A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Ricardo Tadeu Corrêa RK - Consultoria em Segurança.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Ricardo Tadeu Corrêa RK - Consultoria em Segurança."— Transcrição da apresentação:

1

2 Ricardo Tadeu Corrêa RK - Consultoria em Segurança

3 Apresentação Gestor em Segurança Empresarial Privada Coordenador dos Cursos Formação e Extensivos de Segurança Privada – Ideal Centro de Formação – CGCSP/DPF/MJ Autor do Livro MANUAL SEGURANÇA PRIVADA - DPF Instrutor de Vigilância, Planejamento e Tiro pela DELESP/DPF/MJ Vice-Presidente da ABCFAV Membro Comissão de Cursos – SESVESP Membro Comissão de Cursos – FENAVIST Autor do Livro Teoria Esférica de Proteção Autor do Livro Segurança em Condomínios

4 OBJETIVO Estimular nos participantes a reflexão, conscientização e motivação pelo tema Segurança e adotar uma postura preventiva/ofensiva, visando aumentar a sobrevida no caos urbano em que vivemos

5 SUMÁRIO Contexto atual Definições Conceitos Teoria Esférica de Proteção Maiores Problemas Reagir x Não reagir Seqüestro relâmpago Perfil do Sequestrador

6 SUMÁRIO Mudança de Atitude Deslocamentos Na rua a pé Motorizado Operações Bancárias Furto e Estelionato Residência Dicas Criminosos violentos

7 DEFINIÇÕES Segurança – É uma sensação na qual as instituições ou pessoas através de seus investimentos ou conduta se sente LIVRE DE RISCOS, ou seja; elas empregam recursos humanos, equipamentos, normas técnicas e principalmente procedimentos a fim de MINIMIZAR OS RISCOS Violência – Constrangimento físico ou moral, exercido sobre uma pessoa para obrigá-la a submeter-se a vontade de outrem; uso da força. Roubo – Subtração de bens através de violência física ou ameaça (violência mental)

8 CONCEITOS Prevenção – antecipar-se aos fatos Dissuasão – Fazer mudar de opinião, tirar de um propósito Ostensividade – Evidente, visível, claro

9 CONTEXTO ATUAL Marginais mais numerosos e menos escrupulosos Mudança nos Valores Causas (desemprego, desigualdade social, facilidade) Passamos a reconhecer a Indústria do Crime. Empresa rentável e organizada. Vai piorar Migração do Crime e principalmente a análise risco Crianças e Adolescentes usados e valorizando o meio usuários ex:

10 O pior é o que eles levam ou o que eles deixam? Pense nisso?

11 Teoria Esférica de Proteção E E N F R O M A Ç Ã OI B B A A R R R R I I R R A A S S P P R R O O T T E E Ç Ç Ã Ã O O P P E E S S S S O O A A L L E E U U

12 E E N F R O M A Ç Ã OI B B A A R R R R I I R R A A S S P P R R O O T T E E Ç Ç Ã Ã O O P P E E S S S S O O A A L L E E U U

13 MAIORES PROBLEMAS Falta de visão e informação Conscientização Incredulidade (para que planejar) Falta de Ação Corremos diariamente o risco de sermos assaltados. É melhor estarmos preparados para essa eventualidade do que sermos pegos de surpresa

14 REAGIR x NÃO REAGIR O assaltante em geral não tem a intenção de matar e sim de roubar. Imprevisibilidade Condicionamento Mental Prepare os seus familiares e funcionários

15 GERAIS Perfil do Seqüestro Relâmpago Objetivo - Eventualidade Diferença entre Seqüestro Relâmpago + Extorsão Mediante Seqüestro

16 SEQUESTRO RELÂMPAGO Dicas Evite a rotina. Sempre que possível mude seus caminhos e horários habituais. Evite ostentar riqueza, especialmente por meio de seu veículo; Suspeite de telefonemas desconhecidos ou pesquisas solicitando informações sobre moradores ou hábitos da casa. Instrua crianças e funcionários a não comentarem nada (rotina, hábitos etc);

17 SEQUESTRO RELÂMPAGO DICAS No deslocamento você deve planejar, procure memorizar postos policiais e de apoio no caminho. Em caso de perseguição, se dirija a um; Evite parar em locais pouco movimentados e mal iluminados; Observe se não está sendo seguido e se não há veículos estranhos parados em sua rua, com pessoas desconhecidas;

18 SEQUESTRO RELÂMPAGO DICAS À noite (a qualquer hora do dia), ao se aproximar do farol, reduza a velocidade, para dar tempo do sinal ficar verde sem ter que parar seu veículo; Ao descer do veículo ou entrar nele, verifique se não está sendo observada. As vítimas costumam ser atacadas no momento do embarque ou desembarque (atenção para abrir/fechar portão, colocar o cinto etc);

