A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Professor: Fábio Campos UFPE Aula 07 :: Técnicas Criativas para Geração e Seleção de Alternativas.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Professor: Fábio Campos UFPE Aula 07 :: Técnicas Criativas para Geração e Seleção de Alternativas."— Transcrição da apresentação:

1 Professor: Fábio Campos UFPE Aula 07 :: Técnicas Criativas para Geração e Seleção de Alternativas

2 Técnicas Criativas Escopo geral da aula Introdução Matriz de Interação Exemplo Matriz de Restrição Exemplo

3 Técnicas Criativas TEPCs e TEPLs TEPCs: Técnicas de Exploração do Processo de Criação TEPLs: Técnicas de Exploração do Processo Lógico

4 Técnicas Criativas TEPCs e TEPLs - TEPCs: Brainstormings Método 635 Discussão 66 Biônica Sinética Caixa Morfológica Clássico Didático Anônimo Destrutivo/Construtivo - TEPLs: Matriz de Restrição e Interação Rede de Restrição e Interação Semi-grupo Hierárquico Diferencial Semântico Análise de Funções

5 Técnicas Criativas Metodologia Matriz de interação ou Matriz de Restrição Rede de Interação ou rede de restrição Semi-grupo Hierárquico Caixa Morfológica

6 Técnicas Criativas Caixa Morfológica

7 Técnicas Criativas :: Matriz de Interação ::

8 Técnicas Criativas Nem sempre as variáveis dentro de um problema são facilmente detectadas. Matriz de Interação MaterialCorForma

9 Técnicas Criativas Material Cor Forma Acabamento Dimensões Matriz de Interação

10 Técnicas Criativas Matriz de Interação Procedimentos para a construção da Matriz de Interação: 1.Definição dos Fatores ou elementos São núcleos que compõem um projeto, estrutura ou problema Ex.: Em um projeto arquitetônico os fatores seriam os bairros ou as ruas; Em um produto seriam as funções simbólicas, estéticas ou as objetivas. Os fatores deverão ter o mesmo grau de generalidade ou particularidade assim como deverão ter o mesmo nível hierárquico.

11 Técnicas Criativas Matriz de Interação Procedimentos para a construção da Matriz de Interação: 2.Definição de Conexões: Define o tipo de interação identificada entre os fatores Tipos de interação: - Física - Funcional - Construtiva - Conceitual - Etc.

12 Técnicas Criativas Matriz de Interação Procedimentos para a construção da Matriz de Interação: 2.As Conexões podem ser: Absolutas: - Existe - Não existe Relativas: - Essencial - Desejável - Ponderada - Forte - Média - Fraca - Etc.

13 Técnicas Criativas Matriz de Interação - Construção F1F2F3F4F5FN F1 F2 F3 F4 F5 FN

14 Técnicas Criativas Matriz de Interação - Construção A ordem dos fatores não altera os resultados Apresenta conexões entre eles sem necessariamente estabelecer dependência entre eles. É simétrica – a interação do fator 2 e 1 é idêntica a interação do fator 1 em relação ao 2.

15 Técnicas Criativas Prática IX Matriz de Interação

16 Técnicas Criativas Matriz de Interação Problema: Estabelecer a interação entre os cômodos de uma residência. 1.Definir fatores 2.Definir conexões F1F2F3F4F5F6 F1 F2 F3 F4 F5 F6

17 Técnicas Criativas Matriz de Interação Prática X

18 Técnicas Criativas Matriz de Interação Problema: e para jogos eletrônicos? 1.Definir fatores 2.Definir conexões F1F2F3F4F5FN F1 F2 F3 F4 F5 FN

19 Técnicas Criativas :: Matriz de Restrição ::

20 Técnicas Criativas Matriz de Restrição Segue o mesmo procedimento da Matriz de Interação. Além das conexões estabelece a dependência existente entre eles. É assimétrica: a interação do fator 2 e o fator 1 pode não existir quando se considera a interação do fator 1 com o fator 2. Assim toda a matriz deverá ser preenchida. Pergunta-chave: A escolha do fator Fx depende da escolha do fator Fy?

21 Técnicas Criativas Matriz de Restrição Prática XI

22 Técnicas Criativas Matriz de Restrição Problema: Estabelecer a interação entre os fatores de uma garrafa térmica. 1.Definir fatores 2.Definir conexões F1F2F3F4F5FN F1 F2 F3 F4 F5 FN


Carregar ppt "Professor: Fábio Campos UFPE Aula 07 :: Técnicas Criativas para Geração e Seleção de Alternativas."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google