A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Sérgio Bandeira Duarte Análise Sensorial DIAGRAMA SENSORIAL / PROVA / ANÁLISE ORGANOLÉPTICA Todos os Vinhos Todos os Vinhos devem ser Analisados de Forma.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Sérgio Bandeira Duarte Análise Sensorial DIAGRAMA SENSORIAL / PROVA / ANÁLISE ORGANOLÉPTICA Todos os Vinhos Todos os Vinhos devem ser Analisados de Forma."— Transcrição da apresentação:

1 Sérgio Bandeira Duarte Análise Sensorial DIAGRAMA SENSORIAL / PROVA / ANÁLISE ORGANOLÉPTICA Todos os Vinhos Todos os Vinhos devem ser Analisados de Forma Apaixonada e Intensa Os Vinhos Analisam-se quanto ao seu Aspecto à sua Cor à sua Espuma ao seu Aroma e ao seu Sabor Toda a Análise Deve Ser Equilibrada e feita dentro de Parâmetros Correctos e Aceitáveis

2 Sérgio Bandeira Duarte Análise Sensorial DIAGRAMA SENSORIAL / PROVA / ANÁLISE ORGANOLÉPTICA “ASPECTO”- É o Primeiro Contacto do Vinho com os nossos olhos VISÃO DIAGRAMA - VINHOS BRANCOS -Cristalino, Límpido, Empoado, Opalino, Turvo, Muito Turvo. DIAGRAMA - VINHOS TINTOS -Cristalino, Límpido, Encoberto, Turvo, Muito Turvo.

3 Sérgio Bandeira Duarte Análise Sensorial DIAGRAMA SENSORIAL / PROVA / ANÁLISE ORGANOLÉPTICA “ASPECTO”- É o Primeiro Contacto do Vinho com os nossos olhos VISÃO DIAGRAMA - VINHOS ROSÉS -Cristalino, Límpido, Encoberto, Turvo, Muito Turvo. -Quanto ao seu Aspecto, os Vinhos Rosés Classificam-se pelo Diagrama dos Vinhos Tintos.

4 Sérgio Bandeira Duarte Análise Sensorial DIAGRAMA SENSORIAL / PROVA / ANÁLISE ORGANOLÉPTICA “COR”- É o Segundo Contacto do Vinho com os nossos olhos VISÃO DIAGRAMA - VINHOS BRANCOS -Descorada ou Cor Aberta, Cítrica ou Citrina, Palha, Palha Oxidado, Topázio, Topázio Carregado DIAGRAMA - VINHOS TINTOS DIAGRAMA - VINHOS TINTOS - Ruby, Granada, Vermelho Violeta, Retinto, Ruby Acastanhado, Vermelho Acastanhado

5 Sérgio Bandeira Duarte Análise Sensorial DIAGRAMA SENSORIAL / PROVA / ANÁLISE ORGANOLÉPTICA “COR”- É o Segundo Contacto do Vinho com os nossos olhos VISÃO DIAGRAMA - VINHOS ROSÉS - VINHOS PALHETES OU PALHETOS - Ruby, Rosado, Alambreado (Cor Arroxeada Brilhante). - Ruby, Rosado, Alambreado (Cor Arroxeada Brilhante).

6 Sérgio Bandeira Duarte Análise Sensorial DIAGRAMA SENSORIAL / PROVA / ANÁLISE ORGANOLÉPTICA “ESPUMA”- É o Terceiro Contacto do Vinho com os nossos olhos VISÃO -A Espuma Analisa-se quanto à sua PERSISTÊNCIA e também quanto à sua COR e também quanto à sua COR DIAGRAMA - ESPUMA QUANTO À SUA PERSISTÊNCIA -Fugaz, Evanescente, Persistente

