A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Secretaria de Planejamento e Desenvolvimento Energético - SPE Secretaria de Planejamento e Desenvolvimento Energético Ministério de Minas e Energia Altino.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Secretaria de Planejamento e Desenvolvimento Energético - SPE Secretaria de Planejamento e Desenvolvimento Energético Ministério de Minas e Energia Altino."— Transcrição da apresentação:

1 Secretaria de Planejamento e Desenvolvimento Energético - SPE Secretaria de Planejamento e Desenvolvimento Energético Ministério de Minas e Energia Altino Ventura Filho Secretário de Planejamento e Desenvolvimento Energético WORSHOP BELO MONTE PARA JORNALISTAS (COORDENAÇÃO SECOM) O EMPREENDIMENTO DE BELO MONTE E O PLANEJAMENTO E A EXPANSÃO DO SISTEMA ELÉTRICO BRASILEIRO Brasília, 17/05/2011 MINISTÉRIO DE MINAS E ENERGIA

2 Secretaria de Planejamento e Desenvolvimento Energético - SPE Secretaria de Planejamento e Desenvolvimento Energético Ministério de Minas e Energia O EMPREENDIMENTO DE BELO MONTE E O PLANEJAMENTO E A EXPANSÃO DO SISTEMA ELÉTRICO BRASILEIRO O BRASIL NO CENÁRIO ENERGÉTICO MUNDIAL PERSPECTIVAS DO PLANEJAMENTO ENERGÉTICO NACIONAL O Plano Decenal de Expansão de Energia 2010/2019 : Principais Resultados e Desafios A USINA HIDROELÉTRICA DE BELO MONTE Principais Aspectos Técnicos, Econômico-Financeiros e Ambientais Licenciamento Ambiental Monitoramento do Sistema Elétrico UHE Belo Monte AGENDA

3 Secretaria de Planejamento e Desenvolvimento Energético - SPE Secretaria de Planejamento e Desenvolvimento Energético Ministério de Minas e Energia Fonte: IEA e BEN MATRIZ DE OFERTA DE ENERGIA MUNDO x BRASIL (%) % Mundo - 2008 Brasil - 2010 %

4 Secretaria de Planejamento e Desenvolvimento Energético - SPE Secretaria de Planejamento e Desenvolvimento Energético Ministério de Minas e Energia Fonte: IEA e BEN MATRIZ DE OFERTA DE ELETRICIDADE MUNDO x BRASIL (%) % Mundo - 2008 Brasil - 2010 %

5 Secretaria de Planejamento e Desenvolvimento Energético - SPE Secretaria de Planejamento e Desenvolvimento Energético Ministério de Minas e Energia COMPETITIVIDADE ENTRE AS FONTES PRIMÁRIAS PARA PRODUÇÃO DE ENERGIA ELÉTRICA NO PLANEJAMENTO

6 Secretaria de Planejamento e Desenvolvimento Energético - SPE Secretaria de Planejamento e Desenvolvimento Energético Ministério de Minas e Energia Fonte: IEA (2004) 0 50100150200250300350400 NUCLEAR EÓLICA BIOMASSA HIDRELETRICIDADE SOLAR PV GÁS NATURAL PETRÓLEO CARVÃO LINHITO * Considerando emissões em todo ciclo de vida, desde a fabricação dos equipamentos EMISSÕES DE GASES DO EFEITO ESTUFA [gramas de carbono equivalente / kWh] (*)

7 Secretaria de Planejamento e Desenvolvimento Energético - SPE Secretaria de Planejamento e Desenvolvimento Energético Ministério de Minas e Energia PLANEJAMENTO DA EXPANSÃO DO SETOR DE ENERGIA DO BRASIL 1)Planejamento de Longo Prazo (até 30 anos) Visão Estratégica – Diretrizes e Políticas Energéticas Plano Nacional de Energia 2030 e Matriz Energética Nacional 2030 2)Planejamento de Curto Prazo (até 10 anos) Visão de Programação de Obras Plano Decenal de Expansão de Energia (último horizonte 2019)

