A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

CLASSES DE PALAVRAS (GRAMATICAIS) MARTA DUWE. CLASSES DE PALAVRAS SUBSTANTIVO ARTIGO ADJETIVO NUMERAL PRONOME VERBO ADVÉRBIO PREPOSIÇÃO CONJUNÇÃO INTERJEIÇÃO.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "CLASSES DE PALAVRAS (GRAMATICAIS) MARTA DUWE. CLASSES DE PALAVRAS SUBSTANTIVO ARTIGO ADJETIVO NUMERAL PRONOME VERBO ADVÉRBIO PREPOSIÇÃO CONJUNÇÃO INTERJEIÇÃO."— Transcrição da apresentação:

1 CLASSES DE PALAVRAS (GRAMATICAIS) MARTA DUWE

2 CLASSES DE PALAVRAS SUBSTANTIVO ARTIGO ADJETIVO NUMERAL PRONOME VERBO ADVÉRBIO PREPOSIÇÃO CONJUNÇÃO INTERJEIÇÃO VARIÁVEISINVARIÁVEIS 6 4

3 Substantivo : palavra variável, que designa ou dá nome a todos os seres existentes - pessoas, objetos, animais, lugares, sentimentos, etc. Artigo : palavra variável que sempre precede o substantivo, tendo inclusive o poder de, colocada antes de uma palavra de qualquer classe, transformá-la em substantivo. Adjetivos : palavra variável que atribui características aos substantivos. Numeral : palavra que indica a ideia de número, quantidade. Pronome : palavra variável que se refere ao substantivo ou o substitui. Verbo : palavra variável que informa ação, estado, fato ou fenômeno. Advérbio : palavra que, relacionada ao verbo, ao adjetivo ou mesmo a outro advérbio, modifica as circunstâncias de modo, tempo, instrumento, origem, intensidade, lugar, etc. Conjunção : palavra invariável que serve de elo entre as frases e orações. Preposição : palavra invariável que faz a ligação de termos, estabelecendo dependência entre eles. Interjeição : palavra ou expressão que exterioriza emoção ou sentimento. CLASSES DE PALAVRAS

4

5 ( VARIÁVEL ) 1 - SUBSTANTIVO NOMEIA AS COISAS Pessoas Objetos Lugares Instituições Grupos Entes de natureza espiritual ou mitológica Nomes de ações, sensações e sentimentos

6 C LASSIFICAÇÃO DO SUBSTANTIVO Quanto à FORMAÇÃO SIMPLES ou COMPOSTOS PRIMITIVOS ou DERIVADOS COLETIVOS Quanto ao SIGNIFICADO ou ABRANGÊNCIA CONCRETOS ou ABSTRATOS COMUNS ou PRÓPRIOS

7 C LASSIFICAÇÃO DO SUBSTANTIVO SIMPLES = Estrutura com um ÚNICO RADICAL Chuva Flor Livro livreiro COMPOSTOS = Estrutura com pelo menos 2 RADICAIS Guarda-chuva Floricultura pernilongo PRIMITIVOS = NÃO provêm de outra palavra Árvore Carta Pedra Dente DERIVADOS = Formados a partir de outra palavra Arvoredo Carteiro Pedreira Dentista SIMPLES ou COMPOSTOSPRIMITIVOS OU DERIVADOS

8 C LASSIFICAÇÃO DO SUBSTANTIVO CONCRETOS = " SERES", reais ou imaginários : Sereia Armário Abacateiro Deus Brasil ABSTRATOS = QUALIDADES, SENTIMENTOS, ESTADOS ou AÇÕES: Tristeza Amor Maturidade Abraço Ética COMUNS = Qualquer indivíduo de uma espécie Homem Planeta Montanha Estrela Rio PRÓPRIOS = Nomeiam um indivíduo particular de determinada espécie José Júpter Everest Sol Nilo CONCRETOS ou ABSTRATOSCOMUNS OU PRÓPRIOS

9 C LASSIFICAÇÃO DO SUBSTANTIVO COLEÇÃO DE SERES DA MESMA ESPÉCIE ALCATÉIA (lobos) CARDUME (peixes) ENXAME (abelhas) COLETIVOS

