A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Normas e os procedimentos que regem o processo de formatura de alunos concluintes de curso de graduação da Universidade Potiguar.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Normas e os procedimentos que regem o processo de formatura de alunos concluintes de curso de graduação da Universidade Potiguar."— Transcrição da apresentação:

1 Normas e os procedimentos que regem o processo de formatura de alunos concluintes de curso de graduação da Universidade Potiguar

2 Somente será considerado habilitado à concessão do grau e aos demais atos do processo de formatura, o aluno concluinte, regularmente matriculado, que tiver integralizado toda a programação curricular do curso, incluindo a carga horária exigida de Atividades Complementares e cumprido as exigências do Ministério da Educação relativas à participação no Exame Nacional de Desempenho dos Estudantes – ENADE, se for o caso.

3 OS ATOS EXTRA-OFICIAIS Os atos extra-oficiais ou oficiosos que integram o processo de formatura, de iniciativa particular dos alunos concluintes, são: Missa, Culto Evangélico ou qualquer outro evento de caráter religioso; Festa Social ou Eventos similares. A organização e a realização dos atos extra-oficiais ou oficiosos são da responsabilidade dos alunos concluintes de cada curso

4 OS ATOS OFICIAIS Os atos oficiais são a aula da saudade, a aposição da placa e a solenidade de outorga de grau. A programação, a realização e a condução dos atos oficiais são da responsabilidade exclusiva da Reitoria, com o apoio da Coordenação do Curso, no que couber. qualquer alteração na programação, na realização e na condução dos atos oficiais deve ser prévia e expressamente autorizada pelo Reitor. Quando a turma concluinte solicita colar grau em data e local diferente da programação oficial da instituição, assumirá a responsabilidade por toda a logística para realização do evento. Locação e montagem da estrutura, iluminação, tendas, segurança, telões, decoração, sonorização, bandeiras, mestre de cerimônias e recepcionistas e o que for necessário para a realização dos atos oficiais são de responsabilidade da instituição quando a solenidade for realizada de acordo com a programação oficial da UnP, caso contrário a Turma Concluinte arca com essa responsabilidade.

5 Presidida pelo Coordenador do Curso, é o ato oficial que consiste no último encontro entre os concluintes e os seus professores em sala de aula ou em outro recinto da Universidade, na condição formal de aluno e professor, significando despedida das atividades acadêmicas. Consiste de: 1.mensagem de abertura pelo Coordenador do Curso ou seu representante; 2.mensagem do aluno concluinte previamente escolhido pela turma para ser o orador da aula da saudade; 3.aula–mensagem proferida por professor convidado pela turma; 4.encerramento pelo Coordenador do Curso ou seu representante. A aula da saudade é realizada em recinto da Universidade, em local previamente acordado entre o Coordenador do Curso e os concluintes, em data compatível com o calendário da Universidade. A AULA DA SAUDADE

6 APOSIÇÃO DE PLACA A aposição de placa alusiva à turma concluinte na Galeria da Universidade é o ato oficial que se constitui no registro público e permanente da passagem da turma concluinte nesta Instituição, ao lado de seus dirigentes e homenageados.

7 APOSIÇÃO DE PLACA A placa, que deve ser confeccionada com a dimensão de até 60cm de altura por 80cm de largura, incluindo-se a moldura, se for o caso, e o seu projeto deve ser previamente aprovado pelo Coordenador do Curso. O local de afixação da placa será determinado pela Universidade. O tecido para cobrir a placa será fornecido pelo Setor de Eventos da UnP. Além dos registros da livre escolha dos próprios concluintes, deverão constar da placa os seguintes dados de caracterização institucional: - Nome da Universidade, (a logomarca será disponibilizada pelo Marketing) - Nome do Curso - Turma Concluinte: ano/semestre de conclusão do curso - Nome da Reitora - Nome da Pró-Reitora Acadêmica - Nome do Diretor da Escola - Nome do Coordenador do Curso. A não observância destas condições desautorizará a afixação da placa em recinto da Universidade.

8 COLAÇÃO DE GRAU A solenidade de outorga de grau constitui ato oficial, formal e solene da Universidade, regimentalmente presidido pela Reitora ou por seu representante legal, especialmente designado, com a presença de dirigentes, autoridades, professores, homenageados, padrinhos, familiares e convidados dos concluintes. A escolha e locação do local da solenidade, decoração, som, limpeza e o que for necessário para a realização do evento são de responsabilidade da Universidade, cabendo aos concluintes apenas a locação de beca, capelo e serviço fotográfico e/ou de filmagem. Uma equipe de cerimonial da UnP recepcionará os concluintes e seus convidados, bem como as autoridades especialmente convidadas pela Universidade. Sendo responsável, também, pela formação do cortejo de entrada dos concluintes, organizado através de fichas que serão entregues no momento da assinatura da Ata da solenidade. A solenidade de Concessão do Grau inicia sempre às 20 horas.

