A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

´` Apresentação por José Fernandes Quelhas Manica - Moçambique Junho, 2008 1 MINISTÉRIO DA ENERGIA.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "´` Apresentação por José Fernandes Quelhas Manica - Moçambique Junho, 2008 1 MINISTÉRIO DA ENERGIA."— Transcrição da apresentação:

1 ´` Apresentação por José Fernandes Quelhas Manica - Moçambique Junho, MINISTÉRIO DA ENERGIA

2 Difinir Educacao DISCUSSAO Relação Energia e Educação

3 ODM 2: Alcançar o Ensino Primário Universal Meta 3. Garantir que, até 2015, todas as crianças, de ambos os sexos, terminem um ciclo completo do ensino primário. Estatística das NU: Cerca de 115 milhões de crianças no mundo não vão à escola; Destas, 3/5 São meninas; 876 milhões de pessoas são iletradas; Destas, 2/3 são mulheres; 3 Relação Energia e Educação

4 Acções a serem Tomadas Colocação de serviços modernos de energia nas zonas rurais; A Construção de escolas deve ter em conta o uso de electricidade para diversos fins, o que: Permitiria o funcionamento das escolas no período da noite; A voluntariedade dos professores em leccionar nas áreas rurais é reduzida caso não hajam serviços de energia; Disponibilização de serviços complementares como os de Saúde, Transporte, telecomunicações, etc.

5 Relação Energia e Pobreza Que são serviços da energia? Em muitos países pobres, como Moçambique, uma grande fracção da população está incapaz de alcançar os serviços modernos de energia, e aquelas que têm acesso por vezes pagam tardiamente pelos serviços, estes apresenta-se algumas vezes com baixa qualidade, irregulares e pouco fiáveis. Serviços de energia Uma fracção substancial da população confia: Na biomassa como combustivel para cozinhar e produzir calor;

6 Relação Energia e Pobreza Em velas, em baterias associadas a lâmpadas, nos candeeiros a petróleo para a iluminação; Na energia humana e animal para: Lavrar e remover ervas daninhas da terra; Moer cereais; No transporte dos produtos agrícolas. Bombeamento de agua; Muitas famílias pobres gastam uma grande porção dos seus rendimentos em energia para efeitos de confeição de alimentos e transporte.

7 Relação Energia e Pobreza Sem serviços de energia em quantidade e qualidade não será possível alcançar os ODM. Os serviços da energia afectam directamente a pobreza das populações bem como outros aspectos sociais, tais como a saúde, educação, desigualdade do género, falta de instrução; Os serviços de energia ajudam: O crescimento económico melhorando a produtividade e permitindo a geração de renda local. A extensão das actividades dos meios de subsistência para além das horas com a luz do dia.

8 Energia e Erradicação da Pobreza Extrema e Fome Factos 1.1 biliões de pessoas vivendo com menos de 1 USD/dia nos Países em desenvolvimento; A maior parte da população, proximo dos 500 milhoes de pessoas na africa subsahariana vive em areas rurais e tem como meio de subsistência a agricultura; Forte dependência da natureza para a sobrevivência e os recursos terrestre estao sobre extrema pressao para se conseguir alimentos, vestuario, abrigo ou habitacao e necessidades em energia;

9 Energia e Erradicação da Pobreza Extrema e Fome Uso massivo da lenha e do carvão em alguns casos os residuos da agricultura; Maior parte dos aparelhos e tecnologias são de baixa eficiencia e possuem muitas perdas na produção e uso da energia; Igualidade no acesso à energia, como no acesso a alimentação, agua e habitação é reconhecimento enorme e representa uma importante parte da solucao para diminuir a pobreza e certeza para evitar o declínio social.

10 Energia e Erradicação da Pobreza Extrema e Fome A energia é uma questao central para todos os aspectos para o crescimento da economia…

11 Energia e Erradicação da Pobreza Extrema e Fome Fome – produzir mais comida pronta para se cozinhar aumentar a mão de obra e produtividade e ainda criação de emprego; Transporte para os centros comerciais (mercados); Expandir os serviços de energia até aos locais de produção de cereais; Electricidade para a geração de rendimentos.

