A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Seu Nome Aqui Microsoft

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Seu Nome Aqui Microsoft"— Transcrição da apresentação:

1 Seu Nome Aqui Microsoft

2 Agenda Histórico da Virtualização Microsoft
Arquitetura e Cenários do Hyper-V Gerenciamento de Servidores Virtuais Entendendo o Licenciamento naVirtualização

3 Microsoft e Virtualização
Uma Visão Geral da Estratégia de Virtualização da Microsoft

4 O Que é Virtualização? Virtualização é o isolamento de um recurso computacional de outros: Aplicativos Virtuais Qualquer aplicativo em qualquer computador por demanda Aplicativos instalados em hardware e SO específicos Apresentação Virtual Camada de apresentação separada do processo Interface vinculada ao processo Máquina Virtual O SO pode ser atribuído a qualquer estação de trabalho ou servidor Sistema Operacional atribuído a hardware específico Armazenamento atribuído a locais específicos Armazenamento Virtual Armazenamento e backup pela rede Rede atribuída a locais específicos A virtualização em um ambiente de TI é basicamente o isolamento de um recurso de computador. Ao separar as diferentes camadas em uma pilha lógica, você permite maior flexibilidade e gerenciamento de alterações simplificado—não é preciso mais configurar cada elemento para que eles trabalhem juntos. Em uma pilha tradicional de hardware/software, todos os elementos estão ligados, o que requer configuração específica para permitir que os componentes interajam de forma adequada uns com os outros. A criação de novas funcionalidades implica a obtenção e configuração de hardware, software e interfaces. Em uma pilha virtualizada. Cada elemento é independente e isolado logicamente. Adicionar novas funcionalidades pode ser tão simples quanto replicar um SO e uma instância do aplicativo em um hardware existente que tem funcionalidades em excesso. Talvez, a melhor forma de se entender Virtualização em uma aplicação prática seja verificando seu uso mais comum: a virtualização de máquina. A virtualização de máquina é onde um Sistema Operacional e um Aplicativo são empacotados para formar uma máquina virtual, que posteriormente é hospedada em um servidor físico que executa um sistema operacional de host ou Hypervisor (uma camada tênue de software que fornece a interface básica com o hardware). O conceito mais importante é que a máquina virtual (SO+Aplic) opera independentemente do SO no servidor físico. Na verdade, várias máquinas virtuais podem executar em um único servidor físico e ainda assim fornecer o isolamento e a segurança como se estivessem em seus próprios hardware distintos. Rede Virtual Localização de recursos dispersos Stack de software tradicional Isolamento de componente com Virtualização A Virtualização resulta em utilização mais eficiente de recursos e permite maior flexibilidade e gerenciamento de mudanças simplificado

5 Pressão Maior Que Nunca Sobre o TI
3/31/2017 1:04 PM Pressão Maior Que Nunca Sobre o TI Resultados Comerciais e Novo Valor Aumentar Agilidade nas Respostas Aumentar Utilização Manter a Empresa Em Atividade Segurança Mudança de Tecnologia Reduzir Custos Manutenção Novo A virtualização em um ambiente de TI é basicamente o isolamento de um recurso de computador. Ao separar as diferentes camadas em uma pilha lógica, você permite maior flexibilidade e gerenciamento de alterações simplificado—não é preciso mais configurar cada elemento para que eles trabalhem juntos. Em uma pilha tradicional de hardware/software, todos os elementos estão ligados, o que requer configuração específica para permitir que os componentes interajam de forma adequada uns com os outros. A criação de novas funcionalidades implica a obtenção e configuração de hardware, software e interfaces. Em uma pilha virtualizada. Cada elemento é independente e isolado logicamente. Adicionar novas funcionalidades pode ser tão simples quanto replicar um SO e uma instância do aplicativo em um hardware existente que tem funcionalidades em excesso. Talvez, a melhor forma de se entender Virtualização em uma aplicação prática seja verificando seu uso mais comum: a virtualização de máquina. A virtualização de máquina é onde um Sistema Operacional e um Aplicativo são empacotados para formar uma máquina virtual, que posteriormente é hospedada em um servidor físico que executa um sistema operacional de host ou Hypervisor (uma camada tênue de software que fornece a interface básica com o hardware). O conceito mais importante é que a máquina virtual (SO+Aplic) opera independentemente do SO no servidor físico. Na verdade, várias máquinas virtuais podem executar em um único servidor físico e ainda assim fornecer o isolamento e a segurança como se estivessem em seus próprios hardware distintos. Verbas de TI © 2006 Microsoft Corporation. All rights reserved. Microsoft, Windows, Windows Vista and other product names are or may be registered trademarks and/or trademarks in the U.S. and/or other countries. The information herein is for informational purposes only and represents the current view of Microsoft Corporation as of the date of this presentation. Because Microsoft must respond to changing market conditions, it should not be interpreted to be a commitment on the part of Microsoft, and Microsoft cannot guarantee the accuracy of any information provided after the date of this presentation. MICROSOFT MAKES NO WARRANTIES, EXPRESS, IMPLIED OR STATUTORY, AS TO THE INFORMATION IN THIS PRESENTATION.

6 3/31/2017 1:04 PM Promessas da Microsoft a Você Capacitando Profissionais de TI e Desenvolvedores de no Ciclo de Vida do TI Melhore a Empresa Com Soluções de TI Aumente o Impacto de Sua Equipe Gerencie a Complexidade, Obtenha Maior Agilidade Uma das “promessas” mais excitantes da Microsoft é Gerenciar Complexidade e Obter Agilidade. Desta forma, podemos trabalhar em conjunto para tornar a TI mais reativa às alterações das necessidades das empresas. Proteja as Informações, Controle o Acesso 6 © 2006 Microsoft Corporation. All rights reserved. Microsoft, Windows, Windows Vista and other product names are or may be registered trademarks and/or trademarks in the U.S. and/or other countries. The information herein is for informational purposes only and represents the current view of Microsoft Corporation as of the date of this presentation. Because Microsoft must respond to changing market conditions, it should not be interpreted to be a commitment on the part of Microsoft, and Microsoft cannot guarantee the accuracy of any information provided after the date of this presentation. MICROSOFT MAKES NO WARRANTIES, EXPRESS, IMPLIED OR STATUTORY, AS TO THE INFORMATION IN THIS PRESENTATION.