9 ORIENTAÇÕES PARA OS FORMANDOS: Solicitação da Outorga de Grau Requerer, no Auto-Atendimento, sua colação de grau e diploma. Nesse momento, deve revisar minuciosamente todos os seus dados cadastrais visando à correta emissão do diploma e histórico escolar. Acompanhar junto à Coordenação do Curso sua inclusão na lista oficial de concluintes, após comprovada situação de regularidade acadêmica e referente ao ENADE, com vistas ao recebimento do grau; O concluinte deve regularizar sua situação junto à Biblioteca e ao Setor Financeiro até 03 (três) dias úteis antes da solenidade de concessão de grau. O concluinte deverá comparecer na Central de Atendimento da Unidade Roberto Freire, no dia útil que antecede à Formatura, no horário das 09 às 21 horas, para assinar o Diploma.

10 HOMENAGEADOS Patrono: significa o cargo máximo na hierarquia das homenagens. Não discursa. O Patrono será alguém de repercussão local, regional, estadual ou nacional e que de preferência tenha alguma relação com o curso ou com a Instituição. Paraninfo: é o padrinho, a quem compete proferir o discurso dirigido aos formandos. O Paraninfo de turma, em geral é um professor, ou profissional da área, que mantém prestígio incondicional junto à turma. Nome da turma: Cada curso deverá ter um Nome de Turma. Homenagem Póstuma: fazer a devida referência (in memoriam). Homenagens Diversas (afetiva, de gratidão, especial): professores ou colaboradores merecedores de destaque e agradecimento. Não discursam.

11 PROCEDIMENTOS PARA OS DISCURSOS : Os discursos proferidos nas sessões solenes, de no máximo 5 minutos cada, são restritos a três: a) do ORADOR oficial das turmas concluintes; b) do PARANINFO representante dos demais; c) da REITORA ou seu representante. A escolha do orador e do paraninfo que irão discursar na solenidade será coordenada pelo Diretor da Escola.

12 DISCURSOS O bom discurso deve ser curto, sucinto, sereno e objetivo. Cada orador, na solenidade de formatura, deverá respeitar o limite de 5 (cinco) minutos de duração para seu discurso. O tempo máximo de duração de cada mensagem deve ser antecipadamente comunicado pela Comissão de Formatura, como norma institucional, ao orador e ao homenageado como paraninfo. Enfim, uma boa regra para quando falar em público: fale com clareza, para ser entendido e fale pouco, para ser aplaudido."

13 JURAMENTO O juramento solene corresponde ao ato de compromisso do formando em relação à profissão que vai futuramente exercer. O Mestre de Cerimônias convida o Juramentista para ir até a tribuna e proferir o juramento em nome da turma. Este dirige-se à tribuna e, com o braço direito estendido e mão espalmada, lê o juramento pausadamente, enquanto os demais formandos, em pé, também com o braço direito estendido e mão espalmada, REPETEM a leitura do juramento. O juramento pode ser geral, para todos os cursos da solenidade, ou realizado por curso quando houver juramento regulamentado pelo Conselho Profissional.

14 REQUERIMENTO DE GRAU O requerimento de concessão de grau será dirigido formalmente ao Presidente da Solenidade, por um representante das Turmas Concluintes. A função protocolar de requerimento de grau será exercida por um único representante de todos os concluintes.

15 CONVITE Cabe à Comissão de Formatura encaminhar convite para o Reitor, para o Coordenador do Curso, para o Conselho Profissional e para os seus homenageados. Compete à Universidade enviar convite específico para autoridades e presidência de conselhos profissionais, a fim de participarem da solenidade e da composição da mesa de honra.

16 DO TRAJE DA COLAÇÃO DE GRAU Os formandos devem usar beca na cor preta, jabeaux branco, faixa na cintura na cor do curso ou da área do conhecimento do curso e capelo (chapéu). O capelo é colocado na cabeça após a concessão do grau, pelo Reitor. Deve ser posicionado com o pingente logo acima do ombro esquerdo. A faixa é colocada sobre a beca, na altura da cintura, sendo fixada com alfinetes de segurança, e suas pontas devem recair sobre a perna esquerda. Recomenda-se, por oportuno, que por baixo da beca as mulheres usem saia ou calça comprida preta, sapato ou sandália preta, e os homens usem camisa ou camiseta, calça comprida preta, sapato preto e meia social preta, dando preferência a roupas leves e confortáveis. Para as autoridades participantes da mesa dirigente da solenidade, que não sejam membros acadêmicos da Universidade, sugere-se o uso de terno em cor escura para os homens e traje social para as mulheres.

17 OBRIGATORIEDADE DA COLAÇÃO DE GRAU A colação de grau não será dispensada em hipótese alguma. Na impossibilidade de comparecimento à solenidade oficial de colação de grau, por motivo justificado, o concluinte poderá, posteriormente, requerer a colação de grau em separado, em ato a ser realizado nas datas previstas no Calendário aprovado pela Reitoria e divulgado junto às Centrais de Atendimento do Aluno e Coordenadorias de Curso. Para participar da colação de grau em separado é preciso requerer no Auto- Atendimento. Deferido o pedido, a concessão do grau será conferida em data e local definidos pela Reitoria.


Carregar ppt "Normas e os procedimentos que regem o processo de formatura de alunos concluintes de curso de graduação da Universidade Potiguar."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google