A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

De: J.G. de Araújo Jorge sombra querida... Branca visão que em toda parte vejo És a ventura única que almejo, Que outra igual não me fora concedida,

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "De: J.G. de Araújo Jorge sombra querida... Branca visão que em toda parte vejo És a ventura única que almejo, Que outra igual não me fora concedida,"— Transcrição da apresentação:

1

2

3 De: J.G. de Araújo Jorge

4 sombra querida... Branca visão que em toda parte vejo És a ventura única que almejo, Que outra igual não me fora concedida, sombra querida... Branca visão que em toda parte vejo És a ventura única que almejo, Que outra igual não me fora concedida, Beatriz, beatriz,

5 Todo o bem com que sonho e que antevejo A ti te devo, ó alma comovida Tudo o que aspiro e tudo o que desejo... Todo o bem com que sonho e que antevejo A ti te devo, ó alma comovida Tudo o que aspiro e tudo o que desejo... minha vida, Meu amor, minha crença,

6 De meu amor, não saibas todavia, Pois que se igual amor te não mereço, Antes quero cuidar que o merecia... De meu amor, não saibas todavia, Pois que se igual amor te não mereço, Antes quero cuidar que o merecia...

7 Sucumbirei da dor de que padeço, Se tal fraqueza chamam covardia, Eu serei um covarde por tal preço. Sucumbirei da dor de que padeço, Se tal fraqueza chamam covardia, Eu serei um covarde por tal preço.

8 Beatriz De: J.G. de Araújo Jorge Imagem da internet Música: Gloria Estefan - Don't Wanna Lose Criação: Tércio A. Pontes Contato: Esta mensagem é reprodução fiel do texto original.


Carregar ppt "De: J.G. de Araújo Jorge sombra querida... Branca visão que em toda parte vejo És a ventura única que almejo, Que outra igual não me fora concedida,"

Apresentações semelhantes


Anúncios Google