A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Selecção sexual. Selecção sexual: introdução Processo responsável pela evolução de caracteres sexuais ou epigâmicos Vantagem que certos indivíduos têm.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Selecção sexual. Selecção sexual: introdução Processo responsável pela evolução de caracteres sexuais ou epigâmicos Vantagem que certos indivíduos têm."— Transcrição da apresentação:

1 Selecção sexual

2 Selecção sexual: introdução Processo responsável pela evolução de caracteres sexuais ou epigâmicos Vantagem que certos indivíduos têm em relação a outros do mesmo sexo e espécie no que diz respeito à reprodução (Darwin,1871) Exº: trem do pavão

3 Selecção intra- e inter-sexual Selecção intra-sexual –Competição entre machos –armamentos Selecção inter-sexual –Escolha de parceiros sexuais –Ornamentos

4 Anisogamia + diferenças no investimento parental+ diferenças nos recursos oferecidos Menor investimento parental Maior investimento parental Maior taxa reprodutoraMenor taxa reprodutora Muita actividade sexualPouca actividade sexual Sex ratio operacional enviezado Competição por parceirosSelecção de parceiros Fitness depende do nº de parceiros Fitness depende da qualidade dos parceiros

5 Selecção intra-sexual Tamanho corporal Armas Cores Capacidade de luta (competitiva) –Custos de lutar energéticos estatuto social sobrevivência Alternativas à luta

6 Selecção intra-sexual

7 Alternativas à luta Parasitismo sexual –sneakers –satélites Mudança de sexo –quando capacidade competitiva depende do tamanho corporal

8 Tácticas alternativas de acasalamento

9 Mudança de sexo Hermafroditismo sequencial –protogínico –protandrico

10 Competição de esperma Quando fêmeas acasalam com mais do que um parceiro, o esperma dos diferentes machos pode competir entre si para fertilisar ovos Mecanismos de competição de esperma: –evolução de genitálias –Produção de esperma –guarda do par

11 Evolução de genitália libélulas

12 Produção de esperma Primatas

13 Guarda do par Aves

14 Selecção inter-sexual Caracteres aparentemente maladaptativos; e.g.: –caudas alongadas em aves com custos aerodinâmicos –Cores vistosas Alternativas à escolha –cópulas forçadas

15 Selecção inter-sexual

16 Selecção inter-sexual I. Andorinhas

17 Selecção inter-sexual II. Viúvas

18 Selecção inter-sexual III. Guppies

19 Espécies de primatas poligâmicas têm genitálias que proporcionam maior estimulação durante a cópula do que espécies monogâmicas Selecção inter-sexual IV. Estimulação sensorial

20 Benefícios directos –cuidados parentais –evitar doenças contagiosas Runaway selection (Fisher, 1958) Bons genes –Handicap (Zahavi, 1977) –Sinais indicadores (Hamilton & Zuk, 1982) Enviezamento sensorial (Parker, 1982) Teorias para explicar a escolha das fêmeas

21 I. Benefícios directos Preferencia: indicativa da qualidade do macho ou dos recursos defendidos/dados pelo macho Valor adaptativo: Fêmeas obtêm benefícios não genéticos

22 II. Runaway selection Preferencia: atracção sexual Valor adaptativo: Filhos herdam o traço atractivo e as filhas a preferência pelo traço (sexy son hypothesis)

23 Preferencia: indicativa da viabilidade do macho Valor adaptativo: Filhos e filhas herdam as vantagens em viabilidade do pai III. Bons genes

24 Preferencia: indicativa da viabilidade do macho - Machos de maior qualidade genética conseguem sobreviver apesar dos custos do handicap. –Trem dos pavões –caudas das aves do paraíso Valor adaptativo: Filhos e filhas herdam as vantagens em viabilidade do pai IIIa. Teoria do Handicap

25 Preferencia: indicativa da viabilidade do macho - Só os machos resistentes a parasitas são capazes de expressar os ornamentos mais conspícuos, os quais passam a revelar a sua condição física (i.e. saúde) –coloração vermelha de esgana-gatos menos intensa em machos parasitados; fêmeas preferem machos com vermelho mais intenso! Valor adaptativo: Filhos e filhas herdam as vantagens em viabilidade do pai IIIb. Sinais indicadores

26 Preferencia: caracteres mais conspícuos e mais prováveis de atrair a atenção das fêmeas Valor adaptativo: baixo custo para as fêmeas detectarem parceiro sexual IV. Enviezamento sensorial

27 Monogamia: Acasalamento apenas com um parceiro; e.g. 90% das Aves são monogâmicas devido a cuidados parentais. Poligamia: Acasalamento ocorre com mais do que um parceiro: –poliginia - macho acasala com N fêmeas; ocorre quando machos controlam recursos ou fêmeas (e.g. leões-marinhos); Selecciona machos grandes/fortes. –Poliandria - Fêmea acasala com N machos; Raro! ; Escassez de locais de acasalamento; (e.g. cavalo- marinho) Sistemas de acasalamento


Carregar ppt "Selecção sexual. Selecção sexual: introdução Processo responsável pela evolução de caracteres sexuais ou epigâmicos Vantagem que certos indivíduos têm."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google