A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Entrada Cantemos glória ao nosso Deus Pelas maravilhas que Ele fez Glória ao Senhor, Louvor ao Senhor Cantai a terra inteira bendizei o seu Nome Glória.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Entrada Cantemos glória ao nosso Deus Pelas maravilhas que Ele fez Glória ao Senhor, Louvor ao Senhor Cantai a terra inteira bendizei o seu Nome Glória."— Transcrição da apresentação:

1

2 Entrada

3 Cantemos glória ao nosso Deus Pelas maravilhas que Ele fez Glória ao Senhor, Louvor ao Senhor Cantai a terra inteira bendizei o seu Nome Glória ao Senhor, louvor ao Senhor Anunciai a sua Salvação

4 Em nome do Pai e do Filho e do Espírito Santo. R. Amen! A graça de Nosso Senhor Jesus Cristo, o amor do pai e a comunhão do espírito santo estejam convosco. Bendito seja Deus que nos reuniu no amor de Cristo. Irmãos, para celebrar dignamente os santos mistérios reconheçamos que somos pecadores (momento de silêncio)

5 Confessemos os nossos pecados: Confesso a Deus Todo-Poderoso e a vós, irmãos, que pequei muitas vezes por pensamentos e palavras, actos e omissões, (batendo no peito) por minha culpa, minha tão grande culpa. E peço à Virgem Maria, aos Anjos e Santos, e a vós, irmãos, que rogueis por mim a Deus, Nosso Senhor. Deus Todo-Poderoso tenha compaixão de nós perdoe os nossos pecados e nos conduza à vida eterna. Amen!

6 Senhor, tende piedade de nós.Cristo, tende piedade de nós.Senhor, tende piedade de nós.

7 Glória a Deus nas alturas, e paz na terra aos homens por Ele amados. Gloria a Deus, na terra e nos céus, Gloria, Gloria, Paz na Terra. Senhor Deus, Rei dos Céus, Deus Pai Todo-Poderoso, nós Vos louvamos, nós Vos bendizemos, nós Vos adoramos, nós Vos glorificamos, nós Vos damos graças, por Vossa imensa glória.

8 Gloria a Deus, na terra e nos céus, Gloria, Gloria, Paz na Terra. Senhor Jesus Cristo, Filho Unigénito, Senhor Deus, Cordeiro de Deus, Filho de Deus Pai: Vós que tirais o pecado do mundo, tende piedade de nós; Vós que tirais o pecado do mundo, acolhei a nossa súplica; Vós que estais à direita do Pai, tende piedade de nós.

9 Gloria a Deus, na terra e nos céus, Gloria, Gloria, Paz na Terra Só Vós sois o Santo; só Vós, sois o Senhor; só Vós, o Altíssimo, Jesus Cristo; com o Espírito Santo, na glória de Deus Pai. Ámen! A  –A  –A  -Ámen!

10 ORAÇÃO COLECTA Senhor nosso Deus, que nos enviastes o Salvador e nos fizestes vossos filhos adoptivos, atendei com paternal bondade as nossas súplicas e concedei que, pela nossa fé em Cristo, alcancemos a verdadeira liberdade e a herança eterna. Por Nosso Senhor Jesus Cristo, vosso Filho, que é Deus convosco na unidade do Espírito Santo.

11

12 LEITURA I Atos 5, 27b-32.40b-41 Leitura dos Atos dos Apóstolos Naqueles dias, Paulo e Barnabé voltaram a Listra, a Icónio e a Antioquia. Iam fortalecendo as almas dos discípulos e exortavam-nos a permanecerem firmes na fé, «porque – diziam eles – temos de sofrer muitas tribulações para entrarmos no reino de Deus». Estabeleceram anciãos em cada Igreja, depois de terem feito orações acompanhadas de jejum, e encomendaram-nos ao Senhor, em quem

13 tinham acreditado. Atravessaram então a Pisídia e chegaram à Panfília; depois, anunciaram a palavra em Perga e desceram até Atalia. De lá embarcaram para Antioquia, de onde tinham partido, confiados na graça de Deus, para a obra que acabavam de realizar. À chegada, convocaram a Igreja, contaram tudo o que Deus fizera com eles e como abrira aos gentios a porta da fé. Palavra do Senhor. Graças a Deus

14

15 Salmo Salmo 144, 8-13ab (R. 1) Refrão: Louvarei para sempre o vosso Nome, Senhor meu Deus e meu Rei. O Senhor é clemente e compassivo, paciente e cheio de bondade. O Senhor é bom para com todos e a sua misericórdia se estende a todas as criaturas.

