A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Formação de Coorte, Redes & liderança Formação de Coorte, Redes & liderança IFP Região Andina e Cone Sul Jaumet Bachs Oficial de Programa Reunião de Planificação.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Formação de Coorte, Redes & liderança Formação de Coorte, Redes & liderança IFP Região Andina e Cone Sul Jaumet Bachs Oficial de Programa Reunião de Planificação."— Transcrição da apresentação:

1 Formação de Coorte, Redes & liderança Formação de Coorte, Redes & liderança IFP Região Andina e Cone Sul Jaumet Bachs Oficial de Programa Reunião de Planificação da fase pós-bolsa para o IFP América Latina. Santiago, Outubro 2004

2 Formação de Coorte, Redes & liderança Estratégia FIB Introdução Antecedentes Principais Demandas Objetivos IFP AR&SC Formação de Coorte F. de C. Local F. de C. Regional LSJ Institutes Promoção de Redes programabecas.org Intranet LSJ online Community Reconhecimnto Profissional e-newsletter Diário Digital Projeção da liderança Conceitos Rede IFP Curso de e-liderança Estratégia em IFP AR&SC Atividades a serem implementadas no período

3 Introdução A relevância deste tema destaca-se a partir da declaração do objetivo inicial do Programa IFP. Na Região Andina e Cone SuL, esta estratégia se integra ao resto das atividades do Ciclo IFP, e também se interrelaciona na execução regional (Chile e PerU). Uma série de linhas de ação foram desehada para cobrir múltipas necessidades dos e das bolsitas IFP que surgiram de forma incremental Existe uma conexão com a evolução de um programa flexível em permanente crescimento, e dos próprios requerimentos de uma coorte de bolsistas que exercem sua nova condição de sujeitos de dIreito.

4 Antecedentes Grupo Obj. » Falta de redes » Falta de reconhecimento profissional e acadêmico Aspectos críticos influenciam e perpetuam a exclusão social Critério de Seleção liderança Relevância de seus projetos Coerencia nas biografias Projeção de sua liderança social e comunitária

5 Antecedentes Antecedentes (continuação) Assim, há 4 grandes áreas no desenvolvimento no IFP AR&SC. Estão construindo uma identidade nos bolsistas, bem como uma rede solidária e propositiva, de longo prazo, quanto a seu papel e projeção de liderança social e comunitária. Necessidades institucionais + Necessidades dos e das Bolsitas IFP ================================= Objetivos que estão sendo cumpridos mediante diferentes projetos e atividades

6 Principais demandas e objetivos Necessidades que foram surgindo em vários momentos desde o inicio do programa no ano 2000: Superar o ponto de vista assistencial que guía àlguns dos Bolsistas, aliada a uma certa desconfiança associada ao caráter internacional do Programa IFP. Construir local, regional e intern. novas e mais integradas coortes, em sua relação mútua a respeito do IFP. Desenvolver uma relação e una visião de longo prazo. Superar a falta de redes de nossos Bolsistas. Superar a falta de reconhecimento profissional e acadêmico. Desenvolver atividades pós-bolsa que reforcem o sentido de identidade e potenciem o trabalho que realizem depois de ter conseguido novos conhecimentos. Levantamento e visibilização de programas de Ação Afirmativa.

7 Objetivo geral no IFP AR&SC Produto dessas necessidades foi determinado o seguinte objetivo para a área de Formação de Coorte, Redes & Liderança: Fornecer ferramentas sociais aos bolsistas que lhes permitam potenciar o efeito de seus estudos de pós graduação, amplificar o resultado que procura o Programa IFP no desenvolvimento econômico e social, e visibilizar exemplos exitosos no marco da Ação Afirmativa.

