito é otimizar o processo de recepção de carga solta em gates de terminais REDEX Fala 1 – slide5 - Danilo Para tanto, o objetivo é reduzir o tempo de espera no gate, garantir a integridade dos dados informados.e eliminar o cadastro desses dados no momento da entrada no terminal tornando essa etapa uma simples conferência. 5

6 Objetivos específicos
Desenvolver o protótipo de uma aplicação web Agilizar o processo de recepção Possibilitar interação dos atores do processo Estudar a operação em terminais de REDEX Estudar padrões de Engenharia de Software Fala 1 – slide6 - Alexandre Desenvolver uma aplicação web para otimizar a recepção de cargas soltas no gate do terminal. Fala2 – slide6 - Alexandre Tornar o processo de recepção de carga solta mais ágil e seguro para o terminal portuário. Fala3 – slide6 - Danilo Cliente e/ou transportadora interagindo com o processo através do sistema. Fala4 – slide6 - Danilo Estudar a operação de recepção de carga em terminais de REDEX. Fala5 – slide6 - Danilo Estudar padrões de engenharia de software para o projeto e desenvolvimento do sistema. 6

7 Relevância Crescimento das exportações
Solução simples para um problema real e crescente Obter ganhos sobre o processo atual Fala 1 – slide7 - Alexandre Com o crescimento das exportações, o volume de recebimento de cargas nos terminais de REDEX vem aumentando consideravelmente e gerando filas, atrasos e conseqüentemente prejuízos. Fala2 – slide7 - Danilo A revisão e adoção de novas alternativas para o processo de recebimento de carga solta é uma solução simples para um problema real e crescente Fala3 – slide7 - Danilo O desenvolvimento de um sistema que agilize e torne mais segura a recepção de cargas soltas é fundamental para se obter ganhos sobre o processo atual. 7

8 Metodologia Adotar o modelo de processo de natureza evolutiva, Iterativo e Incremental, subdividido em 5 fases: 1.Revisão bibliográfica 2.Especificação de Requisitos Fala1 – slide8 - Alexandre Devido à grande complexidade do negócio, será adotado um modelo de processo de natureza evolutiva que é o Iterativo e Incremental, subdividido em 5 fases. Fala2 - – slide8 - Alexandre Esta fase será dedicada para pesquisar sistemas semelhantes do Mercado, comparativo com outros portos no mundo, soluções governamentais para integração dos portos. 8

9 Metodologia 3.Projeto Lógico do Sistema
3.1.Modelagem do processo atual e proposto 3.2.Modelagem da arquitetura 3.3.Modelagem de Domínio e MER 4.Implementação 5.Testes Fala 1 – slide9 - Danilo - Modelagem do Processo Atual e Proposto Serão utilizados diagramas de atividades para analisar e ilustrar o funcionamento do processo - Modelagem da Arquitetura Para definir a arquitetura do sistema serão utilizados diagramas de componentes, nesta fase serão definidas as camadas - Modelagem de Domínio e MER Na ultima fase de modelagem do sistema serão adotados a priori o modelo de domínio (diagrama de classes) Fala2 – slide9 - Danilo O projeto será desenvolvido com tecnologia Java em plataforma Java EE (Sun, 2007). Os seguintes frameworks serão utilizados: JSF (JSF, 2007), RichFaces (RichFaces, 2007), EJB 3 (EJB, 2007). Servidor de aplicação Jboss Application Server (Jboss, 2007) e como banco de dados será utilizado Oracle. A IDE a ser utilizada será o Eclipse 3.3 Europa (Eclipse 3.3, 2007). Fala3 – slide9 - Danilo Testes 9

10 Revisão Bibliográfica
Aplicação de Tecnologia da Informação na otimização dos portos “Num mercado competitivo como o comércio exterior, onde as margens de lucro na cadeia logística são cada vez menores, a redução de custos operacionais passou a ser questão de ordem para garantir a sobrevivência.” (SIQUEIRA, 2006) Fala1 – slide10 - Alexandre Buscando obter mais lucro, os terminais portuários tentam seguir a tendência mundial e utilizam da tecnologia da informação para ter um diferencial nos seus processos. Fala2 - – slide10 - Alexandre Reportagem da revista Portos e Navios, 2006 Por isso, o uso da tecnologia da informação torna-se fundamental na gestão e otimização das operações portuárias. 10