16 Salmo Salmo 144, 8-13ab (R. 1) Refrão: Louvarei para sempre o vosso Nome, Senhor meu Deus e meu Rei. Graças Vos dêem, Senhor, todas as criaturas e bendigam-Vos os vossos fiéis. Proclamem a glória do vosso reino e anunciem os vossos feitos gloriosos.

17 Salmo Salmo 144, 8-13ab (R. 1) Refrão: Louvarei para sempre o vosso Nome, Senhor meu Deus e meu Rei. Para darem a conhecer aos homens o vosso poder, a glória e o esplendor do vosso reino. O vosso reino é um reino eterno, o vosso domínio estende-se por todas as gerações.

18

19 LEITURA II Ap 21, 1-5a Leitura do Livro do Apocalipse Eu, João, vi um novo céu e uma nova terra, porque o primeiro céu e a primeira terra tinham desaparecido e o mar já não existia. Vi também a cidade santa, a nova Jerusalém, que descia do Céu, da presença de Deus, bela como noiva adornada para o seu esposo. Do trono ouvi uma voz forte que dizia: «Eis a morada de Deus com os homens. Deus habitará com os homens: eles serão o seu povo e o próprio Deus,

20 no meio deles, será o seu Deus. Ele enxugará todas as lágrimas dos seus olhos; nunca mais haverá morte nem luto, nem gemidos nem dor, porque o mundo antigo desapareceu». Disse então Aquele que estava sentado no trono: «Vou renovar todas as coisas». Palavra do Senhor. Graças a Deus

21 Aclamação Aleluia, aleluia Dai graças ao Senhor Porquê? Porque é eterno o seu amor. Dou-vos um mandamento novo, diz o Senhor: amai-vos uns aos outros, como Eu vos amei.

22 «Dou-vos um mandamento novo: que vos ameis uns aos outros»

23 Evangelho de Nosso Senhor Jesus Cristo segundo São João O Senhor esteja convosco, Ele está no meio de Nós. Evangelho se nosso Senhor Jesus Cristo Segundo S. João Gloria a Vós, Senhor

24 Evangelho de Nosso Senhor Jesus Cristo segundo São João ( Jo 13, 31-33a.34-35) Quando Judas saiu do Cenáculo, disse Jesus aos seus discípulos: «Agora foi glorificado o Filho do homem e Deus foi glorificado n’Ele. Se Deus foi glorificado n’Ele, Deus também O glorificará em Si mesmo e glorificá-l’O-á sem demora. Meus filhos, é por pouco tempo que ainda estou convosco. Dou-vos um mandamento novo: que vos ameis uns aos outros. Como Eu vos amei, amai-vos também uns aos outros. Nisto conhecerão todos que sois meus discípulos: se vos amardes uns aos outros». Palavra da salvação. Gloria a Vós, Senhor.

25

26 No último discurso, antes da sua morte na cruz, Jesus deu aos apóstolos o mandamento do amor. Começou por dizer “meus filhos”. Os discípulos não são filhos, mas irmãos de Jesus. Como os filhos consideram sagradas as palavras pronunciadas pelo pai no leito de morte, assim Jesus quer que os seus discípulos imprimam as suas na mente e no coração. Para sublinhar a importância deste mandamento repete mais duas vezes neste discurso. Fala como quem quer deixar algo em herança: “Dou-vos” um mandamento novo. No livro do Levítico (19/18) está escrito: “amaras o teu próximo como a ti mesmo”.

27 Jesus acrescentou um novo elemento: “como Eu vos amei”. Jesus queria que este amor fosse a marca dos seus discípulos. Durante a Sua vida na terra, Jesus aproximava-se com amor dos que eram desprezados. Ele comovia- se cheio de piedade e compaixão quando encontrava os necessitados e chorava com tristeza. Chorou publicamente no sepulcro de Lázaro e chorou pela cidade de Jerusalém. Ele amou os pobres, os doentes, os marginalizados, os maus, os corruptos, os seus inimigos. È um facto, que ninguém antes de Jesus tentou construir uma sociedade baseada em amor.

