A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Posicionamento do Tema Inovação para o Estado do Paraná Fórum Futuro 10 Agência de Inovação da UTFPR Agência de Inovação da UFPR Centro Internacional de.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Posicionamento do Tema Inovação para o Estado do Paraná Fórum Futuro 10 Agência de Inovação da UTFPR Agência de Inovação da UFPR Centro Internacional de."— Transcrição da apresentação:

1 Posicionamento do Tema Inovação para o Estado do Paraná Fórum Futuro 10 Agência de Inovação da UTFPR Agência de Inovação da UFPR Centro Internacional de Inovação do SENAI Gerencia de Inovação do SEBRAE/PR

2 Conteúdos Desafios da Competitividade Industrial no PR e no Brasil; Posicionamento do Tema Inovação: Posicionamento do tema Inovação para o Estado do Paraná; Atores do tema Inovação no Estado do Paraná; Objetivos e Roadmap de Atividades para o tema Inovação no PR; Indicadores e Metas de Inovação para o Estado do Paraná;

3 Desafios da Competitividade

4 Pressão por Competitividade? Competitividade Multipolar, Barreiras de Entrada Baixas

5 O Mundo é Plano!

6 Pressão por Competitividade? Valorização do Real? Competição Global? Mão de Obra Qualificada? Carga Tributária? Carência Infra-estrutura? Preço das Commodities?

7 IPEA: Empresas que inovam faturam mais Apesar de representarem apenas 1,7% da indústria, elas são responsáveis por 25,9% do faturamento industrial e por 13,2% do emprego gerado. [Fonte: IPEA - Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada] Inovação = Competitividade!

8 Brasil: ~ 2.7% da Produção Cientifica Mundial Brasil: Produção Científica entre 1981 e 2009 Artigos brasileiros publicados em periódicos científicos indexados na Thomson/ISI, em relação à América Latina e ao Mundo, (fonte: MCTI,

9 Dispêndios nacionais em pesquisa e desenvolvimento (P&D), em relação ao produto interno bruto (PIB), Brasil: < 0,5% de Protagonismo Privado em Inovação

10 Brasil: < 30% dos Pesquisadores inseridos em Atividades das Empresas Percentual de pesquisadores por setores institucionais Percentual de pesquisadores em equivalência de tempo integral, por setores institucionais, de países selecionados, nos anos mais recentes disponíveis (fonte: MCTI,

11 Brasil: < 600 patentes por ano no USPTO Pedidos de patentes no USPTO (Estados Unidos) Pedidos de patentes de invenção depositados no escritório de marcas e patentes dos Estados Unidos da América - países selecionados, 2010 (fonte: MCTI,

12 Produtos Básicos20%45% Semi-manufaturados20%15% Manufaturados60%40% Manufaturados Baixa e média-baixa tecnologia65%68% Média-alta tecnologia25%27% Alta tecnologia10%5% 2% da Pauta de Exportações de Produtos de Alta Tecnologia [Fonte: Prof M. Cavalcanti, COPPE/UFRJ]

13 A Indústria Paranaense e a Inovação... com 10 ou mais pessoas ocupadas... que implementaram inovação de produto e/ou processo... com atividades internas contínuas de P&D&I Valor das ativi- dades internas contínuas de P&D (1.000 R$) Brasil Minas Gerais São Paulo Paraná Santa Catarina Rio Grande do Sul Fonte: IBGE; Pesquisa de Inovação Tecnológica - PINTEC 2008 Número de empresas industriais... Brasil, Investimentos em P&D&I = 0,55% do PIB (contra 1,87% nos Estados Unidos e 2,45% na Correia do Sul)

14 Posicionamento do Tema Inovação

15 Objetivos O Fórum Futuro 10 convidou a UFPR, a UTFPR, o SEBRAE/PR e a FIEP/C2i a gerar um documento de posicionamento do tema Inovação para o Paraná. Este documento visa: –Posicionar conceitualmente e pragmaticamente o tema Inovação para o Estado do Paraná; –Propor um Roadmap de atividades e objetivos para o Fórum, para fortalecer o tema Inovação no Estado do Paraná; –Propor um conjunto de indicadores e de metas, que permitirão aos membros do Fórum acompanhar a evolução do tema Inovação no Estado do Paraná;

16 1. Posicionamento do tema Inovação

17 Posicionamento do tema Inovação Inovação é a implementação, com sucesso, de um produto (bem ou serviço) novo ou significativamente melhorado, ou um novo processo, ou um novo método de marketing, ou um novo método organizacional nas práticas de negócios, na organização do local de trabalho ou nas relações externas. (*) Manual de Oslo (utilizado pela FINEP, Lei do Bem, Lei de Inovação PR) (*) Definição utilizada na Proposta de Lei de Inovação para o Estado do Paraná.