7 Sérgio Bandeira Duarte Análise Sensorial DIAGRAMA SENSORIAL / PROVA / ANÁLISE ORGANOLÉPTICA “ESPUMA”- É o Terceiro Contacto do Vinho com os nossos olhos VISÃO -A Espuma Analisa-se quanto à sua PERSISTÊNCIA e também quanto à sua COR e também quanto à sua COR DIAGRAMA - ESPUMA QUANTO À SUA COR -VINHOS BRANCOS - Branca, Esbranquiçada (Vinhos Brancos que Apresentam Alguma Idade e que Possuem Características de Envelhecimento)

8 Sérgio Bandeira Duarte Análise Sensorial DIAGRAMA SENSORIAL / PROVA / ANÁLISE ORGANOLÉPTICA “ESPUMA”- É o Terceiro Contacto do Vinho com os nossos olhos VISÃO -A Espuma Analisa-se quanto à sua PERSISTÊNCIA e também quanto à sua COR e também quanto à sua COR DIAGRAMA - ESPUMA QUANTO À SUA COR -VINHOS TINTOS - Esbranquiçada (Vinhos Tintos Muito Velhos), Rosada (Vinhos Tintos com Alguma Idade), Avermelhada (Vinhos Tintos Novos), Acastanhada (Vinhos Tintos que Enfermam de Alguma Doença)

9 Sérgio Bandeira Duarte Análise Sensorial DIAGRAMA SENSORIAL / PROVA / ANÁLISE ORGANOLÉPTICA “ESPUMA”- É o Terceiro Contacto do Vinho com os nossos olhos VISÃO -A Espuma Analisa-se quanto à sua PERSISTÊNCIA e também quanto à sua COR e também quanto à sua COR DIAGRAMA - ESPUMA QUANTO À SUA COR VINHOS ROSÉS - VINHOS PALHETES OU PALHETOS - Esbranquiçada (Vinhos que Apresentam Algum Envelhecimento), Rosada (Vinhos Rosés, Palhetes ou Palhetos Novos).

10 Sérgio Bandeira Duarte Análise Sensorial DIAGRAMA SENSORIAL / PROVA / ANÁLISE ORGANOLÉPTICA “AROMA”- É o Quarto Contacto do Vinho. A Interacção Dá-se com o Nariz (OLFACTO) -O Aroma Apenas Confirma a Informação Anterior, Proporcionada pela Análise do Vinho quanto ao do Aspecto, Cor e Espuma (Persistência e Cor) - É através do OLFACTO (Nariz / Bolbo Olfactivo) que se Identificam os Odores Cheiros e Aromas Perceptíveis pela Via Nasal, Emanados / Libertados pelo Vinho DIAGRAMA - AROMA VINOSO ESPECIAL SUI-GENERIS VINOSO ESPECIAL SUI-GENERIS -Vinhos de Sauternes (Vinhos de Sobremesa / Vinhos Muito Doces), Vinhos Vermutes (Aperitivos Vínicos), Vinhos da Casta Moscatel, Entre Outros

11 Sérgio Bandeira Duarte Análise Sensorial DIAGRAMA SENSORIAL / PROVA / ANÁLISE ORGANOLÉPTICA “AROMA”- É o Quarto Contacto do Vinho. A Interacção Dá-se com o Nariz (OLFACTO) -O Aroma Apenas Confirma a Informação Anterior, Proporcionada pela Análise do Vinho quanto ao do Aspecto, Cor e Espuma (Persistência e Cor) - É através do OLFACTO (Nariz / Bolbo Olfactivo) que se Identificam os Odores Cheiros e Aromas Perceptíveis pela Via Nasal, Emanados / Libertados pelo Vinho DIAGRAMA - AROMA VINOSO ATENUADO VINOSO ATENUADO Vinho Pouco Vinoso, Vinho que Não se Apresenta Frutado (Aroma Pouco Acentuado a Fruta Fresca ou à Casta ou Castas que lhe dão Origem) Vinho Pouco Vinoso, Vinho que Não se Apresenta Frutado (Aroma Pouco Acentuado a Fruta Fresca ou à Casta ou Castas que lhe dão Origem)