7 Iniciativa de Sistemas Dinâmicos
Processo e Conhecimento baseados em ITIL Embutidos Gerenciamento Orientado ao Conhecimento Virtualized Infrastructure Design for Operations Knowledge-driven Management Capture conhecimento em modelos Gerenciamento do WS Multinível: sistemas operacionais, aplicativos Design para Operações Infra-estrutura Virtualizada Dynamic Systems Initiative Um sistema dinâmico é o que a Microsoft considera como sendo um negócio ágil—onde TI trabalha de forma integrada com o negócio para atender às demandas de um ambiente adaptável e de rápida modificação. A DSI (Dynamic Systems Initiative) é a estratégia de tecnologia da Microsoft para produtos e soluções que ajudam as empresas a aumentar a capacidade dinâmica das pessoas, dos processos e da infra-estrutura de TI usando tecnologia. Pessoas Para o CIO, trata-se de uma jornada. Se você faz bem seu trabalho, conquista seu espaço, então você consegue um lugar ao lado do CEO. E é para onde a TI leva o crescimento dos negócios. Você tem que começar em algum lugar—portanto, comece conosco e compartilhe a nossa visão a fim de capacitar a infra-estrutura para negócios prontos para pessoas: Dynamic Systems Initiative. Nós o ajudaremos a alinhar sua área de TI, mantê-la desta forma e forneceremos a plataforma para que você a inove. Processo Usando o ciclo de vida de TI, a DSI fornece um guia de processos que as empresas precisam para obter êxito na jornada rumo ao sistema dinâmico. Através de um ciclo contínuo de melhoria de processos, os processos de design são dedicados ao planejamento e à implementação de melhorias no ambiente de TI. Ao reduzir alterações incompatíveis ou conflitantes e simplificar os esforços, os processos de implantação ajudam as empresas a gerenciar alterações em suas infra-estruturas de TI. Graças à proteção dos ativos da infra-estrutura de TI, os processos operacionais fornecem manutenção, monitoramento e controle contínuos. E, através da solução de problemas gerados pelo sistema e pelos usuários, são instituídos processos e práticas necessários para suportar totalmente e de forma eficiente o uso de uma infra-estrutura de TI. Tecnologia O plano gráfico da Microsoft para Dynamic Systems Initiative têm três partes: infra-estrutura virtualizada, design de operações e gerenciamento voltado ao conhecimento. Infra-estrutura virtualizada Com a virtualização da infra-estrutura, as empresas vão conquistar maior flexibilidade e agilidade graças à capacidade de mobilizar recursos, conforme necessário, de um pool de serviços virtuais. Consolidações de servidores, provisionamento rápido e migrações dinâmicas reduzirão os custos incrementais e fornecerão um nível de disponibilidade e escalabilidade de negócios inatingíveis em uma infra-estrutura puramente física. Design de operações Com o design de operações, as empresas melhorarão o compartilhamento de conhecimento entre arquitetos de aplicativos, gerentes de TI e funcionários ligados a informações ao incorporar informações sobre estrutura do sistema, restrições, diretivas e melhores práticas na própria infra-estrutura de TI com o uso de modelos de software comuns. Gerenciamento voltado ao conhecimento Com o gerenciamento voltado ao conhecimento, as empresas criarão sistemas que funcionarão de acordo com as melhores práticas e manterão Contratos de Nível de Serviço, detectando problemas potenciais, realizando diagnósticos automáticos e, por fim, recuperações automáticas. Ao comparar o estado atual dos sistemas com os estados desejáveis conforme os modelos, os sistemas detectarão inconsistências automaticamente antes que elas se tornem problemas, minimizando esforços de monitoramento manual e prevenindo tempos de inatividade desnecessários.

8 Benefícios da Virtualização
Básico Dinâmico Padronizado Racionalizado Melhoria da Agilidade Aumento da Disponibilidade Redução do Custo Total de Propriedade Aprovisionamento dinâmico Migração Sistemas dinâmicos com autogerenciamento Backup Recuperação Continuidade de negócios Maturidade do cliente; seta da esquerda para a direita. Energia Utilização de Ativos Testes de Aplicativos

9 Redução do Custo Total de Propriedade
Um conjunto abrangente de produtos de virtualização, os ativos do data center à estação de trabalho – virtuais e físicos – são gerenciados a partir de uma única plataforma Virtualização de Apresentação Virtualização de Servidor Gerenciamento Virtualização de Estação de Trabalho Virtualização de Aplicativo Joshua Schnoll 12/27/2007 Use a versão do Fórum de TI usada por Bob Kelly, com uma única animação e uma animação em sentido horário. 9

10 Redução do Custo Total de Propriedade
Desafios: Hardware subutilizado Consumo excessivo de energia Espaço caro no data center ou no escritório remoto Virtualização de Servidores Solução: Consolidação de servidores através de virtualização e gerenciamento de máquinas físicas e virtuais Estudo de Caso: AtlantiCare Eliminou a necessidade de expandir ou mudar o data center de local Virtual Server 2005 usado para consolidar a infra-estrutura e servidores de aplicativos de legado A consolidação atingiu uma taxa de 33:2 10

11 Redução do Custo Total de Propriedade
Desafios: Manter servidores de terminal em silos Subutilização de servidores Virtualização de Aplicativo Virtualização de Apresentação Solução: Permitir que quaisquer aplicativos sejam executados lado a lado em qualquer servidor ao mesmo tempo Estudo de Caso: Russell Investment Group Consolidou servidores em mais de 40% 11

12 Redução do Custo Total de Propriedade
Desafio: Múltiplas ferramentas de gerenciamento e curvas de aprendizado Virtualização de Aplicativo Virtualização de Servidor Virtualização da Apresentação Solução: Uma única plataforma de gerenciamento que potencialize os investimentos existentes Virtualização de Estação de Trabalho Virtualização de Aplicativo 12

13 Aumentar a Disponibilidade
Backup Desafio: Fornecer recuperação de desastres para continuidade de negócios para sistemas operacionais e aplicativos Microsoft System Center Virtual Application Servidor A Solução: Virtualizar sistemas operacionais e aplicativos – permitindo facilmente backup, replicação e mudança para servidores disponíveis Microsoft System Center Virtual Application Servidor B 13

14 Melhorar a Agilidade Desafio:
Incapacidade para responder rapidamente a mudanças de necessidades nas estações de trabalho e no data center Solução: A migração rápida e o aprovisionamento dinâmico de servidores baseiam-se em necessidades de tempo real usando uma única plataforma de gerenciamento 14

15 Foco – Virtualização de Servidores
Hyper-V – Uma plataforma de virtualização basada em hypervisor

16 Virtualização de servidores com o Hyper-V
Uma plataforma de virtualização baseada em hypervisor que permite a consolidação de vários sistemas físicos e oferece um gerenciamento integrado de máquinas físicas e virtuais Desafios: Hardware subutilizado Consumo excessivo de energia Minimizar tempo de inatividade programado e imprevisto Virtualização de Servidores O Hyper-V junto com o System Center Virtual Machine Manager permitem a você reduzir custos, aumentar a disponibilidade e avançar para um ambiente de TI Dinâmico 16

17 O Hyper-V e o Virtual Machine Manager
3/31/2017 1:04 PM O Hyper-V e o Virtual Machine Manager Otimização de Recursos Aprimorada A virtualização é um recurso do Windows Server 2008 Maior escalabilidade com suporte a guests x64 e SMP Implantação e gerenciamento de máquina virtual centralizados Confiabilidade e Segurança Aumentadas O hypervisor microkernelizado tem uma arquitetura inerentemente segura Gerenciamento, segurança e modelo de driver comuns Integrado com suporte ao Active Directory® e permite gerenciamento delegado de VMs Melhor Flexibilidade e Gerenciamento Suporte para Migração Rápida e Backups ao Vivo Amplo suporte a ferramenta de gerenciamento, incluindo SCVMM Permite aprovisionamento e gerenciamento de atualizações rápidos, potencializando ferramentas e processos comuns VM 17 © 2006 Microsoft Corporation. All rights reserved. Microsoft, Windows, Windows Vista and other product names are or may be registered trademarks and/or trademarks in the U.S. and/or other countries. The information herein is for informational purposes only and represents the current view of Microsoft Corporation as of the date of this presentation. Because Microsoft must respond to changing market conditions, it should not be interpreted to be a commitment on the part of Microsoft, and Microsoft cannot guarantee the accuracy of any information provided after the date of this presentation. MICROSOFT MAKES NO WARRANTIES, EXPRESS, IMPLIED OR STATUTORY, AS TO THE INFORMATION IN THIS PRESENTATION.

