A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

ENCONTRO NACIONAL DE PÓS- GRADUAÇÃO EM MEDICINA E SAÚDE A Pós Graduação e Formação de Profissionais de Saúde Mais Qualificados Para o SUS Antonio Alberto.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "ENCONTRO NACIONAL DE PÓS- GRADUAÇÃO EM MEDICINA E SAÚDE A Pós Graduação e Formação de Profissionais de Saúde Mais Qualificados Para o SUS Antonio Alberto."— Transcrição da apresentação:

1 ENCONTRO NACIONAL DE PÓS- GRADUAÇÃO EM MEDICINA E SAÚDE A Pós Graduação e Formação de Profissionais de Saúde Mais Qualificados Para o SUS Antonio Alberto Lopes Professor Associado, Livre-Docente de Clínica Médica/Nefrologia Mestre em Saúde Pública e PhD em Ciência Epidemiológica pela Universidade de Michigan Faculdade de Medicina da UFBA

2 Através dos docentes Dos mestrandos e doutorandos sob orientação dos docentes COMO A PÓS-GRADUAÇÃO PODE CONTRIBUIR PARA A FORMAÇÃO DE PROFISSIONAIS DE SAÚDE MAIS QUALIFICADOS?

3 Integração da Pós-Graduação com a Graduação Integração da Pós-Graduação com a Especialização em Saúde (ex., residências das áreas de saúde) COMO A PÓS-GRADUAÇÃO PODE CONTRIBUIR PARA A FORMAÇÃO DE PROFISSIONAIS DE SAÚDE MAIS QUALIFICADOS? Atuando onde se desenrola o processo de ensino / aprendizagem Atraindo as pessoas para onde se desenrola o processo NO PROCESSO DE FORMAR MESTRES E DOUTORES É IMPORTANTE OCORRER:

4 Palco da Integração Onde se desenvolve os cuidados a saúde (ex., ambulatórios, enfermarias). Sessões clinicas. Nos journal clubs. Nos serviços de apoio diagnóstico (ex., radiologia, serviço de anatomia patológica, laboratório de patologia clínica).

5 1)Atitudes que conduzam a constantes questionamentos visando aprimorar as práticas; 2)Capacidade de pesquisar as fontes de conhecimento em busca de informações para responder as questões; 3)Capacidade de selecionar a informação mais relevante; 4)Capacidade de avaliar a qualidade e o significado da informação; 5)Capacidade de aplicar a informação para solucionar problemas; 6)Capacidade para identificar questões que não podem ser devidamente respondidas por falta de informação; 7)Saber desenhar estudos visando esclarecer questões que não estão devidamente esclarecidas por falta de informação ou por limitações em generalizar a informação existente OBJETIVOS DA INTEGRAÇÃO Desenvolvimento de:

6 Integração com a Graduação Iniciação Científica Nas Disciplinas Curriculares

7 ATIVIDADES CONJUNTAS Pós-Graduação, Residência e Graduação Enfermarias e Ambulatórios Journal Clubs Integrar Atividades / Disciplinas da Pós-Graduação e Graduação Integrar com a Residência em Saúde

8 Processo Ensino-Aprendizagem Características dos Adultos São independentes As suas próprias experiências se constituem nos principais estímulos de aprendizado Valorizam aprendizado integrado com o dia a dia (com a prática) Motivados em aprender para solucionar problemas Adaptado de Kaufman DM. Applying educational theory in practice. BMJ 2003; 326:

9 Lopes AA. Medicina Baseada em Evidências: A Arte de Aplicar o Conhecimento Científico na Prática Clínica. Rev Assoc Med Bras 2000; 46: (P) Problema (P) Preditor (R) Resultado Foco: A pessoa Teste Diagnóstico, Tratamento, Intervenção Preventiva, Fator de Risco/Prognóstico Eventos adversos fatais e nao fatais Qualidade de Vida Sobrevida, Diagnóstico Diferencial, Prevenção ( O CONTEXTO DO PPR) Estratégia para promover questionamentos que estimule pesquisa e encontro de soluções para problemas

10 Situação Clínica Homem de 60 anos, com hipertensão arterial. Está bem controlado em uso de diurético tiazídico. Única alteração é HDL baixo. O paciente gostaria de saber se existe vantagem em utilizar o mesmo medicamento utilizado pelo irmão, ou seja, um inibidor da enzima conversora da angiotensina.