12 Sérgio Bandeira Duarte Análise Sensorial DIAGRAMA SENSORIAL / PROVA / ANÁLISE ORGANOLÉPTICA “AROMA”- É o Quarto Contacto do Vinho. A Interacção Dá-se com o Nariz (OLFACTO) -O Aroma Apenas Confirma a Informação Anterior, Proporcionada pela Análise do Vinho quanto ao do Aspecto, Cor e Espuma (Persistência e Cor) - É através do OLFACTO (Nariz / Bolbo Olfactivo) que se Identificam os Odores Cheiros e Aromas Perceptíveis pela Via Nasal, Emanados / Libertados pelo Vinho DIAGRAMA - AROMA VINOSO COMUM VINOSO COMUM - Encontram-se neste Grupo a Grande Maioria dos Vinhos Frutados (Vinhos Novos / Vinhos Jovens), a Grande Maioria dos Vinhos Brancos, assim como os Vinhos Verdes Brancos, os Vinhos Tintos Novos e os Vinhos Rosés - Encontram-se neste Grupo a Grande Maioria dos Vinhos Frutados (Vinhos Novos / Vinhos Jovens), a Grande Maioria dos Vinhos Brancos, assim como os Vinhos Verdes Brancos, os Vinhos Tintos Novos e os Vinhos Rosés

13 Sérgio Bandeira Duarte Análise Sensorial DIAGRAMA SENSORIAL / PROVA / ANÁLISE ORGANOLÉPTICA “AROMA”- É o Quarto Contacto do Vinho. A Interacção Dá-se com o Nariz (OLFACTO) -O Aroma Apenas Confirma a Informação Anterior, Proporcionada pela Análise do Vinho quanto ao do Aspecto, Cor e Espuma (Persistência e Cor) - É através do OLFACTO (Nariz / Bolbo Olfactivo) que se Identificam os Odores Cheiros e Aromas Perceptíveis pela Via Nasal, Emanados / Libertados pelo Vinho DIAGRAMA - AROMA VINOSO PRONUNCIADO VINOSO PRONUNCIADO - Vinhos Velhos com Bouquet (Aromas Acentuados / Perfumados a Vinhos Estagiados / Envelhecidos em Cascos de Carvalho), Vinhos de Qualidade Superior, em Especial os Vinhos Tintos Velhos Garrafeira, Vinhos Reservas com Envelhecimento Notório, Vinhos de Colheitas Especiais Seleccionadas - Vinhos Velhos com Bouquet (Aromas Acentuados / Perfumados a Vinhos Estagiados / Envelhecidos em Cascos de Carvalho), Vinhos de Qualidade Superior, em Especial os Vinhos Tintos Velhos Garrafeira, Vinhos Reservas com Envelhecimento Notório, Vinhos de Colheitas Especiais Seleccionadas

14 Sérgio Bandeira Duarte Análise Sensorial DIAGRAMA SENSORIAL / PROVA / ANÁLISE ORGANOLÉPTICA “AROMA”- É o Quarto Contacto do Vinho. A Interacção Dá-se com o Nariz (OLFACTO) -O Aroma Apenas Confirma a Informação Anterior, Proporcionada pela Análise do Vinho quanto ao do Aspecto, Cor e Espuma (Persistência e Cor) - É através do OLFACTO (Nariz / Bolbo Olfactivo) que se Identificam os Odores Cheiros e Aromas Perceptíveis pela Via Nasal, Emanados / Libertados pelo Vinho DIAGRAMA - AROMA VINOSO PREJUDICADO VINOSO PREJUDICADO - Vinhos que se Apresentam com Defeitos / Vinhos Desequilibrados (Vinhos que se Apresentam Corrigidos, Vinhos Mal Acondicionados, Vinhos com Más Desinfecções, Vinhos Doentes, Vinhos Oxidados, Vinhos Aguardamentados - Vinhos que se Apresentam com Defeitos / Vinhos Desequilibrados (Vinhos que se Apresentam Corrigidos, Vinhos Mal Acondicionados, Vinhos com Más Desinfecções, Vinhos Doentes, Vinhos Oxidados, Vinhos Aguardamentados