10 EXEMPLOS: ALTIVEZ Substantivo SIMPLES, PRIMITIVO, ABSTRATO e COMUM. CARRO Substantivo SIMPLES, PRIMITIVO, CONCRETO e COMUM. FLORICULTURA Substantivo COMPOSTO, DERIVADO, CONCRETO e COMUM. CÉSAR Substantivo SIMPLES, PRIMITIVO, CONCRETO e PRÓPRIO. C LASSIFICAÇÃO DO SUBSTANTIVO

11 O substantivo é uma classe variável. A palavra é variável quando sofre flexão(variação). A palavra menino, por exemplo, pode sofrer variações para indicar: plural – menino s (desinência de número) feminino – menin a (desinência de gênero) aumentativo – menin ão (desinência de grau) diminutivo – menin inho (desinência de grau) FLEXÃO DO SUBSTANTIVO

12 G ÊNERO DO SUBSTANTIVO Quanto ao gênero o substantivo pode ser: Masculino - admite o artigo "o". Biforme Feminino - admite o artigo “a". Episceno Uniforme Sobrecomum Comum de dois Gêneros

13 FLEXÃO gat(O) + A = gatA OPOSIÇÃO SEMÂNTICA macho x fêmea / touro x vaca SUFIXOS ≠ S imperador x imperatriz / galo x galinha TERMINADOS EM “ÃO” “OA” leão – leoa, patrão – patroa “Ô anão – anã, cidadão – cidadã “ONA” mandão – mandona (+ comuns nos aumentativos) EXCESSÕES: cão – cadela, zangão – abelha, … GÊNERO DO SUBSTANTIVO

14 SUBSTANTIVOS DE GÊNERO ÚNICO: SOBRECOMUNS Só 1 gênero gramatical p/ UM OU OUTRO sexo O indivíduo / A pessoa EPICENOS Só 1 gênero gramatical p/ ambos os sexos A formiga macho – A formiga fêmea O papagaio macho – O papagaio fêmea GÊNERO DO SUBSTANTIVO MUDANÇA DE SIGNIFICAÇÃO: O CABEÇA X A CABEÇA (chefe) (parte do corpo) O CAPITAL X A CAPITAL (dinheiro) (sede)

15 PLURAL DOS SUBSTANTIVOS Regra geral: acrescenta-se o "s”. Terminados em r, z : acrescenta-se es. Terminados em al, el, ol, ul : troca-se o l por is. Terminados em il : oxítonos: troca-se o il por is ; paroxítonos: troca-se il por eis. Terminados em m : troca-se o m por ns. Terminados em s : monossílabos e oxítonos: acrescenta-se es ; não oxítonos: ficam invariáveis. Substantivos terminados em x : ficam invariáveis. Substantivos terminados em ão : Há três formas de plural: ãos, ães, ões.

16 G RAU DO S UBSTANTIVO Grau é a propriedade que o substantivo tem de exprimir as VARIAÇÕES DO TAMANHO do ser. Ex.: livro (tamanho normal) livrinho (diminutivo) livrão (aumentativo)

17 ( VARIÁVEL ) 2 - ARTIGO ACOMPANHA O SUBSTANTIVO Um candidato / o candidato Um animal / o animal Um professor / o professor SERVE PARA GENERALIZÁ-LO OU PARTICULARIZÁ-LO COLOCADOS ANTES DE QUALQUER CLASSE GRAMATICAL, TRANSFORMAM A PALAVRA EM SUBSTANTIVO: “É um falar que não tem fim.” “o assalariado vive um sofrer interminável.”

