A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Sistema de Custos. Índice Finalidade Conceitos Visão Geral Apuração dos Custos Lançamentos Apropriação dos Custos Rateio Capacidades Relatórios.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Sistema de Custos. Índice Finalidade Conceitos Visão Geral Apuração dos Custos Lançamentos Apropriação dos Custos Rateio Capacidades Relatórios."— Transcrição da apresentação:

1 Sistema de Custos

2 Índice Finalidade Conceitos Visão Geral Apuração dos Custos Lançamentos Apropriação dos Custos Rateio Capacidades Relatórios

3 Finalidade O objetivo do sistema é apurar os custos dos serviços portuários/hidroviários, para auxiliar no processo decisório (orçamento e investimentos). Comparação entre os custos e a receita, servindo de base para cálculo do valor da tarifa portuária. Permite visualizar onde direcionar esforços para melhorar o seu resultado. Demonstrativo de despesas por Centro Custo.

4 Conceitos Custo Contábil x Gerencial Tipo despesa: Pessoal, Combustível, Material e Serviço. Grupo Custeio: Administração, Operação, Conservação. Tipo de Mobilização: Despesa ou Instalações Distribuição de Projetos (SPH) Parâmetros Reabertura

5 Visão Geral Tarifa Portuária Tarifa- Custos Capacidades Tarifa x OS OS Rateio - Distribuição Critérios Rateio Instalações Classificação Custos Movimento

6 Visão Geral Tarifa IV Tarifa III Tarifa II Tarifa IB Tarifa IA Centros de Custo - Diretos e - Indiretos etc..... Lançamentos Outros Sistemas Parametrização do Sistema Rateios Custos Operacionais Diretos e Indiretos Os Centros de Custo Diretos estão relacionados às Tarifas às quais são apropriados os custos No final, o cálculo chega nos custos das tarifas dos serviços portuários

7 Apuração dos Custos Custo MateriaisSist.Compras Serviços Terc. Sist. Ctas.Pgr. Comb.Lubrif.Sist.ComprasPessoalSist.Folha Imobiliz/Deprec.Sist.Custos Capitais Invest. Sist.Custos RateiosSist.CustosComb./Pess.Sist.D.Bordo

8 LançamentosLANÇAMENTOS Instalações (depreciações dos prédios, equipamentos, etc....) Despesas (operação, conservação, administração)

9 Processo CadastralCadastralCadastralCadastral OS (grupo custeio/ativ.fim Classificação Custo Tarifas x OS Capacidades Tarifas Instalações Distribuição Rateio Critério Rateio Movimento Gera Inst.Mensais Integrações Gera Rateios Relatórios

10 Apropriação dos Custos A OS identifica os Centros de Custos. Eles são organizados de forma hierárquica, refletindo a estrutura organizacional da Instituição. São divididos em Diretos (atividade fim) e Indiretos (atividade meio).

11 Apropriação dos Custos ORDEM DE SERVIÇO Atividade Meio Atividade Fim TARIFA PORTUÁRIA

12 Apropriação dos Custos Atividade Fim - Custos diretos Apropriam seus custos diretamente nas tarifas. Devem ter uma tarifa portuária para associar o custo. Uma tarifa portuária possui uma ou mais OS’s da(s) qual(is) recebe custos. Pode receber custos indiretos de OS’s Atividade Meio. Atividade Meio - Custos indiretos Devem ter seus custos distribuídos para OS’s Atividade Fim.

13 Apropriação dos Custos Critérios Rateio Define o que será rateado (CRITÉRIOS) para quais OS’s serão Rateadas (destino/DOMÍNIO) e qual é a base da proporção do rateio (BASE).

