A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Apresentação das Comissões Apresentação da Coordenação Princípios norteadores desta Gestão 2007-2009 Coordenadora Liliana Beccaro Marchetti

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Apresentação das Comissões Apresentação da Coordenação Princípios norteadores desta Gestão 2007-2009 Coordenadora Liliana Beccaro Marchetti"— Transcrição da apresentação:

1

2 Apresentação das Comissões Apresentação da Coordenação Princípios norteadores desta Gestão Coordenadora Liliana Beccaro Marchetti Secretária Morgana Múrcia Ortega

3 Comissões do CDC Gestão

4 CDC COMISSÃO DE CONGRESSO Coordenadora: Maria Selma do Nascimento – Uaki Ti Ara-SP Integrantes: Colaboradores: 1. Sandra Siraque – PM Santo André-SP 2. Sandra Regina Grandesso - Interfaci-SP

5 CDC COMISSÃO DE CULTURA Coordenadora: Silvia Fix – CEAF-SP Integrantes: 1. Maria Das Graças Farani Lopez – MISC-BA 2. Carmela Matos – SOPSI-PA Colaboradores: 1. Cecília Ayres de Carvalho – ASF-SP 2. Eliane Guerra Nunes – Pólo ABC 3. Elizabete Maria de Santana Oliveira 4. Fátima Elecy Arraes da silva - MISMEC-AM 5. Kátia Maria Ulisses Saraiva - 6. Liz Verônica Versillo Luizi - Interfaci-SP 7. Márcia Moreira Volponi - Interfaci-SP 8. Maria de Fátima Matos - SOPSI-PA 9. Cleide Ferreira Neves Selma Guarinon Kuperman - CEAF-SP

6 CDC COMISSÃO DE ESTATUTO Coordenadora: Maria Consuelo Morais Rolla - Misc – MG Integrantes: 1. Fátima Elecy Arraes da Silva – MISMEC-AM Colaboradores: 1. 1.

7 CDC COMISSÃO DE FORMAÇÃO (Capacitação, Intervisão, Pólo e Ética) Coordenadora: Miriam Barreto – MISMEC-CE Integrantes: 1. Marilene Grandesso – Interfaci-SP 2. Celina Daspett – UNIFESP-Enfermagem Colaboradores: 1. Edna Maria Malheiros Costa 2. Janete Maria Guide da Silva - ECCOmenius-SP 3. Maria Áurea B. Silva - Espaço Família-PE 4. Marlene Rodrigues Gomes da Silva 5. Marluce Tavares de Oliveira - Espaço Família-PE 6. Regina De Mathis – UNIFESP-Psiquiatria 7. Selma Hinds – NOOS – RJ 8. Tânia Dallalana – HC de Curitiba - PR

8 CDC COMISSÃO DE HISTÓRICO Coordenadora: Maria Áurea B. Silva - Espaço Família-PE Integrantes: 1. Fátima Castro Silva - CEAF-SP 2. Rita de Cácia Soares Farias Colaboradores: 1. Maria da Salete Leite Vianna - CEAF-SP

9 CDC COMISSÃO DE SENSO Coordenadora: Janise Paiva – Aquarius-PE Integrantes: 1.. Colaboradores: 1. Vera Terezinha Maluly Pacheco – Geebem-SP 2. Washington Bezerra – Aquarius-PE 3. José Carlos Meireles de Souza – MISC-MG NOVA!

10 Coordenação do CDC Gestão

11 APRESENTAÇÃO Quem sou? Quem sou?  TCendo.sp – empenho na prática TC, capacitação, intervisão, produção de conhecimento, divulgação, etc... Qualificação para o CDC? Qualificação para o CDC?  Desde o início da institucionalização da TC A importância do CDC? A importância do CDC?  Principios e Normas

12 Princípios Norteadores Gestão

13 PRINCÍPIOS NORTEADORES DA GESTÃO Compromisso com promessa, respeito e fidelidade pelos objetivos da TC com promessa, respeito e fidelidade pelos objetivos da TC norteador – TC passo a passo e o ideal da TC norteador – TC passo a passo e o ideal da TCResponsabilidade responder a, atender a... = às demandas e necessidades da ABRATECOM responder a, atender a... = às demandas e necessidades da ABRATECOMFraternidade Fortalecer as redes de apoio Fortalecer as redes de apoio Solidariedade dos laços Solidariedade dos laços Lúdico Lúdico Atraente Atraente Manter e aumentar os vínculos Manter e aumentar os vínculos