8 Secretaria de Planejamento e Desenvolvimento Energético - SPE Secretaria de Planejamento e Desenvolvimento Energético Ministério de Minas e Energia PLANO DECENAL DE EXPANSÃO DE ENERGIA 2010/2019 (PDE 2019) Principais Resultados e Desafios

9 Secretaria de Planejamento e Desenvolvimento Energético - SPE Secretaria de Planejamento e Desenvolvimento Energético Ministério de Minas e Energia BRASIL - CENÁRIO DEMOGRÁFICO E ECONÔMICO PDE 2019 2009 2019

10 Secretaria de Planejamento e Desenvolvimento Energético - SPE Secretaria de Planejamento e Desenvolvimento Energético Ministério de Minas e Energia 5,1% ao ano Ano Consumo per Capita (kWh/hab.) 2009 2.231 2019 3.441 Evolução da Capacidade Instalada 7.100 MW por ano no horizonte decenal (incluindo a autoprodução) BRASIL - OFERTA INTERNA DE ENERGIA ELÉTRICA (%) PDE 2019

11 Secretaria de Planejamento e Desenvolvimento Energético - SPE Secretaria de Planejamento e Desenvolvimento Energético Ministério de Minas e Energia BRASIL - OFERTA INTERNA DE ENERGIA ELÉTRICA PDE 2019

12 Secretaria de Planejamento e Desenvolvimento Energético - SPE Secretaria de Planejamento e Desenvolvimento Energético Ministério de Minas e Energia Incremento de 71.300 MW no Decênio 2009/2019 (7.130 MW/ano) Fonte MW % Hidro 40.100 56,2 Biomassa10.40014,6 Óleo 6.800 9,5 Eólica 5.400 7,6 Gás Natural 3.900 5,5 Carvão Mineral 1.700 2,4 Gás Industrial 1.600 2,2 Nuclear 1.400 2,0 Total 71.300100,0 PDE 2019 ANO 2009 2019 MW 106.600 (78.700 hidro-74%) 177.900 (118.700 hidro-67%) BRASIL - CAPACIDADE INSTALADA (inclusive autoprodução) PDE 2019

13 Secretaria de Planejamento e Desenvolvimento Energético - SPE Secretaria de Planejamento e Desenvolvimento Energético Ministério de Minas e Energia Inventário do Rio Xingu - Década de 1970 Primeira Data Prevista no Planejamento da ELETROBRAS (Plano 2000, elaborado na década de 1980) – Ano de 1999 Retomada do Planejamento no Novo Modelo em 2005 Data Prevista no PDEE 2015, Elaborado em 2005 – Ano de 2013 Data Prevista no PDE 2019, Elaborado em 2010 – Ano de 2015 USINA HIDROELÉTRICA DE BELO MONTE HISTÓRICO

14 Secretaria de Planejamento e Desenvolvimento Energético - SPE Secretaria de Planejamento e Desenvolvimento Energético Ministério de Minas e Energia BRASIL - HIDROELETRICIDADE / USINAS NA AMAZÔNIA Bacia do Madeira (6.450 MW) : Jirau (3.300 MW) e Santo Antônio (3.150 MW) - suprimento 2012/2014 Bacia do Xingu (11.233 MW) : Belo Monte (11. 233 MW) - suprimento 2015/2017 Bacia do Tapajós (26.494 MW) : Baixo Tapajós: sete usinas (complexo São Luiz), totalizando 14.245 MW – suprimento 2017/2020; Alto Tapajós : Teles Pires (cinco usinas, 3.644 MW) e Juruena (treze usinas, 8.605 MW), totalizando 12.249 MW - suprimento 2015/2018. 14 PDE 2019

