A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Meiose. FORMAÇÃO DE GAMETAS (GAMETOGÊNESE). REPRODUÇÃO SEXUADA. PERMITE VARIABILIDADE GENÉTICA PELA RECOMBINAÇÃO GÊNICA OU CROSSING OVER. GERA 4 CÉLULAS.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Meiose. FORMAÇÃO DE GAMETAS (GAMETOGÊNESE). REPRODUÇÃO SEXUADA. PERMITE VARIABILIDADE GENÉTICA PELA RECOMBINAÇÃO GÊNICA OU CROSSING OVER. GERA 4 CÉLULAS."— Transcrição da apresentação:

1 Meiose

2 FORMAÇÃO DE GAMETAS (GAMETOGÊNESE). REPRODUÇÃO SEXUADA. PERMITE VARIABILIDADE GENÉTICA PELA RECOMBINAÇÃO GÊNICA OU CROSSING OVER. GERA 4 CÉLULAS COM METADE DA PLOIDIA DA CÉLULA INICIAL E, PORTANTO, É CONSIDERADA UMA DIVISÃO REDUCIONAL (R!). DIVIDIDA EM: MEIOSE I E MEIOSE II. FORMAÇÃO DE GAMETAS (GAMETOGÊNESE). REPRODUÇÃO SEXUADA. PERMITE VARIABILIDADE GENÉTICA PELA RECOMBINAÇÃO GÊNICA OU CROSSING OVER. GERA 4 CÉLULAS COM METADE DA PLOIDIA DA CÉLULA INICIAL E, PORTANTO, É CONSIDERADA UMA DIVISÃO REDUCIONAL (R!). DIVIDIDA EM: MEIOSE I E MEIOSE II.

3 Meiose I Prófase I CONDENSAÇÃO DO MATERIAL GENÉTICO DESAPARECIMENTO DA CARIOTECA E DO NUCLÉOLO LEPTÓTENO PAREAMENTO DOS CROMOSSOMOS HOMÓLOGOS ZIGÓTENOPAQUÍTENODIPLÓTENO TERMINALIZAÇÃO DOS QUIASMAS DIACENESE OCORRÊNCIA DO CROSSING- OVER FORMAÇÃO DOS QUIASMAS OCORRE TAMBÉM A MIGRAÇÃO DOS CENTRÍLOS PARA POLOS OPOSTOS

4 Célula em interfase

5 CROSSING-OVER OU PERMUTAÇÃO Célula no final da prófase I

6 Meiose I Metáfase I GRAU MÁXIMO DE CONDENSAÇÃO DO MATERIAL GENÉTICO ALINHAMENTO DOS PARES DE CROMOSSOMOS HOMÓLOGOS NA PLACA EQUATORIAL.

7 Meiose I Anáfase I SEPARAÇÃO DOS CROMOSSOMOS HOMÓLOGOS. ISSO REDUZ A PLOIDIA!

8 Meiose I Telófase I REAPARECIMENTO DA CARIOTECA E DO NUCLÉOLO. CITOCINESE. * OS CROMOSSOMOS PODEM SE DESCONDENSAR PARCIALMENTE.

9 INTERCINESE PERÍODO ENTRE A MEIOSE I E A MEIOSE II A CÉLULA VOLTA A REALIZAR A ATIVIDADE METABÓLICA, MAS NÃO HÁ DUPLICAÇÃO DO DNA INTERCINESE PERÍODO ENTRE A MEIOSE I E A MEIOSE II A CÉLULA VOLTA A REALIZAR A ATIVIDADE METABÓLICA, MAS NÃO HÁ DUPLICAÇÃO DO DNA

10 Meiose II Prófase II CONDENSAÇÃO DO MATERIAL GENÉTICO. DESAPARECIMENT O DA CARIOTECA E NO NUCLÉOLO MIGRAÇÃO DOS CENTRÍOLOS PARA POLOS OPOSTOS.

11 Meiose II Metáfase II GRAU MÁXIMO DE CONDENSAÇÃO DO MATERIAL GENÉTICO. ALINHAMENTO DOS CROMOSSOMOS NA PLACA EQUATORIAL.

12 Meiose II Anáfase II SEPARAÇÃO DAS CROMÁTIDES IRMÃS.

13 Meiose II Telófase II REAPARECIMENTO DO NUCLÉOLO E DA CARIOTECA. CITOCINESE.

14 1-DUPLICAÇÃO DO DNA = FORMAÇÃO DAS CROMÁTIDES IRMÃS. 2- SEPARAÇÃO DOS CROMOSSOMOS HOMÓLOGOS. 3- SEPARAÇÃO DAS CROMÁTIDES IRMÃS.

15 SEPARAÇÃO DOS CROMOSSOMOS HOMÓLOGOS

16 PERMUTAÇÃO X VARIABILIDADE GENÉTICA

17 Meiose e reprodução VEGETAIS: FORMADOS POR MEIOSE VEGETAIS: FORMADOS POR MITOSE. ANIMAIS: FORMADOS POR MEIOSE. esporos gametas

18 Espermatogênese Ocorre no interior dos testículos. Tem início na puberdade, pelo aumento da produção de testosterona e perdura praticamente durante toda a vida do indivíduo. Ocorre no interior dos testículos. Tem início na puberdade, pelo aumento da produção de testosterona e perdura praticamente durante toda a vida do indivíduo.

19

20 Espermiogênese A última fase da espermatogênese Perda do volume do citoplasma. Formação do acrossomo a partir do complexo golgiense. Formação do flagelo a partir do centríolo. Migração e a concentração das mitocôndrias na base do flagelo.

21 OVULOGÊNESE Ocorre nos ovários. Horm. sexuais femininos: estrogênio e progesterona. Inícia-se na vida intrauterina. Interrompe-se após o nascimento em prófase I. Continua depois do início da puberdade. A cada ciclo menstrual, a meiose de uma dessas células prossegue até metáfase II, formando o ovócito II (n), que é liberado durante o período fértil da mulher. Caso ocorra fecundação, essa célula finaliza a meiose até telófase II e origina o gameta feminino denominado óvulo (n). Ocorre nos ovários. Horm. sexuais femininos: estrogênio e progesterona. Inícia-se na vida intrauterina. Interrompe-se após o nascimento em prófase I. Continua depois do início da puberdade. A cada ciclo menstrual, a meiose de uma dessas células prossegue até metáfase II, formando o ovócito II (n), que é liberado durante o período fértil da mulher. Caso ocorra fecundação, essa célula finaliza a meiose até telófase II e origina o gameta feminino denominado óvulo (n).

22 As ovogônias acumulam material nutritivo no citoplasma, ou seja, vitelo.


Carregar ppt "Meiose. FORMAÇÃO DE GAMETAS (GAMETOGÊNESE). REPRODUÇÃO SEXUADA. PERMITE VARIABILIDADE GENÉTICA PELA RECOMBINAÇÃO GÊNICA OU CROSSING OVER. GERA 4 CÉLULAS."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google