A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Terminologia e Elementos Fundamentais do Turismo AGROTURISMO E TURISMO ECOLÓGICO Prof. Giuliano Tostes Novais.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Terminologia e Elementos Fundamentais do Turismo AGROTURISMO E TURISMO ECOLÓGICO Prof. Giuliano Tostes Novais."— Transcrição da apresentação:

1 Terminologia e Elementos Fundamentais do Turismo AGROTURISMO E TURISMO ECOLÓGICO Prof. Giuliano Tostes Novais

2 Terminologia “O turismo compreende as atividades que realizam as pessoas durante suas viagens e estadas em lugares diferentes do seu entorno habitual, por um período consecutivo inferior a um ano, com finalidade de lazer, negócios ou outras”. As características mais importantes do turismo são: 1.Introdução dos possíveis elementos motivadores de viagem: lazer, negócios ou outros. 2.Nota temporária do período por um ano, período realmente amplo, máximo se comparado com o tempo normal de duração dos vistos de viagem para turismo dados pelos governos – três meses – ou com a periodicidade prevista por algumas legislações para delimitar o que se considera habitual – seis meses. 3.Delimitação da atividade desenvolvida antes e durante o período de estada. 4.Localização da atividade turística como a atividade realizada “fora de seu entorno habitual”. Com respeito a essa última característica e num intento de precisar o que se entende por entorno habitual, a OMT (1995) esclarece: “O entorno habitual de uma pessoa consiste em certa área que circunda sua residência mais todos aqueles lugares que visita freqüentemente”.

3 Elementos do Turismo Existe um movimento físico dos turistas que, por definição, são os que se deslocam fora de seu lugar de residência. A estada no destino deve ser durante um determinado período não permanente. O turismo compreende tanto a viagem até o destino como as atividades realizadas durante a estada. Qualquer que seja o motivo da viagem, o turismo inclui os serviços e produtos criados para satisfazer as necessidades dos turistas.

4 Sistema Turístico Efetivamente, se distinguem quatro elementos básicos no conceito de atividade turística: Demanda: Formada por um conjunto de consumidores – ou possíveis consumidores – de bens e serviços turísticos. Oferta: Composta pelo conjunto de produtos, serviços e organizações envolvidas ativamente na experiência turística. Espaço geográfico: Base física na qual tem lugar a conjunção ou o encontro entre a oferta e a demanda e em que se situa a população residente, que, se não é em si mesma um elemento turístico, é considerada um importante fator de coesão ou desagregação, conforma é levada em conta ou não na hora de planejar a atividade turística. Operadores de mercado: Empresas e organismos cuja principal função é facilitar a inter-relação entre a oferta e a demanda. Aqui se encontram as agências de viagens, as companhias de transporte regular e aqueles órgãos públicos e privados que, mediante seu trabalho profissional, são artífices da organização e/ou promoção do turismo.

5 Demanda Turística Turistas, viajantes e visitantes formam a demanda turística e, por trás desse termo, encontra-se um grupo heterogêneo de pessoas (Fig. 2.1); um agregado de personalidades e interesses com diferentes características sociodemográficas, motivações e experiências. Por isso, são várias as classificações que existem dentro da demanda turística e todas elas são de grande interesse, uma vez que, pela identificação dos modelos de demanda, busca-se – além da mencionada homogeneidade de conceitos que facilite a elaboração de estatísticas – formular adequadas estratégias de marketing. VIAJANTES OUTROS VIAJANTES VISITANTES TURISTAS VISITANTES DE UM DIA (VISITANTES QUE PERNOITEM) (EXCURSIONISTAS)

6 Visitantes Para efeitos estatísticos, a expressão visitante interno designa toda pessoa que reside num país e que viaja, por um tempo não superior a 12 meses, para um lugar dentro de seu próprio país, diferente do seu entorno habitual e cujo motivo principal não seja o de exercer uma atividade remunerada no lugar visitado. Os visitantes internos incluem: TURISTAS (visitantes que pernoitam) Visitantes que permanecem em um meio de alojamento coletivo ou privado uma noite pelo menos. EXCURSIONISTAS (visitantes de um dia) Visitantes que não pernoitam num alojamento coletivo ou privado no lugar visitado.

