A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

ÓTICA GEOMÉTRICA caminho dos raios de luz PRINCÍPIOS DA ÓTICA GEOMÉTRICA Propagação Retilínea reversibilidade independência do caminho ótico CLASSIFICAÇÃO.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "ÓTICA GEOMÉTRICA caminho dos raios de luz PRINCÍPIOS DA ÓTICA GEOMÉTRICA Propagação Retilínea reversibilidade independência do caminho ótico CLASSIFICAÇÃO."— Transcrição da apresentação:

1 ÓTICA GEOMÉTRICA caminho dos raios de luz PRINCÍPIOS DA ÓTICA GEOMÉTRICA Propagação Retilínea reversibilidade independência do caminho ótico CLASSIFICAÇÃO DOS MEIOS ÓTICOS transparentes, translúcidos, opacos FENÔMENOS ÓTICOS reflexão, refração, absorção, dispersão. VISÃO E CORES DOS OBJETOS PONTO OBJETO E PONTO IMAGEM

2 PRINCÍPIOS DA ÓTICA GEOMÉTRICA

3 PROPAGAÇÃO RETILÍNEA; REVERSIBILIDADE INDEPENDÊNCIA

4 PRINCÍPIO DA PROPAGAÇÃO RETILÍNEA Num meio, homogêneo e transparente, a luz se propaga em linha reta

5 FORMAÇÃO DE SOMBRAS A noite é a sombra da Terra sobre ela mesma!

6 Se a Lua passar na sombra da Terra, teremos um ECLIPSE DA LUA.

7

8

9 Se a Terra passar pela sombra da Lua, teremos um ECLIPSE DO SOL.

10 Gustavo Killner

11 H h y Y yH h Y

12 Exercício H = 45m H

13 CÂMARA ESCURA i p p’ o

14 PRINCÍPIOS DA ÓPTICA GEOMÉTRICA REVERSIBILIDADE A trajetória de um raio de luz não depende do sentido de propagação do feixe de luz Gustavo Killner

15 PRINCÍPIOS DA ÓPTICA GEOMÉTRICA REVERSIBILIDADE A trajetória de um raio de luz não depende do sentido de propagação do feixe de luz Gustavo Killner

16 PRINCÍPIOS DA ÓPTICA GEOMÉTRICA INDEPENDÊNCIA Gustavo Killner Um feixe de luz não altera a trajetória do outro

17

18 Velocidade da Luz (c) A velocidade da luz no vácuo é a MAIOR velocidade possível de ser atingida no universo e sua medida não depende do referencial adotado. Ela vale aproximadamente C = km/s

19 Exercício 2 Aproximadamente 8 minutos MILHÕES km

20 Exercício 2 ~Nove mil e quinhentos trilhões de metros. 1 ano = 365 dias e cinco horas e 57min = 365,2425 dias

21 CLASSIFICAÇÃO DOS MEIOS ÓPTICOS Gustavo Killner

22 CLASSIFICAÇÃO DOS MEIOS ÓPTICOS TRANSPARENTES Gustavo Killner Não alteram a trajetória da luz

23 TRANSLÚCIDOS Gustavo Killner Luz percorre trajetórias irregulares CLASSIFICAÇÃO DOS MEIOS ÓPTICOS

24 OPACOS Gustavo Killner Não permitem a passagem da luz CLASSIFICAÇÃO DOS MEIOS ÓPTICOS

25 FENÔMENOS ÓTICOS

26 REFLEXÃO Gustavo Killner

27 REFLEXÃO REGULARDIFUSA Gustavo Killner Mantém a forma do feixeAltera a forma do feixe A luz retorna ao meio de onde veio

28 REFRAÇÃO Gustavo Killner

29 REFRAÇÃO Gustavo Killner A luz muda de meio de propagação

30 ABSORÇÃO A luz é transformada em calor ou outra forma de energia

31 ABSORÇÃO A luz é transformada em calor ou outra forma de energia

32 FENÔMENOS ÓPTICOS REFLEXÃO (vemos o iceberg) Gustavo Killner ABSORÇÃO (o gelo derrete) REFRAÇÃO (a luz penetra na água)

33 DISPERSÃO

34 A A luz branca é decomposta em cores “primárias”.

35 FENÔMENOS ÓPTICOS VISÃO E CORES DOS OBJETOS Gustavo Killner

36 VISÃO E CORES DOS OBJETOS Gustavo Killner

37 VISÃO E CORES DOS OBJETOS Absorve várias cores......reflete o AZUL

38 Gustavo Killner VISÃO E CORES DOS OBJETOS

39 Gustavo Killner VISÃO E CORES DOS OBJETOS

40 EXERCÍCIO 3 ABCD BRANCAVERMELHAAZULVERDE AZUL BRANCA VERMELHA LUZ ROUPA

41 Ponto Objeto e Ponto Imagem Os raios de luz PARTEM do PONTO OBJETO e CHEGAM na superfície. Os raios de luz PARTEM da superfície e CHEGAM no PONTO IMAGEM.

42 PONTO OBJETO Formado pelos raios de luz INCIDENTES numa superfície Gustavo Killner Prolongamento do raio INCIDENTE

43 PONTO IMAGEM Gustavo Killner Formado pelos raios de luz EMERGENTES de uma superfície

44 PONTO OBJETO REAL Cruzamento EFETIVO de raios de luz INCIDENTES numa superfície P.O.R. P.O.R. P onto O bjeto R eal Gustavo Killner

45 PONTO OBJETO VIRTUAL Cruzamento de prolongamentos dos raios de luz INCIDENTES numa superfície P.O.V.P.O.V. P onto O bjeto Virtual Gustavo Killner

46 PONTO OBJETO IMPRÓPRIO raios de luz INCIDENTES numa superfície são paralelos P.O.I.P.O.I. P onto O bjeto I mpróprio Gustavo Killner

47 PONTO IMAGEM REAL Cruzamento efetivo de raios de luz EMERGENTES de uma superfície P.I.R.P.I.R. P onto I magem R eal Gustavo Killner

48 PONTO IMAGEM VIRTUAL Cruzamento de prolongamentos dos raios de luz EMERGENTES de uma superfície P.I.V.P.I.V. P onto I magem V irtual Gustavo Killner

49 PONTO IMAGEM IMPRÓPRIO raios de luz EMERGENTES de uma superfície são paralelos P.I.I.P.I.I. P onto I magem I mpróprio Gustavo Killner

50 Os raios de luz atravessam a superfície ou são refletidos? Lente Os raios de luz chegam à superfície ou emergem dela? P.O. Os raios de luz se encontram ou foi necessário prolongar? Real.

51 LENTE ESPELHO POR PIV PIR PIV POR PII PIV POI PIR POV PIV POV.B.B

52 LIÇÃO DE CASA APOSTILA : ler pgs. 34 a 38. Ex 5 a 7. LIVRO (vol.2): Cap14 - Ótica e Ondas; Ler pgs. 160 a 164 (resumir). Fixação 8 a 15


Carregar ppt "ÓTICA GEOMÉTRICA caminho dos raios de luz PRINCÍPIOS DA ÓTICA GEOMÉTRICA Propagação Retilínea reversibilidade independência do caminho ótico CLASSIFICAÇÃO."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google