18 Alternativa para o slide 17 – O Hyper-V e o Virtual Machine Manager
Plataforma, Aplicativos, Gerenciamento AMD-V / Intel VT hypervisor Windows VM 1 “Mãe” VM 2 “Filha” VM 3 “Filha” Discos Rígidos Virtuais (VHD) Hardware Windows Server 2003 Virtual Server 2005 R2 VM 2 VM 3 A virtualização é um recurso do Windows Server 2008 O hypervisor microkernelizado tem uma arquitetura inerentemente segura com superfície de ataque mínima Transição das máquinas virtuais de hoje para Viridian Gerenciamento, segurança, modelo de driver comuns Alternativa para o slide 17 – O Hyper-V e o Virtual Machine Manager

19 Roadmap de Virtualização Microsoft
3/31/2017 1:04 PM Roadmap de Virtualização Microsoft * As datas para software pré-lançamento estão sujeitas a alterações 2008 *1ºT : RTM do Windows Server 2008 RTM Hyper-V beta Serviços de Terminal *RTM do Hyper-V dentro de 180 do RTM do WS08 * 3ºT: SoftGrid 4.5 *”Próximo” beta do SCVMM no T1; RTM no 3ºT 2007 RTM do Virtual PC 2007 Virtual Server 2005 R2 service pack SoftGrid para Estações de Trabalho disponível via MDOP Vista Enterprise Centralized Desktop RTM do System Center Virtual Machine Manager (SCVMM) Beta do Hyper-V com/ RC1 do WS08 2006 Virtual Server 2005 R2; suporte para guests não-Windows MOM Management Pack para o Virtual Server 2005 R2 Formato VHD disponível via OSP Parcerias com XenSource, Novell Programa de Test Drive do VHD Aquisição da Softricity 2005 MOM Management Pack para o Virtual Server 2005 RTM do Virtual Server 2005 R2 Critérios de Engenharia Comuns do Windows Server System Novo licenciamento de servidor para virtualização 19 © 2006 Microsoft Corporation. All rights reserved. Microsoft, Windows, Windows Vista and other product names are or may be registered trademarks and/or trademarks in the U.S. and/or other countries. The information herein is for informational purposes only and represents the current view of Microsoft Corporation as of the date of this presentation. Because Microsoft must respond to changing market conditions, it should not be interpreted to be a commitment on the part of Microsoft, and Microsoft cannot guarantee the accuracy of any information provided after the date of this presentation. MICROSOFT MAKES NO WARRANTIES, EXPRESS, IMPLIED OR STATUTORY, AS TO THE INFORMATION IN THIS PRESENTATION.

20 Roadmap da Virtualização de Servidores
Hyper-V e SCVMM V2 dentro de 6 meses do Windows Server 2008 2008 Windows Server 2008 com beta do Hyper-V Hyper-V SCVMM v2 2007 SCVMM v1 Virtual Server 2005 R2 SP1 2006 Microsoft Virtual Server 2005 R2 SP1 Beta Hyper-V Beta (Particular) Virtual Server MOM Management Pack R2 SCVMM (System Center Virtual Machine Manager) Beta Programa de Test Drive do VHD 2005 Microsoft Virtual Server 2005 R2 Virtual Server MOM Management Pack Alternativa para o slide 19 – roadmap do Hyper-V e do VMM apenas

21 Virtual Server 2005 R2 SP1 Focado em cenários chave de clientes
Consolidar cargas de trabalho de servidores Automatizar e consolidar ambientes de teste e desenvolvimento de software Recuperação de desastres Suporte e testes abrangentes do stack de soluções Microsoft Drivers qualificados do Windows Suporte ao sistema operacional Suporte à família Windows Server System Novos Recursos Suporte a Tecnologia de Virtualização Intel Suporte a AMDV Suporte a VSS Montagem de VHD no host O que o SP1 oferece? Confiabilidade e desempenho aumentados Experiência muito melhor quando se consolida Linux Cenários de Backup e recuperação de desastres melhorados 21

22 Avaliação da Land O’Lakes (Original)
3/31/2017 1:04 PM Avaliação da Land O’Lakes (Original) Avaliação de Servidor Virtual da Land O’Lakes Comparação entre Produtos de Servidor Virtual Descrição | Fator de Importância | Classificação do VMWare ESX/Média Ponderada | Classificação do Microsoft Virtual Server/Média Ponderada Confiabilidade Desempenho/Escalabilidade Capacidade de Suporte Tolerância a Falhas Custos de Produto & Suporte Média Ponderada Total A Land O’Laks conduziu laboratórios técnicos de POC (proof of concept – verificação do conceito) com o VWWare ESX e GSX e o Microsoft Virtual Server. Atualmente temos uma instância de cada, Microsoft Virtual Server e VMWare GSX em execução em ambientes de desenvolvimento limitados. 22 © Microsoft Corporation. All rights reserved. This presentation is for informational purposes only. Microsoft makes no warranties, express or implied, in this summary.

23 Cenários de Uso da Virtualização de Servidores
Gerenciamento de Continuidade de Negócios Consolidação de Servidor de Produção SLIDETITLE INCLUDE=7>Cenários de Virtualização do Windows</SLIDETITLE> <KEYWORDS>virtualização do windows, cenários, futuro</KEYWORDS> <KEYMESSAGE> Cenários futuros de uso da virtualização do Windows.</KEYMESSAGE> <SLIDEBUILDS>3</SLIDEBUILDS> <SLIDESCRIPT> À medida que desenvolvemos novas tecnologias de virtualização, observamos as necessidades de nossos fornecedores e, então, tentamos atender essas necessidades com a virtualização. O primeiro passo é a consolidação do servidor de produção. Você conseguirá reduzir o custo total de propriedade ao maximizar a utilização do hardware e consolidar as cargas de trabalho. Isso pode ser usado em aplicativos em um Datacenter que precisa ser consolidado. [BUILD 1] Em seguida, está o gerenciamento da continuidade dos negócios. Estamos tentando eliminar o impacto causado por tempos de inatividade programados e não programados. No futuro, a virtualização do Windows permitirá a recuperação de desastre, eliminando assim os tempo de inatividade. [BUILD 2] A virtualização do Windows melhorará continuamente sua capacidade de testar e desenvolver. As virtualizações do futuro ajudarão a maximizar testes de hardware, reduzir custos e a melhorar o gerenciamento de ciclo de vida e a abrangência dos testes. [BUILD 3] O cenário final a ser analisado é o datacenter dinâmico. Você poderá aproveitar os benefícios oferecidos pela virtualização para criar uma infra-estrutura mais ágil. Novos recursos de gerenciamento permitirão que você movimente computadores virtuais sem causar impacto nos usuários. Os computadores virtuais também contarão com recursos de auto-gerenciamento. </SLIDESCRIPT> <SLIDETRANSITION> <TRANSITION LENGTH=1> Agora, vamos verificar nosso ambiente de demonstração.</TRANSITION> <TRANSITION LENGTH=2> Agora, vamos verificar nosso ambiente de demonstração.</TRANSITION> <TRANSITION LENGTH=4> Agora, vamos verificar nosso ambiente de demonstração.</TRANSITION> </SLIDETRANSITION> <COMMENT></COMMENT> <ADDITIONALINFORMATION> <ITEM>http://www.microsoft.com/presspass/press/2005/Apr05/04-20VirtualizationInvestmentsPR.mspx</ITEM> </ADDITIONALINFORMATION> Testes e Desenvolvimento Data Center Dinâmico Continuamos a lidar com cenários importantes que ajudam o cliente a construir um data center dinâmico e ágil 23