8 Lógica da estratégia É importante considerar as motivações e as possibilidades dos beneficiários, isto é, os e as Bolsistas IFP de la região. Formaç ão de Coortes Promoç ão de Redes Reconhe cim. Profissio nal / acadêmi co Projecã o de lideranç as Evolução das necessidades

9 Linha do tempo Início do IFP 1eira FCR Mai 2002Outubro 2002Novembro 2003 Julho2001Julho 2002Jul & Ag 2003 Julho 2004 LSJ-1 Vermont 2da FCR LSJ-2 Vermont + LSJ-3 Holanda 3eira FCR 4ta FCR LSJ-4 Oaxaca IFP Janeiro 2004 IFP AR&SC Intranet 2da versão de 1a versão de Conceitualização das lideranças AR&SC e-newsletter LSJ-5 Vermont + LSJ-6 Holanda + LSJ-7 Tailândia

10 Formação de Coortes Surgem das declarações iniciais da Secretaria Executiva do IFP. Devido a nossa naturaleza binacional, ficou evidente desde o início que algum trabalho nesta área era indispensável de ser efetuado. Com as primeiras coorte, o principal desafio foi gerar com uma identidade própria, que os diferenciassem de anteriores programas da Fundação Ford. Mesmo que os deveres e direitos dos bolsistas estivessem nessa época em construção, a institucionalidade do IFP na região estava consolidando-se, e tinha uma falta de normativas completas, o espírito learning by doing nos permitiu detectar algumas necessidades sentidas pelos bolsitas.

11 Formação de Coortes Formação de Coortes (cont.) Demandas específicas para esta área, onde a origem da demanda se expressa entre parêntesis: Trabalhar no sentido de identidade ao longo do Programa (IFP). Reunir os bolsistas da região que pertençam a cada coorte (FIB). Entregar informação sobre o Programa IFP, e sobre os deveres e direitos da Bolsa (FIB). Receber informação, procedimentos, esclarecer expectativas e traçar linhas de ação a curto prazo (bolsistas). Conhecer outras pessoas, outras experiências e realidades, bem como idéias inovadoras para poder trazer para suas realidades novas vias de desenvolvimento (bolsistas). Manifestar a relação a longo prazo del IFP (FIB). Dispôr de um meio para continuar com o contato com os outros bolsistas e com o IFP na região (bolsistas).

12 Formação de Coortes Formação de Coortes (cont.) Formação de Coorte Local Formação de Coorte Regional Formação de Coorte Internacional (LSJI) Redes, liderança, relação de longo prazo Conhecer-se mutuamente, introdução ao IFP, apresentação de projetos, avaliações, Step By Step, identidade IFP, contexto e orientação acadêmica, Intranet, liderança, sentido de realidade, etc. Issues on Leadership, LSJ Online, grupos de discussão

13 Promoção de Redes Uma necessidade expressada pelos bolsistas, e que não pode ser coberta pela área de Formações de Coorte, foi o requerimento por conhecer, contatar e desenvolver possibilidades de trabalho com bolsistas de outras gerações. Demandas específicas para esta área: Dispôr de um meio para continuar com o contato com os outros bolsistas e com o IFP na região (bolsistas). Ter um canal de comunicação dinâmica, que sirva de vínculo para as atividades do IFP na região, e para o desenvolvimento das Formações de Coorte (FIB). Gerar um espaço de reunião virtual que substitua o correio eletrônico como meio de transmissão devido às contas de correio de limitada capacidade (FIB). Oferecer seus papers, teses, idéias e aportes acerca das temáticas que eles trabalham (bolsistas).

14 Promoção de Redes Promoção de Redes (cont.) No ano 2000 foi criada uma página web regional que ofereceu informação básica sobre o IFP e do 1eiro processo de postulação. Posteriormente foi mostrada mais informação como biografias dos bolsistas IFP selecionados, links de interesse, notícias, etc.) e oferecendo mais recursos para nossos bolsistas e para outros visitantes convidados. Em 2002, uma 2da versão considerou a necessidade de oferecer um sistema mais dinâmico e atrativo, mais interativo, com potencial de expansão, funcional aos objetivos traçados e com melhor informação para os que estão interessados no Programa IFP na região. A Intranet Regional leva 2 anos cobrindo as necessidades regionais assinaladas, da mesma forma que agora o portalwww.fordifp.net está tentando fazer em uma escala global. Pero não se pôde cobrir a última necessidade específica assinalada e é por isso que surge a seguinte área

