A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Éder Francisco Mattedi Leticia Zanon Mariana Araújo Oneto Thiago Barbosa Yonamine Vitor de Souza William Corrêa dos Santos nº 085262 nº 071132 nº071272.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Éder Francisco Mattedi Leticia Zanon Mariana Araújo Oneto Thiago Barbosa Yonamine Vitor de Souza William Corrêa dos Santos nº 085262 nº 071132 nº071272."— Transcrição da apresentação:

1

2 Éder Francisco Mattedi Leticia Zanon Mariana Araújo Oneto Thiago Barbosa Yonamine Vitor de Souza William Corrêa dos Santos nº nº nº nº nº nº

3 Definição de Transporte Aéreo: movimento de pessoas e mercadorias pelo ar com a utilização de aviões ou helicópteros. Usado preferencialmente para movimentar passageiros ou mercadorias urgentes de alto valor Implica na construção de estruturas muito especiais, que requerem enormes espaços e complicadas instalações de entrada e saída de vôos. Custos de manutenção de cada avião bastante elevado, o que contribui para encarecer o meio de transporte

4 É o mais rápido para transportar passageiros a médias e grandes distâncias Grande liberdade de movimentos É um dos mais seguros e cômodos É o mais adequado para o transporte de mercadorias de alto valor

5 Ideal para transporte de mercadorias com urgência de entrega Maior competitividade do exportador, pois a entrega rápida pode ser bom argumento de venda O seguro do transporte aéreo é mais baixo em relação ao marítimo (30% a 50%)

6 Frete relativamente alto em relação aos demais modais Capacidade de carga bem menor que os modais marítimo e ferroviário ganhando apenas do rodoviário Impossibilidade de transporte de carga a granel

7 Custo elevado da Infra estrutura Existência de severas restrições quanto ao transporte de produtos perigosos

8 All Cargo ou Full Cargo: uso exclusivo para transporte de carga, utilizando o deck superior e inferior

9 Combi: transporte misto, utilizada para transporte conjunto de passageiros e cargas

10 Full Pax: avião de passageiros, utilizando o deck superior para transporte de passageiros e o inferior para transporte de bagagens

11 Praticamente todos os tipos de carga podem ser transportados pode este modal, mas não podem oferecer riscos a aeronave, passageiros, operadores, ou a quaisquer outros envolvidos Podem ser transportados animais vivos, cargas comuns secas, congeladas, porém as restrições as cargas perigosas são muito intensas

12 Entende-se por frete ou tarifa aérea o preço por quilo que as companhias cobram dos usuários pelos serviços prestados Nenhuma companhia tem liberdade para fixar tarifas individualmente Fatores que influenciam as tarifas: demanda, situação econômica da região, característica da mercadoria, distância, etc

13 Tarifa Geral Tarifa mínima Tarifa classificada Tarifa para expedições de unidade de carga

14 Aviação brasileira obteve grande crescimento nos últimos anos Surgimento de novas companhias aéreas e modernização das demais Com isso, foi possível um aumento dos assentos disponíveis na malha aérea e popularizar o transporte no Brasil

15 Brasil tem hoje 255 aeroportos públicos com código IATA (International Air Transport Association) Dados de 2007 apontavam que o Brasil possui aeroportos e aeródromos, sendo 739 públicos e particulares Em 2003, foram transportados 71 milhões de passageiros através dos terminais

16

17 Empresa brasileira de infra estrutura aeroportuária administra 65 principais aeroportos e 83 estações de apoio a navegação aérea O projeto de revitalização do setor aéreo poderá abrir 10 mil novos postos de trabalho

18

19 Tem mais de 25 anos de operações 285,6 milhões de pessoas embarcaram e desembarcaram pelos terminais de passageiros 3,6 milhões de operações de pousos e decolagens que transportaram cerca de 8,2 milhões de toneladas de cargas