24 Virtualização para Aumentar a Produtividade
3/31/2017 1:04 PM Virtualização para Aumentar a Produtividade Replicação de DFS Compactação Diferencial Remota BitLocker e RODC Powershell Backup centralizado Recuperação rápida e confiável Simplicidade operacional Consolidação de carga de trabalho Portabilidade de carga de trabalho Hospedagem de aplicativo de legado Ambientes especializados Recuperação de desastres Monitora o status operacional Automatiza a geração de tíquetes Criação de relatórios robusta 24

25 Windows Server 2008 Hyper-V
3/31/2017 1:04 PM Windows Server 2008 Hyper-V Maior escalabilidade e desempenho aperfeiçoado Suporte a host e guest x64 bits Suporte a SMP Confiabilidade e segurança aumentadas Base de código confiável mínima Windows executando uma função de fundação Melhor flexibilidade e gerenciamento Migração Rápida Nova UI Amplo suporte a ferramentas de gerenciamento, incluindo ao SCVMM VM 2 “Filha” VM 2 “Filha” VHD VM 1 “Mãe” hypervisor Windows AMD-V / Intel VT 25

26 Conceitos Básicos da Virtualização de Máquinas: Arquitetura de VM
3/31/2017 1:04 PM Conceitos Básicos da Virtualização de Máquinas: Arquitetura de VM VMM Tipo 2 VMM Híbrido VMM Tipo 1 (hypervisor) Guest 1 Guest 2 VMM Guest 1 Guest 2 Guest 1 Guest 2 OS Host OS Host VMM VMM Hardware Hardware Hardware Exemplos: JVM CLR Exemplos : Virtual PC & Virtual Server Exemplos: Windows Server 2008 Hyper-V 26 Microsoft Confidential© 2005 Microsoft Corporation. All rights reserved. This presentation is for informational purposes only. Microsoft makes no warranties, express or implied, in this summary.

27 Monolítico vs. Microkernelizado
Hypervisor Monolítico Mais simples que um kernel moderno, mais ainda complexo Contém seus próprios modelos de drivers Hypervisor Microkernelizado Funcionalidade de particionamento simples Aumenta a confiabilidade e minimiza o TCB Sem códigos de terceiros Os drivers são executados dentro dos guests VM 1 (“Admin”) VM 2 VM 3 Hardware hypervisor VM 2 (“Filha”) VM 3 Stack de Virtualiz. VM 1 (“Mãe”) Drivers hypervisor Drivers Hardware Abordagem do VMware ESX Abordagem do Hyper-V O hypervisor Microkernelizado tem uma arquitetura inerentemente segura com superfície de ataque mínima 27

28 Stack de Virtualização Hardware de Servidor “Designed for Windows”
Hyper-V: Arquitetura Partição Mãe Partições Filhas Fornecido por: Microsoft ISV OEM Virtual Server Stack de Virtualização Provedor de WMI Aplicativos Processos de Trabalho de VM Serviço de VM Modo de Usuário Clientes de Serviço de Virtualização (VSCs) Kernel do Windows Provedores de Serviço de Virtualização (VSPs) Server Core Kernel do Windows Drivers de IHV VMBus Esclarecimentos Modo de Kernel Hypervisor Windows Hardware de Servidor “Designed for Windows” 28

29 Arquitetura do Hyper-V
3/31/2017 1:04 PM Arquitetura do Hyper-V Fornecido por: Sistema oper. MS / XenSource / Novell ISV/IHV/OEM Hyper-V Partição Mãe Partições Filhas Stack de Virtualização Serviço de VM Provedor de WMI Processo de Trabalho de VM Windows Server 2003, 2008 Aplicativos Kernel do Windows VSC Aplicativos Aplicativos Modo de Usuário Kernel do Windows Windows Server 2008 VSP VMBus Kernel do Linux habilitado para Xen OS não-compatível com hypervisor VSCs Linux VSP = Virtualization Service Providers VSC = Virtualization Service Clients Adaptador de Hypercall VMBus Emulação VMBus Modo de Kernel hypervisor do Windows Hardware de Servidor “Projetado para o Windows” 29 © 2006 Microsoft Corporation. All rights reserved. Microsoft, Windows, Windows Vista and other product names are or may be registered trademarks and/or trademarks in the U.S. and/or other countries. The information herein is for informational purposes only and represents the current view of Microsoft Corporation as of the date of this presentation. Because Microsoft must respond to changing market conditions, it should not be interpreted to be a commitment on the part of Microsoft, and Microsoft cannot guarantee the accuracy of any information provided after the date of this presentation. MICROSOFT MAKES NO WARRANTIES, EXPRESS, IMPLIED OR STATUTORY, AS TO THE INFORMATION IN THIS PRESENTATION.

30 Virtualização de Servidores: Principais Recursos
3/31/2017 1:04 PM Virtualização de Servidores: Principais Recursos Área Funcional Principais Recursos de Suporte Desempenho Arquitetura de hypervisor microkernelizado com uma nova arquitetura VSP/VSC Suporte para grande memória por máquina virtual (64 GB) Suporte a SMP para máquinas virtuais (4 processadores virtuais) Instalação/configuração de Host automatizável Escalabilidade Suporte para máquinas virtuais x86 e x64 Amplo suporte para SO Acesso de disco de pass-through para VMs Criação e implantação rápida de VMs usando P2V, V2V, Mídia, Modelos Disponibilidade Suporte para Migração Rápida e tempo de inatividade imprevisto Suporte para Backups ao Vivo e pontos de verificação de VM Suporte a clustering e recuperação rápida Integração com ferramentas de gerenciamento para monitoramento de desempenho contínuo Gerenciamento Visualização centralizada de todas as VMs no ambiente e de seu status Relatórios sobre candidatos a consolidação, tendências de utilização, oportunidades de otimização Substituição inteligente e conversões P2V (Physical to Virtual) Totalmente programável usando o PowerShell® Segurança Arquitetura aperfeiçoada com uma camada de hypervisor de memória mínima Hyper-V como função do Server Core Segurança e modelo de driver comuns como o Windows Server 2008 Recursos de rede robustos incluindo suporte para VLANs e NAT 30 © 2006 Microsoft Corporation. All rights reserved. Microsoft, Windows, Windows Vista and other product names are or may be registered trademarks and/or trademarks in the U.S. and/or other countries. The information herein is for informational purposes only and represents the current view of Microsoft Corporation as of the date of this presentation. Because Microsoft must respond to changing market conditions, it should not be interpreted to be a commitment on the part of Microsoft, and Microsoft cannot guarantee the accuracy of any information provided after the date of this presentation. MICROSOFT MAKES NO WARRANTIES, EXPRESS, IMPLIED OR STATUTORY, AS TO THE INFORMATION IN THIS PRESENTATION.