15 Secretaria de Planejamento e Desenvolvimento Energético - SPE Secretaria de Planejamento e Desenvolvimento Energético Ministério de Minas e Energia BRASIL - EXPANSÃO DO SISTEMA ENERGÉTICO Principais Resultados Energia Elétrica A capacidade instalada no Brasil evolui do valor atual de cerca 110 GW (70% hidro) para 180 GW (67% hidro), em 2019; neste ano, gás natural 10%, biomassa 9%, óleo combustível/diesel 7%, eólica 3%, nuclear 2% e carvão mineral 2%. Petróleo e Gás Natural Produção nacional de petróleo, em 2019, de cerca de 5,1 milhões bbl/dia (10% de crescimento anual), com excedentes de 2,2 milhões de bbl/dia para exportação; Produção potencial de gás natural nacional, em 2019, de cerca de 230 milhões m 3 /dia (14% de crescimento anual), com excedentes de 40 milhões de m 3 /dia para exportação. Biocombustível Etanol – produção de 64 milhões m 3, em 2019, com excedente para exportação de 10 milhões de m 3 (produção de 26,1 milhões de m 3, em 2009). Biodiesel – produção de 4,2 milhões de m 3, em 2019, mantendo o percentual de 5% de mistura com o diesel fóssil (produção de 1,6 milhões de m 3, em 2009). PDE 2019

16 Secretaria de Planejamento e Desenvolvimento Energético - SPE Secretaria de Planejamento e Desenvolvimento Energético Ministério de Minas e Energia DESAFIOS DA EXPANSÃO DO SISTEMA ENERGÉTICO NOS PRÓXIMOS 10 ANOS Expansão de 71.000 MW (incluindo auto-produção) no horizonte decenal 2009/2019 (média anual de 7.100 MW) Elevação da atual produção nacional de petróleo de 2 milhões de bbl/dia para cerca de 5 milhões bbl/dia Elevação da atual produção nacional de gás natural de 60 milhões de m 3 /dia para cerca de 230 milhões de m 3 /dia Expandir a produção de biocombustíveis (etanol e biodiesel) à taxa de 10% ao ano (*) Representa cerca de 2,2% do PIB e 10,1% da FBCF, ambos acumulados no período PDE 2019

17 Secretaria de Planejamento e Desenvolvimento Energético - SPE Secretaria de Planejamento e Desenvolvimento Energético Ministério de Minas e Energia A USINA HIDROELÉTRICA DE BELO MONTE Principais Aspectos Técnicos, Econômico-financeiros e Ambientais

18 Secretaria de Planejamento e Desenvolvimento Energético - SPE Secretaria de Planejamento e Desenvolvimento Energético Ministério de Minas e Energia Capacidade Instalada – 11.233,1 MW Garantia Física – 4.571 MWmédios (fator de capacidade de 41%); vazão média de 8.000 m 3 /s, queda de cerca de 90 m Usina a Fio D´água - não altera a hidrologia do rio Xingu devido a operação do reservatório com nível constante; vazões mínimas serão mantidas na volta grande do Xingu Área Inundada - 516 km 2, dos quais 228 km 2 corresponde ao leito natural do rio, representando 0,04 km 2 /MW, 12 vezes inferior à média nacional de 0,49 km 2 /MW, como resultado da revisão do projeto da usina Conexão da Usina – Na linha de transmissão Tucuruí/Manaus (dois circuitos de 500 kV para o Nordeste e dois circuitos de 500 kV para Manaus, já existentes quando do início da operação de Belo Monte) USINA HIDROELÉTRICA DE BELO MONTE DADOS TÉCNICOS

19 Secretaria de Planejamento e Desenvolvimento Energético - SPE Secretaria de Planejamento e Desenvolvimento Energético Ministério de Minas e Energia Rio Barragem Nível Mínimo Nível Máximo Lago Usina com Reservatório de Regularização Rio Barragem Lago Nível Mínimo Lago Nível Máximo Canal de Fuga

