A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

REDUZINDO A MORTALIDADE MATERNA E PERINATAL EM MOÇAMBIQUE O DESAFIO NESTE NOVO MILÊNIO.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "REDUZINDO A MORTALIDADE MATERNA E PERINATAL EM MOÇAMBIQUE O DESAFIO NESTE NOVO MILÊNIO."— Transcrição da apresentação:

1

2 REDUZINDO A MORTALIDADE MATERNA E PERINATAL EM MOÇAMBIQUE O DESAFIO NESTE NOVO MILÊNIO

3 Crescimento Económico em Moçambique

4 Indicadores Sociais Acesso aos serviços de saúde30 % Acesso para água potável20 % Acesso a Educação primária32 % Índice de Desenvolvimento Humano 157 / 162 países

5 População: ~17 milhões MoçambiqueMoçambique

6 53% mulheres 23% destas em idade reprodutiva Taxa de Fertilidade Taxa de Prevalência de Anticoncepcionais - 5.4% INDICADORES SELECIONADOS

7 Taxas Seleccionadas de Mortalidade Materna na África Fonte: NU 2001

8 Índice Materno O índice Materno situa Moçambique a 79 de 94 países UNICEF/Pirozzi Fonte: State of the Worlds Mothers 2001

9 Mortalidade Materna OMS 1990 UNICEF/C-55-10/Watson O morte de uma mulher durante a gravidez,parto, ou seis semanas após o parto.

10 O Risco de Mortalidade Materna em Moçambique Risco de vida por morte materna é 1 em 13

11 Mortalidade Materna : uma Pequena Parte de um Problema Maior UNICEF/C-79-53/Goodsmith Mortalidade Materna Saúde Limitada e Incapacidades

12 Risco de Morte no Primeiro Ano de Vida Mortalidade Perinatal : ~ 72 Mortalidade Infantil: Fonte: Pesquisa Demográfica e de Saúde de Moçambique, 1997; Mortalidade Perinatal, OMS 1986

13 Taxa de Mortalidade Perinatal & Risco de Mortalidade Materna Durante a Vida QUASE AS MESMAS Risco de Mortalidade Materna em Moçambique

14 Causas de Mortalidade Materna Moçambique 1998 / 99 HIV / AIDS-16% Malária-4.0% Anemia-2.6%

15 Baixo Nível Social da Mulher Jorge Moreiro Falta de acesso e controle dos recursos Limitado acesso para educação Falta de poder para tomar decisões

16 1 Alto Índice Inaceitável de Analfabetismo Ignorância sobre complicações relacionadas à gravidez e falta de planeamento do parto Crenças e práticas tradicionais prejudiciais Demora na Decisão para Procurar Assistência (Dentro da família ou comunidade)

17 2 Demora em chegar à US

18 3 Demora em receber assistência na US Baixa qualidade de serviços Falta de parteiras qualificadas, técnicos de cirurgia e ginecologistas / obstetras Instalações inadequadas

19 REDUCE … o Modelo de Saúde e Sobrevivência Materna

20 Estimativa das Consequências da Fraca Saúde Materna MODELO REDUCE Impacto na sobrevivência e produtividade ( ) Dados sobre Saúde Materna

21 Fonte dos Dados Estado das Mães no Mundo, 2001 Save the Children Revisão de Mortes Maternas em Moçambique 1998 / 99 Pesquisa Demográfica e de Saúde (IDS 1997) Projecções anuais da população total Mortalidade Materna em 1995, Estimativas Desenvolvidas pela OMS, UNICEF, FNUAP O Ónus Global da Doença, OMS Dimensões da Saúde Sexual e Reprodutiva, OMS

22 Consequências da Mortalidade Materna e Neonatal Nenhuma intervenção mortes maternas

23 Consequências da Fraca Saúde Materna Consequências na Sobrevivência Consequências das Sequelas Consequências económicas

24 Consequências na Sobrevivência Perda de um membro productivo da familia, comunidade e da sociedade como um todo

25 Consequências na Sobrevivência Nenhuma intervenção > 1/2 milhões de crianças morrerão

26 Consequências das Sequelas Anemia Crónica Incontinência Fístulas Dor pélvica crónica Depressão emocional Exaustão Materna 1.5 milhões de mulheres $ 600 milhões

27 Consequências Económicas A perda de produtividade, durante um período de dez anos, devido a mortes maternas, será de $ USD ou Meticais $ $

28 POLÍTICAS E PROGRAMAS DE SAÚDE MATERNA E INFANTIL Adopção da estratégia de Atenção Primária da Saúde 1977 – Estabelecida a Secção de Saúde Materna e Infantil Ciraçào do SSR e Programa do adolescente Desenvolvimento Programa Nacional Integrado

29 Falta de Impacto Recursos humanos inadequados em ambos, qualidade e quantidade Recursos financeiros insuficientes Fraco programa de gestão/monitoria/ supervisão Baixo acesso aos serviços Baixa qualidade dos serviços Insuficientes equipamento e medicamentos Fraco sistema de referência

30 Compromisso para reduzir a mortalidade materna e neonatal Meta: 10 % até % até 2010

31 Intervenções Chaves da Estratégia Melhorar a qualidade da assistência Aumentar o acesso à atenção obstétrica de emergência nas instalações da saúde Fortalecimento do sistema de referência Fortalecimento da participação comunitária

32 Recomendações (1) COE em todas as US Aquisição/distribuição de equipamento, medicamentos Treino Formal e contínuo dos provedores Serviços de transporte público e privado

33 Recomendações (2) Sistema de referência Capacitação das comunidades: - conhecer sinais perigosos - planeamento do parto - organização dos recursos familiares

34 Recomendações (3) Disponibilidade e acesso ao PF/PN/PP/ ITS/ HIV/AIDS, incluindo adolescentes Profilaxia da malária e Tto Infecções Oportunistas Provisão de ferro e Ac. fólico Vit. A

35 Mensagem Chave vidas de mulheres salvas incapacidade evitada 86,000 vidas de crianças salvas $ 84 milhões de ganhos em produtividade

36

37 Conclusão O direito à vida e saúde para a mulher de Moçambique Os benefícios ultrapassam os custos Milhares de vidas de mulheres e crianças salvas Grande aumento na produtividade das mulheres e na capacidade de gerar lucros

38 Condições Necessárias Forte cometimento Focalização da Estratégia Investimento realistico, apropriado e suficiente Supervisão, monitoria e avaliação

39 META Liderar a luta contra morte e incapacidade materna Capacitar as mulheres para gozar dos seus direitos Contribuir para o desenvolvimento Moçambique

40 Muito Obrigado!


Carregar ppt "REDUZINDO A MORTALIDADE MATERNA E PERINATAL EM MOÇAMBIQUE O DESAFIO NESTE NOVO MILÊNIO."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google