14 E então... para finalizar

15

16 Um empresário agricultor, de pouco estudo, participava todos os anos da principal feira de agricultura da sua cidade. Um empresário agricultor, de pouco estudo, participava todos os anos da principal feira de agricultura da sua cidade. O que acontecia de mais extraordinário é que ele sempre ganhava, ano após ano, o troféu: MILHO DO ANO. Entrava com seu milho na feira e saía com a faixa azul recobrindo seu peito. O seu milho era cada vez melhor. O que acontecia de mais extraordinário é que ele sempre ganhava, ano após ano, o troféu: MILHO DO ANO. Entrava com seu milho na feira e saía com a faixa azul recobrindo seu peito. O seu milho era cada vez melhor.

17 Em uma ocasião dessas, um repórter do jornal abordou o empresário após tradicional colocação da faixa de campeão! Em uma ocasião dessas, um repórter do jornal abordou o empresário após tradicional colocação da faixa de campeão! C A M P E Ã O! C A M P E Ã O!

18 Ele ficara muito intrigado com a revelação do empresário de como ele costumava cultivar seu qualificado e valioso produto. Ele ficara muito intrigado com a revelação do empresário de como ele costumava cultivar seu qualificado e valioso produto. O repórter descobriu que o fazendeiro compartilhava boa parte das melhores sementes da sua plantação de milho com os seus vizinhos. O repórter descobriu que o fazendeiro compartilhava boa parte das melhores sementes da sua plantação de milho com os seus vizinhos.

19 - Como pode o senhor compartilhar suas melhores sementes com seus vizinhos, quando eles estão competindo diretamente com o senhor? - Como pode o senhor compartilhar suas melhores sementes com seus vizinhos, quando eles estão competindo diretamente com o senhor? O fazendeiro respondeu: - Você não sabe? É simples. - Você não sabe? É simples.

20 O vento apanha o pólen do milho maduro e o leva de campo para campo. Se meus vizinhos cultivarem milho inferior ao meu, a polinização degradará continuamente a qualidade do meu milho. O vento apanha o pólen do milho maduro e o leva de campo para campo. Se meus vizinhos cultivarem milho inferior ao meu, a polinização degradará continuamente a qualidade do meu milho. Se eu quiser cultivar milho bom, eu tenho que ajudá-los a cultivar o melhor milho, cedendo a eles as melhores sementes. Se eu quiser cultivar milho bom, eu tenho que ajudá-los a cultivar o melhor milho, cedendo a eles as melhores sementes.

21 MORAL DA HISTÓRIA: Aqueles que escolhem estar em paz devem fazer com que seus vizinhos estejam em paz. MORAL DA HISTÓRIA: Aqueles que escolhem estar em paz devem fazer com que seus vizinhos estejam em paz. Aqueles que querem viver bem têm de ajudar os outros para que vivam bem. Aqueles que querem ser felizes têm de ajudar os outros a encontrar a felicidade, pois o bem-estar de cada um está ligado ao bem-estar de todos. Aqueles que querem viver bem têm de ajudar os outros para que vivam bem. Aqueles que querem ser felizes têm de ajudar os outros a encontrar a felicidade, pois o bem-estar de cada um está ligado ao bem-estar de todos.

22 Você já parou pra pensar que todos nós somos importantes uns para os outros? E que para vivermos bem nós dependemos uns dos outros? Você já parou pra pensar que todos nós somos importantes uns para os outros? E que para vivermos bem nós dependemos uns dos outros? Procure ajudar seus vizinhos a cultivar cada vez mais as melhores sementes, os melhores milhos e as melhores amizades. Procure ajudar seus vizinhos a cultivar cada vez mais as melhores sementes, os melhores milhos e as melhores amizades.

23 “ Para lidar consigo mesmo, use a cabeça. Para lidar com os outros use o coração”... “ Para lidar consigo mesmo, use a cabeça. Para lidar com os outros use o coração”...

24 “Todo fazer é um conhecer, E todo conhecer é um fazer”. Humberto Maturana Humberto Maturana “Todo fazer é um conhecer, E todo conhecer é um fazer”. Humberto Maturana Bom trabalho aos conselheiros do CDC Gestão !

25 Fim... Obrigada! Coordenação do CDC Gestão


Carregar ppt "Apresentação das Comissões Apresentação da Coordenação Princípios norteadores desta Gestão 2007-2009 Coordenadora Liliana Beccaro Marchetti"

Apresentações semelhantes


Anúncios Google