18 C LASSIFICAÇÃO DOS ARTIGOS QUAISQUER seres de uma espécie, sentido GENÉRICO UM, UMA, UNS, UMAS Exemplo: “Gosto de animais: gostaria de ter um cachorro, uma gata, uns tucanos e umas araras." Seres DETERMINADOS dentro de uma espécie, sentido PARTICULARIZANTE O, A, OS, AS Exemplo: “Meu vizinho gosta muito de animais: você precisa ver o cachorro, a gata, os tucanos e as araras que ele tem em casa." INDEFINIDOSDEFINIDOS

19 ( VARIÁVEL ) 3- ADJETIVO CARACTERIZA O SUBSTANTIVO SERVE PARA ATRIBUIR QUALIDADES (OU DEFEITOS) EXEMPLOS: Sindicato DEFICITÁRIO Sindicato EFICIENTE Sindicato REPRESENTATIVO LOCUÇÕES ADJETIVAS: CONJUNTO DE PALAVRAS com valor de ADJETIVO Conselho DE PAI (paterno) Inflamação DE BOCA (bucal) Atitude SEM QUALQUER CABIMENTO Jornal DE ONTEM Alma EM FRANGALHOS

20 C LASSIFICAÇÃO DO ADJETIVO Quanto à FORMAÇÃO SIMPLES ou COMPOSTOS PRIMITIVOS ou DERIVADOS PÁTRIOS GRAUS: COMPARATIVO Mais… que, ou do que - Superioridade Menos … que, ou do que - Inferioridade Tão… como ou quanto - Igualdade SUPERLATIVO RELATIVO (Comparação) Ex.: Aquela cidade era a mais bonita do Sul. ABSOLUTO Ex.: Aquela cidade era muito bela (ou belíssima).

21 C LASSIFICAÇÃO DO ADJETIVO SIMPLES = Estrutura com um ÚNICO RADICAL Feliz Azul Grande COMPOSTOS = Estrutura com pelo menos 2 RADICAIS Ítalo-brasileiro Político-institucional PRIMITIVOS = NÃO provêm de outra palavra Azul Brando Curto Livre Triste DERIVADOS = Formados a partir de outra palavra Cheiroso Invisível Azulado Entristecido Infeliz SIMPLES ou COMPOSTOSPRIMITIVOS OU DERIVADOS

22 C LASSIFICAÇÃO DO ADJETIVO REFERENTES A PAÍSES, ESTADOS, REGIÕES, CIDADES OU LOCALIDADES Acreanos Japonesa Pernambucano Croata Nova-iorquino francês PÁTRIOS

23 VARIAÇÕES DO ADJETIVO Gênero Uniforme: Ex.: homem feliz - mulher feliz Biforme: Ex.: menino pequen o - menina pequen a Número Singular: bom, boa / sujo, suja Plural: bons, boas / sujos, sujas Plural dos adjetivos compostos : Ex.: Os olhos castanho-clar os de Joice encantam os homens. (V2º) Exceções : Onde estão as blusas amarelo-limão do Leandro? (I) Chegaram os meninos surd os -mud os. (2V)

24 VARIAÇÕES DOS ADJETIVOS Grau Comparativo de igualdade: Andressa é tão doida quanto Joice. de superioridade: Joice é mais doida que Andressa. de inferioridade: Andressa é menos doida que Joice. Superlativo absoluto sintético: Lúcio é educadíssimo. analítico: Lúcio é muito educado. relativo de superioridade: Joice é a mais extrovertida da classe. de inferioridade: Lúcio é o menos bagunceiro.

25 PALAVRAS ESPECIAIS NO SUPERLATIVO O MELHOR ÓTIMO (BOM) O PIOR PÉSSIMO (MAU) O MENOR MÍNIMO (PEQUENO) O MAIOR MÁXIMO (GRANDE) SUPERLATIVO RELATIVO ABSOLUTO SINTÉTICO

26 ( VARIÁVEL ) 4- NUMERAL INDICA O NÚMERO OU POSIÇÃO DAS COISAS TIPOS: CARDINAL Um, dois, mil ORDINAL Primeiro,segundo, milésimo MULTIPLICATIVO Duplo, quádruplo, triplo FRACIONÁRIO Meio, terço, quarto