12 Objectivo 3: Promover a igualdade de género e a capacitação das mulheres relação com energia...Introducao. A igualidade entre os sexos é um Direito Humano e um dos objectivos do Milénio. Para além disso, a educação das meninas e das mulheres tem um efeito multiplicador no desenvolvimento humano, pois são, na sua maioria, as mulheres que se ocupam da educacao dos filhos e das filhas. Eliminando as desigualidades, no acesso a bens e servicos e de direitos, entre homens e mulheres, estamos a promover um desenvolvimento humano baseado na equidade das relacoes sociais. Os governos devem dar importancia a equidade de genero no combate à pobreza e ainda, Nos projectos e programas de ajuda humanitaria e de desenvolvimento.

13 Objectivo 3: Promover a igualdade de género e a capacitação das mulheres e relação com energia.....Factos Acima de 70% de aprocimadamente 1.3 bilhoes de pessoas que vivem na probreza sao mulheres. O empodeiramento e melhoramento do estatuto social da mulher e enssencial para a realizacao de todo o pontecial economico, politico, e desenvolvimento social. A mulher na area rural e suas sao os primeiros colectores da lenha de outros residuos que serve de combustivel, perfazendo 80% da energia usa nas residencias em muitos paises em desenvolvimento;

14 Objectivo 3: Promover a igualdade de género e a capacitação das mulheres e relação com a energia.....Factos cont. A real crise da Energia na zona rural tem a ver com o tempo da mulher, sendo que ela trabalha durante todo o dia (muitas horas por dia) mais que o Homem e providenciar a Energia Humana para assegurar as actividades como: Colecta da lenha, agua, cozinhar, processamento dos alimentos, transporte, producao das machambas e pequenos negocios, trabalhos nao remunerados que nao sao contabilizados nos balancos nacionais de energia e nas estatisticas da forca de trabalho; Sem actividades de rendimento da mulher no sector informal a sobrevivencia e economia familiar é critica, a viabilidade destas actividades é afectada pelos precos dos Combustiveis.

15 INTERVENCOES POSSIVEIS Motivar a capacitacao da mulher e da rapariga; Acesso a informacao sobre as questoes do genero atraves da radio e da TV para a mulher e crianca, aliviar do stress do fumo das actividades produtiva, (cozinha), etc Fogoes melhorados para evitar emissao de fumos que causam doencas respiratorias e poupanca do tempo na colecta da lenha... Sistemas de Bombeamento de Agua potavel accionados pelos servicos de energia proximos das comunidades

16 OBJ 7 GARANTIR A SUSTENTABILIDADE AMBIENTAL OS RECURSO NATURAIS (tais como a agua, as fontes energeticas, as florestas, o ar e a biodiversidade) sao factores ambientais chave para a qualidade da vida humana e que compoem o nosso ambiente. É fundamental que o ser humano perceba o quanto depende da proteccao destes recursos, adoptando medidas concretas e responsaveis para tanto na pratica da cidadania (o dia-a-dia de cada um) como nas politicas e programas nacionais dos governos de todos os paises.

17 OBJ: 7 GARANTIR A SUSTENTABILIDADE AMBIENTAL... Factos A producao e uso da energia afecta o ambiente a nivel local regional e global; Quando o uso do combustivel lenhoso e carvao mineral é insustentavel conduz a degradacao do ambiente terrestre./menos florestas, /mais erosao dos solos Alta poluicao na cozinha; Poluicao do ambiente devido a combustao dos combustiveis fosseis, acidificacao GHG( green house gases);Gases de efeito de estufa./ CO2 Dioxido de carbono/CFC Clorofluor carbonato/CH4 Metano/N20 Oxido nitroso,

18 Intervencoes possiveis Entretanto tudo isso pode ser aliviado pelo incremento da eficiencia, introducao de tecnologias modernas para energia, substituicao por energias limpas amiga do Homem e renovaveis Usar de forma eficiente os recursos energeticos [Combustiveis fosseis– Ptroleo, Gas natural Carvao mineral, etc...] [ Energias Renovaveis– Hidricas,Solar, Eolica, Biomassa, etc...] Accoes de reflorestamento, promocao de hortas familiares, Consciencializacao sobre a importancia que tem os Recursoa da natureza e como estes podem ser usados de forma sustentavel e duradoura,

19 19 OBRIGADO PELA ATENCÃO


Carregar ppt "´` Apresentação por José Fernandes Quelhas Manica - Moçambique Junho, 2008 1 MINISTÉRIO DA ENERGIA."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google