A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Em Família CONHECIMENTO EXPLÍCITO DA LÍNGUA

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Em Família CONHECIMENTO EXPLÍCITO DA LÍNGUA"— Transcrição da apresentação:

1 Em Família CONHECIMENTO EXPLÍCITO DA LÍNGUA
4.º ano 4.º ano Em Família CONHECIMENTO EXPLÍCITO DA LÍNGUA Indicações para utilização dos materiais Foi nossa intenção, ao produzir estes materiais, abordar de forma integrada os domínios da Linguística Textual, da Semântica, da Sintaxe, das Classes de Palavras e da Morfologia. Em vez de ilustrar os conceitos e termos com frases avulsas, optámos por construir um pequeno texto que descrevesse uma situação num mundo «inventado» com palavras, que evoca uma cena familiar que nunca existiu na realidade, mas que surge aos olhos do leitor como verdadeira. -

2 Sequência didática (4.º ano)
Descritores de desempenho: Integrar as palavras nas classes a que pertencem: nome, determinante, verbo; Identificar as seguintes funções sintáticas: sujeito e predicado. Conhecimentos prévios: os alunos identificam nomes próprios e comuns (coletivos) ; distinguem nomes comuns flexionados em género e número; reconhecem determinantes artigos (definidos e indefinidos); distinguem frase gramatical de não-frase. Termos utilizados nas atividades que constam do Programa de Português do Ensino Básico Sintaxe Classes de Palavras Morfologia Frase (ACT.1) Grupo Nominal com função de Sujeito(AT.5) Nome(AT.2) Determinante artigo (AT.3) Preposição (AT.3) Artigo: flexão em género e número (AT.3) Grupo verbal - Predicado(AT.5)   Verbo (AT.4) Assunção C. Cabral / Filomena Viegas -

3 4.º ano 4.º ano Em Família Imagem digital de Alice Geirinhas Maria entra na sala de mansinho. Ninguém a vê. Ninguém a ouve. Ninguém se mexe. A mãe olha para a televisão. O pai assiste a um jogo de futebol e rabuja contra o árbitro. Estão num outro mundo. Maria desiste e vai para o quarto. Mas a avó, adormecida numa cadeira de braços, abre os olhos, põe os óculos e lança um sorriso à neta. Maria corre. Abraça-a. Agora sim, ela está muito feliz. Assunção C. Cabral / Filomena Viegas -

4 4.º ano 4.º ano Observação/desenvolvimento: frase simples uso do ponto tipos de frase ATIVIDADE 1 Quando combinamos as palavras de acordo com as regras da língua e com o que sabemos das coisas, construímos frases que têm sentido para nós e para aqueles com quem estamos a comunicar, oralmente ou por escrito. 1.1. Das três combinações de palavras que se apresentam a seguir, só uma delas forma uma frase correta e aceitável. Qual? A Maria abraçou-se contra a avó A avó adormece numa cadeira. Na avó estava uma cadeira. R: _____________________________________ 1.2. Explica por que razão não consideraste como frases corretas e aceitáveis as outras duas combinações de palavras. Combinações n.º -

5 4.º ano 4.º ano Observação/desenvolvimento: Nomes: flexão em género e número formação de plurais Texto: noção e funcionamento ATIVIDADE 2 As frases, combinadas de uma certa forma e com uma intenção precisa, permitem formar textos. O texto que leste apresenta-nos uma cena familiar. Nele encontras palavras que designam seres, objetos, atividades, isto é, diferentes entidades que fazem parte desse mundo familiar. 2.1. Preenche o quadro, distribuindo-as por cada coluna: Pessoas Coisas Maria sala -

6 flexão em género e número
4.º ano 4.º ano Observação/desenvolvimento: Nomes: flexão em género e número subclasses: próprios, comuns, coletivos ATIVIDADE 2 2.2. Tens agora uma lista de palavras usadas para designar pessoas e coisas muito diversas. Essas palavras são os NOMES. Completa: De todos estes nomes, só um refere uma pessoa, identificando-a como única naquele contexto familiar, com o seu nome próprio: ______. Três dos nomes da lista identificam pessoas pela relação de parentesco: ________; ________; ________. Um dos nomes refere uma atividade: ________; outro uma função ________. Três nomes da lista identificam objetos concretos, existentes naquele cenário: ________; ________; ________. Para referir como um todo – de uma só vez – as quatro pessoas ligadas pelo parentesco, usou-se o nome __________ que, por isso, podemos designar por ________. -

