A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

IGREJA EM JUIZ DE FORA E MATIAS BARBOSA Dezembro / 2011.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "IGREJA EM JUIZ DE FORA E MATIAS BARBOSA Dezembro / 2011."— Transcrição da apresentação:

1 IGREJA EM JUIZ DE FORA E MATIAS BARBOSA Dezembro / 2011

2 JUSTIFICAÇÃO Segundo alguns biblistas, justificação é o ato judicial de Deus por meio do qual Ele, pela sua graça, perdoa os seres humanos de sua culpa. A base para esse perdão é que Jesus cumpriu a Lei em lugar dos seres humanos e sofreu o castigo pelos pecados deles (Rm 5:12-21). As pessoas são justificadas através da fé (Rm 3:21-25,28; 5:1), que Deus lhes dá pela ação do Espírito Santo. Segundo outros biblistas, justificação é o ato pelo qual Deus, como Rei, Senhor e Salvador, aceita e põe em relação correta consigo a pessoa que faz com ele uma ALIANÇA, a qual é baseada na fé em Cristo. A justificação é originada e mantida pelo Espírito Santo. Romanos 3:24 “sendo justificados gratuitamente, por sua graça, mediante a redenção que há em Cristo Jesus,” Romanos 5:18 “Pois assim como, por uma só ofensa, veio o juízo sobre todos os homens para condenação, assim também, por um só ato de justiça, veio a graça sobre todos os homens para a justificação que dá vida.”

3 JUSTIFICAÇÃO NÃO É PELAS OBRAS: Lembrando que, boas obras são aquelas decorrentes da fé e para a glória de Deus. Romanos 3:20 “visto que ninguém será justificado diante dele por obras da lei, em razão de que pela lei vem o pleno conhecimento do pecado.” Romanos 3:28 “Concluímos, pois, que o homem é justificado pela fé, independentemente das obras da lei.” Romanos 4:2 “Porque, se Abraão foi justificado por obras, tem de que se gloriar, porém não diante de Deus.” Romanos 4:6 “E é assim também que Davi declara ser bem-aventurado o homem a quem Deus atribui justiça, independentemente de obras: Romanos 9:11 “E ainda não eram os gêmeos nascidos, nem tinham praticado o bem ou o mal (para que o propósito de Deus, quanto à eleição, prevalecesse, não por obras, mas por aquele que chama), Romanos 11:6 “E, se é pela graça, já não é pelas obras; do contrário, a graça já não é graça.”

4 JUSTIFICAÇÃO NÃO É PELAS OBRAS: Gálatas 2:16 “sabendo, contudo, que o homem não é justificado por obras da lei, e sim mediante a fé em Cristo Jesus, também temos crido em Cristo Jesus, para que fôssemos justificados pela fé em Cristo e não por obras da lei, pois, por obras da lei, ninguém será justificado.” Gálatas 3:2 “Quero apenas saber isto de vós: recebestes o Espírito pelas obras da lei ou pela pregação da fé?” Efésios 2:8-10 “Porque pela graça sois salvos, mediante a fé; e isto não vem de vós; é dom de Deus; não de obras, para que ninguém se glorie. Pois somos feitura dele, criados em Cristo Jesus para boas obras, as quais Deus de antemão preparou para que andássemos nelas.”

5 JUSTIFICAÇÃO NÃO É PELAS OBRAS: 2 Timóteo 1:9 “que nos salvou e nos chamou com santa vocação; não segundo as nossas obras, mas conforme a sua própria determinação e graça que nos foi dada em Cristo Jesus, antes dos tempos eternos, Tito 3:3-7 “Pois nós também, outrora, éramos néscios, desobedientes, desgarrados, escravos de toda sorte de paixões e prazeres, vivendo em malícia e inveja, odiosos e odiando-nos uns aos outros. Quando, porém, se manifestou a benignidade de Deus, nosso Salvador, e o seu amor para com todos, não por obras de justiça praticadas por nós, mas segundo sua misericórdia, ele nos salvou mediante o lavar regenerador e renovador do Espírito Santo, que ele derramou sobre nós ricamente, por meio de Jesus Cristo, nosso Salvador, a fim de que, JUSTIFICADOS POR GRAÇA, nos tornemos seus herdeiros, segundo a esperança da vida eterna.”

