A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Software de Gerenciamento de Coleções Centro de Referência em Informação Ambiental - CRIA Rafael Luís Fonseca.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Software de Gerenciamento de Coleções Centro de Referência em Informação Ambiental - CRIA Rafael Luís Fonseca."— Transcrição da apresentação:

1 Software de Gerenciamento de Coleções Centro de Referência em Informação Ambiental - CRIA Rafael Luís Fonseca

2 Informatização de Coleções Benefícios esperados Escolha do Software Implementação Análise de Software - speciesLink Biota Brahms Specify Outros

3 Benefícios Esperados Otimização de serviços de curadoria Consulta do acervo Facilidades para integração dos dados Correção de erros Outras ferramentas

4 Guia de Remessa Etiquetas

5 Benefícios Esperados Otimização de serviços de curadoria Consulta do acervo Facilidades para integração dos dados Correção de Erros Outras Ferramentas

6 Buscas textuais

7 Benefícios Esperados Otimização de serviços de curadoria Consulta do acervo Facilidades para integração dos dados Correção de Erros Outras Ferramentas

8 Integração das Coleções Dados em Papel Coleções Informatizada s Access Excel Biota (Colwell) Integração dos Dados Ferramentas Usuário Coleção 1 Coleção 2 Coleção 3

9 Benefícios Esperados Otimização de serviços de curadoria Consulta do acervo Facilidades para integração dos dados Correção de Erros Outras Ferramentas

10 Verificação de Erros Espaciais: Espécie terrestre no mar, ou vice-versa Floresta Ombrófila Densa

11 Verificação de Erros Espaciais: Verificação da consistência entre nome do país, estado ou município e localização do ponto de coleta SP SJRP

12 Benefícios Esperados Otimização de serviços de curadoria Consulta do acervo Facilidades para integração dos dados Correção de Erros Outras Ferramentas

13 Código de Barras Georeferenciamento Relatórios – Análises Imagem

14 Escolha do Software Particularidades das coleções: Herbários Museus Coleções Microbiológicas

15 Dados de Espécies (O quê?) Dados de Localidades (Onde?) Dados da Coleta (Quando? Como?) Registro Espécime Coletores/Instituições (Quem?) Ferramentas Esquema Software

16 Escolha do Software Softwares abrangentes e softwares específicos Tratam de alguns grupos específicos Campos específicos - Permite inserção de campos específicos Histórico de determinações, informação sobre o hospedeiro.

17 Escolha do Software Critérios na escolha do software: Interface amigável Intuitivo Importar dados pré-existentes Exporta dados em formato amigável O software não pode ser muito complexo – rotatividade de alunos Inserido em projetos que garantam novas versões ou suporte Fazer o próprio software

18 Implementação Software implica mudanças de rotina Auxilia em muitas rotinas - otimização (empréstimos, relatórios etc.). Exige outras (disciplina na entrada de dados, backup, proteção, etc).

19 Análise de Sistemas de Gerenciamento BIOTA Specify BRAHMS BioLink Mantis BIOTICA

20 Critérios para análise Estratégicos: 1. Continuidade do projeto 2. Mobilidade dos dados 3. Interoperabilidade de Sistemas 4. Software gratuito

21 Critérios para análise Características do sistema: 1. Customização/Personalização 2. Especificidade 3. Suporte a multimidia 4. Produtividade 5. Multiusuario

22 Critérios para análise Consultas: 1. Relatórios e etiquetas 2. Modelo de dados 3. Suporte a operação/Curadoria

23 Critérios para análise Usabilidade: 1. Usabilidade 2. Intuitividade da interface gráfica 3. Estabilidade do sistema

24 BIOTA Biodiversity Database Manager: Gerenciador de dados para coleções baseado em informação sobre espécimes e dados biológicos. Robert K. Colwell - University of Connecticut

25 BIOTA Usuário Pode ser usado tanto por pesquisadores como por Instituições. Independe de grupo taxonômico Software pago

26 BIOTA Características específicas Interface não muito amigável Software Intuitivo – aprendizagem rápida Exporta/ Importa Imagem - permite o armazenamento de pequenas imagens relacionadas a espécie Permite campos auxiliares Multi-usuário

