A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Nó Moçambicano Breve panorâmica Por Bruno Araújo.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Nó Moçambicano Breve panorâmica Por Bruno Araújo."— Transcrição da apresentação:

1

2 Nó Moçambicano Breve panorâmica Por Bruno Araújo

3 1994 – Ministros da Agricultura da SADC recomendam a criação da FANRPAN –Objectivo – Melhorar a capacidade de formulação e análise de políticas para Alimentação, Agricultura e Recursos Naturais na SADC

4 –Missão – Providenciar um fórum independente para c oordenar, influenciar e facilitar pesquisa, análise e diálogo a nível nacional e regional, para garantir um SADC com segurança alimentar

5 Principal actividade –Realizar estudos especializados em áreas seleccionadas –Identificar pontos críticos –Formular recomendações políticas –Organizar fóruns e plataformas para a disseminação dos resultados –Organizar diálogos regionais com as várias partes interessadas

6 2003 – Pico da crise alimentar –Gaberone – 1º diálogo regional de alto nível Objectivo - Discutir a recuperação da agricultura, a segurança alimentar e as políticas do comércio Participantes – Principais partes interessadas no sector, a nível da SADC –Fazedores de políticas (governo) –Parceiros internacionais tais como CTA, IFPRI, USAID, CIMMYT, ICRISAT, ISNAR, ODI, MSU, NEPAD, BAD, SACAU, SAPRN, FAO, Fundação Rockefeller, Representantes do Governo Francês –Organizações de agricultores –Sociedade civil

7 2004 – Maurícias – 2º diálogo anual –Objectivo – Rever e reflectir sobre as estratégias discutidas em 2003 e esboçar o caminho a seguir na região Discutir estratégias de políticas necessárias para promover uma recuperação agrícola permanente e um aumento de produtividade na SADC – Participantes – as principais partes interessadas na região

8 2005 – Johannesburg – Diálogo sobre políticas públicas –Objectivo – criar um ambiente conducivo de políticas para uma SADC com Segurança Alimentar, através de: Passagem da pesquisa para um desenvolvimento e implementação efectivos de políticas Fortalecimento da capacidade institucional para o desenvolvimento e implementação de políticas na SADC Avaliaçãodo impacto do HIV/SIDA na Agricultura e na Segurança Alimentar

9

10 Constituição da FANRPAN Nó Nacional –dirigido por Comité Directivo Constituido por –Governo –Sector privado (agribusiness) –Pesquisadores/Analistas de políticas (Universidades) –Sociedade Civil (Organizações de Agricultores e Organizações não Governamentais) Nomeia um Coordenador Hospedado por tradição numa Universidade (Faculdade de Agronomia/Economia Agrária)

11 Coordenador do Nó Moçambicano –Membro Fundador do FANRPAN –Hospedado na Universidade Eduardo Mondlane Faculdade de Agronomia –Secção de Economia –Membro do Conselho Regional da FANRPAN (por acumulação) –Resignou (após assumir a Direcção Executiva da NEPAD)

12 Sociedade Civil nos Nós Nacionais –Tem sido marginal –Participação fortalece os processos de políticas

13 Caminho a seguir – Necessário identificar substitutos do Coordenador –Necessário fortalecer participação da Sociedade Civil

14


Carregar ppt "Nó Moçambicano Breve panorâmica Por Bruno Araújo."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google