7 VIAJANTES Incluídos nas estatísticas do turismo VISITANTES TURISTAS (visitantes que pernoitam) EXCURSIONISTAS (visitantes de um dia) Não residentes (estrangeiros) Nacionais residentes em outros locaisr Membros da tripulação (não-residentes) (1) Passageiros em cruzeiro (2) Tripulação (3) Visitantes de um dia (4) Motivo principal da viagem Lazer, recreação e férias Visitas a parentes e amigos Negócios e motivos profissionais Tratamentos de saúde Religião e Pereginações Outros motivos (1) Tripulação de barcos ou aviões estrangeiros em reparos ou escala e que utilizam os alojamentos. (2) Pessoas que chegam a um país num barco de cruzeiro (tal como define a Organização Marítima Internacional, OMI, 1965) e que estejam alojados a bordo, ainda que desembarquem para realizar visitas de um ou mais dias. (3) Tripulação que não é residente do país visitado e que permanece nele durante o dia. (4) Visitantes que chegam e saem no mesmo dia por lazer, recreação ou férias; visitas a parentes e amigos; negócios ou motivos profissionais; tratamento de saúde; religião/peregrinações; e outros motivos, incluindo trânsito de visitantes de um dia que vão e voltam de seus países de origem.

8 Oferta Turística Num destino turístico, a oferta à disposição da demanda constitui algo mais que a simples soma dos produtos turísticos que contém, representa um todo integrado por esses produtos, os serviços precisamente turísticos e os não turísticos, a imagem geral do destino, etc. Deve-se levar em consideração, além disso, que a oferta turística pode ser usada de forma não turística pelos residentes ou pelos visitantes não relacionados com a atividade turística, daí a definição de “usuário turístico”.

9 Atividades e Ofertas Turísticas TRANSPORTE Navio Bicicleta Avião Trem Táxi Automóvel ALOJAMENTO Acampamentos Hotel/Motel Resort Castelo Pensão Apartamento em condomínio Trailler COMPRAS E OUTRAS ATIVIDADES Lojas de souvenir Lojas de artesanato Feiras locais Lojas de materiais esportivos Shopping centers Vendas de estradas Atividades recreativas Visitas a atrações Visitas a amigos/parentes Negócios e convenções Festivais e eventos Entretenimento Estudos Esportes Base de recursos naturais, culturais e elaborados pelo homem. MARKETING VENDAS

10 Atividades e Ofertas Turísticas na Espanha Hotéis Acampamentos Restaurantes Agências de viagens (centrais e sucursais) Instalações náuticas Estações de esqui Campos de golfe Parques aquáticos Parques de diversões Estações termais Cassinos

11 Espaço Geográfico Como tem sido exposto, a atividade turística total é composta por uma combinação de produtos e serviços ofertados para satisfazer às expectativas dos visitantes durante sua experiência turística. Esta experiência turística ocorre em um espaço geográfico e num tempo determinado. Em relação ao primeiro – ao lugar em que ocorre a experiência turística – é possível encontrar, ao longo da literatura turística, os seguintes termos que mesmo que à primeira vista pareçam ter o mesmo significado, têm matizes diferenciadoras: Espaço turístico é um determinado lugar geográfico no qual acontece a oferta turística e de onde flui a demanda. O espaço é subdividido em: zona turística, área turística, complexo turístico, centro turístico ou núcleos turísticos. Município turístico é o termo empregado em algumas normas, como no caso da Lei nº 7/1995 da Organização de Turismo em Canárias. Suas conotações devem-se à delimitação administrativa do espaço com seus limites coincidindo com os limites municipais e definindo assim, por extensão, os limites de competência das entidades locais nas suas atuações em matéria de política turística. Mas, do ponto de vista estritamente turístico, este marco é fictício uma vez que o turista não entende as demarcações. Geralmente, se tem uma idéia mais completa dos termos como zonas turísticas – que podem abranger mais de um município – ou como núcleos turísticos, que podem abranger um âmbito inferior ao municipal.


Carregar ppt "Terminologia e Elementos Fundamentais do Turismo AGROTURISMO E TURISMO ECOLÓGICO Prof. Giuliano Tostes Novais."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google