A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Regionalizações do Brasil

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Regionalizações do Brasil"— Transcrição da apresentação:

1 Regionalizações do Brasil
REUTERS/LATINSTOCK Capítulo 2 Regionalizações do Brasil

2 Brasil divisão política atual
Segundo o sistema de organização político-administrativa o Brasil é hoje uma República Federativa do tipo Presidencialista Brasão da Republica República presidencialista : Significa que o poder político máximo é exercido por um presidente escolhido através de eleição direta e democrática (voto opcional entre 16 e 18 anos e obrigatório para cidadãos entre 18 e 65 anos ) com tempo de mandato de quatro anos com direito a uma reeleição . O Brasil é uma Federação ou um Estado composto de 26 estados e 1 Distrito Federal onde está localizada a atual cidade capital Brasília Brasil divisão política atual

3 Algumas curiosidades :
Os estados brasileiros são bastante heterogêneos quanto a forma, tamanho e denominação. São fruto de momentos históricos diferentes, interesses econômicos , ocupação , disputas territoriais ou atos políticos deliberados # Os estados do Norte e Centro-Oeste são, no geral, os de maior dimensão explicado talvez, pelo fato de terem sido os últimos a serem efetivamente ocupados Algumas curiosidades : O estado do Amazonas ganha o nome da floresta que abriga e que foi denominada segundo a lenda das amazonas, mulheres guerreiras , Conta-se que o Ceará tem este nome porque os primeiros navegadores que lá chegaram avistando a grande quantidades de dunas, acharam seu litoral parecido com o Saara O Piauí tem litoral muito estreito , porque ao contrário dos demais estados foi colonizado do interior para o litoral # O Nordeste é a área mais fracionada ( 9 unidades) e guarda ,de certa forma, o padrão de divisão espacial das capitanias hereditárias

4 Outras formas de organização política /Poder Máximo D.Pedro II
Durante o Brasil colônia # Capitanias hereditárias 1534/ Donatários Brasil independente : # Monarquia 1822/ Imperador # República 1889 /Presidente # Governo Geral 1549/ Governador Geral # Vice Reino 1763/ Vice-Rei # Reino Unido 1816/ Imperador Proclamação da República

5 A regionalização do território brasileiro
A regionalização tem vários objetivos: Conhecer com detalhes as partes de um todo (o mundo, um país, um estado, um município). Perceber as semelhanças e diferenças entre as regiões. Facilitar o levantamento de dados sobre aspectos populacionais, econômicos, sociais etc. Auxiliar no planejamento das políticas de governo (nacional, estadual ou municipal) ou de órgãos internacionais, como a ONU, para solucionar problemas existentes.

6 IBGE Para alcançar seus objetivos era preciso considerar as diferenças existentes entre as diversas áreas do país Por isso foi necessário dividir o país em regiões

7 PRIMEIRAS DIVISÕES REGIONAIS
As duas primeiras divisões regionais do país foram elaboradas segundo o critério de região natural (segundo os aspectos naturais – clima, relevo ou vegetação)

8 DIVISÃO DE 1945

9 REGIÕES HOMOGÊNEAS Em 1969, elaborou um mapa adotando o critério de regiões homogêneas (critério mais abrangente, vai além dos aspectos naturais, envolvendo elementos sociais e econômicos) Criação da região Sudeste A região Leste desaparece

10 ALGUMAS MUDANÇAS 1942 – criação do território de Fernando de Noronha
1943 – criação dos territórios de Guaporé, Rio Branco, Amapá (Norte), de Ponta Porã (Centro-Oeste) e de Iguaçu (Sul) 1946 – extinção dos territórios de Ponta Porã e Iguaçu

11 ALGUMAS MUDANÇAS 1956 – o território de Guaporé passa a denominar-se território federal de Rondônia (em homenagem ao marechal Cândido Rondon) 1960 – criação do Distrito Federal em Goiás, transferindo a capital do Rio de Janeiro para Brasília 1962 – o território do Acre passa a estado e altera-se a denominação do território do Rio Branco para território de Roraima

12 ALGUMAS MUDANÇAS 1974 – fusão dos estados da Guanabara e do Rio de Janeiro, com a capital na cidade do Rio de Janeiro 1977 – criação do estado do Mato Grosso do Sul 1981 – o território de Rondônia passa a estado da Federação 1988 – criação do estado de Tocantins, os territórios de Amapá e Roraima passam a estados e é extinto o território de Fernando de Noronha, que, em 1989, torna-se distrito do estado de Pernambuco

13 As macrorregiões do Brasil
Brasil: divisão político-administrativa e grandes regiões (1940) Professor: a escalas indicadas se referem aos mapas impressos no módulo. No Brasil, a regionalização mais conhecida é a que foi proposta pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Ela usa a divisa entre os estados para delimitar cada região. Brasil: divisão político-administrativa e grandes regiões (1970)

14 As macrorregiões do Brasil
Professor: a escala indicada se refere ao mapa impresso no módulo. Brasil: divisão político-administrativa e grandes regiões (1990)

