A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Breve análise de jogo Everton (vs Manchester City) Jogo datado de 3 de Maio de 2014 Análise a 9 de Maio de 2014 Valter Correia.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Breve análise de jogo Everton (vs Manchester City) Jogo datado de 3 de Maio de 2014 Análise a 9 de Maio de 2014 Valter Correia."— Transcrição da apresentação:

1 Breve análise de jogo Everton (vs Manchester City) Jogo datado de 3 de Maio de 2014 Análise a 9 de Maio de 2014 Valter Correia

2 Os médios apoiam bastante na saída de jogo, sempre com posse de bola de qualidade

3 Futebol: se queres manter a bola, desmarca-te e apoia o portador da bola, principalmente se queres progredir.

4 Não considero que isto seja pressionar alto, porque nem se fizeram à bola. O portador da bola, na imagem Demichelis, sai a jogar, e com um passe, ultrapassou 5 jogadores, que não recuperaram posições. O resultado está na imagem que seguinte

5 Três situações de 1x1, uma contenção com cobertura defensiva mais um jogador a ocupar o espaço em frente aos defesas. Se a transição defensiva não tiver qualidade, em organização defensiva é mais difícil ter sucesso.

6 Mas isso não invalida que haja espírito de equipa entre os, que por acaso formam um coletivo forte nesse aspeto. Desarme pelo jogador assinalado, sem que o seu colega estivesse ainda ultrapassado.

7 Linhas de passe, coberturas ofensivas, mobilidade e amplitude. Um coletivo é bem mais forte quando os seus processos tem princípios que lhes dão forma.

8 Se não há opções para o portador, precisamos criá-las. Comunicação é fundamental em todas as equipas. Maismith, pede a bola numa para onde se vai desmarcar. O passe é o elo de ligação entre dois jogadores, mas é na comunicação verbal ou sonora, que antecede o passe, onde está o segredo.

9 Transição ofensiva do Man. City. A linha defensiva, deve ser linha de cobertura defensiva, e não de quem interage sobre a bola. Criam-se espaços livres na linha defensiva com alguma frequência, apenas porque os defesas se soltam dessa linha para pressionar.

10 Tabelas são frequentes no meio-campo ofensivo. Este foi o lance do golo, e que golo de Barkley!!!

11 Se uma equipa quer ter a bola, precisa de ter linhas de passe. O próprio Lukaku, muito melhor de cabeça que com os pés, desmarca-se para receber. Não fica parado à espera do colega. No que diz respeito à posse de bola, esta equipa é fantástica.

12 Situação do passe que antecede o golo. E é mesmo o que acontece na imagem. Por vezes, fechar linhas de passe não chega, quando nem se levanta o pé para tentar intercetar. Um passe a rasgar a linha dos médios defensivos………

13 Linha defensiva deve ter a cobertura como função e não o desarme. Escolha péssima do defesa, a sair à bola, sem ter cobertura, obrigando Yaya Touré a soltar. Este, encontra-se com Aguero a desmarcar-se para o espaço de onde saiu o defesa, mesmo à sua frente, no seu angulo de visão. Com todo este espaço livre no meio-campo defensivo do Everton, o melhor que havia para o defesa fazer neste momento, é ser paciente e fechar o caminho para a baliza enquanto os colegas recuperavam posições. Uma sequência de duas más ações traduzidas num golo.


Carregar ppt "Breve análise de jogo Everton (vs Manchester City) Jogo datado de 3 de Maio de 2014 Análise a 9 de Maio de 2014 Valter Correia."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google