28 O amor de Jesus é de grande perdão e sacrifício. “Ninguém ama tanto como aquele que dá a vida pelos amigos” (Jo.15:13). Amor e perdão são as duas faces da mesma moeda. Chamou “amigo” a Judas Iscariotes na altura da traição pelo beijo. Manifestou o seu grande amor ao rezar na cruz pelos inimigos: “Pai, perdoai-lhes porque não sabem o que fazem.” O amor não consiste em obter alguma coisa do outro, mas sim em dar alguma coisa ao outro. O exemplo mais frequente deste amor é o amor de mãe.

29 Amar, na verdade é “conhecer a Deus”. “Aquele que não ama, não conhece Deus, porque Deus é amor” (1João4:7-8). Nós, os cristãos, pecamos frequentemente contra os outros, ofendendo-nos uns aos outros. Mas os outros deviam ver que nos apressamos a perdoar, tal como Cristo nos perdoou.

30 “Se amais quem vos ama, que recompensa tereis? Porque os pecadores também amam os que os amam. E se fazeis o bem a quem o faz a vós, que recompensa tereis? O mesmo, fazem também os pecadores. Se emprestais aqueles de quem esperais receber, que recompensa tereis? Também os pecadores emprestam aos pecadores para deles receberem igual favor. (Lc/6/ 32-35)

31 Os cristãos não devem ser conhecidos pelo sinal da cruz que usamos ou pela nossa frequência na Igreja, mas pelo amor que têm uns pelos outros. Os primeiros cristãos praticavam este preceito verdadeiramente. Os perseguidores ficaram surpreendidos pelas reações dos cristãos na altura da perseguição. Eles queriam imitar Cristo no seu sofrimento e no amor. È por isso que Tertuliano afirmava que os pagãos tinham grande consideração pelas comunidades cristãs: “Vejam como os cristãos se amam uns aos outros”. As vezes, os não praticantes e ateus surpreendem- nos neste aspeto.

32

33

34 Creio, creio, creio (2x) Creio em Deus pai todo poderoso, criador do céu e da Terra creio, creio, creio em Jesus Cristo seu único filho Nosso Senhor que foi concebido pelo poder do Espírito Santo nasceu da Virgem Maria, padeceu sob Poncio Pilatos, foi crucificado, morto e sepultado. desceu á mansão dos mortos, ressuscitou, ressuscitou ao terceiro dia subiu ao céu, está sentado á direito de Deus Pai,

35 subiu ao céu, está sentado á direito de Deus Pai, todo poderoso onde há-de vir a julgar, os vivos e os mortos. Creio, Creio, Creio Creio, no Espírito Santos, na Santa Igreja Católica na Comunhão dos Santos, na Remissão dos Pecados na ressurreição da Carne, na Vida Eterna. Àmen

36 Creio em um só Deus, Pai Todo-Poderoso, Criador do céu e da terra, de todas as coisas visíveis e Invisíveis. Creio em um só Senhor, Jesus Cristo, Filho Unigénito de Deus, nascido do Pai antes de todos os séculos: Deus de Deus, Luz da Luz, Deus verdadeiro de Deus verdadeiro; Gerado, não criado, consubstancial ao Pai. Por Ele todas as coisas foram feitas. E por nós, homens, e para nossa salvação desceu dos céus. (Faz-se inclinação)

37 E encarnou pelo Espírito Santo, no selo da Virgem Maria, e Se fez homem. Também por nós foi crucificado sob Pôncio Pilatos; padeceu e foi sepultado. Ressuscitou ao terceiro dia, conforme as Escrituras, e subiu aos céus, onde está sentado à direita do Pai. De novo há-de vir em Sua glória, para julgar os vivos e os mortos; e o Seu reino não terá fim. Creio no Espírito Santo,

38 Senhor que dá a vida, e procede do Pai e do Filho; e com o Pai e o Filho é adorado e glorificado: Ele que falou pelos Profetas. Creio na Igreja una, santa, católica e apostólica. Professo um só baptismo para a remissão dos pecados. E espero a ressurreição dos mortos, e a vida do mundo que há-de vir. Amen!

39

40 Caríssimos irmãos e irmãs: Nós que escutámos a palavra de Jesus, elevemos até Deus as nossas preces pela Igreja e por todos os que sofrem, e com toda a confiança: Abençoai, Senhor, o vosso povo. 1. Pela Igreja que caminha com os homens, para que os ensine a amarem-se uns aos outros na alegria de Jesus ressuscitado, oremos, irmãos. Abençoai, Senhor, o vosso povo. 2. Pelos responsáveis de todas as nações, para que sirvam o bem comum com lealdade, e os cidadãos reconheçam o seu trabalho, oremos, irmãos.