19 SEQUESTRO RELÂMPAGO DICAS Evite levar na carteira vários cartões de banco, talões de cheque (fique com folhas avulsas) e senhas eletrônicas anotadas. Leve consigo pequenas quantias em dinheiro e tenha sempre dinheiro trocado que possa ser entregue ao ladrão; Não ande com adesivos de faculdade, condomínio, academias... colados no carro esses sinais que identificam o estilo de vida podem torná-la um alvo atraente;

20 SEQUESTRO RELÂMPAGO DICAS Procure manter alguém da família avisado sobre seus horários, caminhos e tempo estimado de chegada; Não anote telefone residencial no verso de cheques, especialmente em postos de gasolina. No caso de assalto, as informações pessoais podem ser usadas para ameaças; anote sempre o telefone comercial;

21 SEQUESTRO RELÂMPAGO Como agir se você for vítima: Se for rendida, mantenha a calma e siga as instruções dos seqüestradores; Não reaja; Mantenha as mãos no volante e tente comunicar-se, indicando claramente o que vai fazer. Por exemplo, se for tirar o cinto, avise: "Vou tirar o cinto com esta mão, posso?";

22 SEQUESTRO RELÂMPAGO Como agir se você for vítima: Jamais ameace um seqüestrador; Não tente fugir; Não se curve totalmente aos seqüestradores, ou seja, não demonstre tanto medo, a ponto de eles acharem que você é muito frágil. Mas também não os subestime e não dê uma de super homem. Fique calma e tente ter jogo de cintura e ter em mente que o seqüestro vai durar algumas horas, mas que eles só querem o dinheiro na maioria absoluta dos casos. MUDANÇA DE ATITUDES > DEVEMOS REVER!

23 MUDANÇA DE ATITUDE Direcione sua percepção Identifique erros no comportamento Os tempos mudaram não seja tão educado Constrangimento alheio Treinamento de Autodefesa

24 NA RUA Caçador e não caça Procure abrigo Planeje o itinerário Não converse com estranhos Se surpreendido entregue os bens Controle total pode levar a um crime mais violento

25 MOTORIZADO Na hora de estacionar Estacionamento particular Identifique suspeitos Retornando ao veículo

26 MOTORIZADO Jamais namore ou converse no veículo Trave sempre as portas Vidros fechados Bolsas e pertences no chão ou porta- mala

27 NO SEMÁFORO Aproxime-se devagar e atento Evite ser o primeiro Mantenha distância (rota fuga) Cuidado com pedintes (marcação) A noite pare longe ou não pare

28 OPERAÇÕES BANCÁRIAS Evite andar com muitos cartões 24 hs e de crédito; Armadilhas no caixa eletrônico; Saidinha de banco Efetue buscas ao seu redor atrás de suspeitos Ao se sentir ameaçado procure auxílio. Iniba com segurança a ação dos bandidos

29 FURTOS E ESTELIONATO Precauções com bolsas, bolsos e dinheiro Bloqueie imediatamente cheques e cartões Comunique imediatamente a Polícia (BO) O que eles fazem com seus documentos. Informe os orgãos de proteção ao crédito Evite levar todo o talão

30 RESIDÊNCIA Prevenção diária e pró-ativa Chegada e saída (a pé e motorizado) Campo de visão desobstruído Iluminação Se detectar suspeito não pare (190) Horários 7 às 9 hs e 18 às 20 hs Cautela com prestadores de serviços não solicitados

31 RESIDÊNCIA Cuidados com as informações pessoais e profissionais a empregados e conhecidos Não deixe objetos a mostra Trabalhe as barreiras físicas Não esqueça: Ruas com pouco movimento, mal iluminadas e muito obstruídas tem a preferência.

32 O MEDO É O LIMITE DO SER HUMANO

33 CRIMINOSOS VIOLENTOS Pense rapidamente na fuga Se tentarem lhe levar da cena 1, resista. Quanto mais tempo, mais controle Considere a hipótese de reação A passividade não lhe garante incolumidade física

34 DICAS Não acredite em dispositivos de autodefesa que são rápidos e fáceis Não faça movimentos bruscos Encurte o tempo do roubo Não tente correr se tiver uma arma apontada Na iminência de morte REAJA

35 DICAS Transmita calma (auto controle) Sempre há um comparsa Durante o roubo não tente salvar patrimônio Após o roubo não desespere, procure a polícia com o máximo de informações Você pode estar na vitrine sem perceber Evite ostentação Seja reservado (sem perder o convívio social)

36 CONCLUSÃO UMA GERAÇÃO CONSTROI UMA ESTRADA POR ONDE A OUTRA TRAFEGA UMA GERAÇÃO CONSTROI UMA ESTRADA POR ONDE A OUTRA TRAFEGA Obrigado!! – Fone:


Carregar ppt "Ricardo Tadeu Corrêa RK - Consultoria em Segurança."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google