18 Inovações podem ser: Incremental: consistindo em uma melhoria significativa de algo já existente (exemplo: melhoria de processo); Substancial: consistindo na geração de algo substancialmente diferente do que já existe, trazendo vantagens significativas, porém convivendo com seus antecessores (exemplo: Telefone celular x Telefone fixo); Radical: consistindo na geração de algo radicalmente novo, que muda completamente as regras e configurações de mercado envolvidas, eliminando definitivamente seus antecessores (exemplo: Computador x Máquina de Escrever); Posicionamento do tema Inovação

19 [Fonte: Mohan Sawhney 2002] Plataformas Soluções Experiência do cliente Cadeia de valor Networking Logística / Cadeia de suprimentos Captura de valor Clientes (QUEM) Produtos (O QUÊ) Canais (ONDE) Processos (COMO) P&D Conceito de Inovação de Negócio (360º)

20 Ciclo de Vida da Empresa Inovadora: Posicionamento do tema Inovação

21 2. Atores do tema Inovação no Estado do Paraná

22 Atores do tema Inovação no PR (*) Instituição Científica e Tecnológica do Estado do Paraná (ICTPR): órgão ou entidade da administração pública estadual, direta ou indireta (universidades, centros de pesquisas), que tenha por missão institucional executar, dentre outras, atividades de pesquisa básica ou aplicada, de caráter científico ou tecnológico, bem como atividades de desenvolvimento tecnológico, de capacitação de recursos humanos e inovação; Entidade Científica, Tecnológica e Inovação privada do Estado do Paraná (ECTI): entidade privada com ou sem fins lucrativos do Estado do Paraná, legalmente constituída, que tenha por missão institucional executar, dentre outras, atividades de pesquisa, desenvolvimento e inovação. Núcleo de inovação tecnológica (NIT): unidade de uma ICTPR constituída para apoiar sua relação com a sociedade e com o mercado promovendo a proteção do conhecimento gerado internamente e gerenciando o processo de transferência de tecnologia; Criador: pesquisador, de entidade pública ou privada, que seja inventor, obtentor ou autor de criação, ou seja, de uma invenção, modelo de utilidade, desenho industrial, programa de computador, topografia de circuito integrado, nova cultivar ou cultivar essencialmente derivada ou qualquer outro desenvolvimento inovador, que gere ou possa gerar novo processo, produto, serviço ou aperfeiçoamento incremental; (*) Definições adaptadas da Proposta de Lei de Inovação para o Estado do Paraná.

23 Agência de Fomento: órgão ou entidade de natureza pública ou privada que tenha entre os seus objetivos o fomento de ações que visem estimular e promover o desenvolvimento da ciência, da tecnologia e da inovação. Os fomentos podem ser de diversos níveis, em função do grau de maturidade da empresas inovadora (Angel, Seed, Venture, Private Equity e IPO – ver posicionamento conceitual). Parque Tecnológico do Estado do Paraná: complexo de entidades empresariais, científicas e tecnológicas organizadas para promover a cultura e a prática da cooperação visando à inovação, a competitividade empresarial e a geração de riquezas por meio da criação e fortalecimento de empresas inovadoras; Incubadora de Empresas de Base Tecnológica do Estado do Paraná: entidade, organizada ou não em redes, que estimula e oferece apoio ao processo de geração e consolidação de empresas inovadoras, oferecendo suporte para negócios e captação de recursos, formação complementar do empreendedor e do provimento de infraestrutura compartilhada visando facilitar os processos de inovação e aumento da competitividade; Sistema Paranaense de Inovação: conjunto de organizações públicas ou privadas que, no Estado do Paraná, interagem entre si e aplicam recursos para a realização de atividades orientadas à geração, difusão e utilização de conhecimentos científicos e tecnológicos que proporcionem produtos, processos e serviços inovadores; (*) Definições adaptadas da Proposta de Lei de Inovação para o Estado do Paraná. Atores do tema Inovação no PR (*)

24 Rede de Ciência, Tecnologia e Inovação: integração e interação de ativos de ciência, tecnologia e inovação atuando em projetos cooperativos e estratégicos para o Estado do Paraná, visando promover o intercâmbio de conhecimento e a geração de inovações; (*) Definições adaptadas da Proposta de Lei de Inovação para o Estado do Paraná. Atores do tema Inovação no PR (*)

