A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

O setor da bioenergia II Foro Brasil-União Européia

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "O setor da bioenergia II Foro Brasil-União Européia"— Transcrição da apresentação:

1 O setor da bioenergia II Foro Brasil-União Européia
Energia e Infraestrutura necessárias para crescimento May, 2010 Luis Felli 1

2 Macrotendências 2009-2020 criam oportunidades para energia de biomassa
Crescente pressão internacional por segurança energética e redução de emissão de CO2 Competitividade intrínseca brasileira para a produção de etanol: Etanol integra agenda político-estratégica nacional Custo produção Petróleo Custo produção etanol Forte crescimento do mercado de etanol brasileiro e expansão do mercado internacional Potencial de ruptura em tecnologia e inovação Setor em transformação: Consolidação/novos atores Busca excelência operacional Sustentabilidade Integração da biomassa de cana na matriz energética brasileira 2 2 2

3 Mercado doméstico de etanol
Projeção de Frota– million vehicles Demanda potencial de etanol combustível no Brasil MM Vehicle MM Liters CAGR 16% 42,6 65.8 45 Anidro 59.4 Ethanol Gasoline Flex 40 Hidratado 53.2 6.6 35 47.3 6.6 41.4 6.7 30 24,0 35.8 6.9 25 28.8 7.0 20 23.5 6.9 6.8 52.8 59.2 46.5 15 6.7 40.4 10 34.4 22.0 28.8 5 16.7 2006 2007 2008 2009 2010 2011 2012 2013 2014 2015 2016 2009 2010 2011 2012 2013 2014 2015 2016 Fonte: LCA Source: LCA Etanol - uso industrial Projeção de consumo de etanol industrial no Brasil MM Liters 4.2 4.2 Plástico Verde e ETBE Plástico Verde – Polietileno e outros Uso Industrial 3.3 2.3 2.3 2.3 2.4 2.3 ETBE 2.0 1.5 1.7 0.7 0.7 0.7 0.4 0.2 Quimicos/Solventes 1.5 1.6 1.6 1.7 1.8 1.8 1.9 2.0 2009 2010 2011 2012 2013 2014 2015 2016 Sourse: ETH Analysis, Braskem 3

4 Etanol: Demanda Brasil
CAGR 16% a.a. bln litros bln litros Volume adicional para Etanol (base 2009) Total (2010 a 2016) Cana-de-Açúcar para Etanol (mm ton) 300 +33 +20 +68 +64 +72 +78 +85 +420 Área para Etanol (mm ha) 4,9 +0,4 +0,3 +0,8 +0,8 +0,8 +0,9 +1,0 +5,0 Investimentos necessários (R$ bilhões) +7,7 +4,6 +15,8 +14,9 +16,7 +18,1 +19,7 +98 *Demanda de etanol no Brasil considera etanol carburante, industrial e outros fins. Fonte: LCA, Oferta: análise ETH cenário max açúcar até 2011.

5 Etanol no mercado international
Demanda mundial 2009 (ex-Brasil): 61 bilhões de litros EU Directive 10% renewables by 2020 E-5 in 2010 E-10 – under discussion RFS - USA 2015: 80 bilhões LCFS – California E10 (advanced biofuel) E-10 in provinces 2009: 25 bilhões 2015: 64 bilhões Demanda adicional potencial (ex-Brasil) 2015: 40 bilhões de litros Source: Ícone, Meti, RFA, Única, UDOP, LCA – Forecast of additional demand for Global Biofuels Outlook – Hart Energy 5

6 Competitividade do etanol brasileiro
Oferta de Energia vs. Custo de Produção CTL Corn Biofuels (US) Renewable Power Oil Shale Conventional Power Sugar Cane Ethanol Cash Cost (US$/boe) Arctic GTL EOR Venezuelan Heavy Oil Oil Sands (In-Situ) Other Conventional Oil FSU Oil Sands (Mining) Other OPEC OPEC Middle East Deep Water MM barris de petróleo equivalentes por dia Fontes líquidas convencionais Fontes líquidas não-convencionais Fontes emergentes de energia Source: Booz Allen / IEA 6 6

7 Energia elétrica de biomassa
Em 10 anos, o Sistema Integrado Nacional ampliará sua capacidade em 47%, principalmente pela expansão das hidrelétricas. Apesar de pouco significativo, a participação da biomassa na matriz energética brasileira passará de 1% para 3% em 2015. Projeção da Capacidade Instalada de Energia 600 MW 4.000 MW mil MW * outros: eólica, carvão, óleo, diesel, gás proc./ Fonte: EPE 7

8 Visão ETH Construir empresa líder em bioenergia (etanol e co-geração de energia elétrica), focada na criação de valor para seus Acionistas através da: Competitividade Sustentabilidade Cultura & Pessoas 8

9 ETH: Um novo paradigma no setor
Tradicional Foco em Etanol e eletricidade de biomassa Produção complementar de açúcar Usinas Isoladas Foco em açúcar Pólos de produção com escala e baixos custos Forte integração na cadeia de valor Sem produção de energia Baixa tecnologia 9

10 ETH Bioenergia Líder na produção de etanol e energia de biomassa
(GWh) Etanol (Mil m3) Capacidade Industrial em 2012 Alcídia (SP)* UCP (SP)* MT Eldorado (MS)* Santa Luzia (MS) GO Morro Vermelho (GO) Alto Taquari (MT) Água Emendada (GO) Costa Rica (MS) MS SP Pólos: Pólo I Rio Claro (GO) PR Pólo II Pólo III Pólo IV * Usinas com produção de açúcar. 10 10

11 ETH Bioenergia Logística competitiva
Alto Taquari Projeto Etanol-duto Jataí GO Solução logística competitiva para alcançar mercado consumidor interno e externo. Traçado do duto alavanca rentabilidade das usinas ETH de MT, GO e MS. Itumbiara Caçu Paranaíba Uberaba Aparecida Taboado Votuporanga Campo Grande Duto Ribeirão Preto – RMSP - Exportação Traçado proposto ETH Traçado proposto PMCC Ferrovia Hidrovia Catanduva Ribeirão Preto Araçatuba MS MS REPLAN RJ REDUC Presidente Epitácio Anhembí S.J. dos Campos Ilha D’ Água SP REVAP Barueri Guararema PR Guarulhos Usinas ETH 11

12 Líder do Setor ETH 2012 Novas Oportunidades Venda de Etanol
Oportunidades em logística Internacionalização Integração com a distribuição de combustíveis Venda de Etanol Venda de Energia 3 bilhões de litros 2.700 GWh Receita EBITDA Potential R$ 4 bilhões 50% 12 12

13 O setor da bioenergia II Foro Brasil-União Européia
Razões para uma relação estratégica May, 2010 Luis Sartini Felli 13


Carregar ppt "O setor da bioenergia II Foro Brasil-União Européia"

Apresentações semelhantes


Anúncios Google