A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

PRIMEIRO MODULO : A SOCIOLOGIA PRE-CIENTIFICA FACULDADE DE DIREITO – PUC-CAMPINAS SOCIOLOGIA GERAL PROFESSOR ARNALDO LEMOS FILHO SEGUNDO MODULO : O SURGIMENTO.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "PRIMEIRO MODULO : A SOCIOLOGIA PRE-CIENTIFICA FACULDADE DE DIREITO – PUC-CAMPINAS SOCIOLOGIA GERAL PROFESSOR ARNALDO LEMOS FILHO SEGUNDO MODULO : O SURGIMENTO."— Transcrição da apresentação:

1 PRIMEIRO MODULO : A SOCIOLOGIA PRE-CIENTIFICA FACULDADE DE DIREITO – PUC-CAMPINAS SOCIOLOGIA GERAL PROFESSOR ARNALDO LEMOS FILHO SEGUNDO MODULO : O SURGIMENTO DA SOCIOLOGIA COMO CIÊNCIA

2 Primeira Parte – É constituída de cinco proposições que apresentam afirmações separadas pela palavra PORQUE. Responda A)Se as duas afirmações são verdadeiras e a segunda é causa da primeira B)Se as duas afirmações são verdadeiras sem relação de causalidade C) Se as duas afirmações são falsas D) Se a primeira é verdadeira e a segunda é falsa E) Se a primeira é falsa e a segunda verdadeira

3 1. As primeiras representações sobre a realidade, denominadas míticas, projetavam modelos antropomórficos e divinizados das relações humanas sobre os fenômenos naturais PORQUE foram a primeira forma de ciência da humanidade em razão de sua natureza reflexiva. D 2. O modelo filosófico grego, embora tenha sido um avanço em termos de sistematização racional em face do antigo paradigma mítico, direcionou o raciocínio para campos insuscetíveis de verificação empírica, o que tornava as conclusões desprovidas de utilidade prática para o conhecimento PORQUE a escravidão criou condições para o aparecimento de pessoas ricas e liberadas do trabalho produtivo que podiam dedicar-se, dar-se ao luxo à cultura letrada A Primeira Prova Primeira parte

4 3. Os séculos XVI, XVII e XVIII constituíram um período de transição da progressiva substituição da representação positiva da vida social para uma concepção finalista e normativa da sociedade PORQUE a Revolução Cientifica trouxe um novo tipo de conhecimento preocupado não o que deve ser a sociedade mas o que ela é realmente. E 4. Para o Positivismo, os fenômenos sociais se caracterizam pela existência de conflitos do mesmo modo que estes existem nos fenômenos da natureza PORQUE o cientista social deve estudar a sociedade com o mesmo espírito objetivo e neutro que o físico estuda o fenômeno físico. E 5. Segundo Augusto Comte, a evolução das sociedades se faz através do progresso econômico PORQUE este critério possibilita a convivência na sociedade das mentalidades teológica, filosófica e cientifica. C

5 1. O modelo filosófico grego, embora tenha sido um avanço em termos de sistematização racional em face do antigo paradigma, direcionou o raciocínio para campos insuscetíveis de verificação empírica, o que tornava as conclusões desprovidas de utilidade prática para o conhecimento PORQUE a escravidão criou condições para o aparecimento de pessoas ricas e liberadas do trabalho produtivo que podiam dedicar-se, dar-se ao luxo à cultura letrada. A Segunda Prova Primeira parte

6 2. Os séculos XVI, XVII e XVIII constituíram um período de transição da progressiva substituição da representação positiva da vida social para uma concepção finalista e normativa da sociedade PORQUE a Revolução Cientifica trouxe um novo tipo de conhecimento preocupado não o que deve ser a sociedade mas o que ela é realmente. E 3. A tese do cientificismo definiu a superioridade cultural europeia, afirmando a crença no poder absoluto da ciência PORQUE serviu como justificativa ideológica aos propostos políticos e econômicos das potencias europeias em fase de expansão neocolonialista sobre os continentes africano e asiático. B