27 ( VARIÁVEL ) 5- PRONOME SUBSTITUI OU ACOMPANHA UM SUBSTANTIVO TOMADO COMO PESSOA DO DISCURSO. Exemplo: Encontrei um menino. ELE procurava a casa de um amigo e ME pediu ajuda. TIPOS: PESSOAIS RETOS (eu); OBLÍQUOS ÁTONOS (me); OBLÍQUOS TÔNICOS (mim / comigo – REFLEXIVOS). DE TRATAMENTO Você, Senhor, V. Exa. … POSSESSIVOS Meu… DEMONSTRATIVOS Este, Essa, Aquilo

28 ( VARIÁVEL ) 6- VERBO EXPRIME ESTADO, AÇÃO OU FENÔMENO. Variam em: NÚMERO: Singular / Plural PESSOA: 1a., 2a. e 3a. Pessoa MODO: Indicativo / Subjuntivo / Imperativo FORMAS NOMINAIS: Infinitivo / Gerúndio / Particípio TEMPO: Presente / Pretérito(s) / Futuro(s) VOZ: Ativa / Passiva / Reflexiva

29 CLASSES DE PALAVRAS

30 ( IN VARIÁVEL ) 1- ADVÉRBIO CARACTERIZA O PROCESSO VERBAL SERVE PARA INDICAR AS CIRCUNSTÂNCIAS DA AÇÃO OU ESTADO EXEMPLO: "E fiquei pensando, HUMILDEMENTE pensando na vida.” LOCUÇÕES ADJETIVAS: CONJUNTO DE PALAVRAS com valor de ADVÉRBIO Moravam AO LADO DA ESTAÇÃO (lá) Acordei NO MEIO DA NOITE Fiquem POR PERTO

31 C LASSIFICAÇÃO DO ADVÉRBIO CIRCUNSTÂNCIAS

32 C LASSIFICAÇÃO DO ADVÉRBIO aqui, aí, lá, acolá, além, longe,perto, dentro, adiante, defronte, onde, acima, abaixo, em cima, à direita, à esquerda, ao lado, de fora, por fora. LUGAR hoje, ontem, anteontem, amanhã, atualmente, brevemente, sempre, nunca, jamais, cedo, tarde, antes, depois, logo, já, agora, ora, então, outrora, à noite, à tarde. TEMPO

33 C LASSIFICAÇÃO DO ADVÉRBIO bem, mal, assim, rapidamente, alegremente, lentamente, (a maioria terminada em – mente) ; às claras,sem medo, frente-a-frente. MODO sim, decerto, certamente, seguramente, realmente, sem dúvida, efetivamente, por certo, com certeza. AFIRMAÇÃO

34 C LASSIFICAÇÃO DO ADVÉRBIO NÃO, absolutamente, tampouco, de modo algum, de jeito nenhum, etc. NEGAÇÃO muito, pouco, mais, menos, ainda, bastante, demais, tanto, quase, apenas, tão. INTENSIDADE DÚVIDA talvez, quiçá, acaso, porventura, possivelmente, provavelmente.

35 ( IN VARIÁVEL ) 2- PREPOSIÇÃO CARACTERIZA O SUBSTANTIVO ATUA COMO CONECTIVO ENTRE PALAVRAS E ORAÇÕES (RELAÇÃO DE SUBORDINAÇÃO) EM ALGUNS CASOS (PARTICULARMENTE NAS LOCUÇÕES ADVERBIAIS), AS PREPOSIÇÕES TAMBÉM ESTABELECEM NOÇÕES FUNDAMENTAIS À COMPREENSÃO DA FRASE: Saí COM pressa. Saí SEM pressa. Pus SOB a mesa. Pus SOBRE a mesa. Estou COM vocês. Estou CONTRA vocês.

36 PREPOSIÇÕES a ante até após com contra de desde ESSENCIAIS em entre para per perante por sem sobre trás

37 ( IN VARIÁVEL ) 3- CONJUNÇÃO UNEM: TERMOS DE UMA ORAÇÃO de mesmo valor sintático ORAÇÕES sintaticamente equivalentes CONJUNÇÃO ou SÍNDETO – Marcadores de COESÃO RELACIONAL Dividem-se, inicialmente, em dois grandes grupos: COORDENATIVAS SUBORDINATIVAS