20 Secretaria de Planejamento e Desenvolvimento Energético - SPE Secretaria de Planejamento e Desenvolvimento Energético Ministério de Minas e Energia Barragem Rio Nível de Montante Lago Usina Fio Dagua Rio Barragem Lago Nível Constante Canal de Fuga

21 Secretaria de Planejamento e Desenvolvimento Energético - SPE Secretaria de Planejamento e Desenvolvimento Energético Ministério de Minas e Energia Preço da Energia – 70% para o mercado regulado a R$77,97/MWh (diante dos valores acima de R$130,00/MWh nos leilões anteriores de outras fontes) Utilização de Outras Fontes – a substituição da geração da usina de Belo Monte por outras fontes renováveis (biomassa e eólica) resultaria em quase dobrar o custo/preço da energia para o mercado regulado; além disto, considerando o elevado montante de geração de Belo Monte, possivelmente seria necessário considerar adicionalmente geração de térmicas a derivados de petróleo, com custo bem mais elevados Encargos – R$16,6 milhões anuais de UBP-Uso do Bem Público e R$175,00 milhões de Compensação Financeira pela Utilização de Recursos Hídricos Empregos – geração de 18.000 empregos diretos e 80.000 indiretos, durante a construção da usina Integração Energética da Usina no SIN/Sistema Interligado Nacional – A geração média anual de energia da usina será plenamente disponibilizada para o SIN. A geração de Belo Monte é sazonal (elevada nos meses de cheia e reduzida nos meses de seca do rio), sendo compensada pela operação conjugada dos diversos reservatórios do SIN e a consideração das fontes biomassa e eólica. USINA HIDROELÉTRICA DE BELO MONTE DADOS TÉCNICOS

22 Secretaria de Planejamento e Desenvolvimento Energético - SPE Secretaria de Planejamento e Desenvolvimento Energético Ministério de Minas e Energia USINA HIDROELÉTRICA DE BELO MONTE Comparativo com as Usinas Hidroelétricas de Jirau / Santo Antônio e Itaipu, Tucuruí e Complexo Paulo Afonso / MoxotóUsina Capacidade Instalada Área Inundada MW / km 2 Garantia Física MW médio Investimento R$ bilhões Belo Monte11.23351621,84.57119 Jirau/Santo Antônio6.45151412,54.19321 Itaipu14.0001.35010,48.612- Tucuruí8.3703.0242,84.140- Complexo Paulo Afonso/Moxotó 4.28221320,12.225-

23 Secretaria de Planejamento e Desenvolvimento Energético - SPE Comparativo entre tecnologias UnidadeBelo MontePCHEólicaBiomassaSolarGás NaturalNuclear Custo* R$/MWh77,97135148153500143150 Capacidade Instalada MW 11.233 8.310 (277 a 554 usinas) 15.240 (10.160 turbinas de 1,5 MW) 9.522 28.570 (140.000.000 de painéis solares de 200 W) 6.5305.078 Fator de Capacidade %41553048167090 Custo de Instalação* R$/kW1.7005.000 a 6.0003.660 a 4.5002.170 a 2.74012.600 a 18.3001.280 a 1.6406400 Custo Total de Instalação bi R$2041 a 5047 a 8421 a 26360 a 5238,4 a 10,732 Área km 2 516830 a 16602.180 a 3.05080.000280-- Emissões anuais tCO 2 /ano-----16.156.800- [1] [1] Corresponde a valores médios para a área alagada das hidráulicas, área de plantio para Biomassa, e área de construção para solar. *Referência para estudos de planejamento **a garantia física de todas as fontes é cerca de 4.571 Mwmédios – valor de Belo Monte)


Carregar ppt "Secretaria de Planejamento e Desenvolvimento Energético - SPE Secretaria de Planejamento e Desenvolvimento Energético Ministério de Minas e Energia Altino."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google