27 BIOTA Pontos fortes detectados Robusto e simples Permite entrada de dados de Hospedeiro Fácil entender o banco – estrutura aberta Consultas flexíveis

28 BIOTA Pontos fracos detectados Usuário deve saber um pouco de bancos relacionais - códigos Desenvolvido Inicialmente para Entomologia Tamanho da etiqueta é fixo

29

30

31 Cadastro de Coletas Cadastro de Espécies

32 Cadastro de Espécimes

33 BIOTA Coleção de Ácaros do Departamento de Zoologia e Botância – IBILCE/ UNESP Coleção de Ácaros do Departamento de Entomologia, Fitopatologia e Zoologia – LEF/ESALQ Coleção de Peixes do Departamento de Zoologia e Botância – IBILCE/ UNESP Coleção de Peixes do Laboratório de Ictiologia de Ribeirão Preto – FFCLRP/USP

34 Botanical Research and Herbarium Management System programa voltado para pesquisa e para gerenciamento de coleções botânicas Desenvolvido porDepartment of Plant Sciences, University of Oxford. BRAHMS Botanical Research And Herbarium Management System

35 Software específico para herbários Software gratuito Novas versões – melhorias no software BRAHMS Botanical Research And Herbarium Management System

36 Características específicas Interface não amigável (ainda) Software pouco Intuitivo Exporta/ Importa Imagem (link) Possibilita inserção de novos campos Modelo de dados Multi-usuário BRAHMS Botanical Research And Herbarium Management System

37 Pontos fortes detectados Específico para herbários Várias ferramentas que possibilitam correções de erros Confecção de listas de referências Usuário trabalha em planilhas dbf BRAHMS Botanical Research And Herbarium Management System

38 Pontos fracos detectados Software complexo Acentuação – problemas com dbf Requer atenção com novas versões Segurança falha – arquivo de senhas padrão BRAHMS Botanical Research And Herbarium Management System

39 Herbário do Departamento de Ciências Biológicas – LCB/ESALQ Herbário do Departamento de Botânica – IB/USP Herbário da Universidade Estadual de Campinas – IB/UNICAMP Herbário do Estado Maria Eneyda P. Kaufmann Fidalgo – Instituto de Botânica (IBt) BRAHMS Botanical Research And Herbarium Management System

40 Arquivo padrão de senhas – Proteção para acesso ao software, não ao banco

41

42

43 Etiquetas Relatórios

44 O programa gerencia dados provenientes de diferentes grupos taxonômicos (plantas, mamíferos, aves, peixes, répteis, anfíbios, vertebrados fósseis, plantas fósseis e insetos). Universidade de Kansas Software gratuito

45 Características específicas Interface pouco amigável Software pouco intuitivo Exporta dados Não trata Imagem Totalmente configurável Multi-usuário

46 Pontos fortes detectados SQL Server Fácil de trabalhar em rede Relatórios e consultas configuráveis Segurança – Controle de usuários

47 Pontos fracos detectados Não importa dados – auxílio da equipe do Kansas Complexo Configurações regionais em inglês

48 Coleção de Peixes do Museu de Zoologia da USP Cerca de registros

49

50 Guia de Remessa Etiquetas

51 Mantis Manager of Taxonomic Information and Specimens: este software é dedicado à entomologia e possui recursos multimídia, como imagens e sons. Instituição responsável: Piotr Naskrecki - Harvard University Custo: gratuito URL: Especificidade taxonômica: Entomologiahttp:// /Mantis/

52 BioLink Instituição responsável: CSIRO (Commonwealth Scientific and Industrial Research Organisation) Custo: software pago URL:

53 BIOTICA Instituição responsável: CONABIO Comisión Nacional para el Conocimiento y Uso de la Biodiversidad Custo: gratuito, mas é necessário registro de uso URL: Especificidade taxonômica: independe de grupo taxonômicohttp://www.conabio.gob.mx

54 Informatização de Coleções - Resumo Controle Qualidade Aproveitamento Visibilidade

55 Visitem: Rafael Luís Fonseca Obrigado!


Carregar ppt "Software de Gerenciamento de Coleções Centro de Referência em Informação Ambiental - CRIA Rafael Luís Fonseca."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google