38 Ligam orações sintaticamente independentes entre si (uma oração não exerce função sintática para a outra). UM LADRÃO FUGIU DA PENITENCIÁRIA, MAS A POLÍCIA O RECAPTUROU. A S CONJUNÇÕES COORDENATIVAS

39 ADITIVAS: indicam SOMA, ADIÇÃO. Principais: E, NEM, (não só)... MAS TAMBÉM, (não só)...COMO TAMBÉM, BEM COMO, ASSIM COMO, QUE (...) O advogado não só promoveu a defesa, como também provou que Ana era inocente. Chove que chove, mas o calor não passa. A S CONJUNÇÕES COORDENATIVAS

40 ADVERSATIVAS: indicam AVERSIDADE, OPOSIÇÃO AO QUE ERA ESPERADO. Principais: E, MAS, PORÉM, CONTUDO, TODAVIA, NO ENTANTO, ENTRETANTO(...) Ela comeu o lanche e não queria pagar Chove que chove, mas o calor não passa. A S CONJUNÇÕES COORDENATIVAS

41 ALTERNATIVAS: indicam ALTERNÂNCIA, DÚVIDA, ESCOLHA, EXCLUSÃO, EQUIVALÊNCIA, ADVERTÊNCIA e AMEAÇA. Principais: OU, OU...OU, ORA...ORA, JÁ...JÁ, NEM...NEM, QUER...QUER (...) Ora chove, ora faz um calor insuportável. Hoje vou comer lagostas ou camarões. A S CONJUNÇÕES COORDENATIVAS

42 EXPLICATIVAS: EXPLICAM o que se disse na oração anterior. Principais: QUE, PORQUE, POIS, PORQUANTO (...) Ela caiu, que eu vi. Creia em mim, porque sou sincero. A S CONJUNÇÕES COORDENATIVAS

43 CONCLUSIVAS: indicam a conclusão lógica do pensamento anterior. Principais: PORTANTO, POIS, ASSIM, LOGO, ENTÃO, POR CONSEGUINTE, POR ISSO (...) Não gosto desta cidade, portanto vou voltar para o interior. Eu estudei muito, logo estou preparado. A S CONJUNÇÕES COORDENATIVAS

44 CONCLUSIVAS: indicam a conclusão lógica do pensamento anterior. Principais: PORTANTO, POIS, ASSIM, LOGO, ENTÃO, POR CONSEGUINTE, POR ISSO (...) Não gosto desta cidade, portanto vou voltar para o interior. Eu estudei muito, logo estou preparado. A S CONJUNÇÕES COORDENATIVAS

45 Ligam orações sintaticamente dependentes entre si (uma oração exerce função sintática para a outra). UM DIA ME DISSERAM QUE AS NUVENS NÃO ERAM DE ALGODÃO A S CONJUNÇÕES SUBORDINATIVAS

46 1. CAUSAIS Indicam causa Causa é o fato que provoca o fato principal Porque, pois, já que, uma vez que, COMO, desde que Choveu porque estava muito quente. 2. CONSECUTIVAS Indicam conseqüência Conseqüência é o fato provocado pelo fato principal Portanto, por isso, e, de modo que, e sorte que, por conseguinte Chorou, de sorte que o rosto inchou. A S CONJUNÇÕES SUBORDINATIVAS

47 3. CONDICIONAIS Indicam condição Condição é o fato cuja ocorrência deve ser satisfeita antes da ocorrência do fato principal Se, caso, desde que, a menos que, a não ser que, contanto que... Se fizer sol, iremos à praia. 4. CONCESSIVA Indicam concessão Concessão é o fato que, podendo ajudar ou prejudicar o principal, não o faz. Embora, ainda que, apesar de, conquanto, mesmo que... Embora chovesse, fui à praia. A S CONJUNÇÕES SUBORDINATIVAS

48 5. CONFORMATIVA Indicam conformidade Conformidade é o fato que modela a ocorrência do fato principal Conforme, consoante, COMO, segundo, de acordo com Como disse Caetano, todo homem deve brilhar, não morrer de fome 6. COMPARATIVA Indicam comparação Comparação é o contraste entre dois fatos. COMO, qual, tal qual, mais...que, menos...que, assim como, tão...quanto É feio como o pai (é). A S CONJUNÇÕES SUBORDINATIVAS