7 4. Segundo Augusto Comte, a evolução das sociedades se faz através do progresso econômico PORQUE este critério possibilita a convivência na sociedade das mentalidades teológica, filosófica e cientifica.. C 5. Para que os resultados das ciências humanas sejam considerados científicos devem utilizar os mesmos procedimentos metodológicos das ciências naturais PORQUE o método cientifico deve ser o mesmo para o estudo dos fenômenos da natureza e os fenômenos sociais. C

8 Terceira Prova Primeira Parte Na Idade Media, o conhecimento continua distanciada da técnica e da experimentação, as elites (nobreza e clero) levavam vida aristocrática, valorizavam o ócio, desprezavam as atividades práticas PORQUE a preocupação fundamental era a salvação da alma. A Os séculos XVI, XVII e XVIII constituíram um período de transição da progressiva substituição da representação positiva da vida social para uma concepção finalista e normativa da sociedade PORQUE a Revolução Cientifica trouxe um novo tipo de conhecimento preocupado não o que deve ser a sociedade mas o que ela é realmente E

9 A Revolução Científica, com inicio na Idade Moderna, chegou ao seu ponto máximo, no século XVI, PORQUE foi nesta época que se desenvolveu o positivismo do qual decorre o cientificismo C Saint-Simon dizia que, como as revoluções do século XVIII trouxeram desordens e crises, seria preciso que a sociedade voltasse à Idade Media para restaurar a ordem social PORQUE segundo ele, na Idade Media havia ordem, mantida por uma elite: os sacerdotes criavam asnormas sociais, os senhores feudais impunham as normas e caberia aos servos obedecer as normas. E

10 5. Para Comte, a sociedade industrial não é vista como uma sociedade burguesa e capitalista, PORQUE com o progresso dos conhecimentos, no século XIX, a humanidade deixa a mentalidade teológica e filosófica e só aceita aquilo que pode ser provado. B

11 Primeira Prova Segunda Parte – constituída de duas proposições que podem ser verdadeiras ou falsas. Responda se é verdadeira ou falsa e justifique sua resposta. 1, Em razão de sua forte carga valorativa, simbólica, psíquica e social não é possível nas ciências humanas utilizar a mesma linguagem cientifica das ciências naturais que se pautam pelo rigor e exatidão. Daí se conclui que os resultados das ciências humanas não são científicos, mas opiniões particulares dos cientistas. A primeira parte é verdadeira, pois os fenômenos humanos são fenômenos repletos de valores e significados. Não é possível utilizar a mesma linguagem cientifica das ciências naturais. Não é um objeto delimitável, isolável, quantificável e verificável., mas algo vivo, complexo, histórico e dinâmico. A segunda parte é falsa, pois os resultados das ciências humanas são científicos, pois o cientista utiliza métodos científicos, embora diferentes do métodos das ciências naturais.

12 2, O positivismo de Augusto Comte teve uma influência muito grande no Brasil no nascimento do Império, pois os jovens brasileiros iam estudar em Paris. Esta influência diminuiu com a chegada da Republica A afirmação é falsa. A influência do positivismo se deu no final do Império. No inicio do Império, o positivismo na França estava no seu inicio.. Sua influência não diminuiu com a Republica. Pelo contrario, aumentou com o poder nas mãos dos militares.

13 Segunda Prova 1.Para o Positivismo, os fenômenos sociais se caracterizam pela existência de conflitos do mesmo modo que estes existem nos fenômenos da natureza. Daí se conclui que o cientista social deve estudar a sociedade com o mesmo espírito objetivo e neutro que o físico estuda o fenômeno físico. A primeira afirmação é falsa. Os fenômenos da natureza se caracterizam pela existência de uma ordem natural e não de conflitos. Para o Positivismoas leis que regulam a sociedade são semelhantes as leis da natureza. E existe uma ordem natural. A segunda afirmação é verdadeira., pois o que caracteriza o Positivismo é aplicação no estudo dos fenômenos sociais do mesmo método utilizado pelas ciências naturais. Segunda parte