6 FÉ SALVADORA X FÉ REALIZADORA

7 FÉ SALVADORA X FÉ REALIZADORA: FÉ: Hebreus 11:1 “Ora, a fé é a certeza de coisas que se esperam, a convicção de fatos que se não vêem.” Confiança em Deus e em Cristo, e na sua Palavra (Mt 15:28; Mc 11:22-24; Lc 17:5). (Mc 11:24 “Por isso, vos digo que tudo quanto em oração pedirdes, crede que recebestes, e será assim convosco.”) Confiança na obra salvadora de Cristo e aceitação dos seus benefícios (Rm 1:16-17 “Pois não me envergonho do evangelho, porque é o poder de Deus para a salvação de todo aquele que crê, primeiro do judeu e também do grego; visto que a justiça de Deus se revela no evangelho, de fé em fé, como está escrito: O justo viverá por fé.”).

8 FÉ SALVADORA FÉ SALVADORA é a fé que nos faz crer em Jesus Cristo e no Seu plano de redenção (Evangelho). AQUELES QUE POSSUEM ESTE TIPO DE FÉ EVIDENCIAM ALGUMAS CARACTERÍSTICAS, TAIS COMO: 1. Submissão a Deus (Sl 37:5 “Entrega o teu caminho ao SENHOR, confia nele, e o mais ele fará.” ); 2. Obediência de coração (Rm 6.17 “Mas graças a Deus porque, outrora, escravos do pecado, contudo, viestes a obedecer de coração à forma de doutrina a que fostes entregues;”); 3. Fé na Bíblia como sendo a Palavra de Deus (2 Tm 3:16-17); 4. Confiança em Deus (Hb 2:13 “E outra vez: Eu porei nele a minha confiança. E ainda: Eis aqui estou eu e os filhos que Deus me deu”); 5. Além disso, os que possuem a fé salvadora são aqueles que convidam Cristo para entrar em suas vidas, não somente no dia da conversão, mas todos os dias de sua existência (Ap 3:20 “Eis que estou à porta e bato; se alguém ouvir a minha voz e abrir a porta, entrarei em sua casa e cearei com ele, e ele, comigo.”).

9 FÉ SALVADORA EXISTEM TIPOS DE FÉ QUE NÃO O SALVARÃO: Você pode entender intelectualmente os fatos sobre a pessoa de Jesus Cristo, mas essa não é uma fé salvadora. Você pode estar em uma 'igreja' ou em uma seita que ensina muitas verdades sobre Jesus Cristo, mas que ensina que você precisa fazer outras coisas para ganhar sua entrada no céu. Essa também não é a fé salvadora.

10 FÉ SALVADORA JÁ VIMOS ANTERIORMENTE, QUE A JUSTIFICAÇÃO NÃO É PELAS OBRAS, MAS PELA FÉ. Tiago não está tratando de justificação TIAGO EXPLICA CLARAMENTE O QUE A FÉ SALVADORA NÃO É: “Meus irmãos, qual é o proveito, se alguém disser que tem fé, mas não tiver obras? Pode, acaso, semelhante fé salvá-lo?" (Tg 2:14). Aqui Tiago faz distinção entre uma CONFISSÃO DE FÉ E A REALIDADE DA FÉ. Qualquer um pode dizer que tem fé. Embora certamente sejamos chamados a professar nossa fé, a simples profissão de fé por si mesma não salva ninguém. A Bíblia deixa claro que as pessoas são capazes de honrar a Cristo com seus lábios enquanto seus corações estão longe dele. Mateus 15:8 “Este povo honra-me com os lábios, mas o seu coração está longe de mim.” Aquilo que os lábios dizem, sem nenhuma manifestação do fruto da fé, não é a fé salvadora.

