A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

POLÍTICA DE SAÚDE MENTAL, ÁLCOOL E OUTRAS DROGAS.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "POLÍTICA DE SAÚDE MENTAL, ÁLCOOL E OUTRAS DROGAS."— Transcrição da apresentação:

1 POLÍTICA DE SAÚDE MENTAL, ÁLCOOL E OUTRAS DROGAS

2 2 O homem sempre se relacionou com as drogas, quer seja por razões culturais ou religiosas, por recreação ou como forma de enfrentar os problemas, como meio de socialização...

3 Então, o que mudou ? O consumo (aumento) As conseqüências do uso As intervenções das políticas públicas

4 4 4 Há inúmeros fatores envolvidos na cultura do consumo, facilitadores no início e da manutenção do uso de substâncias psicoativas.

5 Definir políticas públicas para álcool e outras drogas, requer: 1. mudanças individuais de comportamento que estão diretamente vinculadas a estratégias globais de diminuição de riscos individuais e nos grupos de pares; 2. a mudança de crenças e normas sociais; 3. ações de informação e prevenção, destinadas à população em geral com vistas a participação comunitária; 4. diversificação e ampliação da oferta de serviços assistenciais

6 Definir políticas públicas para álcool e outras drogas, requer: 5. adoção de políticas de promoção a saúde que contemplem ações estruturais nas áreas de educação, saúde e de acesso a bens e serviços - em suma, que incluam na agenda a questão do desenvolvimento; 6. discussão das leis criminais de drogas e implementação de dispositivos legais para a eqüidade do acesso dos usuários de álcool e drogas às ações de prevenção, tratamento e redução de danos, de acordo com prioridades locais e grau de vulnerabilidade; 7. revisão da lei que permite demissão por justa causa em empresas que constatam o uso de drogas por funcionários

7 Dahlgren e Whitehead Determinantes e condicionantes sociais no processo saúde-doença da população

8 EDUCAÇÃO ASSISTÊNCIA SOCIAL SEGURANÇA SAÚDE DIREITOS HUMANOS CULTURA TRABALHO Sujeito de direitos e deveres Integralidade

9 Garantia de Direitos Reconhecer o estatuto de sujeito livre e responsável que se singulariza em um processo de socialização complexo e diverso. Reconhecer o plano do singular do sujeito é reconhecer e acolher a diversidade da existência humana em um processo contínuo de produção de si.

10 Ato de acolher e integralidade Diretriz ética, logo uma postura que instrui modos de organizar os serviços e modos de fazer/operar o cuidado Valorização da tolerância, com intervenções que evitem julgamento moral sobre os comportamentos (uso de drogas não pode ser barreira para acesso ao serviços); Não estigmatização ou redução do sujeito a uma situação; Portas abertas para acolher as necessidades e demandas dos sujeitos, adequando os serviços aos usuários, e não o contrário; ACOLHER EM QUALQUER SERVIÇO PESSOAS QUE VIVENCIAM USOS DE DROGAS É ACOLHER SUAS HISTÓRIAS DE VIDA, ANGÚSTIAS, ANSEIOS, DIFICULDADES E POTENCIALIDADES.

11 Responsabilização compartilhada Contração de co-responsabilidades no curso da ação entre os distintos operadores das políticas (redes) e distintos sujeitos implicados na ação trabalhadores/indivíduos/comunidades Devem-se criar espaços para construção conjunta: canais de articulação abertos com base na lógica da rede ampliada - abordar os casos a partir de sua dimensão territorial. Parceiros devem compartilhar saberes e construir respostas conjuntas – ate porque elas não estão prontas.

12 Unidade Básica de Saúde, Núcleo de Apoio a Saúde da Família, Consultório na Rua, Centros de Convivência e Cultura Atenção Básica em Saúde Centros de Atenção Psicossocial Atenção Psicossocial Estratégica SAMU 192, Sala de Estabilização, UPA 24 horas e portas hospitalares de atenção à urgência/pronto socorro, Unidades Básicas de Saúde Atenção de Urgência e Emergência Unidade de Acolhimento Serviço de Atenção em Regime Residencial Atenção Residencial de Caráter Transitório Serviço Hospitalar de Referência para Atenção às pessoas com sofrimento ou transtorno mental e com necessidades decorrentes do uso de crack, álcool e outras drogas Atenção Hospitalar Iniciativas de Geração de Trabalho e Renda, Empreendimentos Solidários e Cooperativas Sociais Reabilitação Psicossocial Componentes da Rede de Atenção Psicossocial - RAPS

13 UNIDADE DE ACOLHIMENTO LEITOS DE ATENÇÃO E M SAÚDE MENTAL EM HOSPITAL GERAL Serviços diferentes para as diferentes necessidades.

14 TRATAMENTO MORADIA TRABALHO GARANTIA DOS DIREITOS DE CIDADANIA PARA A EMANCIPAÇÃO Tratamento processual

15 Contatos: (61) Muito Obrigada!


Carregar ppt "POLÍTICA DE SAÚDE MENTAL, ÁLCOOL E OUTRAS DROGAS."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google