15 Sérgio Bandeira Duarte Análise Sensorial DIAGRAMA SENSORIAL / PROVA / ANÁLISE ORGANOLÉPTICA “AROMA”- É o Quarto Contacto do Vinho. A Interacção Dá-se com o Nariz (OLFACTO) -O Aroma Apenas Confirma a Informação Anterior, Proporcionada pela Análise do Vinho quanto ao do Aspecto, Cor e Espuma (Persistência e Cor) - É através do OLFACTO (Nariz / Bolbo Olfactivo) que se Identificam os Odores Cheiros e Aromas Perceptíveis pela Via Nasal, Emanados / Libertados pelo Vinho DIAGRAMA - AROMA VINOSO PREJUDICADO (Continuação) VINOSO PREJUDICADO (Continuação) -Todos os Vinhos que se Apresentam com Defeitos são Vinhos Desequilibrados e Regra Geral Apresentam um Aroma Forte e Perceptível a: - Anidrido Sulfuroso (Enxofre)

16 Sérgio Bandeira Duarte Análise Sensorial DIAGRAMA SENSORIAL / PROVA / ANÁLISE ORGANOLÉPTICA “AROMA”- É o Quarto Contacto do Vinho. A Interacção Dá-se com o Nariz (OLFACTO) -O Aroma Apenas Confirma a Informação Anterior, Proporcionada pela Análise do Vinho quanto ao do Aspecto, Cor e Espuma (Persistência e Cor) - É através do OLFACTO (Nariz / Bolbo Olfactivo) que se Identificam os Odores Cheiros e Aromas Perceptíveis pela Via Nasal, Emanados / Libertados pelo Vinho DIAGRAMA - AROMA VINOSO PREJUDICADO (Continuação) VINOSO PREJUDICADO (Continuação) -Todos os Vinhos que se Apresentam com Defeitos são Vinhos Desequilibrados e Regra Geral Apresentam um Aroma Forte e Perceptível a: Sulfídrico, (Ovos Estragados) Sulfureto de Etilo-Aliáceo, (Alho) Mercapta, Oxidado, Mofo, Bafio, Rolha, Vasilha, Azedo Sulfídrico, (Ovos Estragados) Sulfureto de Etilo-Aliáceo, (Alho) Mercapta, Oxidado, Mofo, Bafio, Rolha, Vasilha, Azedo

17 Sérgio Bandeira Duarte Análise Sensorial DIAGRAMA SENSORIAL / PROVA / ANÁLISE ORGANOLÉPTICA “AROMA”- É o Quarto Contacto do Vinho. A Interacção Dá-se com o Nariz (OLFACTO) -O Aroma Apenas Confirma a Informação Anterior, Proporcionada pela Análise do Vinho quanto ao do Aspecto, Cor e Espuma (Persistência e Cor) - É através do OLFACTO (Nariz / Bolbo Olfactivo) que se Identificam os Odores Cheiros e Aromas Perceptíveis pela Via Nasal, Emanados / Libertados pelo Vinho DIAGRAMA - AROMA VINOSO PREJUDICADO (Continuação) VINOSO PREJUDICADO (Continuação) -Todos os Vinhos que se Apresentam com Defeitos são Vinhos Desequilibrados e Regra Geral Apresentam um Aroma Forte e Perceptível a: Acéptico, Amargo, Sebo, Ranço, Pês, (Resina) Agridoce, Aguardamentado, (Medronho, Figo, Bagaceira) Entre Outros. Acéptico, Amargo, Sebo, Ranço, Pês, (Resina) Agridoce, Aguardamentado, (Medronho, Figo, Bagaceira) Entre Outros.