15 O IBGE e a Divisão Regional Brasileira
O IBGE( Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística ) foi criado em 1938 por Getúlio Vargas com o objetivo de conhecer o território brasileiro e os dados estatísticos da população brasileira. Ele também é o órgão responsável pela divisão regional oficial do país 1969 As duas primeiras divisões regionais foram feitas em 1941 e 1945 tendo como base o critério de regiões naturais A divisão em vigor é a de 1969 com algumas alterações aprovadas na constituição de A atual divisão está baseada no conceito de região homogênea ( conjunto de elementos naturais, sociais e econômicos ) 1945

16 Atual Divisão Regional Brasileira
Norte Atual Divisão Regional Brasileira 5 Macro- regiões homogêneas 1988 Nordeste Sudeste Centro-oeste Sul Sudeste

17 Brasil: PIB por grandes regiões (2005)

18 Os complexos regionais
Em 1967, o geógrafo Pedro Pinchas Geiger regionalizou o território brasileiro em três complexos ou Macrorregiões geoeconômicas: a Amazônia, o Nordeste e o Centro-Sul. Professor: a escala indicada se refere ao mapa impresso no módulo. Brasil: macrorregiões geoeconômicas

19 Os complexos regionais
Centro-Sul: região de maior importância econômica e política. Concentra a maioria da população, da riqueza e da produção industrial e agropecuária. Apesar disso, há desigualdades sociais, mais evidentes nas grandes cidades. Nordeste: a maioria da população vive em condições precárias, mesmo com melhorias econômicas apresentadas nos últimos anos. Amazônia: distingue-se pela presença da floresta amazônica e pela ocupação recente do território, que possui baixíssima densidade populacional. O avanço da agropecuária é o principal responsável pelo desmatamento na região. Professor: em 2001, o geógrafo Milton Santos propôs uma nova regionalização para o país. O critério utilizado foi a infraestrutura que sustenta redes de informação, mercadorias, capitais e pessoas. Isso porque, para ele, o ingresso do Brasil na Terceira Revolução Industrial exige considerar esses fatores, responsáveis por inserir as realidades locais no contexto global. Ele considerou quatro regiões: uma região formada pelo Sudeste e pelo Sul, caracterizada pela densidade de fluxos de mercadorias, capitais e pessoas. Seu núcleo é São Paulo. o Nordeste, que possui infraestruturas e redes de informações descontínuas, um espaço com grandes problemas sociais. o Centro-Oeste, cuja agropecuária moderna impulsionou economicamente a ocupação e integração do espaço geográfico. É uma região com grande dependência do Sul e Sudeste. a Amazônia, pouco habitada, que passa por transformações econômicas em decorrência de investimentos em polos agropecuários e minerais.

20 Complexos Regionais do Brasil

21 Essa visão da organização do espaço geográfico brasileiro resume as principais características naturais e humanas dos complexos regionais: a Amazônia, o Centro-Sul e o Nordeste. Porém, estas registram, em seu interior profundas desigualdades naturais, sociais e econômicas. As regiões apresentam diferenças entre si bem como variedade interna de paisagens geográficas.

22 Os complexos regionais não respeitam os limites entre os Estados, por exemplo:
O Norte de Minas Gerais encontra-se no Nordeste, enquanto o restante do território mineiro encontra-se no Centro-Sul. O Leste do Maranhão encontra-se no Nordeste, enquanto o Oeste encontra-se na Amazônia. O Sul do Tocantins e do Mato Grosso encontram-se no Centro-Sul, mas a maior parte desses estados pertence ao complexo da Amazônia.

23

24 Amazônia A Amazônia é o espaço de povoamento recente, em estágio inicial. A área está coberta por floresta Amazônica, com clima equatorial quente e úmido, o que dificulta o povoamento.

25 Os movimentos migratórios partem do Centro-Sul e do Nordeste, sendo hoje uma região que recebe uma grande parte da população migrante do Brasil. Áreas significativas da Amazônia já foram ocupadas, especialmente aquelas situadas na parte oriental da região ou nas margens dos rios.

26 Paisagens Amazônicas

27 Centro-Sul É o complexo regional mais importante, englobando o centro econômico do Brasil. Concentra mais de 60% da população, o principal parque industrial, a mais moderna produção agropecuária, a maior produção de energia, as maiores redes ferroviária e rodoviária, as principais universidades e centros de pesquisa científica de ponta.

28

29 Nordeste É em uma região economicamente problemática, com forte excedente populacional. As migrações de nordestinos para outras regiões demonstram essa situação de pobreza.

30 O Nordeste abriga imensos recursos econômicos e humanos
O Nordeste abriga imensos recursos econômicos e humanos. As transformações introduzidas nas zonas irrigadas do Vale do São Francisco e a criação de zonas industriais na área litorânea comprovam a possibilidade de desenvolvimento.


Carregar ppt "Regionalizações do Brasil"

Apresentações semelhantes


Anúncios Google