14 2. O emprego sistemático da razão, como consequência de sua autonomia diante da fé, possibilitou a formulação de uma nova atitude intelectual: o racionalismo. As principais contribuições foram: 1.O abandono do enfoque religioso ou ético e a procura de uma abordagem mais realista da política. 2. A apresentação de um novo método de conhecimento, baseado na experimentação que tomava o lugar do conhecimento teológico.3. A necessidade de um novo poder absoluto que mantivesse os homens em sociedade e impedisse que eles se destruíssem mutuamente. 4. A afirmação de que para conhecer a verdade é preciso colocar todos os conhecimentos em duvida. Estas contribuições correspondem aos seguintes pensadores: Bacon, Descartes. Maquiavel e Hobbes; Há um erro na ordem das contribuições. A primeira contribuição é de Maquiavel, a segunda de Francis Bacon, a terceira de Thomas Hobbes e a ultima de René Descartes.

15 Terceira Prova Segunda parte 1. Podemos dizer que as primeiras representações sobre a realidade são denominadas míticas porque as sociedades da pré- história projetavam modelos antropomórficos e divinizados das relações humanas sobre os fenômenos naturais. Podemos denominar estas representações míticas como a primeira forma de ciência da humanidade, em razão de sua natureza reflexiva.. Justifique ou não a questão. A primeira parte da proposição é verdadeira pois os mitos eram projeções antropomórficas e divinizadas das relações dos homens com a natureza. Para os homens os deuses tinham as mesmas reações humanas< ficavam irados e se vingavam dos homens. A segunda parte é falsa. Os mitos não podem ser considerados ciências pois são de natureza pre-reflexiva.

16 Segundo Florestan Fernandes, nos séculos XVI, XVII e XVIII, os fatores, de ordem cultural, responsáveis pela lenta, mas progressiva substituição da concepção normativa e especulativa por uma representação positiva da vida social foram: 1. Rompimento com a formação social da Idade Média, com a apresentação de um novo quadro social. 2. Rompimento com o poder dos senhores feudal, criando um poder central bem como conflito com a Igreja Católica. 3. Abertura para uma nova realidade diferente do mundo europeu, com novos modos de pensar e de organização social. 4. Formação de grandes potências nacionais e desenvolvimento do mercantilismo. 5. Quebra da unidade católica do Ocidente. Estes itens correspondem respectivamente a: Formação do Estado Nacional, Reforma Protestante, Ascensão da Burguesia, Descoberta do Novo Mundo, Revolução Comercial. A correspondência certa é: 1. Ascensão da burguesia 2. Formação do Estado Nacional 3.Descoberta do novo mundo. 4. Revolução comercial 5. Reforma protestante

17 Terceira Parte Primeira Prova Analisar as transformações ocorridas a partir do século XVI. Analisar a sociologia como a ciência da crise, fruto das revoluções do século XVIII. Que revoluções foram essas e quais suas influencias no surgimento da sociologia. Segunda Prova A lei dos três estados é um lei elaborada por Comte, segundo a qual a humanidade, ao querer explicar o mundo, no progresso dos seus conhecimentos, passa por três estados. Explicar os estados. Quais as provas que Comte dá para a sua lei. Analise critica da lei. Terceira Prova Analisar o texto, principalmente o conceito de verdade. A verdade cientifica não é dogma, mas paradigma. Exemplo do geocentrismo e heliocentrismo. Diferenciar ciências humanas de ciências naturais. Dificuldades metodológicas das ciências humanas.


Carregar ppt "PRIMEIRO MODULO : A SOCIOLOGIA PRE-CIENTIFICA FACULDADE DE DIREITO – PUC-CAMPINAS SOCIOLOGIA GERAL PROFESSOR ARNALDO LEMOS FILHO SEGUNDO MODULO : O SURGIMENTO."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google