11 (P) Problema (P) Preditor (R) Resultado No manejo de um paciente hipertensos de 60 anos com fator de risco adicional para eventos cardiovasculares existe vantagem dos novos antihipertensivos quando comparado a um diurético tiazídico em reduzir o risco de novos eventos cardiovasculares DEFINA A SUA DÚVIDA CLARAMENTE ( O CONTEXTO DO PPR) A questão Existe vantagem dos novos antihipertensivos em relação ao diurético tiazídico em reduzir os risco de eventos cardiovasculares em um paciente hipertenso de 60 anos que possui fatores de risco para eventos isquêmicos do coração?

12 PPR Existe vantagem dos novos antihipertensivos em relação ao diurético tiazídico em reduzir os risco de eventos cardiovasculares e melhorar a sobrevida em um paciente hipertenso de 60 anos que possui fatores de risco para eventos isquêmicos do coração? P (Problema)#1 (hypertension[Title/Abstract] OR hypertensive[Title/Abstract]) OR "blood pressure"[Title/Abstract] P (Preditor) #2 ( "ACE INHIBITOR"[Title/Abstract] OR CAPTOPRIL[Title/Abstract] OR LISINOPRIL[Title/Abstract] OR Ramipril[Title/Abstract]) AND (Chlorthalidone[Title/Abstract] OR Hydrochlorothiazide[Title/Abstract] OR thiazide[Title/Abstract]) R (Resultados) #3 ( (cardiovascular[Title/Abstract] OR cardiac[Title/Abstract] OR heart[Title/Abstract]) AND (mortality[Title/Abstract] OR survival[Title/Abstract] OR risk[Title/Abstract]) #4 (#1 AND #2 AND #3) = 120 #5 #4 AND "clinical trial"[Publication Type] = 43 #6 #5 AND Limits: published in the last 5 years, English = 15

13 Major outcomes in high-risk hypertensive patients randomized to angiotensin-converting enzyme inhibitor or calcium channel blocker vs diuretic: The Antihypertensive and Lipid-Lowering Treatment to Prevent Heart Attack Trial (ALLHAT). JAMA Dec 18;288(23):

14 Conclusão Baseada em Evidência Científica De acordo com os dados do ALLHAT inibidor da enzima conversora da angiotensina e bloqueador de canais de cálcio não são superiores a diurético tiazidico na prevenção de eventos cardiovasculares adversos e na redução da mortalidade em pacientes hipertensos com fatores de risco adicionais

15 O Processo tem Inicio na Graduação 6)Pesquisar de forma ativa o conhecimento médico orientado pelas dúvidas e questões geradas de atividades práticas com pacientes e da necessidade de maior aprofundamento em temas das aulas teóricas. 7)Integrar o conhecimento científico com a prática clinica.

16 O Processo tem Inicio na Graduação, Continua na Residência e na Pós-Graduação Stricto Sensu 4)Nas atividades práticas de enfermaria e ambulatório sob a orientação do professor o aluno deve se integrar com residentes, internos e demais membros da equipe de saúde no sentido de participar o mais próximo possível do processo de tomada de decisões e aprender a atuar em equipes multidisciplinares. 5)No ambulatório, sob supervisão do professor, o aluno deverá coletar os dados das consultas novas e do retorno e escrever adequadamente no prontuário, devendo os dados clínicos, a avaliação do paciente em cada visita e os planos serem descritos seguindo modelo do POPE e a sistemática do SOAP(subjetivo, objetivo, avaliação, planos) 6)Atividades Visando Auto-aprendizado - Expor os alunos a ferramentas de pesquisa eficiente da literatura médica, ex., bancos de dados e livros online através da Internet, softwares instalados em computadores pessoais e palms

17 Ensino a Distância

18

19 Mensagem Final A aplicação de métodos e estratégias para fortalecer o alicerce científico do profissional de saúde sem desprezar os valores humanitários da profissão e a experiência adquirida ao lidar com os problemas dos pacientes deverá contribuir para a melhoria da qualidade dos cuidados prestados pelos profissionais da saúde A PÓS-GRADUAÇÃO BRASILEIRA DEVE DESEMPENHAR UM IMPORTANTE PAPEL NESTE SENTIDO


Carregar ppt "ENCONTRO NACIONAL DE PÓS- GRADUAÇÃO EM MEDICINA E SAÚDE A Pós Graduação e Formação de Profissionais de Saúde Mais Qualificados Para o SUS Antonio Alberto."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google