A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Painel: Cyro Martins – 80 anos Campo Fora Cyro Martins no Club de Lectoras Carmen Maria Serralta integrante/representante do Club de Lectoras - Las Virginianas.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Painel: Cyro Martins – 80 anos Campo Fora Cyro Martins no Club de Lectoras Carmen Maria Serralta integrante/representante do Club de Lectoras - Las Virginianas."— Transcrição da apresentação:

1 Painel: Cyro Martins – 80 anos Campo Fora Cyro Martins no Club de Lectoras Carmen Maria Serralta integrante/representante do Club de Lectoras - Las Virginianas

2 Cyro Martins no Club de Lectoras Club de Lectoras. grupo nasceu nos idos de 82, composto por professoras e profissionais liberais, a maioria uruguaia e, nasceu, obviamente, do amor pela Literatura. Las Virginianas manejam-se indistintamente nas duas línguas de uso na fronteira – espanhol e português. Reúnem-se uma vez ao mês para o estudo de um autor escolhido por consenso.

3 Cyro Martins no Club de Lectoras Envolvimento com contos Campo Fora: proporcionada pelo Projeto Fronteiras Culturais realizado em Santana do Livramento (2001). escolhidas três jóias literárias: Sem rumo, Guri e Caty

4 Cyro Martins no Club de Lectoras Entusiasmo do Club: Uma companheira fez a ilustração em aquarela e uma amiga de Rivera uniu-se ao grupo e compôs duas canções com letra em português em que sobressai a figura sensível do guri Nilo, e onde Quinca Serpa, o vendedor de moirões, surge como personagem coadjuvante. Tivemos notícias de que o Quinca Serpa teria andado bem perto de Rivera. Parece mais do que plausível! A última vez que o vimos - estava lá no Caty, no quartel de João Francisco no conto Caty - a meio caminho, entre Quaraí e SantAna. Narraciones y Canciones, (ilustração de Marina Esteves)

5 Cyro Martins no Club de Lectoras As narrativas nos tocaram fundo de várias maneiras e sob vários aspectos: a começar porque sentimos, em sendo fronteiriças, que o autor falava de nós e para nós. O amor é quando alguém nos dá notícias nossas. [Lamour cest quand quelqun vous donne de vos nouvelles] (do poeta francês André Breton)

6 Cyro Martins no Club de Lectoras Cyro Martins realiza o resgate do mundo da infância e adolescência vivida nos vastos campos da fronteira por ele tão fundamente percebido. Poiesis, a palavra grega, que significa o fazer, a fabricação, a criação de um produto pela arte. O então jovem escritor transfigura, pelo poder de sua escritura, o cenário (geográfico e humano) que lhe é familiar, e assim afasta do esquecimento um tempo e um espaço ido e vivido - território de memória. do livro Campo Fora : O choro do vento nos oitões e a zoada do arvoredo despilchado de inverno enchiam o vazio do sol e da vida.

7 Cyro Martins no Club de Lectoras narração sensível e densa, concisa e sentida, o escritor comove ao mostrar a forma como o guri Nilo viu pela primeira vez a cara da morte. O guri recolheu, na esperteza campeira dos olhitos alarifes, toda a viva emoção daquele instante supremo na vida do gaúcho. Todos estavam calados. Ele também. Não indagava nada. Olhava no mais. (...) Esse dia o guri não brincou.

8 Cyro Martins no Club de Lectoras força da evocação provocada no leitor inserindo-o e prendendo-o dentro da paisagem (seja ela física ou humana) o gosto de sentir... o cheiro da terra e do capim molhado, os odores do suor do cavalo, dos arreios e pelegos, da cozinha com seus lentos cozidos, e tantos mais... os sons: verdadeira sinfonia pastoral - ressonâncias da natureza e dos animais, feita de silêncio e canto, cantos da terra e dos céus, da chuva e dos ventos; as paisagens: no sentido literal de espaço físico - até onde alcança o nosso olhar. O escritor, qual mestre pintor, aguça a percepção e a emoção do espectador diante de uma realidade exposta com fineza e precisão, como nesta frase:Alta manhã. Impulso de seiva nos pastos, nas ervas e nas árvores, brotando no ardor violento das fecundidades verdes. Horizontes limpos, circunferenciais, rasgados em luz.

9 Cyro Martins no Club de Lectoras Admiramos a espontânea transposição do falar típico da campanha brasileira e uruguaia para o texto literário. E valorizamos, veementemente, a preservação desse linguajar, resultante do contágio de duas línguas, que terminou por criar outra linguagem: uma linguagem híbrida própria do tempo e lugar. Na certa que era coisa arreglada (...) E não era debalde. Havia muitos arrolhados atrás das moitas, de relógio na mão. Potreada buenaça. Botaram olada grande, aqueles. Pegaram um fundo inteirito ainda. E que pingaços! (...) Invitavam o instinto guerreiro dos índios.

10 Cyro Martins no Club de Lectoras Hibridismo que também caracteriza os habitantes da fronteira e se explica pela interpenetração de uma língua na outra (de uma cultura na outra). Situação favorável à criação de um eu duplo - um doble chapa. Esse cidadão - nem só brasileiro nem só uruguaio, que é o fronteiriço, tem o privilégio de não apenas conviver com duas culturas, mas de vivê-las na intimidade que somente a experiência do cotidiano pode proporcionar. a incorporação de uma outra cultura representa um acréscimo de experiência e conhecimento, e uma abertura para o mundo - hoje plural e multipolar.

11 Cyro Martins no Club de Lectoras Além da valorização do texto pelo texto.... a afinidade que tivemos com o escritor Cyro Martins, derivada de uma realidade comum magistralmente exposta, serviu, entre outras coisas, para nos fazer voltar no tempo e repensar a situação de pertencimento àquela particular região. a partir daí, assumimos, com renovado olhar, os elementos que culturalmente nos constituíram no passado, e, ainda, de alguma forma persistem. fomos levadas a aguçar nossa consciência de fronteiriças, também pelo viés da reflexão literária.

12 Cyro Martins no Club de Lectoras Concluindo.... a circunstância do universal e do atemporal, que distingue os grandes escritores dos outros, dá a Cyro Martins presença definitiva no âmbito da literatura, garantindo-lhe o interesse dos leitores de hoje e dos que hão de vir. Em termos humanos, nada se parece tanto à idéia de vida eterna do que as obras de arte que resistem ao tempo. Sem hesitação, colocamos o livro Campo Fora no patamar das coisas que perduram.

13 Muito obrigada


Carregar ppt "Painel: Cyro Martins – 80 anos Campo Fora Cyro Martins no Club de Lectoras Carmen Maria Serralta integrante/representante do Club de Lectoras - Las Virginianas."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google