31 Hyper-V: Principais Recursos
3/31/2017 1:04 PM Hyper-V: Principais Recursos Virtualização A capacidade de virtualizar cargas de trabalho com algumas ou nenhuma limitação quanto a quais cargas podem ser virtualizadas. 64 bits (x64) e virtualização de hardware necessários AMD AMD-V ou Tecnologia de Virtualização Intel Partições filhas de 32 bits (x86) e 64 bits (x64) Suporte a memória grande (>32 GB) dentro das VMs Suporte a SMP Acesso de disco “pass-through” para VMs Nova arquitetura de compartilhamento de hardware (VSP/VSC) Disco, sistema de rede, entrada, vídeo Rede robusta Suporte a VLAN, NAT, Quarentena 31 © 2006 Microsoft Corporation. All rights reserved. Microsoft, Windows, Windows Vista and other product names are or may be registered trademarks and/or trademarks in the U.S. and/or other countries. The information herein is for informational purposes only and represents the current view of Microsoft Corporation as of the date of this presentation. Because Microsoft must respond to changing market conditions, it should not be interpreted to be a commitment on the part of Microsoft, and Microsoft cannot guarantee the accuracy of any information provided after the date of this presentation. MICROSOFT MAKES NO WARRANTIES, EXPRESS, IMPLIED OR STATUTORY, AS TO THE INFORMATION IN THIS PRESENTATION.

32 Principais Recursos do Hyper-V
Consolidação do Servidor de Produção Hypervisor microkernelizado (hypervisor fino reduz a superfície de ataque Virtualização é uma função de Núcleo de Servidor (Server Core) Suporte a memória virtual > 32 GB Suporte a guest SMP Suporte a guest 32/64 bits Nova arquitetura de compartilhamento de hardware para desempenho melhorado Gerenciamento integrado para ambientes físicos e virtuais Conversão fácil de Virtual Server para Hyper-V Conversão fácil de VMware baseado em VMs para Hyper-V Plataforma de virtualização extensível Interface de script baseada em WMI avançada e totalmente documentada. Suporte a guest heterogêneo Suporte a IDE e SCSI Virtual aperfeiçoado Recuperação de Desastres Recuperação de Desastres abrangente Suporte Integrado a Serviço de Sombra de Volume Clustering de host para tempo de inatividade imprevisto (incluído com EE e DC sem custo adicional) Geo-clustering (incluído com EE e DC sem custo adicional) Teste e Desenvolvimento Permite testes de aplicativos corporativos de grande escala com suporte a RAM > 32 GB Instantâneos de Máquina Virtual Auto-aprovisionamento de Máquinas Virtuais através do SCVMM Clustering guest-guest Suporte a guest 32/64 bits. Data Center Dinâmico Gerenciamento integrado para ambientes físicos e virtuais Integração com o System Center Configuration Manager Integração com o System Center Virtual Machine Manager Integração com o Operations Manager Integração com o Data Protection Manager A forte integração com a família de produtos System Center e outras ferramentas de gerenciamento de terceiros proporciona flexibilidade no nível da infra-estrutura com suporte para detectar uso de recursos do sistema em um data center (através do Operations Manager) e mover máquinas virtuais para máquinas físicas que tenham recursos em excesso ou não utilizados (com o System Center Virtual Machine Manager como orquestrador) O Hyper-V suporta cenários de virtualização de núcleo para a grande maioria dos clientes 32

33 Migração de Virtualização
Memória da máquina virtual Tempo de inatividade por mês Tempo de inatividade por ano 512 MB 8 segundos 1.6 minutos 1 GB 16 s 3.2 m 2 GB 32 s 6.4 m 4 GB 1 minuto e 4 segundos 12.8 m 8 GB 2.1 m 25.6 m 16 GB 4.2 m 51.2 m 32 GB 8.4 m 1.7 horas WS Longhorn VM1 VM2 VM2’ GC WS Longhorn VM1 VM2 VM2’ VM3 VM1’ VM3 WS Longhorn WS Longhorn HC 33

34 Uma Visão Geral do System Center Virtual Machine Manager
Foco - Gerenciamento Uma Visão Geral do System Center Virtual Machine Manager

35 Gerenciamento de Virtualização no System Center
Consolidação de servidores via migração virtual Aprovisionamento e configuração de VM Monitoramento e gerenciamento de integridade do servidor Relatórios e análise de desempenho Gerenciamento de patches e atualizações de software Backup e recuperação de VM Recuperação de desastres 35

36 Utilização de Servidor Físico Aumentada
Uma solução de aplicativo de gerenciamento centralizado para software de servidor virtual Microsoft Utilização de Servidor Físico Aumentada Implanta vários servidores virtuais em um servidor físico Aumenta a flexibilidade Instala servidores para teste Reduz os custos de hardware Gerenciamento Centralizado para Infra-Estrutura Virtual Usa pacote do MOM para relatórios e monitoramento de integridade Faz relatórios sobre candidatos a consolidação, tendências de utilização e oportunidades de otimização Aprovisionamento Rápidos de Novas Máquinas Virtuais Permite ao usuário final usar a UI de Auto-Atendimento de Aprovisionamento para solicitar e instalar VMs Permite ao administrador configurar regras e limites para aprovisionamento System Center Virtual Machine Manager O Microsoft System Center Virtual Machine Manager é o mais novo integrante da família System Center de produtos de gerenciamento. Ele fornece gerenciamento centralizado da infra-estrutura do Windows Virtual Machine. O Virtual Machine Manager possibilita melhor utilização do servidor físico, gerenciamento centralizado da infra-estrutura virtual e rápido provisionamento de novas máquinas virtuais pelo administrador e usuários finais. O Microsoft System Center Virtual Machine Manager é um aplicativo de gerenciamento corporativo para data center virtualizado. Ele possibilita melhor utilização do servidor físico, gerenciamento centralizado da infra-estrutura de máquinas virtuais e rápido provisionamento de novas máquinas virtuais pelo administrador e usuários finais. O Virtual Machine Manager é totalmente integrado à família de produtos System Center. Otimização de Recursos O Virtual Machine Manager fornece suporte completo e simplificado para consolidação de hardware físico e uso otimizado. Rápido Provisionamento e Agilidade O Virtual Machine Manager permite um rápido provisionamento de máquinas virtuais a partir de máquinas físicas, modelos em bibliotecas de imagens ou por usuários. VM 36

