A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

M ICROBIOTA DA B OCA. I NTRODUÇÃO A boca apresenta vários sítios ecológicos, devido a presença dos dentes e do periodonto, cada qual com características.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "M ICROBIOTA DA B OCA. I NTRODUÇÃO A boca apresenta vários sítios ecológicos, devido a presença dos dentes e do periodonto, cada qual com características."— Transcrição da apresentação:

1 M ICROBIOTA DA B OCA

2 I NTRODUÇÃO A boca apresenta vários sítios ecológicos, devido a presença dos dentes e do periodonto, cada qual com características ambientais próprias e, consequentemente, com sua microbiota peculiar.

3 I NTRODUÇÃO Tratando-se de bactérias, existem mais de 30 gêneros diferentes, abrangendo mais de 500 espécies diferentes. Podem ser divididas basicamente em três tipos: esféricas, cilíndricas e helicoidais.

4 E SFÉRICAS ( COCOS ) Streptococos: se agrupam em colônias em pares, podendo ser curtas ou longas ou agrupadas, são aeróbias.

5 E SFÉRICAS ( COCOS ) Estafilococos: formam grupos com aspecto de cachos de uvas, são anaeróbios facultativos.

6 E SFÉRICAS ( COCOS ) Diplococos: duas células associadas, podem ser saprófitas ou parasitas, aeróbias ou anaeróbias.

7 C ILÍNDRICAS ( BACILOS ) Gram positivos: existem mais de 70 espécies, podem ser aeróbios ou anaeróbios facultativos.

8 C ILÍNDRICAS ( BACILOS ) Gram negativos: podem ser aeróbios, anaeróbios ou anaeróbios facultativos e não são esporulados.

9 E SPIRILOS ( HELICOIDAIS ) São células espiraladas e geralmente se apresentam como células isoladas.

10 A DERÊNCIA DE BACTÉRIAS É a fixação ativa de uma bactéria, com recursos próprios, a uma determinada superfície, que pode ser qualquer estrutura orgânica ou inorgânica.

11 A DERÊNCIA DIRETA Pode ser realizada a fixação à uma superfície mole como a mucosa, e a fixação à uma estrutura dura, por exemplo, o dente.

12 A DERÊNCIA INDIRETA A fixação é realizada através de uma bactéria a outra que já esteja previamente aderida à superfície.

13 E XPLICAÇÃO Na superfície das bactérias, existem macromoléculas ligantes chamadas adesinas, geralmente encontradas nas fibrilas e principalmente nas fímbrias. Na superfície dos tecidos do hospedeiro, existem moléculas receptoras que reconhecem as adesinas bacterianas e com elas interagem especificamente.

14 S UBSTÂNCIAS ANTIMICROBIANAS Anticorpos: principalmente da classe IgA-S, que, além de participarem da destruição microbiana, ainda aglutinam microrganismos, impedindo sua aderência aos tecidos.

15 S UBSTÂNCIAS ANTIMICROBIANAS Lisozima: tem efeito bactericida porque hidrolisa o peptidoglicano (componente da parede celular), fazendo com que a bactéria fique muito sensível a alterações osmóticas e seja quebrada.

16 S UBSTÂNCIAS ANTIMICROBIANAS Lactoferrina: liga íons ferro, reduzindo a concentração necessária para o desenvolvimento bacteriano; é bactericida para S. mutans mesmo em concentrações diminutas.

17 S UBSTÂNCIAS ANTIMICROBIANAS Lactoperoxidase: reage com peróxido de hidrogênio íons tiocianato (SCN-) formando hipotiocianato (OSCN-), que reage com grupos sulfidrila de enzimas bacterianas, inativando essas enzimas e levando à morte das bactérias.

18 C URIOSIDADE : B ACTÉRIA DO GÊNERO S TREPTOCOCCUS Estas bactérias têm papel crucial na ecologia bucal uma vez que representam cerca de 20% da microbiota bucal total e podem corresponder a até a 80% dos colonizadores das superfícies dos dentes durante as primeiras 24h de formação da placa dental.

19 S TREPTOCOCCUS DA PLACA DENTAL : S TREPTOCOCCUS MUTANS, SANGUINIS E MITIS. respondem a estímulos ambientais, colonizam os dentes, expressam fatores de virulência envolvidos em doenças bucais ou disseminam-se pela corrente sangüínea. S. mutans: principais patógenos da cárie dentária; causam a desmineralização progressiva dos dentes.

20 C ONCLUSÃO A boca constitui um ecossistema muito complexo, contendo inúmeras variedades de microorganismos necessários para a defesa do nosso corpo. Ao contrário do que muitos pensam, as bactérias tem um papel importantíssimo no que diz respeito à saúde bucal.

21 R EFERÊNCIAS AABaEMAE/ecossistema-bucal AABaEMAE/ecossistema-bucal T. R., LUIZ & A., FLAVIO – Microbiologia q/V67_2/26.pdf q/V67_2/26.pdf

22 G RUPO Giovana Masiero Fontanetti Luciana Olimpio Di Michele Silvia Provasi


Carregar ppt "M ICROBIOTA DA B OCA. I NTRODUÇÃO A boca apresenta vários sítios ecológicos, devido a presença dos dentes e do periodonto, cada qual com características."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google