A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

São referências explícitas ou implícitas de um texto em outro, que provocam um diálogo entre os mesmos.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "São referências explícitas ou implícitas de um texto em outro, que provocam um diálogo entre os mesmos."— Transcrição da apresentação:

1

2 São referências explícitas ou implícitas de um texto em outro, que provocam um diálogo entre os mesmos.

3 Tipos mais comuns: 1.Paráfrase 2.Paródia 3.Pastiche 4.Citação 5.Alusão 6.Epígrafe 7.Referência

4 É uma espécie de interpretação de um texto com palavras próprias,mantido o pensamento original; ou, ainda, uma intertextualidade que assinala uma semelhança entre o texto original e o derivado, levando em conta que a diferença, se houver, não é substancial, mas constitui uma "adaptação" do original.

5

6 Algum político importante deve estar a chegar. Ah! É verdade, o chefe da Seção pediu-me que comparecesse ao desembarque do Ministro. Ir, ou não ir, eis a questão. (Cyro dos Anjos) – paráfrase de Hamlet Meus olhos brasileiros se fecham saudosos Minha boca procura a Canção do Exílio. Como era mesmo a Canção do Exílio? Eu tão esquecido de minha terra… Ai terra que tem palmeiras Onde canta o sabiá! (Carlos Drummond de Andrade, Europa, França e Bahia). paráfrase da Canção do Exílio – Gonçalves Dias Os Deuses vendem quando dão. Compra-se a glória com desgraça. Ai dos felizes, porque são Só o que passa! Fernando Pessoa – em Mensagem Os deuses vendem quando dão Melhor saber Seus olhos de verão Que não vão nem lembrar Skank – Três Lados

7 É definida como um escrito que imita uma obra literária, de forma crítica. É um texto que subverte a mensagem do texto que o inspirou.

8

9

10

11 Vou-me embora de Pasárgada Sou inimigo do rei Não tenho nada que quero Não tenho e nunca terei Vou-me embora de Pasárgada Aqui eu não sou feliz A existência é tão dura As elites tão senis Que Joana, a louca da Espanha Ainda é mais coerente Do que os donos do país. Vou-me embora pra Pasárgada Lá sou amigo do rei Lá tenho a mulher que eu quero Na cama que escolherei Vou-me embora pra Pasárgada Vou-me embora pra Pasárgada Aqui eu não sou feliz Lá a existência é uma aventura De tal modo inconseqüente Que Joana a Louca de Espanha Rainha e falsa demente Vem a ser contraparente Da nora que nunca tive SÓ O ROCK'N'ROLL SALVA Elvis Presley que estais no Céu, Muito escutado seja Bill Haley, Venha a nós o Chuck Berry, Seja feito barulho á vontade, Assim como Hendrix, Sex Pistols e Rolling Stones. Rock and roll que a cada dia nos melhora, Escutai sempre Clapton e Neil Young, Assim como Pink Floyd e David Bowie, Muddy Waters e The Monkees. E não deixeis cair o volume do som 102,1 de estação. Mas livrai-nos do Axé Amém! (fanáticos, uni-vos! KISS, 102,1 FM) (In: Folha de S. Paulo : 13 de Novembro de 2005)

12 Apresentando elementos próximos e ao mesmo tempo distantes da paródia, encontra-se o pastiche, que muitos, equivocadamente, vêem como seu sinônimo. É certo que tanto paródia quanto pastiche envolvem imitação. Entretanto, o pastiche associa-se à imitação de um estilo, ou à apropriação de um gênero sem, com isso, necessariamente, querer criticá-lo.

13 (...) Um curioso duelo aconteceu entre Jesse Bacalhau e Rob Gallo. Jesse era o lanterna, e Rob, o líder. Mas foi Jesse, conhecido como o mais azarado os caubóis, quem acertou o primeiro tiro. As coisas pareciam estar mudando para ele. Pareciam. Apenas pareciam. Pois Rob Gallo, depois de disparar vários tiros que rasparam em seu oponente (um até arrancou o lápis que estava atrás da orelha de Jesse), mandou uma bala em endereço certo e deixou tudo igual. Por conta do empate, Gallo não é mais o líder da tabela. Mas ainda está em segundo, com 58 pontos, cinco à frente de Paul T. Guar, o caubói que só usa vermelho. Quanto ao simpático Jesse Bacalhau, continua em último. Se o campeonato acabasse hoje ele seria rebaixado junto com Django Villa Nueva, o índio Guarani e Sam Raymond. (...) Sim, porque não se pode piscar em Série B Village. Aqui é matar ou morrer.