37 System Center Virtual Machine Manager
Pontos de Preocupação do Cliente Solução do Virtual Machine Manager Maximizar Recursos Implantação e gerenciamento centralizados de máquina virtual Instalação inteligente de Máquinas Virtuais Conversão de máquina física para virtual (P2V) e de virtual para virtual (V2V) fácil e confiável Monitoramento corporativo abrangente no nível de serviço com integração com o Operations Manager Custo Operacional (gerenciamento, energia, espaço, risco de novos sistemas) Alcançar Agilidade Aprovisionamento rápido de máquinas novas e virtuais com modelos e perfis Biblioteca centralizada de componentes de infra-estrutura Potencializar e estender a infra-estrutura de armazenamento existente Permitir o gerenciamento delegado de VMs Velocidade de Aprovisionamento (tempo para implantar, número de novas máquinas [físicas e virtuais]) Objetivo deste slide Um resumo contendo os problemas dos clientes com relação à virtualização e explicações de como o SC VMM pode solucioná-los. Potencializar Habilidades Interface familiar, fundação comum Monitorar máquinas físicas e virtuais a partir de um único console Totalmente programável usando o PowerShell Potencializar o conhecimento em serviços de domínio do Active Directory® para o gerenciamento de máquinas virtuais Capacidade de Gerenciamento (Soluções separadas para infra-estrutura virtual, não integradas, equipe especializada) 37

38 Virtual Machine Manager: Arquitetura
3/31/2017 1:04 PM Virtual Machine Manager: Arquitetura Cliente Console do Administrador Portal de Web de Auto-Atendimento Aplicativo Integrado Windows® PowerShell Windows Communication Foundation Mecanismo do SCVMM Windows Remote Management (WS-MAN) BITS BITS Agente do SCVMM Agente do SCVMM Agente do SCVMM Biblioteca Host Fonte de P2V 38 Microsoft Management Summit 2007, March 26-30, 2007, San Diego, California© 2007 Microsoft Corporation. All rights reserved. Microsoft, Windows, Windows Vista and other product names are or may be registered trademarks and/or trademarks in the U.S. and/or other countries. The information herein is for informational purposes only and represents the current view of Microsoft Corporation as of the date of this presentation. Because Microsoft must respond to changing market conditions, it should not be interpreted to be a commitment on the part of Microsoft, and Microsoft cannot guarantee the accuracy of any information provided after the date of this presentation. MICROSOFT MAKES NO WARRANTIES, EXPRESS, IMPLIED OR STATUTORY, AS TO THE INFORMATION IN THIS PRESENTATION.

39 O Que Há no VMM Todo componente do VMM é instalável remotamente
Suporte para hosts em uma Rede de Perímetro Console do Administrador completamente novo Interface completamente nova baseada no Framework do System Center – a mesma do System Center Operations Manager, Service Desk, etc. Suporte a Servidor 64 bits do VMM Conversões de Físico para Virtual (Windows Server 2003, Windows XP e Windows 2000) Conversões de Virtual para Virtual de VMs e discos VMware para formatos de VHD do Virtual Server Operations Manager 2007 Management Pack e Relatórios 39

40 Cenário: Consolidação
Servidores físicos convertidos em máquinas virtuais Relatório priorizado de candidatos a consolidação Dados de desempenho coletados para identificar candidatos a consolidação Dados de desempenho coletados de hosts de VM para posicionamento inteligente Máquinas físicas retiradas ou realocadas Agentes do Virtual Machine Manager implantados em hosts de máquina virtual Posicionamento inteligente de cada VM em host ideal Infra-Estrutura Física Hosts de Máquina Virtual 40

41 Cenário: Aprovisionamento Administrativo
Nova VM criada a partir de modelo configurado Configuração de VM personalizada a partir de modelo Modelo pré-configurado selecionado para nova VM Posicionamento inteligente de nova VM em host ideal Biblioteca centralizada de Modelos de VM Dados de desempenho coletados a partir de hosts de VM para posicionamento inteligente Virtual Machine Hosts 41

42 Cenário: Aprovisionamento Delegado
UI Baseda na Web VM criada a partir de modelo designado pelo administrador Usuário delegado começa a criar nova máquina virtual UI de web atualizada para aprovisionamento delegado Biblioteca centralizada de Modelos de VM VM posicionada automaticamente no host idealmente designado Virtual Machine Hosts 42

43 Topologia Corporativa
Windows® PowerShell Console do Administrador UI de Aprovisionamento Delegado baseado na Web Rede Externa (DMZ) Londres Singapura Servidor de Biblioteca Remoto Hosts de Máquina Virtual 43

44 Foco - Licenciamento

45 Economia da Virtualização do WS
A edição mais eficaz em termos de custo depende do número de VMs por processador Standard é mais eficaz em termos de custo para 1 a 3 VMs em um servidor Enterprise é mais eficaz em termos de custo para 4 VMs em um servidor e até 4 VMs por processador Datacenter é mais eficaz em termos de custo para mais de 4 VMs por processador A 4 VMs por processador, o Datacenter é ligeiramente mais caro, mas oferece espaço para crescimento Calculadora de virtualização: 45

46 Portabilidade e Reatribuição
Imagens armazenadas podem ser compartilhadas e implantadas em qualquer dispositivo de servidor licenciado Instâncias podem ser movidas livremente para qualquer sistema adequadamente licenciado Licenças são atribuídas a dispositivos de servidores 1. Licenciado com WS+Exchange SAN de VHDs compartilhada: Windows Server + Exchange Licenciado com WS+Exchange 2. 3. Sem licenças Licenças não exigidas para armazenar imagens 46

