A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Avaliação de queixas da população atendida em uma Clínica-escola de Psicologia Ciências Humanas Autoras: Daniele Linke Fortes e Juliane Viecili. Programa.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Avaliação de queixas da população atendida em uma Clínica-escola de Psicologia Ciências Humanas Autoras: Daniele Linke Fortes e Juliane Viecili. Programa."— Transcrição da apresentação:

1 Avaliação de queixas da população atendida em uma Clínica-escola de Psicologia Ciências Humanas Autoras: Daniele Linke Fortes e Juliane Viecili. Programa Unisul de Iniciação Científica – PUIC, curso de Psicologia, campus Norte. Introdução A busca por Serviços-escola de Psicologia tem aumentado, pois cada vez mais as pessoas estão procurando esse tipo de auxílio; e um dos lugares acessíveis para este tipo de atendimento psicológico é o serviço-escola de psicologia que engloba a clínica-escola. A caracterização da população atendida em um serviço-escola de Psicologia promove subsídios para melhor auxiliar atendimentos que ali são realizados, os tornando diferenciados e especializados para a população que busca este tipo de serviço. Nesse sentido, é possível identificar na literatura diversas pesquisas que se preocuparam em fazer algum tipo ou grau de caracterização da população atendida em clínicas-escola, tais como as pesquisas de Louzada (2003), Melo e Perfeito (2006), Peres, Santos e Coelho (2004) e de Shoen-Ferreira (2002). Dessa forma, a caracterização da população atendida é necessária para auxiliar tanto no planejamento de ensino de estagiários quanto no planejamento de intervenções profissionais. Objetivos Objetivo geral: - Avaliar as queixas mais freqüentes apresentadas por pessoas atendidas em uma clínica-escola de Psicologia. Objetivos específicos: - Identificar as queixas mais freqüentes de pacientes atendidos em uma clínica-escola de Psicologia; - Comparar as características socioeconômicas dos pacientes com as queixas que foram apresentadas. Metodologia Para obtenção dos dados da pesquisa foram observados prontuários de triagem da população atendida no Serviço escola de uma universidade privada. Os dados encontrados foram registrados em um protocolo de registro. Compuseram a amostra 230 prontuários dos anos de 2004, 2005 e 2006, de pessoas com idade entre um e 17 anos. Na verificação dos protocolos, foram levadas em consideração as características socioeconômicas (escolaridade, sexo, irmãos, renda familiar, uso de medicamentos) e o tipo de queixa apresentada. As queixas observadas foram agrupadas em 19 categorias, sendo elas: irritação, sensibilidade, medo, sono, sexualidade, depressão, distração, transtornos alimentares, desânimo escolar, inibição, uso de substâncias químicas, agressividade, nervosismo, mentira, dificuldades familiares, desânimo, sintomas físicos alterados, problemas orgânicos e a categoria outros. Foram construídos gráficos a fim de relacionar as categorias referentes ao tipo de queixa com as características da população atendida. Resultados A irritação foi a categoria de queixa com maior ocorrência, seguida da categoria agressividade. Foram relacionados e examinados os aspectos relativos ao uso de medicação destacando que os participantes em sua maioria não utilizam; a quantidade de irmãos foi bastante diversificada, variando entre um, dois, três, mais de três e nenhum irmão; a renda familiar predominante entre os participantes foi de dois a quatro salários mínimos e o sexo que predominou foi o sexo masculino totalizando 134 pacientes num total de 230. FIGURA 1 – Distribuição das ocorrências relativas referentes ao número de participantes por queixas, referentes às categorias. Conclusões Foi possível concluir que a queixa das crianças e dos adolescentes atendidos nesta clínica-escola, no período de 2004 a 2006 que mais obteve ocorrência foi a queixa irritação, que engloba algumas outras queixas, sendo possível então observar a necessidade de preparo de profissionais ou estagiários de Psicologia para atender estes participantes que demandam de um atendimento diferenciado para atender suas demandas específicas. Bibliografia LOUZADA, Rita de Cássia Ramos. Caracterização da clientela atendida no Núcleo de Psicologia Aplicada da Universidade Federal do Espírito Santo. Estud. psicol. (Natal). [online]. sep./dez. 2003, vol.8, no.3 [citado 25 Janeiro 2005], p Disponível na World Wide Web: 294x &Ing=pt&nrm=iso. ISSN X. MELO, Sandra Augusta de e PERFEITO, Hélvia Cristine Castro Silva. Características da população infantil atendida em triagem no período de 2000 a 2002 numa clínica-escola. Estud. psicol, (Campinas), set. 2006, vol.23, no.3, p PERES, Rodrigo Sanches, SANTOS, Manoel Antonio dos and COELHO, Heidi Miriam Bertolucci. Profile os clients assisted by a psychological emergency service to university students. Psicol. estud. [online]. Jan./Apr. 2004, vol.9, no.1 [cited 06 October 2004], p Available from World Wide Web:. ISSN SHOEN-FERREIRA, Teresa Helena et al. Perfil e principais queixas dos clientes encaminhados ao Centro de Atendimento e Apoio Psicológico ao Adolescente (CAAA) – UNIFESP/EPM. Psicol. estud., Maringá, vol. 7, n. 2, Disponível em: Acesso em 30 Abr Pré-publicação. Apoio Financeiro: Unisul


Carregar ppt "Avaliação de queixas da população atendida em uma Clínica-escola de Psicologia Ciências Humanas Autoras: Daniele Linke Fortes e Juliane Viecili. Programa."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google