A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Prof. Hélio L. Costa Jr. Reciclando Facilidades Formiguinhas do Vale.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Prof. Hélio L. Costa Jr. Reciclando Facilidades Formiguinhas do Vale."— Transcrição da apresentação:

1 Prof. Hélio L. Costa Jr. Reciclando Facilidades Formiguinhas do Vale

2 Prof. Hélio L. Costa Jr. O que é Lixo? Lixo, é qualquer material considerado inútil, supérfluo, e/ou sem valor, gerado pela atividade humana, e a qual precisa ser eliminado.

3 Prof. Hélio L. Costa Jr. Lixo Tecnológico considera-se lixo tecnológico todo aquele gerado a partir de aparelhos eletrodomésticos ou eletroeletrônicos e seus componentes, incluindo os acumuladores de energia(baterias e pilhas), e produtos magnetizados, de uso doméstico, industrial, comercial e de serviços, que estejam em desuso e sujeitos à disposição final. Congresso Nacional

4 Prof. Hélio L. Costa Jr. Lixo e Tecnologia - Tipos Lixo Magnético/Ótico –Seu disco rígido –Seus disquetes –Seus CDs

5 Prof. Hélio L. Costa Jr. Lixo e Tecnologia - Tipos Lixo eletrônico –Telefones celulares –Monitores de vídeo –TV Digital –Placas

6 Prof. Hélio L. Costa Jr. Lixo e Tecnologia - Tipos Lixo na Web –Informação repetida –Informação desatualizada –Informação não confiável –SPAM –Contas inativas –Piadas –Listas de discussão

7 Prof. Hélio L. Costa Jr. Dados Estatísticos Crescimento muito acelerado –40% do chumbo descartado vem de computadores e TVs –De 80 a 97 foram 300 milhões de computadores comercializados –Em 2000: 133 milhões –2004 – 315 milhões de computadores descartados no planeta

8 Prof. Hélio L. Costa Jr. Composição Física de um Computador Plástico: 40% Metais: 37% Dispositivos Eletrônicos: 5% Borracha: 1% Outros: 17% Total de materiais recuperáveis: 94%

9 Prof. Hélio L. Costa Jr. Composição Física de um Computador

10 Prof. Hélio L. Costa Jr. Composição Química do Computador

11 Prof. Hélio L. Costa Jr. O Meio Ambiente e Tecnologia A indústria eletrônica –Polui o ar –Polui a água Usados na produção: Germânio, gálio, cobre, bário, níquel, térbio, irídio, vanádio, berílio, titânio, cobalto, paládio, manganês, nióbio, antimônio, etc.

12 Prof. Hélio L. Costa Jr. O Meio Ambiente e Tecnologia Pilhas e Baterias, como as de celular e notebook, demoram 500 anos para se decompor na Natureza.

13 Prof. Hélio L. Costa Jr. Impactos no Meio Ambiente Contaminação de solos, rios e lençois subterrâneos; Efeitos mais sérios da contaminação ambiental: –Bioacumulação pelos organismos vivos; –Fauna e flora concentram metais em níveis milhares de vezes maiores que os presentes no ambiente;

14 Prof. Hélio L. Costa Jr. Impactos na saúde Pública Contaminação por metais –Ar –Água –Terra (Alimento) Efeitos –Intoxicação –Mutações genéticas

15 Prof. Hélio L. Costa Jr. Impactos na saúde Pública Alumínio: plantas têm suas funções vitais afetadas – Ocorrência de mal de Alzheimer. Arsênio: Acumula-se no fígado, rins, trato gastrointestinal, baço, pulmões, ossos, unhas –efeitos crônicos: câncer de pele e dos pulmões, anormalidades cromossômicas e efeitos teratogênicos (deformação fetal) Cádmio: Acumula-se nos rins, fígado, pulmões, pâncreas, testículos e coração –possui meia-vida de 30 anos nos rins –causa intoxicação crônica –descalcificação óssea, lesão renal, enfisema pulmonar –efeitos teratogênicos e carcinogênicos (câncer).

16 Prof. Hélio L. Costa Jr. Impactos na saúde Pública Bário: Não se acumula, efeitos no coração, constrição dos vasos sanguíneos, elevação da pressão arterial e efeitos no sistema nervoso central (SNC). Cobre: Intoxicações como lesões no fígado. Chumbo: Mais tóxico dos elementos! –acumula-se nos ossos, cabelos, unhas, cérebro, fígado e rins –em baixas concentrações causa dores de cabeça e anemia –exerce ação tóxica na biossíntese do sangue, no sistema nervoso, no sistema renal e no fígado –constitui-se veneno cumulativo de intoxicações crônicas que provocam alterações gastrointestinais, neuromusculares, hematológicas podendo levar à morte.

17 Prof. Hélio L. Costa Jr. Impactos na saúde Pública Mercúrio: atravessa facilmente as membranas celulares, sendo prontamente absorvido pelos pulmões; –precipitação nas proteínas (modifica as configurações das proteínas) sendo grave suficiente para causar um colapso circulatório no paciente, levando a morte –é altamente tóxico ao homem, sendo que doses de 3g a 30g são fatais –efeito acumulativo e provoca lesões cerebrais –efeitos de evenenamento no sistema nervoso central e teratogênicos.