41 Abençoai, Senhor, o vosso povo. 3. Pelos que sofrem muitas tribulações, para que Deus enxugue as lágrimas dos seus olhos e lhes mostre a sua misericórdia, oremos, irmãos. Abençoai, Senhor, o vosso povo. 4. Por aqueles em quem Deus faz maravilhas, para que tenham um coração agradecido e louvem sem cessar seu nome santo, oremos, irmãos. Abençoai, Senhor, o vosso povo. 5. Pela nossa assembleia dominical, para que o Corpo de Cristo a alimente e a caridade fraterna a faça crescer, oremos, Irmãos.

42 D D eus eterno e omnipotente, que glorificastes o nosso Salvador e renovais todas as coisas em Cristo, fazei-nos cumprir o seu mandamento novo, para nos tornarmos, de verdade, seus discípulos. Ele que é Deus convosco na unidade do Espírito Santo.

43

44 Tomai e recebei as horas do meu dia Alegrias, dores penas e trabalhos Fora eu rico Senhor, e muito vos daria Mas sei que nada valho Que tenho eu meu Deus, pra por sobre a patena Que as mãos do sacerdote elevam no altar A não ser esta imensa, esta infinita pena De nada ter pra dar

45 ORAÇÃO SOBRE AS OBLATAS Senhor nosso Deus, que, pela admirável permuta de dons neste sacrifício, nos fazeis participar na comunhão convosco, único e sumo bem, concedei-nos que, conhecendo a vossa verdade, dêmos testemunho dela na prática das boas obras. Por Nosso Senhor.

46 V. O Senhor esteja convosco. R. Ele está no meio de nós. V. Corações ao alto. R. O nosso coração está em Deus. V. Dêmos graças ao Senhor nosso Deus. R. É nosso dever, é nossa salvação.

47 Senhor, Pai santo, Deus eterno e omnipotente, é verdadeiramente nosso dever, é nossa salvação que sempre Vos louvemos, mas com maior solenidade neste tempo, em que Cristo, nossa Páscoa, foi imolado. Pela oblação do seu corpo na cruz, levou à plenitude os sacrifícios antigos e, entregando-se a Vós pela nossa salvação, tornou-Se Ele mesmo sacerdote, o Altar e o Cordeiro. Por isso, na plenitude de alegria pascal, exultam os homens por toda a terra e com os Anjos e os santos proclamam a vossa glória, cantando numa só voz:

48

49 Santo, Santo, Santo, Senhor Deus do universo. O céu e a terra proclamam a Vossa glória. Hossana nas alturas. Bendito o que vem em nome do Senhor. Hossana nas alturas.

50 Sac. Vós, Senhor, sois verdadeiramente santo, sois a fonte de toda a santidade. Reunidos na vossa presença, em comunhão com toda a igreja, ao celebrarmos o primeiro dia da semana, em que Nosso Senhor Jesus Cristo ressuscitou dos mortos, humildemente vos suplicamos Santifiquei estes dons, derramando sobre eles o Vosso Espírito, de modo a que se convertam para nós, o Corpo e Sangue de Nosso Senhor Jesus Cristo.

51 (Todos ajoelham) Na hora em que Ele se entregava, para voluntariamente sofrer a morte, tomou o pão e, dando graças, partiu-o e deu-o aos seus discípulo, dizendo: Tomai, todos, e comei: isto é o meu Corpo que será entregue por vós.

52 De igual modo, no fim da Ceia, tomou o cálice e, dando graças, deu-o aos seus discípulos, dizendo: Tomai, todos, e bebei: este é o cálice do meu Sangue o Sangue da nova e eterna aliança, que será derramado por vós e por todos, para remissão dos pecados.

53 Mistério da Fé! Todos: Anunciamos, Senhor, a vossa morte, proclamamos a vossa ressurreição. Vinde, Senhor Jesus!

54 Sac. Celebrando agora, Senhor, o memorial da morte e ressurreição de vosso Filho nós Vos oferecemos o pão da vida e o cálice da salvação e Vos damos graças porque nos admitistes à vossa presença para Vos servir nestes santos mistérios. Humildemente Vos suplicamos que, participando no Corpo e Sangue de Cristo, sejamos reunidos, pelo Espírito Santo, num só corpo. Lembrai-Vos, Senhor, da vossa Igreja, dispersa por toda a terra, e tornai-a perfeita na caridade em comunhão com o Papa Francisco,

55 o nosso Patriarca José os bispos auxiliares e todos aqueles que estão ao serviço do vosso povo. Lembrai-Vos também dos nossos irmãos que adormeceram na esperança da ressurreição, e de todos aqueles que na vossa misericórdia partiram deste mundo: admiti-os na luz da vossa presença. Tende misericórdia de nós, Senhor, e dai-nos a graça de participar na vida eterna, com a Virgem Maria, Mãe de Deus, os bem-aventurados Apóstolos e todos os Santos que desde o princípio do mundo viveram na vossa amizade, para cantarmos os vossos louvores, por Jesus Cristo, vosso Filho.