18 Sérgio Bandeira Duarte Análise Sensorial DIAGRAMA SENSORIAL / PROVA / ANÁLISE ORGANOLÉPTICA “SABOR”- É o Quinto Contacto do Vinho. A Interacção Dá-se com o Boca (SABOR) -O SABOR é a Confirmação Final de toda a Informação Anteriormente Retida pela nossa Memória, Proporcionada pela Análise do Vinho quanto ao seu Aspecto, Cor, Espuma (Persistência e Cor) e Aroma É através da Boca / Língua, que o SABOR se Manifesta (Língua / Bolbo Olfactivo) e que se Identificam os Sabores: É através da Boca / Língua, que o SABOR se Manifesta (Língua / Bolbo Olfactivo) e que se Identificam os Sabores: (Secos, Ácidos, Amargos, Adstringentes, Cítricos, Salgados, Doces, Adocicados e Adamados), tal como os Odores Cheiros e Aromas (Bouquet) Perceptíveis pela Via Rectro-Nasal, Emanados / Libertados pelo Vinho (Secos, Ácidos, Amargos, Adstringentes, Cítricos, Salgados, Doces, Adocicados e Adamados), tal como os Odores Cheiros e Aromas (Bouquet) Perceptíveis pela Via Rectro-Nasal, Emanados / Libertados pelo Vinho DIAGRAMA - Os Vinhos Classificam-se quanto ao seu SABOR como NORMAIS e ANORMAIS

19 Sérgio Bandeira Duarte Análise Sensorial DIAGRAMA SENSORIAL / PROVA / ANÁLISE ORGANOLÉPTICA “SABOR”- É o Quinto Contacto do Vinho. A Interacção Dá-se com o Boca (SABOR) -O SABOR é a Confirmação Final de toda a Informação Anteriormente Retida pela nossa Memória, Proporcionada pela Análise do Vinho quanto ao seu Aspecto, Cor, Espuma (Persistência e Cor) e Aroma É através da Boca / Língua, que o SABOR se Manifesta (Língua / Bolbo Olfactivo) e que se Identificam os Sabores: É através da Boca / Língua, que o SABOR se Manifesta (Língua / Bolbo Olfactivo) e que se Identificam os Sabores: DIAGRAMA - SABOR - NORMAIS - Aplicação para Vinhos Brancos, Vinhos Tintos e Vinhos Roses -Alcoólico, Acidulo, Seco, Maduro, Doce / Adocicado, Adamado, Aveludado, a Fruto / Frutado, Adstringente (Amargo)

20 Sérgio Bandeira Duarte Análise Sensorial DIAGRAMA SENSORIAL / PROVA / ANÁLISE ORGANOLÉPTICA “SABOR”- É o Quinto Contacto do Vinho. A Interacção Dá-se com o Boca (SABOR) -O SABOR é a Confirmação Final de toda a Informação Anteriormente Retida pela nossa Memória, Proporcionada pela Análise do Vinho quanto ao seu Aspecto, Cor, Espuma (Persistência e Cor) e Aroma É através da Boca / Língua, que o SABOR se Manifesta (Língua / Bolbo Olfactivo) e que se Identificam os Sabores: É através da Boca / Língua, que o SABOR se Manifesta (Língua / Bolbo Olfactivo) e que se Identificam os Sabores: DIAGRAMA - SABOR - ANORMAIS - Aplicação para Vinhos Brancos, Vinhos Tintos e Vinhos Roses -Alcoólico, Acidulo, Seco, Maduro, Doce / Adocicado, Adamado, Aveludado, a Fruto / Frutado, Adstringente (Amargo)


Carregar ppt "Sérgio Bandeira Duarte Análise Sensorial DIAGRAMA SENSORIAL / PROVA / ANÁLISE ORGANOLÉPTICA Todos os Vinhos Todos os Vinhos devem ser Analisados de Forma."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google