A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Pastoral do batismo Formação para agentes 5ª Urgência: Igreja a serviço da vida plena para todos.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Pastoral do batismo Formação para agentes 5ª Urgência: Igreja a serviço da vida plena para todos."— Transcrição da apresentação:

1 Pastoral do batismo Formação para agentes 5ª Urgência: Igreja a serviço da vida plena para todos

2 Reflexão inicial Diante das inúmeras estruturas de morte presentes em nosso atual contexto, como podemos continuar falando ao mundo sobre a máxima evangélica sem nos desanimarmos: Eu vim para que todos tenham vida e a tenham em abundância (Jo 10,10)?

3

4

5 Palavras do papa Evangelii Gaudium O grande risco do mundo atual, com sua múltipla e avassaladora oferta de consumo, é a tristeza individualista que brota do coração comodista e mesquinho, da busca desordenada de prazeres superficiais, da consciência isolada (2)O grande risco do mundo atual, com sua múltipla e avassaladora oferta de consumo, é a tristeza individualista que brota do coração comodista e mesquinho, da busca desordenada de prazeres superficiais, da consciência isolada (2) O que o papa salienta de tristeza individualista, a ideologia predominante da sociedade salienta uma suposta alegria. Pensa- se que se é feliz, mas não é algo duradouro.

6 A situação atual é predominantemente marcada por tristezas ou sinais de morte, mas nem por isso deve faltar em nós a ESPERANÇA e esta vem do próprio...A situação atual é predominantemente marcada por tristezas ou sinais de morte, mas nem por isso deve faltar em nós a ESPERANÇA e esta vem do próprio...

7 -O sentido para a ação pastoral não é meramente humano, mas é divino! Em outras palavras, a referência primeira ou o fundamento é o próprio Cristo! -Porque afirmar isso? Simplesmente porque muitas vezes podemos, enquanto cristãos, igualar nossa ação pastoral ao status social. DE QUE ADIANTA FAZER MUITO PASTORALMENTE, MAS SE TUDO REVERTE- SE PARA NÓS MESMOS? -OU SEJA, SIMPLESMENTE PARA DIZER QUE FOMOS NÓS QUE FIZEMOS?

8 Outro sinal de tristeza que está dentro de nossas paróquias é justamente como que uma disputa de qual é a melhor. E nisso surge outro sinal de morte ou de tristeza em nossa realidade eclesial: a competição! Logicamente que a intenção não é fazer nada ou, tampouco, não se orgulhar com aquilo que realizamos em nossas paróquias, mas longe de nós toda atitude de arrogância que não fomente o verdadeiro espírito de comunhão!

9 COMUNHÃO: SINAL DE VIDA PLENA PARA TODOS! O forte acentuo individualista presente no pensamento contemporâneo vem de encontro com a comunhão. O mais importante é EU e somente EU! É mais interessante estar somente em meu mundinho do que me relacionar-se ou estar com o outro! EIS O EMPECILHO PARA A COMUNHÃO

10 Em âmbito familiar...

11 Em âmbito social...

12 Em âmbito político...

13 A realidade é angustiante! o discípulo missionário sabe que Jesus Cristo para a ovelha perdida, desgarrada, fragilizadaSabemos que num tempo que tende a privilegiar o indíviduo, a ganância e o culto ao corpo em detrimento do bem comum, o discípulo missionário sabe que Jesus Cristo veio dar a vida em resgate de todos, voltando-se de modo especial para a ovelha perdida, desgarrada, fragilizada (DGAE , n. 68 / DAp 30).

14 É preciso convencer-se sempre mais desta máxima evangélica: Jesus Cristo deu sua vida por todos nós! Sua opção de amor pelos homens e mulheres de seu tempo o levou a morte, mas esta não foi em vão. ANUNCIAR E TESTEMUNHAR COM ALEGRIA ESTA GRANDEZA TEOLÓGICA É ESSENCIAL!

15 O discípulo missionário a serviço da plena! A morte não pode dar a última palavra! Por essa razão que o discípulo missionário não se cala diante da vida impedida de nascer seja por decisão individual, seja pela legalização e despenalização do aborto (DGAE, n. 69)A morte não pode dar a última palavra! Por essa razão que o discípulo missionário não se cala diante da vida impedida de nascer seja por decisão individual, seja pela legalização e despenalização do aborto (DGAE, n. 69) Ou seja, a vida humana possui um valor essencial que não pode ser equiparado a uma outra coisa.

16

17 Todas essas realidades possuem o seu específico valor...

18 Mas nada se equipara a...

19 O serviço testemunhal à vida, de modo especial à vida fraterna e ameaçada, é a mais forte atitude de diálogo que o discípulo missionário pode e deve estabelecer com uma realidade que sente o peso da cultura da morte (DGAE, n.72)

20 Na solidariedade de uma Igreja samaritana, o discípulo missionário vive o anúncio de um mundo diferente que, acima de tudo, por amar a vida, convoca à comunhão efetiva entre todos os seres vivos (DGAE, n. 72)

21 Um caminho que temos... Todos os anos temos a possibilidade de refletirmos e tomarmos consciência de um problema social de nossa realidade brasileira através da Campanha da Fraternidade. Desde o ano de 1964 – período de renovação eclesial por causa do Concílio Vaticano II – a Igreja se começou a sensibilizar mais com as questões sociais.

22 Se de fato queremos ser Igreja a serviço da vida plena para todos então é preciso estar em comunhão com a proposta da Igreja. É lamentável quando não encontramos o mínimo possível de incentivo ou de conscientização a CF.


Carregar ppt "Pastoral do batismo Formação para agentes 5ª Urgência: Igreja a serviço da vida plena para todos."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google