A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

01 TO BARK UP THE WRONG TREE Elazier Barbosa

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "01 TO BARK UP THE WRONG TREE Elazier Barbosa"— Transcrição da apresentação:

1 01 TO BARK UP THE WRONG TREE Elazier Barbosa

2 02 Ola Pessoal Como fiquei sem computador por uns dias (que pareciam um eternidade), usei esse tempo para dar uma organizadinha nas minhas bagunças e ler alguma coisa. Assim acabei lendo o verbete: To bark up the wrong tree. Significa estar errado ou desperdiçar esforços para tentar conseguir algo que não se tem chance de sucesso. Essa expressão vem da caça de um animal norte-americano Raccoon do mesmo gênero que o nosso quati. A caça acontecia à noite e usava-se cães. Como é um bicho muito rápido acabava sempre subindo numa árvore. Quando o caçador chegava o animal já tinha pulado para outras árvores, mas os cães se mantinham raivosamente latindo para o alto, para a árvore errada; barkink up the wrong tree. Ao ler essa frase idiomática me veio à cabeça que ela continha uma espécie de lição sobre nossa vida que levamos na empresa e que poderia fazer um comentário usando analogia. Vamos lá então: CAÇADOR O homem é um caçador nato desde os tempos das cavernas. Se o campo de caça foi-se modificando com o passar dos séculos e a caça deixou de ser simplesmente para alimentar o nosso estômago, a verdade é que o espírito do homem-caçador se manteve e continua cada vez mais apurado, dentro nosso intricado DNA. Assim a caçada por um melhor emprego, nova posição na hierarquia na empresa é uma constante

3 03 CACHORRO Cada caçador que se presa tem que usar a arma que tem da melhor maneira possível para abater a sua presa. Antes um pedaço de pau ou uma pedra e um pequeno cérebro era tudo que no nosso antepassado dispunha. Hoje, as coisas mudaram bastante e graças um cérebro mais bem desenvolvido temos então a nossa melhor das armas: Conhecimento. Hoje mais do que nunca temos condições de ampliá-lo graças inclusive navegando pela Internet e, porque não, lendo os artigos do Fórum Profissionais de Finanças! O cachorro da história, primeiro animal que o homem conseguiu domesticar há uns anos continua sendo o nosso melhor amigo, se bem que agora já não precisa caçar mais nada, exceto os seus primos ainda selvagens que ainda lutam para sobreviver (até quando?). ÁRVORE Como nos ensinam os Livros de Administração temos que ter objetivos para nos guiar e atingir o que queremos. O caçador usou o cachorro como parte do seu arsenal. As coisas continuam iguais; definir um objetivo a ser atingido tal como ser promovido para um determinado cargo, assim como caçar uma presa esguia à noite é difícil, cabe-nos se apoiar nas ferramentas que dispomos. Essa ferramenta é o nosso conhecimento nas mais diversas áreas, deve estar bem afiada.Tipo filosofia Kung Fu; devemos estar sempre preparado para o inesperado ÉPOCA DE CAÇA Com ansiedade esperamos a nossa estação de caça. Obviamente essa época, diferente na nossa antiga natureza selvagem, varia de caçador para caçador. Não está fixa num calendário Pode ocorrer que ainda não estamos devidamente preparados para a nossa empreitada e acontecer de encurralarmos nosso objetivo no galho errado do organograma ou mesmo no organograma errado. Faltou alguma coisa; planejamento, mais esforço, etc. Bem, se a gente descobre logo essa falha até que nos traz dividendos; vale o esforço encetado que nos enriquece com a experiência, treinamento para uso futuro. Assim deixamos de caçar no "escuro" e partimos com um estratégia mais bem definida que resulta em atuar numa forma mais bem clara e objetiva

4 04 REORGANIZANDO A CAÇADA Sejam alguns itens que merecem ser comentados: [1] Podemos concluir que a nossa época de caça ainda não está aberta. [2] Que precisamos descobriu uma forma de não encurralar a nossa presa na árvore errada. [3] Que a caça, no momento está inacessível em função do arsenal disponível em qualidade e quantidade. LIÇÃO DA CAÇA O importante é não esmorecer e continuar mantendo os nosso objetivos. Como não foi dessa vez por alguma deficiência, vamos continuar afiando nossas armas pois logo teremos que entrar em ação novamente e dessa vez, mais bem preparados. Se a temporada de caça passou e algum caçador concorrente abateu primeiro a nossa caça isso deve ser assumido como um estímulo para continuar. Perder uma batalha não significa perder a guerra. Por outro lado, o nosso espírito-caçador sempre nos deixa inquieto. Assim se o campo de caça já não nos apresenta a caça desejada, simplesmente partimos para outra. E o mercado de caça nunca esteve tão bom como nessa fase de praticamente pleno emprego, ou seja apenas quase 5% de desempregados, como assinalam meus colegas Economistas. Pode ocorrer também, que o caçador venha tornar-se menos exigente e, por alguma razão vislumbre uma presa menos valiosa, mais coerente com as nossos armas atuais. Isso obviamente vai depender de diversos fatores e que devem ser sopesados por cada caçador em particular; retroceder pode ser um recuo estratégico para ganhar impulso.

5 05 O importante é que em qualquer intervalo da caçada estejamos sempre cuidando da nossa arma; Conhecimento. Isso pode nos permitir abater uma presa de valor superior ao definido no nosso plano B. Não há objetivo que não possa ser alcançado, caçado se tivermos um bom planejamento e esforço para o seu atingimento. Tudo pode ser apenas uma questão de tempo. O importante e que em qualquer intervalo da caçada estejamos sempre cuidando da nossa arma; Conhecimento. Isso pode nos permitir abater uma presa de valor superior ao definido no nosso plano B. Não há objetivo que não possa ser alcançado, caçado se tivermos um bom planejamento e esforço para o seu atingimento. Tudo pode ser apenas uma questão de tempo. O importante é que, diferentemente na natureza selvagem que define regularmente o período de caça, o caçador-administrativo cria a sua própria temporada. Perscrutando os ramos do organograma da sua empresa, pode ocorre que eventualmente não tenha alguma caça apetitosa e seja necessário aguardar que bons ventos nos tragam boas- novas. Podemos aguardar. Aguardar sim, mas continuando afiando nossas armas e sondando outros mercados. O que não podemos é simplesmente manter o nosso cão latindo para o alto para a árvore errada Meu Amigo caçador, boa caçada. Crie sua própria época de caça. Conhecimento é Poder: James Bacon( )

6 Página 06 Elazier Barbosa (Owner) (Manager) LINKEDIN


Carregar ppt "01 TO BARK UP THE WRONG TREE Elazier Barbosa"

Apresentações semelhantes


Anúncios Google