11 FÉ SALVADORA X FÉ REALIZADORA: TIAGO 2:17-23 “Assim, também a fé, se não tiver obras, por si só está morta Mas alguém dirá: Tu tens fé, e eu tenho obras; mostra-me essa tua fé sem as obras, e eu, com as obras, te mostrarei a minha fé Crês, tu, que Deus é um só? Fazes bem. Até os demônios crêem e tremem Queres, pois, ficar certo, ó homem insensa- to, de que a fé sem as obras é inoperante? A FÉ MORTA é descrita por Tiago como algo sem proveito. É fútil, vã e não justifica ninguém.

12 FÉ SALVADORA X FÉ REALIZADORA: 21 Não foi por obras que Abraão, o nosso pai, foi justificado, quando ofereceu sobre o altar o próprio filho, Isaque? (Gn 22:1-19. CREU, CONFIOU, OBEDECEU E EXECUTOU O QUE FOI ORDENADO, TRANSFORMANDO A FÉ EM REALIDADE, ISTO É, CONSUMANDO A FÉ. Rm 4:2 “Porque, se Abraão foi justificado por obras, tem de que se gloriar, porém não diante de Deus.) Abraão creu e pôs a fé em prática. A obra de Abraão foi fruto da fé e para glória de Deus. 22 Vês como a fé operava juntamente com as suas obras; com efeito, foi pelas obras que a fé se consumou, 23 e se cumpriu a Escritura, a qual diz: Ora, Abraão creu em Deus, e isso lhe foi imputado para justiça; e: Foi chamado amigo de Deus.

13 JULGAMENTO CONFORME OBRAS: BOAS OU MORTAS 1 Pe 1:17 “Ora, se invocais como Pai aquele que, sem acepção de pessoas, julga segundo as obras de cada um, portai-vos com temor durante o tempo da vossa peregrinação, Ap 20:12 “Vi também os mortos, os grandes e os peque- nos, postos em pé diante do trono. Então, se abriram livros. Ainda outro livro, o Livro da Vida, foi aberto. E os mortos foram julgados, segundo as suas obras, confor- me o que se achava escrito nos livros.” Ap 20:13 “Deu o mar os mortos que nele estavam. A morte e o além entregaram os mortos que neles havia. E foram julgados, um por um, segundo as suas obras.” Ap 22:12 “E eis que venho sem demora, e comigo está o galardão que tenho para retribuir a cada um segundo as suas obras.”

14 CONCLUSÃO Embora as Escrituras ensinem por um lado que não são nossas boas obras que nos salvam, mas a graça de Deus, através da fé; por outro lado também ensina que esta mesma graça nos dignifica e nos constrange a fazer as boas obras, para as quais fomos salvos. Como a árvore se conhece por seus frutos, estas obras são, portanto A ÚNICA EVIDÊNCIA EXTERIOR DE SALVAÇÃO ESPIRITUAL. Nem todos os que produzem boas obras são salvos, mas todo aquele que é salvo produz bons frutos; “um a cem, outro a sessenta e outro a trinta por um.” (Mateus 13:8)

15 CONCLUSÃO 1 Timóteo 5:10 “seja recomendada pelo testemunho de boas obras, tenha criado filhos, exercitado hospitalidade, lavado os pés aos santos, socorrido a atribulados, se viveu na prática zelosa de toda boa obra.” 1 Timóteo 6:18 “que pratiquem o bem, sejam ricos de boas obras, generosos em dar e prontos a repartir;” Tito 2:7 “Torna-te, pessoalmente, padrão de boas obras. No ensino, mostra integridade, reverência,”

16 CONCLUSÃO Tito 3:8 “Fiel é esta palavra, e quero que, no tocante a estas coisas, faças afirmação, confiadamente, para que os que têm crido em Deus sejam solícitos na prática de boas obras. Estas coisas são excelentes e proveitosas aos homens.” Tito 3:14 “Agora, quanto aos nossos, que aprendam também a distinguir-se nas boas obras a favor dos necessitados, {a distinguir-se nas boas obras a favor dos necessitados; ou a exercer ocupações honestas para suprir as suas necessidades} para não se tornarem infrutíferos.” Hebreus 10:24 “Consideremo-nos também uns aos outros, para nos estimularmos ao amor e às boas obras.”

17 FIM


Carregar ppt "IGREJA EM JUIZ DE FORA E MATIAS BARBOSA Dezembro / 2011."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google