14

15

16

17

18 Em sua forma simples, a citação ocorre ao se inserir o título da obra e seu autor no novo texto.

19 Os grandes livros contribuíram para formar o mundo. A Divina Comédia, de Dante, por exemplo, foi fundamental para a criação da língua e da nação italianas. Certos personagens e situações literárias oferecem liberdade na interpretação dos textos, outros se mostram imutáveis e nos ensinam a aceitar o destino. (ECO, Umberto. In: Folha de S. Paulo, Caderno Mais, 18/02/2001) Algum tempo hesitei se devia abrir estas memórias pelo princípio ou pelo fim, isto é, se poria em primeiro lugar o meu nascimento ou a minha morte. Suposto o uso vulgar seja começar pelo nascimento, duas considerações me levaram a adotar diferente método: a primeira é que eu não sou propriamente um autor defunto, mas um defunto autor, para quem a campa foi outro berço; a segunda é que o escrito ficaria assim mais galante e mais novo. Móises, que também contou a sua morte, não a pôs no intróito, mas no cabo: diferença radical entre este livro e o Pentateuco. Memórias Póstumas de Brás Cubas – Machado de Assis

20 A alusão é uma forma indireta, incompleta ou subentendida de citação: a referência ao autor ou texto alheio é feita sutilmente.

21 Alguma coisa acontece no meu coração Que só quando cruza a Ipiranga e a avenida São João É que quando eu cheguei por aqui eu nada entendi Da dura poesia concreta de tuas esquinas Da deselegância discreta de tuas meninas (...) Quando eu te encarei frente a frente não vi o meu rosto Chamei de mau gosto o que vi, de mau gosto, mau gosto É que Narciso acha feio o que não é espelho E à mente apavora o que ainda não é mesmo velho Nada do que não era antes quando não somos mutantes Sampa – Caetano Veloso

22

23

24

25 é um conjunto de elementos de uma obra escrita (como título, autor, editora, local de publicação e outras) que permite a sua identificação. A um conjunto de referências bibliográficas, normalmente apresentadas no final de uma obra, dá- se o nome de "referências bibliográficas" ou apenas "referências".

26 alidade-parafrase-e-parodia/http://www.infoescola.com/portugues/intertextu alidade-parafrase-e-parodia/ INTERTEXTUALIDADE - Luiz Carlos Junqueira Maciel/Gilberto Xavier da Silva Referências bibliográficas deste slide

27 é um título ou frase curta, que, colocado no início de uma obra, serve como tema ou assunto para resumir ou introduzir a obra. Constitui uma escrita introdutória a outra.

28 SOLFIERI - Álvares de Azevedo Yet one kiss on your pale clay And those lips once so warm beart! my bears! my bears! BYRONCain Sabeis-lo. Roma e a cidade do fanatismo e da perdição: na alcove do sacerdote dorme a gosto a amásia, no leito da vendida se pendura o Crucifixo lívido. É um requintar de gozo blasfemo que mescla o sacrilégio a convulsão do amor, o beijo lascivo a embriaguez da crença! Era em Roma. Uma noite a lua ia bela como vai ela no verão pôr aquele céu morno, o fresco das águas se exalava como um suspiro do leito do Tibre. A noite ia bela. Eu passeava a sós pela ponte de As luzes se apa-garam uma por uma nos palácios, as ruas se fazias ermas, e a lua de sonolenta se escondia no leito de nuvens. Uma sombra de mulher apareceu numa janela solitária e es-cura. Era uma forma branca.A face daquela mulher era como a de uma estátua pálida a lua. Pelas faces dela, como gotas de uma taça caída,, rolavam fios de lágrimas.


Carregar ppt "São referências explícitas ou implícitas de um texto em outro, que provocam um diálogo entre os mesmos."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google