49 7. TEMPORAIS Indicam tempo Tempo é o momento da ocorrência do fato principal Quando, assim que, logo que, mal, apenas, enquanto, depois que Mal nasceu, já é órfão. Quando cheguei, o show tinha acabado 8. FINAIS Indicam finalidade Finalidade é o propósito, a motivação do fato principal. Para que, a fim de que, para, com a finalidade de (que) Ela veio para que a colega saísse mais cedo. A S CONJUNÇÕES SUBORDINATIVAS

50 9. PROPORCIONAIS Indicam relação de proporcionalidade: A ocorrência do fato interfere, direta ou inversamente, no fato principal À medida que, à proporção que, ao passo que, tanto quanto, quanto mais... Mais, quanto mais... Menos,... Quanto mais chovia, mais alagava o barraco. Ele suava, à medida que os exercícios se sucediam. A S CONJUNÇÕES SUBORDINATIVAS

51 ( IN VARIÁVEL ) 4- INTERJEIÇÃO Palavra invariável que exprime EMOÇÃO ou SENTIMENTO REPENTINO. Exprime emoções, sensações, estados de espírito, ou procura agir sobre o interlocutor, levando-o a adotar determinados comportamentos. EI, PSIU,

52 PECULIARIDADE - INTERJEIÇÃO QUALQUER PALAVRA, LOCUÇÃO OU FRASE, QUANDO PROFERIDA EM TOM EXCLAMATIVO, TORNA-SE INTERJEIÇÃO: SUBSTANTIVO: Cuidado! ADJETIVO: Boa! VERBO: Viva! ADVÉRBIO: Fora! LOCUÇÃO: Meu Deus! FRASE: Macacos me mordam!

53 C LASSIFICAÇÃO DA INTERJEIÇÃO Alerta!, Cuidado!, Calma!, Sentido!, Atenção! ADVERTÊNCIA Fora! Rua! Saia! AFUGENTAMENTO Ah!, Oh!, Olá!, Olê!, Eta!, Eita! ALEGRIA Ufa!, Arre!, Também! ALÍVIO

54 C LASSIFICAÇÃO DA INTERJEIÇÃO Coragem!, Avante!, Sus!, Vamos!, Força! ANIMAÇÃO Alô!, Olá!, Psiu!, Hei!, Ô!, Ó!, Socorro! APELO /CHAMAMENTO Apoiado!, Bravo!, Viva!, Bis!, Parabéns! APLAUSO Xi!, Ih!, Irra!, Credo! AVERSÃO

55 C LASSIFICAÇÃO DA INTERJEIÇÃO Alto!, Basta!, Chega! CESSAÇÃO Tomara!, Oxalá!, Pudera!, Oh!, Viva!, Morra! DESEJO Ai!, Ui! DOR Ué! Uai!, Puxa!, Quê!, Ah! ESPANTO

56 C LASSIFICAÇÃO DA INTERJEIÇÃO Hum!, Puxa!, Raios! IMPACIÊNCIA Qual!, Ora! Barbaridade! INCREDULIDADE Fracamente!, Fiau! REPROVAÇÃO Oba!, Opa!, Boa! Upa! SATISFAÇÃO

57 C LASSIFICAÇÃO DA INTERJEIÇÃO Salve!, Adeus!, Viva! SAUDAÇÃO Psiu! (demorado), Silêncio!, Caluda! SILÊNCIO Uh!, Ui!, Fogo!, Credo!, Cruzes!, Barbaridade! TERROR / MEDO

58 TAREFA: CAPÍTULOS 6 E 7 DE GRAMÁTICA MARTA DUWE


Carregar ppt "CLASSES DE PALAVRAS (GRAMATICAIS) MARTA DUWE. CLASSES DE PALAVRAS SUBSTANTIVO ARTIGO ADJETIVO NUMERAL PRONOME VERBO ADVÉRBIO PREPOSIÇÃO CONJUNÇÃO INTERJEIÇÃO."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google