11 Revisão Bibliográfica
Siscarga LOGIX Pré-Gate “Ao adotarmos essa tecnologia, garantimos maior rapidez e segurança no atendimento que antes era feito no portão”, explica Marcelo Marder, gerente comercial do TCP. (LANZARINI, 2007) Fala1 – slide11 - Alexandre O Ministério dos Transportes em parceria com o SERPRO (Serviço Federal de Processamento de Dados) realizaram um estudo amplo no setor e recentemente implantou o Siscomex Carga ou Siscarga (Sistema eletrônico de controle fiscal de cargas marítimas), cujo objetivo é reduzir o tramite burocrático e possibilitar que os participantes do processo (Armadores, Importadores e Agentes de carga) interajam com o sistema. Fala2 – slide11 - Danilo A Logocenter desenvolveu um sistema chamado LOGIX que abriga softwares de gerenciamento de todas as etapas de um terminal portuário, porém ainda só existe a solução para o ramo de importação, as operações de REDEX não estão contempladas no sistema. (LOGOCENTER, 2008) Fala3 – slide11 - Alexandre Um Exemplo da aplicação de T.I. para a otimização da operação é o sistema chamado de Pré-Gate adotado pelo TCP (Terminal de Contêineres de Paranaguá), onde um funcionário munido de um coletor de dados vai fazer o atendimento na área anterior ao portão de entrada do terminal portuário. Com os dados da carga e transportadora previamente cadastrados, basta inserir o número da placa do caminhão para ter acesso ao cadastro e realizar a conferência dos dados. Com esse aparelho e o novo sistema, a falta de cadastro ou os possíveis erros nas informações recebidas do exportador poderão ser corrigidos com maior agilidade. 11

12 Revisão Bibliográfica
Pesquisa de campo Terminais Tecondi/Termares (Armazém IV) Rodrimar (Armazém III) Demais processos da atividade de REDEX Pontos de melhoria Integração Fala1 – slide12 - Alexandre Através das visitas realizadas em terminais portuários da região foi possível observar o processo de recepção de carga e identificar todas as atividades e recursos envolvidos. Além de aproveitar a oportunidade para observar os demais processos que compõem à atividade de REDEX com objetivo de mapear os limites do sistema e seus possíveis pontos de melhoria e de integração com outros sistemas. 12

13 Revisão Bibliográfica
Tal estudo demonstra que o processo atual é passível de otimização. Fala 1 – slide 13 - Alexandre Tal estudo demonstra que o processo atual é passível de otimização. Para melhor representação foram elaborados diagramas de atividades que descrevem o cenário atual (Figura 3) e o proposto (Figura 4). 13

14 Conclusão A importância do desenvolvimento portuário
TI para inovação e melhorias Fala1 – slide14 – Alexandre O desenvolvimento portuário tem sido utilizado como importante elemento estratégico para o crescimento econômico em várias partes do mundo. Fala2 – slide14 – Danilo A tecnologia da informação é um dos principais recursos para inovação e melhoria dos ambientes portuários, o desenvolvimento de projetos abrangentes e complexos requer participação ativa das diversas entidades envolvidas no contexto da operação. 14

15 Trabalhos Futuros Possibilidade de estudos futuros Demais aspectos
Integração Projeto visto como um produto Fala1 – slide14 - Alexandre 15

16 Referências Bibliograficas
(Apache JMeter, 2007) Apache JMeter. (Core J2EE Patterns, 2003) ALUR, Deepak; MALKS, Dan; CRUPI, John. Core J2EE Patterns, Best Practices and Design Strategies. 2. ed. USA: Prentice Hall / Sun Microsystems Press, 2003. (EA, 2007) Enterprise Architect. (Eclipse 3.3, 2007) Eclipse Europa 3.3. (EJB, 2007) Enterprise Java Beans. (Jboss, 2007) Jboss Application Server versão GA. (JSF, 2007) Java Server Faces. (JUnit.org, 2006) Resources for Test Driven Development. (PAULO WERNECK, 2007) Fiscal aduaneiro, Mestre em Administração Pública, pela Fundação Getúlio Vargas (EBAPE/RJ). (RichFaces, 2007) JBoss RichFaces. (Sun, 2007) Java Platform, Enterprise Edition 5.

17 Referências Bibliograficas
(LANZARINI, 2007) Pré-Gate – Sistema agiliza operação no TCP. Revista: Portos e Navios Edição 557 – página 35 - Autora: Juliana Lanzarini (GAMMA, 2002) GAMMA, Erich Et Al. Design Patterns: elements of reusable object – oriented software. Boston: Addison Wesley, 2002. (FOWLER, 2005) FOWLER, Martin. UML essencial: um breve guia para a linguagem padrão de modelagem de objetos. Porto Alegre: Bookman, 2005, 3º Ed. (DATAMAR, 2008) Companhia focalizada na provisão da melhor informação de comércio internacional marítimo para os países da costa do leste da América do Sul. Autor: DATAMAR (ANTAQ, 2002) AGÊNCIA NACIONAL DE TRANSPORTES AQUAVIÁRIOS (BUSHMANN, 1996) BUSHMANN, Frank. Pattern: oriented software arquiteture: a system of patterns. New York: John Wiley & Sons, 1996. (LOGOCENTER, 2008) Sistema LOGIX para gerenciamento de terminais - Autor: LOGOCENTER - (MENDES, 2005) Portos Interligados - Revista: Portos e Navios. Edição 535 – página 08. Autor: Daniel Mendes (SIQUEIRA, 2006) Portos do Futuro - Revista Portos e Navios. Edição 547 – página 42. Autor: Tatiane Siqueira


Carregar ppt "Sistemas de Informação Trabalho de Conclusão de Curso"

Apresentações semelhantes


Anúncios Google