47 Ferramentas para Ajudar no Licenciamento
Precisa de animação 47

48 Investimentos em Virtualização
3/31/2017 1:04 PM Investimentos em Virtualização Suporta heterogeneidade no data center Contratos com a Novell e Citrix (Xen Source) para permitir a virtualização do Linux O System Center VMM gerenciará soluções Hyper-V e VMware VHD OSP (Open Specification Promise) Server Virtualization Validation Program (Programa de Validação de Virtualização de Servidor) Interoperabilidade Proporciona licenciamento eficaz em termos de custo, flexível e simplificado para servidores e estações de trabalho Mudanças no Direito de Uso do Windows Server 4 com Enterprise Edition e Ilimitada no Datacenter Edition Licença System Center E-SML para o pacote completo System Center– licenciada por caixa independentemente do número de VMs Licenciamento VECD para cenários de virtualização de Cliente para possibilitar computação de estação de trabalho flexível Mike apresenta Mensagem principal: nenhum outro líder de mercado além da MS oferece uma abordagem de vários níveis para desenvolver tecnologias que permitem aproveitar os benefícios da virtualização em uma empresa. Revolucione a forma como cria seus data centers e implementa sues aplicativos. 1. Alterações nas licenças (impacto mais imediato no cliente) Optamos por uma medida inovativa para remodelar nossas licenças de aplicativos Windows Server e Windows Server System (SQL< Exchange, etc.) para torná-los compatíveis com a virtualização. Obtivemos respostas muito positivas de nossos clientes, parceiros e da mídia. Essa medida certamente permitirá que a virtualização seja um sucesso. As alterações nas diretivas de licença agora permitem que os clientes executem até 4 instâncias virtuais do Windows Server 2003 R2 Enterprise Edition em um servidor físico ou uma partição de hardware licenciada. Direitos ilimitados de virtualização: desde 1 de outubro de 2006, novos servidores licenciados com o Windows Server Datacenter Edition (e licenças anteriores com novas versões de direitos) têm direitos de licença para executar um número ilimitado de instâncias virtualizadas do Windows Server. Basta licenciar os processadores do servidor com Windows Server Datacenter Edition para que os clientes possam executar o Windows Server Standard Edition, Enterprise Edition, Datacenter Edition ou uma combinação das três edições sem ter que controlar o número de máquinas virtuais e adquirir licenças adicionais do Windows Server. 2. Hoje, é possível virtualizar o hardware e executar diversos sistemas operacionais. {0>Windows Server virtualization is different and better than Virtual Server for customers <}0{>»A virtualização do Windows Server é diferente e melhor para os clientes do que o Virtual Server .«<0} A virtualização do Windows Server é uma solução baseada no Hypervisor. O Windows Hypervisor é uma camada de software tênue entre o hardware e o sistema operacional Windows Server “Longhorn”, enquanto que o Virtual Server é um aplicativo que executa sobre o Windows Server. A virtualização do Windows Server garante maior flexibilidade ao cliente para fornecer diversos aplicativos e serviços para servidores/blades e proporciona um desempenho de aplicativo melhor do que o oferecido por ambientes tradicionais de máquinas virtuais. Questões de segurança relacionadas à virtualização do Windows Server:? A virtualização do Windows Server foi projetada e desenvolvida tendo em mente a segurança como principal fator. O Windows Hypervisor, um dos principais componentes do Windows, conta com uma arquitetura segura inerente com superfície de ataque mínima, pois não contém drivers de dispositivos de terceiros. Esperamos que a virtualização do Windows Server tenha apenas 550 Kb. Além disso, o Windows executa com uma função base na partição pai, fornecendo assim melhor confiabilidade e segurança graças à remoção de componentes cliente anteriormente instalados que não adicionam valor. Atualmente, o Virtual Server (e VM Ware e Xen) funciona neste nível A granularidade de uma máquina virtual pode ser comparada a de uma imagem completa do SO do Windows Server. 3. Com a aquisição da Softricity, oferecemos o que há de mais avançado em produtos de virtualização de aplicativos. A virtualização de aplicativos fornece uma solução mais específica se comparada às máquinas virtuais. Esta granularidade é mais adequada para ambiente de desktops nas empresas. Os clientes têm afirmado que implementar novos aplicativos e atualizações é desencorajador, assim como oferecer suporte para ambientes de aplicativos de produção, pois o gerenciamento de configurações e usuários para a instalação de aplicativos pode ser complexa. A Softricity investiu inúmeros recursos para eliminar a necessidade de instalar aplicativos diretamente nos desktops dos usuários finais através de tecnologias próprias de virtualização de aplicativos. O acesso aos aplicativos é fornecido via software de streaming e é integrado à infra-estrutura de gerenciamento da Microsoft (AS, SMS) de forma que os aplicativos sejam gerenciados centralmente através de diretivas. O SoftGrid for Terminal Services amplia estes benefícios de gerenciamento e custo total de propriedade (TCO) para aplicativos de gerenciamento em servidores de terminais, oferecendo assim integração com as infra-estruturas da Microsoft e do SoftGrid. Ao disponibilizar produtos/tecnologias da Softricity para clientes da Microsoft, os clientes obtêm novas formas de gerenciamento centralizado de seus ambientes de aplicativo, ao mesmo tempo em que aproveitam a valiosa plataforma de desktop do Windows. Por que compramos a Softricity? A virtualização é uma prioridade em toda a Microsoft. A Softricity fornece aplicativos que nunca são instalados, porém podem ser usados pelos usuários a qualquer momento, tornando a TI altamente produtiva e ainda reduzindo drasticamente os custos. A Softricity emprega tecnologias patenteadas exclusivas que são importantes para nossos cliente: virtualização de aplicativos, entrega de streaming sob demanda e gerenciamento baseado em diretiva. Integração completa com a atual tecnologia da Microsoft. Clientes e parceiros da Softricity: Clientes: mais de 500 em todo o mundo, incluindo AIG, Blue Cross Blue Shield, Cox Communications, e*Trade, Merrill Lynch, Northeastern University, Prudential, Raytheon, Sanofi-Aventis e Suncor Energy. Parceiros incluem Microsoft, HP, IBM e VMware. Matriz em Boston, MA Escritórios de suporte e vendas na América do Norte, escritório EMEA na Holanda. Produtos: SoftGrid® Platform e Softricity ZeroTouch™ 4. O gerenciamento é chave para o próximo nível na diminuição de custos dos clientes. O System Center Virtual Machine Manager está na sua versão beta e estará disponível no mercado no 3º trimestre ou 2º semestre de 2007. SC VMM é um aplicativo de gerenciamento de servidor autônomo altamente integrado com outros membros da família de produtos System Center para fornecer funcionalidades de gerenciamento para data centers virtuais. Hoje em dia, o SC VMM trabalhará com o Virtual Server e oferecerá suporte para virtualização do Windows Longhorn quando estiver disponível, permitindo que os clientes migrem, de forma fácil, seus investimentos atualmente no Virtual Server. Outro exemplo de como os clientes podem mudar para produtos de virtualização da Microsoft agora e manter seus investimentos protegidos na atualização para o Longhorn. Consolidação em infra-estrutura virtual: o item mais importante da virtualização é o uso aprimorado do hardware físico. A principal dificuldade ao otimizar recursos físicos é adequar as cargas de trabalho virtuais aos hosts físicos adequados. Isso só pode ser feito quando tivermos informações sobre o desempenho histórico da carga de trabalho física e virtual, o desempenho dos hosts físicos, as diretivas e regras de negócios e o conhecimento encapsulado com a carga de trabalho. É isso que fazemos! Rápido provisionamento de novas cargas de trabalho: sempre ouvimos os clientes comentarem que o provisionamento de novas máquinas físicas em um data center por levar e 1 a 3 meses para ser concluído. Usando bibliotecas de imagem para gerenciar imagens e modelos de imagens, o administrador ou os usuário finais podem criar uma nova máquina virtual, de forma controla e consistente, em menos de 2 minutos. Integração com o System Center: o principal ponto aqui é que o SC VMM completa os produtos de gerenciamento já consagrados da família System Center, como o Operations Manager. O gerenciador de virtualização do System Center fornece funcionalidade integrada para gerenciar virtualização como parte de um ambiente de TI completo, em vez de entidades independentes que requerem habilidades específicas. O Microsoft System Center é a melhor solução de gerenciamento para seus ambientes Windows virtualizados, bem como para suas implementações físicas do Windows! 5. Abordagem multifacetada da Microsoft com relação à interoperabilidade Colaborações visando o cliente (ex. acordo com a XenSource anunciado recentemente). Padrões para promover tecnologias comuns (ex. dispositivo de virtualização através de PCI-SIG). Licenciamento proativo de IP (ex. formato de arquivo Microsoft VHD (Virtual Hard Disk)). Criação de tecnologias que unem diferentes sistemas (ex. suplementos de máquinas virtuais para Linux). Nossos clientes com contratos de suporte máximos que executam o Windows no XenEnterprise, ou em outro software de virtualização que não da Microsoft, podem contar com esforços razoáveis da Microsoft para investigar problemas potenciais de interoperabilidade. A Microsoft tem um modelo de suporte específico para o SO Linux e oferecemos suplementos de máquina virtual gratuitos para melhorar o desempenho de visitantes Linux ao executar um Virtual Server. O formato VHD é usado para armazenar todo o conteúdo de uma máquina virtual e a Microsoft está empenhada em ativar a interoperabilidade da indústria com nosso formato. Já licenciamos o formato VHD gratuitamente para 60 parceiros. O uso de um formato comum é muito importante para os clientes ao gerenciar máquinas virtuais, bem como a segurança e correção de erros. VHD é o formato em que a Microsoft disponibilizará o Windows e que o Windows usará para criar ferramentas de gerenciamento e serviço. Com a virtualização, as máquinas não executam apenas um sistema operacional por vez. Alguns clientes têm sistemas Linux que executam em seus ambientes Windows, e a Microsoft compromete-se a tornar esses sistemas interoperativos. No início deste ano, anunciamos suporte ao Linux no Virtual Server, permitindo que clientes consolidassem esses ambientes heterogêneos em suas plataformas Microsoft e tivessem uma solução suportada. Dando continuidade a este compromisso, a Microsoft uniu-se recentemente a XenSource, a principal solução de virtualização Linux, para garantir interoperabilidade do Linux habilitado para Xen com o Windows Hypervisor. Isso garantirá que a opção do cliente pela virtualização do Windows Server fornecerá a melhor plataforma de consolidação. APIs de gerenciamento padrão são uma questão importante para clientes e parceiros criarem um eco sistema rico. A Microsoft está trabalhando com outros parceiros da área, como IBM, HP, VMware e XenSource, no DMTF para definir um padrão comum de gerenciamento de API e usará este padrão na virtualização do Windows Server. Além disso, a Microsoft também está trabalhando com nossos parceiros de hardware no PCI-SIG para determinar padrões para a futura virtualização de E/S, dando continuidade à expansão dos principais recursos da solução de virtualização da Microsoft. 6. Investimentos futuros incluem: Serviços para sistema operacional Licenciamento Use este slide caso queira entrar em detalhes de Interoperabilidade e Licenciamento 48 48 48