20 Administrada pela INFRAERO desde a sua inauguração, que planeja todos os processo de modernização e ampliação de sua Infra Estrutura Opera com 2 terminais e 46 empresas aéreas nacionais e internacionais, que utilizam 286 balcões de check-in Sistema de pistas formado por duas pistas: uma com 3.700m e outra com 3.000m

21 Recebe em média diariamente 650 operações de pousos e decolagens No setor de logística, a Infraero dispões do maior terminal de logística da América do Sul, com área de 97,8 mil m 2 No ambiente de carga estão disponibilizadas 16 câmaras frigoríficas com capacidade de 7,6 mil m3

22 Sistema de armazenagem automatizada realizada por transelevadores com 17,3 mil posições Conta ainda com envelopadoras, instrumentos de leitores óticos de código de barras, transferidos auto propelidos, scanners, entre outros

23 90% do tráfego aéreo concentrado em 20 aeroportos Dos 67 maiores aeroportos, 70% tem horários ociosos

24 Ou seja, enorme concentração de vôos em poucos locais e horários 80% do mercado de avião doméstico é concentrado em apenas 2 empresas

25 Número de passageiros irá dobrar nos próximos 5 anos, absorvendo parte do mercado dos ônibus, tentando oferecer preços compatíveis Com a chegada da Copa do Mundo e das Olimpiadas, sete grandes aeroportos brasileiros devem receber obras importantes

26 Um estudo do IPEA mostra a dificuldade para que as melhorias nos aeroportos fiquem prontas Somando os prazos médios para as liberações necessárias, dos 13 terminais que receberão investimentos, 10 não serão concluídos em 2014

27

28 No campo internacional, existe basicamente a IATA (International Air Transport Association), que regula o transporte aéreo No âmbito nacional, a aviação é regulada pelo Governo Federal através de 3 órgãos: Ministério da Aeronáutica, DAC (Departamento de Aviação Civil e INFRAERO)

29 Defender os interesse de seus representados Garantir a segurança na prestação de serviços aéreos Estimular a colaboração entre as empresas de aviação civil Prestar orientação quanto a construção e modernização de aeroportos

30 Tornar viável as rotas aéreas Estabelecer tarifas de fretes uniformes entre as companhias associadas Regular a conferência de fretes

31 Constituída em dezembro de 1972 Tem como função implantar, administrar, operar e explorar industrial e comercialmente a infra estrutura aeroportuária e de apoio a navegação aérea

32 Órgão brasileiro responsável pela regulação e fiscalização das linhas aéreas Qualquer empresa que deseje iniciar uma operação deve obter 2 autorizações da ANAC: econômica e técnica

33 No Brasil a lei nº 7.565, de 19 de dezembro de 1986, criou o Código Brasileiro de Aeronáutica que substituiu o Código Brasileiro do Ar Hoje está em vigor a convenção de Montreal, promulgada pelo decreto nº 5.910, de 27 de setembro de 2006 A ANAC é o órgão regulador das leis

34 Existe elevado potencial de contínuo crescimento do transporte aéreo no Brasil, principalmente no contexto do mercado doméstico Em particular, há indicadores com taxas de crescimento superiores a média no transporte aéreo regional

35 A infra estrutura aeroportuária tem se mostrado um dos principais gargalos para o desenvolvimento do setor A estrutura de custos do setor merece atenção, principalmente em relação ao preço dos combustíveis e impostos Expandir a rede aeroportuária, incluindo aeroportos secundários nos grandes centros

36 Torna-se necessário estabelecer uma coordenação operacional, de forma a aumentar a capacidade nas horas pico nos aeroportos das principais capitais Expandir a rede aeroportuária, incluindo aeroportos secundários nos grandes centros Desenvolver o sistema de aeroportos regionais, dotando-os de condições de efetivo apoio e de confiabilidade às operações das novas aeronaves da aviação regional

37


Carregar ppt "Éder Francisco Mattedi Leticia Zanon Mariana Araújo Oneto Thiago Barbosa Yonamine Vitor de Souza William Corrêa dos Santos nº 085262 nº 071132 nº071272."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google