25 3. Roadmap de Atividades para o tema Inovação no Estado do Paraná

26 Objetivos Estratégicos para o PR Aumentar a competitividade e sustentabilidade da Economia Paranaense por meio da Inovação; Tornar o Paraná um Estado Industrial de alta densidade inovativa; Inserir o Paraná no cenário global da Economia Criativa e do Conhecimento; Fortalecer o desenvolvimento de uma cultura da Inovação e do Empreendedorismo inovador em todo o Paraná; Fortalecer o empreendedorismo inovador no Paraná; Fortalecer o desenvolvimento da ciência, da tecnologia, e sua conversão em aplicações no setor privado; Fortalecer as parcerias público-privado e universidade-empresa, para aumentar a conversão conhecimentos gerados na Academia em Inovações; Fortalecer e facilitar o acesso a recursos financeiros para Inovação; Aumentar a inserção de atividades de P&D&I nas empresas paranaenses; Desenvolver a cultura de propriedade intelectual, e aumentar consequentemente a geração de patentes pelas Indústrias do Paraná;

27 Atividades Priorizadas pelo Fórum ATIVIDADES PRIORIZADAS 1. Aprovação da Lei de Inovação e Regulamentação dos temas da Lei de Inovação por decreto 2. Regulamentação de mecanismos de: Incentivos fiscais para as Empresas Inovadoras; Subvenção Econômica para as Empresas Inovadoras; Bolsas da Fundação Araucária para inserção de Mestres e Doutores nas Empresas; Financiamento reembolsável com juros equalizados; 3. Criação de um conselho estadual de Inovação, compostos pelos diversos atores deste tema (empresas, universidades, ICTs, Governo, ONGs) 4. Desenvolvimento e aplicação de um curso prático de empreendedorismo e inovação nas universidades do PR e desenvolvimento e aplicação de um curso de transferência de tecnologia e propriedade intelectual voltado ICTs 5. Desenvolvimento e aplicação de um curso de formação de agentes empresariais de inovação, visando inserir na maioria das empresa do Estado do Paraná, recursos humanos especializados neste tema; 6. Criação de uma agenda anual estadual de rodadas de negócio ICTs-Empresas, e feira de Negócio ICTs- Empresas "INOVATEC"; 7. Criação e operação de um fundo de Seed Money para o Paraná; desenvolvimento de Redes de Investidores-Anjo em todas as macrorregiões do Paraná; Atração de fundos de Venture Capital e Private Equity no Paraná;

28 4. Indicadores e Metas de Inovação para o Estado do Paraná

29 Indicadores e Metas Priorizados pelo Fórum INDICADORES DE TENDÊNCIA (ESFORÇO) 1. Porcentagem de Mestres e Doutores inseridos em atividades da Iniciativa Privada do Estado do Paraná META: 50% em 2016 (atualmente, Brasil = 27%, Coréia do Sul = 77%) 2. Quantidade de Empresas com Atividades Contínuas de P&D&I no Estado do Paraná, segundo estudo da PINTEC; META: 3500 empresas em 2016 (atualmente, Paraná = 336) 3. Protagonismo de investimentos públicos e privados em Inovação nas empresas para o Estado do Paraná (investimentos realizados em inovação / PIB do Estado); META: 2% do PIB, sendo 1% público, 1% privado em 2016 (atualmente, protagonismo privado Brasil = 0,5%, Coréia do Sul = 2,5%) 4. Quantidade total de investimento de Private Equity Disponibilizados no Estado do Paraná: Angel Investment: META: R$ 15 MM / ano em 2016, 5 Redes de Investidores Anjo no PR Seed Money: META: R$ 50 MM / ano em 2016, 3 Fundos Semente sediados no PR Venture Capital: META: R$ 200 MM / ano em 2016 Private Equity: META: R$ 500 MM / ano em 2016 INDICADORES DE RESULTADO 1. Quantidade de patentes depositadas no USPTO a partir do Estado do Paraná; META: 1000 patentes / ano no INPI e 100 patentes / ano no USPTO em 2016 (atualmente, Brasil = 200, Coréia do Sul = ) 2. Porcentagem média do faturamento das empresas do Estado do Paraná decorrentes de produtos, serviços ou processos lançados a menos de 2 anos; META: 10% em 2016

30 Contatos: Filipe Cassapo, C2i, Aguinaldo Castanharo, SEBRAE, Prof. Alexandre Moraes, UFPR, Prof. Camargo, UFPR, Profa. Ishikawa, UTFR, Obrigado!


Carregar ppt "Posicionamento do Tema Inovação para o Estado do Paraná Fórum Futuro 10 Agência de Inovação da UTFPR Agência de Inovação da UFPR Centro Internacional de."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google