A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Respiração nas Plantas. RESPIRAÇÃO CELULAR - RESUMO Muitas células das plantas, as da raiz ou do tronco, não dispõem de pigmentos fotossintéticos para.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Respiração nas Plantas. RESPIRAÇÃO CELULAR - RESUMO Muitas células das plantas, as da raiz ou do tronco, não dispõem de pigmentos fotossintéticos para."— Transcrição da apresentação:

1 Respiração nas Plantas

2 RESPIRAÇÃO CELULAR - RESUMO Muitas células das plantas, as da raiz ou do tronco, não dispõem de pigmentos fotossintéticos para aproveitar a luz. Durante a noite, as células com pigmentos fotossintéticos, não podem realizar a fotossíntese. Portanto, as plantas devem possuir outro mecanismo para obter energia. Na ausência da luz, toda a energia necessária para as células da planta é obtida a partir das reservas energéticas que, basicamente, são de amido. Para utilizar a energia armazenada no amido, este deve ser decomposto em moléculas de glucose. As moléculas de glucose passam para o interior da célula onde são decompostas em moléculas orgânicas ainda mais pequenas, que entram nas mitocôndrias, onde ocorre a respiração celular. Este processo consiste na oxidação total das pequenas moléculas orgânicas com o oxigénio do ar. Neste processo é produzido dióxido de carbono e energia química em forma de ATP, que as células podem usar.

3 FOTOSSÍNTESE - RESPIRAÇÃO

4 T ROCAS GASOSAS Tanto na fotossíntese como na respiração celular as plantas fazem trocas gasosas com a atmosfera: Durante a fotossíntese, a planta consome oxigénio e liberta dióxido de carbono. Durante a respiração celular, consome oxigénio e liberta dióxido de carbono. Durante o dia a planta realiza em simultâneo a respiração celular e a fotossíntese, embora predomine esta última.

5 T ROCAS GASOSAS – DIA Oxigénio Dióxido de carbono Fotossíntese Respiração Seiva bruta Seiva elaborada Luz solar

6 T ROCAS GASOSAS – NOITE Oxigénio Respiração

7 RESPIRAÇÃO CELULARFOTOSSÍNTESE LOCALO início acontece no citoplasma, mas o processo efetua-se nas mitocôndrias. Cloroplastos FUNÇÃOProdução de energia, armazenada em moléculas de ATP Produção de matéria orgânica, entre as quais, a glicose e outros carbohidratos. EQUAÇÃOC 6 H 12 O 6 + 6O 2 6 CO 2 + 6H 2 O + 38 ATP6 CO H 2 O C 6 H 12 O 6 + 6O 2 + 6H 2 O (com luz e clorofila) ETAPASGlicólise= ocorre no citoplasma (etapa s/ a utilização do oxigênio). Ciclo de Krebs= ocorre na matriz mitocondrial. (etapa s/ a utilização do oxigénio). Cadeia respiratória= ocorre nas cristas mitocondriais. (etapa c/ a utilização do oxigénio. Fase clara ou fotoquímica= ocorre nas membranas dos tilacóides no cloroplasto Fase escura ou química= ocorre no estroma do cloroplasto SUBPRODUTOS DE CADA ETAPA GLICÓLISE: 2 ATPs, 2 NADH 2 e 2 C 3 H 4 O 3 (ácido pirúvico). CICLO DE KREBS: 3 NADH 2, 1 FADH 2, 1 ATP e 6 CO 2 (dióxido de carbono) CADEIA RESPIRATÓRIA: ATP e ÁGUA FASE CLARA: ATP, NADH 2 e oxigénio (libertado para a atmosfera) FASE ESCURA: GLICOSE PARTICULARIDADESO processo de respiração é composto por duas fases anaeróbicas e uma fase aeróbica; o oxigênio só é utilizado na cadeia respiratória. O oxigénio atmosférico é libertado a partir de um processo denominado fotólise da água. A fase escura só acontece a partir dos produtos da fase clara.


Carregar ppt "Respiração nas Plantas. RESPIRAÇÃO CELULAR - RESUMO Muitas células das plantas, as da raiz ou do tronco, não dispõem de pigmentos fotossintéticos para."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google