18 Prof. Hélio L. Costa Jr. Impactos na saúde Pública Cromo: armazena-se nos pulmões, pele, músculos e tecido adiposo –pode provocar anemia, alterações hepáticas e renais, além de câncer do pulmão Níquel: carcinogênico, atua diretamente na mutação genética Zinco: efeito mais tóxico é sobre os peixes e algas Prata: –cumulativo: 10g como Nitrato de Prata é letal ao homem.

19 Prof. Hélio L. Costa Jr. Imagens Marcantes

20 Prof. Hélio L. Costa Jr. Imagens Marcantes

21 Prof. Hélio L. Costa Jr. Imagens Marcantes

22 Prof. Hélio L. Costa Jr. Imagens Marcantes

23 Prof. Hélio L. Costa Jr. Imagens Marcantes

24 Prof. Hélio L. Costa Jr. Imagens Marcantes

25 Prof. Hélio L. Costa Jr. Imagens Marcantes

26 Prof. Hélio L. Costa Jr. Imagens Marcantes

27 Prof. Hélio L. Costa Jr. Imagens Marcantes

28 Prof. Hélio L. Costa Jr. Imagens Marcantes

29 Prof. Hélio L. Costa Jr. Imagens Marcantes

30 Prof. Hélio L. Costa Jr. Imagens Marcantes

31 Prof. Hélio L. Costa Jr. Imagens Marcantes

32 Prof. Hélio L. Costa Jr. Imagens Marcantes

33 Prof. Hélio L. Costa Jr. Imagens Marcantes

34 Prof. Hélio L. Costa Jr. Imagens Marcantes

35 Prof. Hélio L. Costa Jr. Imagens Marcantes

36 Prof. Hélio L. Costa Jr. Imagens Marcantes

37 Prof. Hélio L. Costa Jr. Imagens Marcantes

38 Prof. Hélio L. Costa Jr. Imagens Marcantes

39 Prof. Hélio L. Costa Jr. Imagens Marcantes

40 Prof. Hélio L. Costa Jr. Imagens Marcantes

41 Prof. Hélio L. Costa Jr. Imagens Marcantes

42 Prof. Hélio L. Costa Jr. Imagens Marcantes

43 Prof. Hélio L. Costa Jr. Imagens Marcantes

44 Prof. Hélio L. Costa Jr. Imagens Marcantes

45 Prof. Hélio L. Costa Jr. Imagens Marcantes

46 Prof. Hélio L. Costa Jr.

47 Imagens Marcantes

48 Prof. Hélio L. Costa Jr. Imagens Marcantes

49 Prof. Hélio L. Costa Jr. Imagens Marcantes

50 Prof. Hélio L. Costa Jr. Imagens Marcantes

51 Prof. Hélio L. Costa Jr. Imagens Marcantes

52 Prof. Hélio L. Costa Jr. MUNDO A Europa e os EUA, maiores produtores mundiais de sucata eletrônica, enviam gratuitamente ou vendem todo o lixo a preços simbólicos à China. Guiyu, cidade do litoral chinês com moradores é o garimpo do lixo eletrônico. Oito em cada vez habitantes, incluindo crianças e idosos, passam o dia destroçando carcaças de computadores.

53 Prof. Hélio L. Costa Jr. MUNDO O solo desta região está contaminada por metais pesados. Não resta uma só fonte de água potável num raio de 50 km da cidade. Índia e Nigéria disputam com a China os carregamentos de sucata eletrônica.

54 Prof. Hélio L. Costa Jr. Soluções Solidariedade Conscientizar Reivindicar Agir

55 Prof. Hélio L. Costa Jr. Soluções Reciclagem Quem vai pagar a conta? –Estado –Indústria –Consumidor –Todos

56 Prof. Hélio L. Costa Jr. Experiências Em outubro de 2000, a Sony e o estado de Minnesota começaram um programa de cinco anos em que a Sony vai receber de volta todos os produtos eletrônicos e de computação pessoal (desde um walkman até um notebook) vendidos no estado.

57 Prof. Hélio L. Costa Jr. Em novembro de 2000 a IBM anunciou que, por uma taxa de U$29,99, os consumidores podem despachar seus computadores, monitores e impressoras (inclusive de outras marcas) para que ela doe ou recicle. Experiências

58 Prof. Hélio L. Costa Jr. Em dezembro de 2000, a Dell anunciou o programa DellExchange, que oferece aos consumidores três opções – troca, venda ou doação – para descartarem seus velhos PCs e outros periféricos independentemente da marca. Experiências

59 Prof. Hélio L. Costa Jr. Em julho de 2002 o Deputado norte-americano Mike Thompson propôs uma lei em que cada cidadão que queira se desfazer de seu PC deveria pagar U$20.00 à Agência de Proteção Ambiental e ela se encarregaria da reciclagem. E o Brasil ? Quando pensará nisso? Experiências

60 Prof. Hélio L. Costa Jr. Conclusão Precisamos usar a criatividade e a responsabilidade para lidarmos com problemas que vão afetar as nossas vidas, de nossos filhos, netos... Formiguinhas do Vale Reciclando as Facilidades Fale conosco Nós recolhemos Nós daremos o destino certo. O Planeta agradecerá !


Carregar ppt "Prof. Hélio L. Costa Jr. Reciclando Facilidades Formiguinhas do Vale."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google