7 ATIVIDADE 3 4.º ano - http://area.dgidc.min-edu.pt/GramaTICa/
Observação/desenvolvimento: Determinantes artigos definidos e indefinidos Preposição: contração da preposição com os determinantes ATIVIDADE 3 Verificaste que os nomes são palavras que designam pessoas, outros seres, objetos, qualidades, ações e tudo o que existe e podemos pensar (ou seja, ENTIDADES). Viste também que os nomes variam em género e número. 3.1. Observa agora os nomes usados no texto e escreve na 1.ª coluna da tabela as palavras que aparecem imediatamente antes. 1.ª coluna 2.ª coluna 1 Maria 9 quarto 2 sala 10 avó 3 mãe 11 cadeira de braços 4 televisão 12 olhos 5 pai 13 óculos 6 jogo de futebol 14 sorriso 7 15 neta 8 mundo 16 Consulta a tabela, depois de preenchida. 3.2. Completa: Antes do nome próprio, ___________________________. -

8 4.º ano 4.º ano ATIVIDADE 3 Observa, na mesma tabela, que há palavras que surgem mais vezes antes dos nomes. Completa: Essas palavras ora vêm sozinhas: __________________ ________________, ora ligadas a outras: _______ (= em + a), ________ (= em + um), ________ (=em + uma). 3.5. Escreve, no rectângulo abaixo, o conjunto dessas palavras, de modo que se perceba que elas variam em género e número. Género Número Regista: as palavras pertencem ao grupo dos artigos e fazem parte da classe dos determinantes. -

9 4.º ano 4.º ano Observação/desenvolvimento: Verbos: flexão – categorias: pessoa, número, tempo (presente), modo (indicativo) vogal temática → paradigmas flexionais ATIVIDADE 4 Não podemos comunicar só com listas de nomes. Precisamos, ainda, de palavras que relacionem pessoas, entidades, que descrevam situações, acontecimentos: os VERBOS. 4.1. Segue o exemplo e regista no quadro os verbos das frases transcritas do texto. Frases Verbos 1 2 3 4 5 Maria entra na sala. Ninguém se mexe. O pai rabuja. Maria desiste. A avó põe os óculos. entrar -

10 4.º ano 4.º ano Observação/desenvolvimento: Outros grupos (adjectival, adverbial…) ATIVIDADE 4 Observa que, em todas as frases, os nomes e os verbos, juntamente com outras classes de palavras, se organizam por uma certa ordem, para poderem formar o sentido que se deseja. Por isso se diz que se organizam em grupos. Por exemplo, a um grupo que se organiza à volta de um nome chamamos grupo nominal; a um que tem como núcleo um verbo, chamamos grupo verbal, etc. Os grupos formam unidades dentro da frase ou de outros grupos. Como podes observar no quadro, as duas unidades base da frase são o GRUPO NOMINAL e o GRUPO VERBAL. Grupo nominal Grupo verbal 1 2 Maria Ninguém entra na sala. se mexe. 4.2. Segue os exemplos acima e completa o quadro com as restantes frases da actividade 4. Grupo nominal Grupo verbal 3 4 5 -

11 4.º ano 4.º ano Observação/desenvolvimento: Constituintes do Grupo Nominal com função sintática de Sujeito Pronomes Constituintes do Predicado ATIVIDADE 5 A cada um dos grupos que identificaste em 4.2 correspondem, na frase, funções sintáticas distintas: a de SUJEITO e a de PREDICADO. 5.1. Completa o quadro escrevendo, em cada casa, de acordo com o texto, o grupo correspondente a cada uma dessas funções. Sujeito Predicado 1 Ninguém 2 assiste a um jogo. 3 A mãe 4 abre os olhos. 5 Maria 6 Ela Observa que, na frase, nem todos os grupos nominais têm a função de sujeito; eles podem desempenhar outras funções. 5.2. Transcreve do quadro um grupo nominal que não tem a função de sujeito ________. Regista que: SUJEITO – É a função sintáctica desempenhada pelo grupo nominal que concorda com o verbo em pessoa e número. PREDICADO – É a função sintáctica desempenhada pelo grupo verbal. -


Carregar ppt "Em Família CONHECIMENTO EXPLÍCITO DA LÍNGUA"

Apresentações semelhantes


Anúncios Google