A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Decifrar o escrito. Compreender e interpretar textos de diferentes gêneros que circulam nas práticas sociais. APRENDER A LER EM UM CONTEXTO DE LETRAMENTO.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Decifrar o escrito. Compreender e interpretar textos de diferentes gêneros que circulam nas práticas sociais. APRENDER A LER EM UM CONTEXTO DE LETRAMENTO."— Transcrição da apresentação:

1 Decifrar o escrito. Compreender e interpretar textos de diferentes gêneros que circulam nas práticas sociais. APRENDER A LER EM UM CONTEXTO DE LETRAMENTO

2 APRENDER ESCREVER EM UM CONTEXTO DE LETRAMENTO Grafar o escrito, aprendendo a usar os instrumentos com que se escreve. Dominar as relações letra / som. Produzir textos de diferentes gêneros que circulam nas práticas sociais.

3 O QUE OS ALUNOS PRECISAM SABER Compreender as diferenças entre a escrita e as outras formas básicas. Reconhecer e nomear as letras do alfabeto. Escrever seu próprio nome e usá-lo como referência para escrever outras palavras, construindo a relação letra/som. Conhecer as letras no alfabeto maiúsculo (para ler e escrever) Localizar palavras em textos conhecidos Explicitar oralmente quantas sílabas tem uma palavra

4 O QUE OS ALUNOS PRECISAM SABER As crianças ao entrar no mundo da escrita precisam compreender tanto como a escrita representa a fala (alfabetização), como os usos sociais que se faz da linguagem escrita (letramento); Nas práticas sociais, textos bem escritos, em geral, são frutos de sucessivas versões: atividades de produção escrita precisam estar associadas a atividades de revisão e de refacção;

5 QUANTO AOS ASPECTOS NOTACIONAIS A intervenção mais interessante é aquela que, identificando, o que a criança já sabe e o que precisa aprender, permite a formação de duplas produtivas. A produção escrita em duplas cria situações didáticas interessantes para que a criança mobilize seus saberes não conscientes para torná-los explícitos com o intuito de convencer o parceiro.

6 O QUE OS ALUNOS PRECISAM SABER

7 MEU ALUNO ESCREVE ASSIM:

8 UDIA UCOVO AXO UM PEDASO DE QUEJO OLOPRASIMA E VIU UM PASARO MUTO BUNITO E FALOASIS QIPASAROBUNITO E RE ESPONDE U O PASARO CÓRO E SAIU UPE DASO DE QUEJO EARAPOSA PEGO OQUEJO RAPIDO E RAPOSA OLACENO VOCE TE VOIS MASNÃO TESABEDORIA

9 Diagnóstico dos padrões da escrita: 1. Apresenta muitas dificuldades para representar sílabas cuja estrutura seja diferente de CV. OLOPRASIMA, MUTO, OLACENO, 2. Apresenta erros por interferência da fala na escrita em final de palavras. AXO, QUEJO, FALOASIS, PEGO, UPE DASO, 3. Apresenta erros por interferência da fala na escrita no radical. BUNITO, VOIS 4. Troca as letras c/ç, c/qu, r/rr, s/ss, g/gu, m/n. PEDASO, PASARO, FALOASIS, QIPASAROBUNITO 5. Troca as letras c/ç/s/ss/x, s/z, x/ch, g/j. AXO, OLOPRASIMA 6. Realiza trocas su/so 7. Revela muitos problemas na representação da nasalização FALOASIS, OLACENO, TE, MASÑAO, TESABEDORIA

10 Diagnóstico dos padrões da escrita: 8. Escreve com problemas de segmentação. UDIA, UCOVO, OLOPRASIMA, FALOASIS, QIPASAROBUNITO, RE ESPONDE U, EARAPOSA, UPE DASO, OQUEJO, OLACENO, MASÑAO, TESABEDORIA 9. Não segmenta o texto em frases usando letras maiúsculas e ponto (final, interrogação, exclamação). Não. 10. Não domina as regras básicas de concordância nominal e verbal da língua padrão. Não há como analisar. 11. Não emprega a vírgula no interior das frases. Não. 12. Não segmenta o texto em parágrafos. Não. 13. Não dispõe o texto o escrito na página (margens, parágrafos, títulos, cabeçalhos) de acordo com as convenções. Não.

11 Ampliação dos recursos expressivos da linguagem escrita Foco na edição do texto Escrever bem! Observemos como é possível editar o texto de Washington, mantendo-nos o mais próximo possível ao que ele pretendia dizer, usando apenas quatro operações de edição: Acréscimos; Substituição; Eliminação; Inversão.

12 Um dia um corvo achou um pedaço de queijo. [...] E olhou para cima e viu um pássaro muito bonito e falou assim: Que pássaro bonito! E respondeu o pássaro: Córo! E saiu o pedaço de queijo e a raposa pegou o queijo rápido e raposa [...]: Olha você não... Você tem voz mas não tem sabedoria Acréscimo Eliminação / Substituição Eliminação Eliminação/ Substituição / Inversão / Acréscimo Eliminação Ampliação dos recursos expressivos da linguagem escrita Foco na edição do texto Escrever bem!


Carregar ppt "Decifrar o escrito. Compreender e interpretar textos de diferentes gêneros que circulam nas práticas sociais. APRENDER A LER EM UM CONTEXTO DE LETRAMENTO."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google