15 Reconhec. Profissional e acadêmico Nossos bolsistas assinalaram que apesar de seus méritos profissionais e pessoais, em suas respectivas comunidades não contam com o suficiente reconhecimento que necessitam para poder transmitir suas idéias, ou inclusive para ser reconhecidos como interlocutores válidos. Assim, a Intranet não era suficiente para cumprir com isso, surgindo estas demandas: Oferecer seus papers, teses, idéias e aportes acerca das temáticas que trabalham (bolsistas). Demonstrar às pessoas que os selecionaram, aos e às tutores (as) acadêmicos e às universidades que vêem suas postulações; as capacidades e os avanços que conseguiram os bolsistas (FIB). Integrar os bolsistas de todo o mundo (FIB). Comunicar atividades do IFP na Região Andina (FIB). Definir o conceito de liderança para a região e trabalhar no desenvolvimento de sua evolução nos bolsistas (FIB).

16 Reconhec. Profissional e acadêmico Reconhec. Profissional e acadêmico (cont.) Para isso, o FIB desenvolveu um Boletim IFP que pretende cobrir essas necesidades inserido em um plano maior que envolverá um projeto a maior escala: o Diário Digital. O Boletim é distribuido a tutores acadêmicos, membros dos comitês de seleção local e regional, universidades, IFP Partners, e obviamente, os bolsistas que escrevem em cada edição Também se hospeda na Biblioteca da Intranet Regional, qualquer pessoa pode descarregar as edições a partir dos URL que foram enviados periodicamente. Link:

17 Reconhec. Profissional e acadêmico Reconhec. Profissional e acadêmico (cont.) O Boletim IFP tem 3 fases: textos só dos bolsistas IFP da Região Andina e Cone Sul, inclusão de bolsistas IFP do resto do mundo, e a tradução para outros idiomas para que possa chegar internacionalmente. O plano considera desde Outubro 2004 gestionar a criação da siguinte etapa, el Diário Digital, que incrementará o reconhecimento profissional de todos os bolsistas IFP que gostariam de participar, fornecendo informação relativa à justiça social dos Países do IFP, e que sua operativa incluirá o trabalho de redatores e editores a distância o que apoiará as atividades de longo prazo como a pós-bolsa dos bolsistas IFP.

18 Projeção das lideranças Tanto o IFF como FIB consideram a liderança como um ponto central em seu acionar, por isso foi preciso conceitualizar as particularidades e potencialidades de nossos bolsistas, dos cenários e meios sociais donde serão desenvolvidos uma vez terminados seus estudos, e daqueles conhecimentos, habilidades ou comportamentos que queremos potenciar. Demandas específicas para esta área: Definir o conceito de liderança para a região e trabalhar no desenvolvimento de sua evolução nos bolsistas, com plena integração das 4 áreas da estratégia regional (FIB). Ter uma coorte mundial de líderes exitosos (IFP). Adquirir novos conhecimentos que permitam aperfeiçoar o desenvolvimento de planos e ações na pós-bolsa (bolsistas). Integrar experiências de lideranças coletivas e sociais (FIB). Reforçar a identidade IFP em torno à liderança, e sustentar o vínculo no tempo (FIB).

19 Projeção da lideranças Projeção da lideranças (cont.) Foi elaborado um documento formal que explicitou a conceitualização, à qual se soma um Modelo de Curso de liderança para a Justiça Social na América Latina, que considera os perfis de que foram selecionados bem como elementos bibliográficos que dêm conta de tópicos inovadores, para dessa maneira fortalecer e ampliar a liderança própria dos selecionados, delimitando as destrezas que se potenciarão através de meios ótimos. Cabe destacar que como esta área se integra a outros componentes do Ciclo IFP, a fase de pós-bolsa e as atividades que os próprios IFP Alumni possam determinar serão chaves para el sucesso dessa atividade.


Carregar ppt "Formação de Coorte, Redes & liderança Formação de Coorte, Redes & liderança IFP Região Andina e Cone Sul Jaumet Bachs Oficial de Programa Reunião de Planificação."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google