56 Por Cristo, com Cristo, em Cristo, a Vós, Deus Pai todo-poderoso, na unidade do Espírito Santo, toda a honra e toda a glória agora e para sempre… TodosÁmen.

57

58 Pai nosso, que estás nos céus, santificado seja o Vosso nome. Venha a nós o Vosso Reino. Seja feita a Vossa vontade, assim na Terra como no Céu. O pão nosso de cada dia nos daí hoje. Perdoai as nossas ofensas assim como nós perdoamos a quem nos tem ofendido. E não nos deixei cair em tentação, mas livrai-nos do mal.

59 Sac. Livrai-nos de todo o mal, Senhor, e dai ao mundo a paz em nossos dias, para que, ajudados pela vossa misericórdia, sejamos sempre livres do pecado e de toda a perturbação, enquanto esperamos a vinda gloriosa de Jesus Cristo nosso Salvador. Todos: Vosso é o reino e o poder e a glória para sempre.

60 Sac. Senhor Jesus Cristo, que dissestes aos vossos Apóstolos. Deixo-vos a paz, dou-vos a minha paz: não olheis aos nossos pecados mas à fé da vossa Igreja e dai-lhe a união e a paz, segundo a vossa vontade. Vós que sois Deus com o Pai na unidade do Espírito Santo. A paz do Senhor esteja sempre convosco. Todos: O amor de Cristo nos uniu. Sac. Saudai-vos na paz de Cristo.

61

62 Cordeiro de Deus, que tiras o pecado do mundo Tem piedade de nós Cordeiro de Deus, que tiras o pecado do mundo Tem piedade de nós Cordeiro de Deus, que tiras o pecado do mundo Dá-nos a Tua paz

63 Sac. Felizes os convidados para a Ceia do Senhor. Eis o Cordeiro de Deus, que tira os pecados do mundo. Todos:Senhor, eu não sou digno de que entreis em minha morada, mas dizei uma palavra e serei salvo

64

65 Eu sou a verdadeira vide, aleluia E vós os meus ramos, aleluia Eu sou a verdadeira cepa E meu Pai o agricultor Permanecei em mim E eu permanecerei em vós A glória de meu Pai é que deis muito fruto Então vos tornareis meus discípulos

66

67 Eu te Amo ó Senhor Deus em quem acreditei Ilumina os meus caminhos E contigo avançarei Minha força e meu refúgio Eu te amo ó Senhor Em Ti ponho a confiança Porque Ès meu Salvador

68 ORAÇÃO DEPOIS DA COMUNHÃO Protegei, Senhor, o vosso povo que saciastes nestes divinos mistérios e fazei-nos passar da antiga condição do pecado à vida nova da graça. Por Nosso Senhor.

69

70 Sac. O Senhor esteja convosco. Todos:Ele está no meio de nós. Sac. Abençoe-vos Deus todo-poderoso, Pai, Filho e Espírito Santo. Todos:Ámen. Sac. Ide em paz e o Senhor vos acompanhe. Todos:Graças a Deus.

71

72 Eu louvarei, eu louvarei, eu louvarei, eu louvarei Eu louvarei o meu Senhor Ao Pai, que seu amor nos dá, vou cantar vou cantar Ao espírito que habita em nós, vou cantar vou cantar Eu vou cantar com alegria a Jesus Ressuscitado(2x)

73 Ficha técnica : Eucaristia Celebrada por : Fr. Jacob Puthiyaparampil Animada por : GJ Seguindo teus Passos Projeção por : Joshua Oliveira Realização da projeção por : A. Alberto Sousa


Carregar ppt "Entrada Cantemos glória ao nosso Deus Pelas maravilhas que Ele fez Glória ao Senhor, Louvor ao Senhor Cantai a terra inteira bendizei o seu Nome Glória."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google