49 Licenciamento Infra-estrutura Gerenciamento Aplicativos
Interoperabilidade Aplicativos Proporcionar licenciamento eficaz em termos de custo, flexível e simplificado Criar agilidade Utilizar melhor recursos de servidor Parceria com a AMD e Intel Facilitar consolidação em infra-estrutura virtual Utilizar melhor recursos de gerenciamento Liberar despesas de TI Suportar heterogeneidade no data center VHD de OSP (Open Specification Promise) Programa de Validação de Virtualização de Servidor Acelerar a implantação Reduzir o custo de suporte aos aplicativos Tornar aplicativos em serviços dinâmicos em tempo real Investimentos em Virtualização Uma Abordagem Multinível 49

50 Virtualização Microsoft
A Microsoft oferece um conjunto abrangente de produtos de virtualização, do data center à estação de trabalho. A Microsoft permite a você gerenciar recursos computacionais virtuais e físicos a partir de uma única plataforma de gerenciamento Oferecemos o conjunto completo de virtualização, do início até a experiência do usuário: O SO no servidor (Virtual XServer, Hypervisor e VMM); O SO no cliente (Virtual PC); Aplicativos (SoftGrid); Interface (Terminal Services). Oferecemos a única plataforma que permite o gerenciamento de recursos de computador físicos e virtuais em apenas uma plataforma de gerenciamento: O MOM pode monitorar SOs físicos e virtuais; O SMS pode implementar aplicativos físicos e virtuais e SOs; O SCVMM é uma extensão natural do MOM e SMS; O Terminal Services pode executar em aplicativos físicos e virtuais. Cenários: Os diferentes tipos de virtualização podem ser usados em combinação uns com os outros para criar uma infra-estrutura de computação mais eficiente e dinâmica (necessário ilustração); Aplicativos virtualizados podem ser entregue ao Terminal Services; Aplicativos virtualizados podem executar nos SOs virtualizados (VDI); SOs virtualizados podem ser usados com o Terminal Services. A abrangente oferta de virtualização da Microsoft combinada com um único framework de gerenciamento permite aos clientes solucionar problemas críticos de tecnologia e comerciais que incluem reduzir custos, aumentar a disponibilidade e proporcionar agilidade

51 Recursos de Virtualização
3/31/2017 1:04 PM Recursos de Virtualização SC Virtual Machine Manager Web: SoftGrid Web: Serviços de Terminal Blog: Grupo de Notícias: Web: Virtual Server 2005 Web: 51 © 2005 Microsoft Corporation. All rights reserved. This presentation is for informational purposes only. Microsoft makes no warranties, express or implied, in this summary.

52 © 2007 Microsoft Corporation. Todos os direitos reservados.
Esta apresentação destina-se a fins informativos apenas. Microsoft não dá nenhuma garantia, expressa ou implícita, quanto às informações neste resumo. Todas as outras marcas comerciais são propriedade de seus respectivos proprietários. Os nomes de empresas e produtos reais aqui mencionados podem ser marcas comerciais de seus respectivos proprietários.

53 Conquistas de Clientes
Permitir que quaisquer aplicativos sejam executados lado a lado em qualquer servidor ao mesmo tempo Ambiente de computação altamente disponível em HW distinto Consolidação de servidores através da virtualização e gerenciamento de máquinas físicas e virtuais Estudo de Caso: AtlantiCare Eliminou a necessidade de expandir ou mudar o data center de local Virtual Server 2005 usado para consolidar a infra-estrutura e servidores de aplicativos de legado A consolidação atingiu uma taxa de 33:2 Estudo de Caso: Rail Manche France Reduziu preocupações de confiabilidade do sistema Solução de consolidação 3:1 reduzindo custos de espaço Plano de recuperação de desastres simples Estudo de Caso: Russell Investment Group Consolidou servidores em mais de 40%

54 Recursos Demonstrações Rápidas Recursos para Você
Desfazer é Desfeito Faça um tour de dez minutos de gerenciamento de instantâneos de virtualização no System Center Virtualization Machine Manager 2007. Tecnologias de desfazer disco e discos diferenciais pai/filho serão discutidas e demonstradas conforme examinamos a nova maneira como o System Center Virtual Machine Manager 2007 gerencia estado. Tudo Que Você Precisa Saber Sobre o System Center Virtual Machine Manager 2007 em 15 Minutos Assista a uma apresentação rápida com Keith Combs em que ele faz um tour-relâmpago do SCVMM, da Biblioteca, do Portal de Auto-Atendimento, do PowerShell e do System Center Operations Manager 2007 com o Management Pack for Virtual Machines. Virtualização do Windows Server 2008   Faça um tour de dez minutos do Windows Server 2008 e dos novos recursos de virtualização. Examinaremos a instalação e configuração, ferramentas administrativas, instantâneos online, conectividade remota, suporte a guest x64 e suporte a multiprocessador guest. Recursos para Você Leia a Avaliação de tecnologia do IDC: Windows Server 2008: A Pivot Point During a Period of Substantial Technology Change Assista aos Webcasts e Podcasts futuros e por demanda da TechNet e também participe dos Chats.  Inscreva-se GRÁTIS para clínicas de e-learning 54


Carregar ppt "Seu Nome Aqui Microsoft"

Apresentações semelhantes


Anúncios Google