14 Apropriação dos Custos Tipos de Domínio - abrangência das OS´s (pra onde vai o custo) Todos as OS’s Atividade FIM Restrito as OS’s Atividades FIM (definidas) Canais/Tramos Trabalhados Todas as OS’s Qualquer OS

15 Apropriação dos Custos Tipo Base Rateio (o que será a base para proporcionalizar o custo) Valores dos custos diretos Todos os valores lançados nas OS’s Atividade FIM Nº canais Soma horas totais dos canais Soma horas de operação dos canais Soma Saídas de Almoxarifado Soma Salários Oficina/Conservação % Fixo

16 RateioRateio Movimento Movimento Rateado Integrações CritériosClassificaçõesInstalações Distribuição OS’s

17 Rateio Critérios de Rateio: Percentual Definido pelo Usuário Proporção Almoxarifado Proporção Salários Proporção Oficina Proporção custos diretos Dragagem (horas por Canal) Balizamento / Topohidrografia (Horas por Canais/Tramos) Proporção todos os Canais/Tramos (Dados Hidroviários / Hidrológicos)

18 Rateio - Percentual definido pelo Usuário O usuário discrimina as OS’s destino e suas proporções. Ex.: OS Distribui 70% OS % OS

19 Rateio - Proporção Almoxarifado Domínio: Todas as OS’s Base: Somatório das Saídas de Almoxarifado Base = Soma todas as despesas de material e combustível de toda SPH, exceto as do próprio setor de Almoxarifado; Origem = Soma todas as despesas do(s) setor(es) almoxarifado. Destino = Soma despesas de material e combustível de cada setor, destino cfe.o domínio;

20 Rateio - Proporção Almoxarifado Exemplo prático Base: Origem: Desp.Almox: Destinos: Desp.Oficina: Desp.Hidrovia: Fórmula : Destinos * Origem / Base Oficina receberá: *10.000/ = Hidrovia receberá *10.000/ = 6.000

21 Rateio - Proporção Salários Domínio: Todas as OS’s Base: Somatório dos Salários Base = Soma todas as despesas de pessoal de toda Instituição, exceto as que possuírem esse critério. Origem = Soma todas as despesas da(s) OS(‘s) que possuírem esse critério. Destino = Soma despesas de pessoal de cada OS destino cfe.o domínio.

22 Rateio - Dragagem Domínio: Restrito aos Canais Trabalhados Base: Somatório das Horas dos Canais Rateia o combustível das embarcações (dragas, batelões, etc.. cfe. cadastro) proporcional as horas em operação de cada canal. Demais despesas (pessoal, material e serviços) rateia pela horas totais de cada canal.

23 Capacidades Define a capacidade máxima de cada serviço portuário (berços, armazenagem, equipamentos, etc.); São definidas em UNIDADE DE COBRANÇA apropriadas (horas, tonelagens, metros, etc.); Permite chegar no CUSTO UNITÁRIO; Possui períodos de vigência (permitindo cálculos retroativos);

24 Relatórios Visões: por Tarifas (em diferentes níveis); por OS (em diferentes níveis); por Grupos de Custeio; por Tipo de Despesas; por Classificações de Custo; por Períodos etc...;

25 F I M

26 Modelo de Dados

27 Rateio - Proporção Oficina Domínio: Todas as OS’s Base: Somatório das despesas de Conservação/Administração Rateio é feito em 4 etapas, proporcionalizando separadamente cada despesa (pessoal, combustível, material e serviços) Base = Soma todas as despesas de pessoal de todas OS’s de Conservação e Administração da SPH, exceto as da própria Oficina; Origem = Soma todas as despesas da(s) OS(‘s) que possuírem esse critério. Destino = Soma despesas de pessoal de cada OS destino cfe.o domínio.

28 Rateio - Proporção Custos Diretos Domínio: Todas as OS’s Atividade Fim Base: Somatório das despesas OS Fim Base = Soma todas as despesas de todas OS’s Fim da SPH; Origem = Soma todas as despesas da(s) OS(‘s) que possuírem esse critério. Destino = Soma todas as despesas de cada OS Fim;

29 Rateio - Balizamento/Topografia Domínio: Restrito aos Canais Trabalhados Base: Somatório Horas Totais dos Canais Rateia todas as despesas das embarcações proporcional as horas totais de cada canal.

30 Rateio - Proporção dos Canais Domínio: Todos os Canais Base: Número de Canais Rateia todas as despesas de dados hidroviários e hidrológicos igualmente pelo número total de canais.


Carregar ppt "Sistema de Custos. Índice Finalidade Conceitos Visão Geral Apuração dos Custos Lançamentos Apropriação dos Custos Rateio Capacidades Relatórios."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google